Lideranças políticas se unem para discutir falta d’água em Itiruçu, Lafaiete, Lagedo, Maracás e Planaltino

/ Região

Lideranças com o presidente da Embasa, Cedraz. Foto: Divulgação

Muitos municípios do interior baiano estão em situação de emergência causada por um longo período de estiagem, outros pela dificuldade por parte da Empresa Baiana de Águas e Saneamento – Embasa na distribuição do líquido. No Vale do Jiquiriçá, os municípios mais afetados pela problemática da falta d’água são: Itiruçu, Lagedo do Tabocal, Planaltino, Maracás, Lafaiete Coutinho e o distrito Stela Dubois, que pertence ao município de Jaguaquara. Em busca de soluções para os desafios do abastecimento de água, lideranças políticas dos respectivos municípios reuniram-se nesta sexta-feira (9), na sede da Embasa, na capital baiana e discutiram o assunto. O presidente da estatal, Rogério Cedraz, ouviu os reclames dos políticos e prometeu empenho da Embasa para minimizar a situação, com reestruturação da rede adutora que abastece as cidades, perfuração de poços e operação-pipa nas localidades mais afetadas. Uma das alternativas apresentadas pelas lideranças é a captação de água da Barragem da Pedra, que localiza-se em Jequié, cuja obra para captação custa em torno de R$ 75 milhões. Conduto, a proposta da obra será levada a mesa do governador Rui Costa, quando o chefe do Executivo retornar de viagem a Espanha.  Presente no encontro, o deputado estadual reeleito Euclides Fernandes disse que, ”quando o assunto é buscar o bem comum, é salutar a união de políticos, independente de questão político-partidária. É preciso que a Embasa faça um novo planejamento e comece a adotar as medidas necessárias, como investimentos em obras, inclusive acatando essa sugestão da Barragem da Pedra para evitar o agravamento do problema que já é preocupante na região”. O ex-presidente dos Consórcios de Infraestrutura da Bahia, deputado estadual eleito, Zé Cocá, também acredita que o projeto da Barragem da Pedra é o mais viável. ”Uma reunião importante, que visa beneficiar uma área que começa na zona rural de Lafaiete e vai até os outros municípios, como por exemplo o Entroncamento de Jaguaquara, que também sofre com essa situação. A Embasa já está viabilizando o foco nesse projeto da água vindo de Jequié e é importante essa união de forças para que esse sonho possa ser concretizado”, disse, em contato com o Blog Marcos Frahm. Cocá propõe a união de todos os representantes políticos em torno de um projeto que se aproxime mais do desenvolvimento dos municípios. ”Essa união deve ser mantida para buscarmos soluções não apenas para a falta de água, mas para todos os problemas que afligem a nossa região”.  Além de Cocá e Euclides, participaram do encontro o ex-prefeito de Salvador, Edvaldo Brito, representando o filho deputado, Antonio Brito, o deputado federal eleito, Marcelo Nilo, deputado federal Jorge Sola, a prefeita e o vice de Itiruçu, Lorena Di Gregório e Júnior Petrúkio, o ex-prefeito Ailton Cezarino, além de vereadores, a prefeita de Lagedo, Mariane Fagundes e vereadores, e o prefeito de Maracás, Soya Novaes.

Os comentários estão fechados.