Maior partido na base do governo do Estado, o PSD de Otto Alencar ganhou filiação de Marcus Cavalcanti

/ Polícia

Marcus Cavalcanti filiou-se ao PSD de Otto Alencar. Foto: Divulgação

O PSD, partido de maior musculatura na base do governador Rui Costa (PT), com 83 prefeitos, sete deputados na Assembleia Legislativa da Bahia e o comando do União dos Municípios da Bahia (UPB) se torna ainda mais forte e ganha mais espaço na gestão estadual. Liderado na Bahia pelo senador Otto Alencar, o PSD agora tem um novo filiado, o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, que se filiou a legenda partidária nesta sexta-feira. ”É uma honra fazer parte de um partido que tem como presidente a maior liderança do Estado da Bahia e uma das maiores lideranças do Brasil, o senador Otto Alencar. Os partidos são formados por homens e um partido que tem Otto Alencar é um partido diferenciado”, afirmou Marcus Cavalcanti, que sucedeu o próprio Otto no comando da secretaria. Além da Seinfra, o PSD também comanda a Sedur (Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Governo do Estado da Bahia), atualmente representada por Jusmari Oliveira. ”Tenho uma grande admiração por Marcus Cavalcanti. Ele é um ótimo secretário e, além disso, temos uma relação familiar. A minha vida pública foi iniciada a convite do pai dele, que foi um grande amigo meu, o ex-prefeito de Alagoinhas, ex-deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Murilo Cavalcanti, um dos maiores oradores políticos que conheci. É uma alegria muito grande filiar Marcus no PSD”, disse Otto durante o ato de filiação. A legenda partidária deve ocupar uma das vagas na chapa majoritária de Rui, para a disputa sucessória de 2018. Contudo, os nomes do PSD até agora cotados para integrar a chapa são de Angelo Coronel, presidente da Assembleia e do deputado federal Antonio Brito.

Os comentários estão fechados.