”Jerônimo representa o que a gente falou durante a campanha”, diz Kleber Rosa ao declarar apoio ao PT

/ Política

Kleber Rosa se encontrou com Jerônimo Rodrigues. Foto: Divulgação

Após o cientista social e ex-candidato ao Governo da Bahia pelo PSOL, Kleber Rosa, declarar apoio a Jerônimo Rodrigues, uma coletiva de imprensa foi realizada, na tarde desta terça-feira (4), para formalizar o apoio. Na ocasião, o psolista apresentou propostas que devem ser incluídas no Plano de Governo do petista e afirmou que o candidato que liderou os votos no primeiro turno na Bahia é o que mais se aproxima com os pensamentos do partido para o Estado.

”Em linhas gerais, Jerônimo representa o que a gente falou durante a campanha, como valorização do serviço público, do patrimônio público, proteção e respeito à vida da população e da juventude negra, garantia de direitos humanos para as comunidades tradicionais, garantia das terras para os povos indígenas. Nós não queremos substituir o programa, mas estamos apresentando aquilo que para a gente é importante. Os jeitos de governar de Rui e Wagner são diferentes. A gente espera que o estilo de Jerônimo tenha sensibilidade”, pontuou kleber Rosa.

Jerônimo Rodrigues reconheceu que o tempo de TV e rádio foi fundamental para ele avançar na corrida ao Palácio de Ondina.

”O voto de Lula é consolidado por conta da história dele. Eu tenho plena clareza que eu não sou conhecido como Lula. Eu sei disso e não foi voto coladinho, como o próprio Rui também passou por isso. Ele também não conseguiu transferir todos os votos, mesmo com a avaliação positiva que o governo tem. Eu reconheço que a chegada do programa de TV foi imprescindível, mas o tempo não foi suficiente. O segundo turno significa isso, a gente ter condição de ampliar ainda mais o meu conhecimento, porque tem eleitores que se for do 13 está dentro. Se é do time que temos aqui na Bahia, que é de Wagner, Rui, Otto, Geraldinho e dos partidos aliados, é responsável. A herança do nosso time é muito simbólica. Nesse período, foram feitas estradas, casas, água foi levada para o povo. A gente vai ter oportunidade de rádio e TV e de também dialogar com os prefeitos, com os movimentos sociais, juventude, para que a gente possa estabelecer a consolidação do voto casado com o de Lula”, disse Jerônimo.

O governador Rui Costa também esteve no evento. Ele garantiu que não há diálogo para o PP voltar para a base do governo, mas que filiados já estão procurando a chapa petista.

”Eu diria que nós temos amigos em partidos que não estavam com a gente no primeiro turno e agora estão sinalizando apoio a Jerônimo no segundo turno. Não vai ter uma negociação com o PP, mas amanhã teremos boas notícias de possibilidades de apoio. Todos estão convidados. Todos que estavam constrangidos em função da questão partidária e de suas candidaturas, que precisavam de tempo de TV, fundo partidário, não puderam manifestar o que estava no coração e na sua vontade. Eu me atrevo a dizer que Jerônimo terá uma votação muito maior, muito expressiva. Só com o apoio do PSOL, ele ganha o que precisava de votos. Vocês terão grandes surpresas amanhã, inclusive pessoas filiadas ao União Brasil declarando apoio a Jerônimo”, afirmou. Com informações do site Bahia Notícias

Os comentários estão fechados.