Jaguaquara: Prefeito fala sobre morte de idosa oriunda de Itatim com suspeita de Covid-19

/ Jaguaquara

Giuliano Martinelli diz que aguarda manifestação da Sesab. Foto: Ascom

O prefeito de Jaguaquara, Giuliano Martinelli (PP), se pronunciou, nesta terça-feira (19), sobre a morte de uma idosa que faleceu depois de internação hospitalar, no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié e que foi sepultada em Jaguaquara, na última quinta-feira (14).

Segundo o gestor, a mulher era oriunda do município de Itatim, no Piemonte Do Paraguaçu e estaria em Jaguaquara na casa de familiares após ser submetida a uma cirurgia de fratura de fêmur, apresentando sintomas da Covid-19, quando deu entrada no pronto-socorro de uma unidade de saúde do município em (12) de maio, mesmo dia em que foi transferida para o Hospital São Vicente, centro de combate ao coronavírus na região, posteriormente para o Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, onde evoluiu para o óbito no dia (14).

O prefeito disse ainda que a Secretaria de Saúde local enfrenta críticas por não publicar o óbito no boletim, mas que aguarda manifestação da Sesab e que ainda não pode afirmar se o óbito será contabilizado para Jaguaquara ou Itatim. ”No dia 16 de maio nós recebemos a informação de que a causa da morte era coronavírus, mas não podemos negligenciar e para afirmarmos sobre esse óbito precisamos seguir os protocolos que são impostos pelo governo do estado. A paciente tinha algum recebido de água, luz ou telefone no município? Não. Era moradora de Itatim, vamos fazer uma triagem epidemiológica sobre essa paciente para saber o dia que ela chegou e o que vem agora em questão é o acompanhamento da família. Quero pedir as pessoas para evitar determinadas críticas nas redes sociais e informações sobre o que ninguém tem certeza, até então”, disse Giuliano, em entrevista a emissoras de rádio, Povo FM e a Comunitária Jaguar FM. Familiares da paciente tem em mãos o atestado de óbito, assinado por um médico do HGPV, que aponta morte por pneumonia.

Os comentários estão fechados.