”Jequié tem um deputado federal só no nome”

/ NOTÍCIAS

Foto: Blog Marcos Frahm

Leur Lomanto alfineta Roberto Brito em entrevista ao BMF

O ex-deputado federal Leur Lomanto (PMDB), que ingressou na vida pública há décadas atrás, elegendo-se deputado aos 23 anos, conseguiu acumular sete mandatos consecutivos em Brasília e foi um dos políticos que mais se destacaram na Bahia.  Quando parlamentar, tentou priorizar sempre em suas ações a terra natal, Jequié. Mesmo afastado do poder, Leur não perdeu sua vocação pela política e, no pleito deste ano, figura como um dos principais articuladores da campanha do deputado estadual Euclides Fernandes à prefeitura de Jequié. Ao comentar o cenário político atual do município, o filho do ex-governador Lomanto disse que Jequié foi à razão maior da sua atuação na vida pública.

 ”Eu, a exemplo do meu pai, vocacionado para a vida pública, iniciei a minha carreira com 23 anos de idade como deputado federal e exerci sete mandatos, buscando sempre priorizar Jequié naquilo que ela precisava. Das emendas que os deputados federais têm direito no orçamento da união, eu coloquei 80% desses recursos para os diversos setores da administração pública ”, disse.  Ao relembrar sua atuação na Câmara Federal, Leur aproveitou para alfinetar indiretamente o deputado federal Roberto Brito (PP), que está à frente da campanha da candidata a prefeita Tânia Brito (PP), que faz enfrentamento a candidatura do seu aliado Euclides Fernandes.

”O eleitor tem que saber escolher o candidato. É preciso escolher um candidato que tenha como princípio a ética na política, que conheça o município, que tenha experiência administrativa e que vise um projeto político que possa contribuir para o crescimento econômico e social da sua cidade, e não apenas visar o interesse pessoal político de buscar uma reeleição, ao invés de contribuir para o desenvolvimento de Jequié. Jequié tem um deputado federal só no nome, quem vem priorizando outros municípios em suas emendas ”, bradou. Leur disse ainda que não tem mais interesse de exercer nenhum mandato eletivo’. ” Eu não tenho mais nenhuma pretensão de exercer mandato eletivo. Estou participando da campanha porque continuo político, mas não preciso de mandato para ajudar Jequié ”, concluiu.

Os comentários estão fechados.