Justiça condena acusados pela morte de idosa em Jequié a 14, 16 e 25 anos de prisão

/ Justiça

Ivonice Marques Maia foi morta em 2017. Foto: Arquivo

Uma mulher acusada de ser a mentora da morte de uma idosa de 71 anos, em Jequié, no ano de 2017 foi condenada a mais de 25 anos de prisão.

Dona Ivonice Marques Maia (foto) teria sido assassinada, no dia 21 de junho, após ser atraída por Cristiane e a sobrinha menor de idade para o alto da Colina onde foi atacada e esfaqueada.

O crime teria sido praticado por dois indivíduos, Mateus Santos Silva, que negou participação no assassinato e Tales Souza Santos. A motivação uma dívida contraída por Cristiane junto a dona Nil, que para não pagar decidiu matar a idosa.

Em audiência realizada nesta quinta-feira, 28 de abril no Fórum Bertino Passos, em Jequié, os réus confessaram o crime.

Cristiane Mota Alves revelou ter sido a mentora. Mateus Santos Silva negou participação no assassinato, já Tales Souza Santos confessou o crime.

Cristiane Mota Alves foi condenada a 25 anos e 6 meses, Mateus Santos Silva, 14 anos e 8 meses e Tales Souza Santos, a 16 anos e 4 meses de prisão. Ambos cumprem pena no Conjunto Penal de Jequié. As informações são do Blog do Marcus Cangussu

Os comentários estão fechados.