Joaquim Caíres propõe Audiência Pública para discutir situação do Aeroporto de Jequié

/ Jequié

Joaquim Joaquim fala em novo Aeroporto. Foto: Emanuel Jr.

É de autoria do vereador Joaquim Caíres o Requerimento (89/2019) propondo a realização de uma Audiência Pública para discutir a situação Terminal Aeroviário Vicente Grillo, que passa por sérios problemas estruturais. Sugere que sejam convidados o prefeito municipal Luiz Sérgio Suzarte Almeida,  o secretário estadual de Infraestrutura da Bahia, Marcos Cavalcante, o diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), José Ricardo Pataro Botelho de Queiroz, assim como os deputados federais Antônio Brito e Leur Lomanto Júnior; e estaduais Euclides Fernandes e Zenildo Brandão, além de representantes dos Ministérios Público Estadual e Federal.

A Audiência Pública, promovida pela Câmara de Vereadores de Jequié visa buscar soluções em relação ao Terminal Aeroviário Vicente Grillo que exige investimentos importantes, incluindo a aquisição de equipamento capaz de assegurar seu funcionamento à noite.

”O Terminal serve não somente a cidade de Jequié, mas a microrregião inteira com 27 cidades com mais seiscentos mil habitantes. Além de Jequié ser uma cidade que possui um hospital regional que atende também a três rodovias federais, tendo assim a necessidade de solicitação de uma UTI aérea, daí a importância de termos este equipamento funcionando em perfeito estado para o bem desta população, e não passando pela situação que foi vista por várias pessoas e que ganhou as manchetes dos principais meios de comunicação no último mês de maio, quando uma aeronave teve que aterrissar se utilizando da luz de veículos particulares, pondo assim em risco a vida da tripulação, bem como da população que reside nas proximidades deste terminal”, destacou.

Segundo Joaquim Caíres, a audiência é para que a Câmara, que é a representante dos interesses da população de Jequié, possa tomar conhecimento da real situação em que se encontra o Terminal Aeroviário e também tomar conhecimento do que tem sido feito para a garantir a segurança desta população e a funcionalidade deste equipamento de tamanha importância para esta cidade e região.

Ainda de acordo Joaquim Caíres, o encontro deve servir também para discutir a construção de um novo aeroporto, que esteja dentro das especificações para pousos e decolagens dentro das normas estabelecidas pela ANAC em uma área que não ofereça risco à vida aos habitantes desta cidade.

Deixar uma Resposta