Jaguaquara: Se articulando para disputar prefeitura, presidente da Câmara busca apoio de ex-prefeito

/ Jaguaquara

Raimundo busca apoio de Ademir para 2020. Foto: Rede social

Após ser escanteado pelo prefeito Giuliano Martinelli (PP), o presidente da Câmara de Jaguaquara, Raimundo Louzado (PR) vem se articulando no sentido de ganhar ainda mais musculatura para apresentar seu nome como alternativa para as eleições municipais de 2020.

Dentro da nova configuração política de Jaguaquara, o fortalecimento do vereador pode dificultar as pretensões do atual gestor que busca emplacar seu sucessor (a). Comenta-se no meio político, que a divisão do grupo favorece ao presidente da Câmara, pois não somente ele, assim como outros aliados também estão se distanciando do poder central.

Raimundo levou a melhor ao derrotar a candidata apadrinhada por Martinelli na briga pela presidência da Câmara em dezembro de 2018, fato que ainda reflete no relacionamento dos dois, por ter deixado cicatrizes profundas no chefe do executivo. Tanto é verdade que o prefeito não digeriu bem a derrota que, recentemente, no Palanque Oficial durante o Desfile de Cívico de aniversário da cidade, o presidente se viu preterido, novamente, pelo prefeito, que fez questão de saudar o ex-presidente Élio Boa Sorte (PP) como representante do Poder Legislativo, ignorando Louzado que estava ao lado.

Desde então, Raimundo passou a aparecer com frequência ao lado do ex-prefeito Ademir Moreira, que foi o padrinho político de Martinelli nas eleições de 2012, época em que Ademir exercia o cargo de chefe do Executivo local e, a contragosto do grupo, apresentou Giuliano, que na ocasião era neófito na política como candidato a sua sucessão. Em uma das disputas mais emblemáticas da histórica política do maior colégio eleitoral do Vale do Jiquiriçá, Martinelli, com o apoio de Moreira venceu o então candidato Ricardo Leal (PT), por uma diferença de pouco mais de 600 votos. De lá pra cá, Giuliano e Ademir ”racharam” e se posicionam como inimigos – políticos.

Quanto a aparição de Louzado ao lado de Ademir, foi assim na festa da Padroeira em 24 de maio e em uma Formatura, no Jaguar Clube, no último sábado. Trata-se da arte de agregar. Na política é assim: se sai melhor quem aprende fazer contas de somar. *Por Marcos Frahm

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão fechados.