Justiça quebra sigilos bancário e fiscal do escritório do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

/ Justiça

Ministro Ricardo Salles. Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A Justiça de São Paulo autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do escritório de advocacia do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e de sua mãe, informa a revista Crusoé e o site O Antagonista. Há em em curso uma investigação que apura possível enriquecimento ilícito, conduzida pelo Ministério Público de São Paulo.

A suspeita dos promotores é sobre possível lavagem de dinheiro. Da conta do escritório foram R$ 2,75 milhões em 54 transferências feitas entre 2014 e 2017 para a conta pessoal de Salles.

Os comentários estão fechados.