Marina Silva começou a pedir dinheiro para ajudar na a campanha da pré-candidatura à presidência

/ Política

Marina ainda não tem coligações partidárias fechadas. Foto: Estadão

A ex-senadora Marina Silva (Rede) começou a pedir dinheiro para ajudar a campanha da pré-candidatura à presidência. Ainda sem coligações partidárias fechadas e com 0,62% dos recursos do fundo eleitoral, ela lançou uma vaquinha na internet nesta terça-feira (17). O mote da campanha é de que é preciso ”equilibrar a disputa” para fazer frente ”aos grandes partidos e suas mentiras”. Outros pré-candidatos, como Lula (PT), Manuela D’Ávila (PC do B), João Amoêdo (Novo), Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL), também já lançaram sites para receber doações. O objetivo inicial é conseguir R$ 100 mi, a fim depara realizar eventos em cinco capitais e divulgar propostas. Depois, a segunda meta é alcançar R$ 200 mil.

Os comentários estão fechados.