Rui diz que menor número na volta às aulas foi na capital, mas que isso vai crescer ao longo dos dias

/ Entrevista

Rui Costa comenta volta às aulas. Foto: Anderson Ramos/bahia.ba

A segunda-feira (26) marcou a retomada das aulas presenciais na rede estadual de ensino, suspensas desde o início da pamdenia, em 18 de março de 2020. As aulas foram retomadas em 15 de março deste ano, de forma remota.

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (27), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), comentou sobre o retorno dos estudantes às escolas e sobre a baixa adesão de alunos e professores em alguns municípios como Salvador.

”O menor número foi o da capital, tanto de professores quanto de alunos, mas vamos, ao longo dos dias, crescer isso. A decisão sobre o retorno [às aulas] em cada município cabe à prefeitura, não ao governo do Estado. Por isso eu não quero comentar aqui sobre o retorno às aulas de cada cidade. Vários municípios voltaram, mas essa decisão cabe a cada prefeito e prefeita. Depende se cada prefeitura licitou previamente o transporte ou se contrataram pessoas para trabalhar nas escolas. Em algumas cidades ainda não houve a contratação de nenhum profissional. Em alguns locais o pessoal de apoio é contratado quando as aulas vão começar. Isso depende de cada realidade”, disse Rui.

O governador afirmou ainda que fez um balanço positivo do movimento das escolas na segunda-feira (26). ”Independente da Covid-19, a presença sempre é crescente no início das aulas. No primeiro dia vai uma parte dos alunos, no segundo dia já vai um número maior e assim sucessivamente. Eu diria que em 90% das cidades houve uma presença massiva dos estudantes. Ontem eu estava em Nova Ibiá, e 100% dos alunos foram para as escolas. Além disso 100% dos professores compareceram para dar aulas”.

Rui Costa comemorou o baixo número de casos de Covid-19 ativos no estado. ”Estava olhando os números da Covid-19 e fiquei ainda mais alegre. Nesta segunda (26), a Bahia chegou a 7.700 casos ativos. É o menor número do ano. Isso só corrobora a nossa convicção e certeza de que é mais do que chegada a hora de dar uma oportunidade a esses jovens.” Com informações do bahia.ba

Os comentários estão fechados.