Goleado pelo Cruzeiro, Vasco está fora da Libertadores e sofre com gozações na internet

/ Esporte

Vasco foi atropelado pelo Cruzeiro dentro de casa. Foto: O Globo

Foi uma quarta-feira de desespero em São Januário. Sem poder errar após as quatro primeiras partidas sem vitórias na fase de grupos da Libertadores, o Vasco sofreu um baque atrás do outro e terminou o dia eliminado. Antes de enfrentar o Cruzeiro, perdeu Wagner, com forte gripe, e logo aos nove minutos sofreu o primeiro gol. Durante a goleada sofrida por 4 a 0, a torcida xingou o presidente Alexandre Campelo e o time de ”sem vergonha”. O barril de pólvora estourou ainda no primeiro tempo, quando, na arquibancada, uma grande briga provocou a interrupção da partida por sete minutos. Tudo isso em um jogo em que, nos primeiros minutos, o time de Zé Ricardo deu sinais positivos. Até ali, era Thiago Galhardo o mais agressivo. Logo no primeiro minuto, ao receber na entrada da área, ele chutou forte. A bola foi na direção de Fábio. Aos 5, o meia voltou a arriscar, e novamente o goleiro levou a melhor.

Os comentários estão fechados.