Jaguaquara: Prefeito diz que paciente do 7º caso contraiu a doença via transmissão comunitária

/ Jaguaquara

Giuliano impõe multa com novo decreto. Foto: Tony Ribeiro

O prefeito de Jaguaquara, Giuliano Martinelli (PP), que até ontem comemorava o achatamento da curva de contaminação do novo coronavírus no município, com a cura de seis casos, agora fala em medidas mais duras, após a confirmação do 7º caso de Covid-19.

Segundo o gestor, o paciente infectado é um comerciante que atua no bairro São Jorge, na comercialização de caixas plásticas para embalagem de produtos hortifrutigranjeiros que são comercializados na Ceasa de Jaguaquara. Em entrevista a emissora de rádio da cidade, na manhã desta segunda-feira (11), quando decidiu pela manutenção das medidas restritivas, o prefeito revelou que, o homem, aparentemente, contraiu a doença via transmissão comunitária, uma vez que não manteve contato com nenhum dos primeiros pacientes que teriam sido contaminados pelo vírus no município e não sabe informar onde contraiu a doença.

O paciente e seus familiares estão em isolamento domiciliar e o gestor garante que todos terão o acompanhamento da Secretaria Municipal de Saúde. Giuliano apelou pelo isolamento social. ”O paciente não sabe quantificar as pessoas que ele teve contato, não sabe informar onde contraiu o vírus e se trata do primeiro caso de transmissão comunitária, a família está em quarentena. O que me preocupa é que nós aguardamos o resultado de mais quatro casos. O isolamento social ainda a única solução para essa doença e as pessoas precisam entender que as UTIs do Hospital Prado Valadares em Jequié já estão ocupadas e não existe mais leito de UTI em nossa região. Peço encarecidamente o entendimento das pessoas”, apelou Martinelli.

Momentos depois da entrevista, Giuliano publicou novo decreto que mantém as regras no comércio, inclusive impondo multas que variam de R$ 50,00 a R$ 20 mil, para quem descumprir as determinações. O prefeito também pede o uso obrigatório de máscaras. Contudo, ainda não foi perceptível na cidade, por parte da gestão pública municipal, a distribuição de máscaras.

Os comentários estão fechados.