Jaguaquara: Em depoimento, jovem que matou catador disse que estava bêbado na hora do crime

/ Jaguaquara

Jurandir confessou o crime. Foto: PM

Após ter confessado que matou o catador de material reciclável, na noite de terça-feira (08/10), o jovem Jurandir dos Santos Silva, de 27 anos, prestou depoimento à Polícia Civil de Jaguaquara, nesta quarta-feira (09).

De acordo com o delegado Chardison Castro ao Blog Marcos Frahm, Jurandir, em depoimento, alegou que estava ingerindo álcool no momento do cometimento do crime e disse que, a vítima, Evanildo Dias Santos, que era seu vizinho, teria tentado lhe agredir e que matou o amigo em legítima defesa.

O corpo do homem foi encontrado caído ao solo, na Rua Santa Luzia, no bairro Lagoa, por volta das 23h30. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionada para socorrê-lo, mas quando chegou ao local o catador já estava sem sinais vitais.

Ainda segundo a autoridade policial, Jurandir, que foi preso pela PM momentos após o crime, quando caminhava em direção à Delegacia com a faca utilizada nas mãos, revelou que havia consumido 02 litros de cachaça. Evanildo, que era apelidado de Dadinho foi sepultado na tarde desta quarta. O autor segue preso, a disposição da Justiça.

Deixar uma Resposta