Policial de Jussiape corre risco de morte, diz médico

/ NOTÍCIAS

O PM vai continuar em coma induzido. Foto: Resenha Geral

Em uma entrevista concedida a imprensa de Vitória da Conquista na manhã desta segunda-feira (26), o neurocirurgião Juliano Batista deu os detalhes do estado de saúde do policial Givanildo, que trocou tiros com o assassino do prefeito, primeira-dama e gerente da Embasa em Jussiape, no último sábado (24). Ele foi levado para Conquista por um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar e internado em um hospital particular da cidade. Segundo o médico, o policial está em coma induzido, após ter sido submetido a um procedimento cirúrgico. ”O paciente saiu de um estado muito crítico, para outro estado. É grave o estado, ele ainda corre risco de morte, mas tudo que foi possível ser feito tecnicamente foi feito e a resposta dele após a cirurgia vem sendo satisfatória. Apesar de ele continuar em estado grave, essas melhoras discretas num paciente grave como ele representam um grande ganho. Ele vai continuar em coma induzido, não temos previsão de retirarmos a sedação”, disse o médico. Informaões extraídas do Resenha Geral

Os comentários estão fechados.