Ministro do STF, Alexandre autoriza retomada de processo de impeachment de Witzel

/ Justiça

Alexandre autoriza retomada do impeachment. Foto: Isaac Amorim

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes autorizou, nesta sexta-feira (28), a retomada da tramitação do processo de impeachment do governador Rio de Janeiro, Wilson Witzel.Moraes revogou uma decisão do presidente do Supremo, Dias Toffoli, que havia determinado que a Assembleia Legislativa do Rio formasse uma nova comissão especial para julgar o caso.

Nesta sexta-feira (28), Witzel foi afastado por 180 dias do cargo pelo Superior Tribunal de Justiça, a pedido do Ministério Público Federal.Witzel e outros membros da atual administração estadual do Rio passaram a ser investigados após supostas irregularidades na contratação de hospitais de campanha, respiradores e medicamentos.

Moraes afirmou, na decisão, que não houve irregularidade na formação da primeira comissão, a quem caberá analisar se Witzel cometeu crime de responsabilidade.”Não me parece que o Ato do Presidente da Assembleia Legislativa tenha desrespeitado o texto constitucional ou mesmo a legislação federal, pois refletiu o consenso da Casa Parlamentar ao determinar que cada um dos partidos políticos, por meio de sua respectiva liderança”, diz o ministro do STF.

Em resposta à decisão do STJ, Witzel desafiou a subprocuradora Lindora Araújo a apresentar “um papel” de prova e sugeriu haver “um possível uso político” do MPF. Com informações do G1

Os comentários estão fechados.