Jequié: Câmara contraria recomendação do governador e rejeita antecipação de feriados

/ Jequié

Líder do prefeito, Simões apelou por aprovação. Foto: Marcos Frahm

Todo o apelo feito nos últimos dias pelo governador Rui Costa (PT), pela antecipação de feriados em Jequié, novo epicentro do coronavírus no interior baiano, chegando a 296 casos nesta terça-feira (26), com o registro de 07 óbitos desde o início da pandemia caiu por terra com a decisão dos vereadores de oposição ao prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), que decidiram pela rejeição ao Projeto de Lei do Executivo Municipal, propondo alterar as datas dos feriados de Santo Antônio (13 de junho) e Dia do Evangélico (20 de agosto) antecipando-os para os dias 27 e 28.

A sugestão foi feita pelo governador aos prefeitos das dez cidades com maior incidência de Covid-19 na Bahia, incluindo Jequié. Conduto, a sugestão ganhou cunho político em sessão extraordinária convocada para esta terça-feira pelo presidente Emanuel Campos – Tinho, para apreciação da matéria. Com oito votos favoráveis e nove contrários, a proposta que pedia a antecipação dos feriados para reforçar o isolamento social na cidade foi rejeitada.

Ao discursar na tribuna da Casa, o líder do governo municipal, o vereador José Simões de Carvalho citou como exemplo a união do governador Rui Costa e do prefeito da capital, ACM Neto (DEM), que decidiram, conjuntamente, antecipar feriados na tentativa de achatar a curva do vírus. ”A união de dois adversários políticos, ambos optando pela antecipação dos feriados estaduais e municipais para enfrentar o coronavírus. Ora, se o vereador Gilvan disse que nós somos a quinta cidade com o maior índice de casos de coronavírus da Bahia, essa Câmara, eu acho, não vai querer ter a responsabilidade de se manifestar de forma contrária, quando nós temos um índice assustador”, disse o parlamentar, momentos antes da votação. Já o integrante da oposição, o Soldado Gilvan, para justificar o voto contrário da bancada oposicionista fez críticas às ações da Prefeitura no enfrentamento a Covid-19, tendo afirmado que a ausência de barreiras sanitárias e de outras ações mostram a falta de compromisso da gestão pública local com a saúde da população.

Votos favoráveis aos feriados:
Ramon Fernandes
José Simões
Beto de Lalá
Eliezer Fiim
Guina Lopes
Roque Silva
Pastoleiro
Marcinho

Votos contrários aos feriados:
Gutinha
Colorido
Admilson Careca
Laninha
Adriano Guião
Soldado Gilvan
Reges Silva
Ivan do Leite
Tinho (com o chamado voto de minerva para o desempate)

Vereadores ausentes:

Joaquim Caíres
Dorival Júnior

Os comentários estão fechados.