Fernando Henrique Cardoso declara voto em Lula no 2º turno: ”Pela democracia e inclusão social”

/ Brasil

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) declarou, na manhã desta quarta-feira (5), apoio à candidatura Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no 2º turno. Ele se manifestou em publicação na rede social Twitter, justificando sua escolha pela defesa à democracia e à inclusão social.

”Neste segundo turno voto por uma história de luta pela democracia e inclusão social. Voto em Luiz Inácio Lula da Silva”, escreveu.

Uma semana antes do primeiro turno, FHC já havia se pronunciado pedindo que os eleitores votassem em candidatos que defendem e têm compromisso com as instituições, a ciência e a diversidade. Na ocasião, o ex-presidente não chegou a citar nominalmente nenhum candidato, mas a declaração havia sido entendida como um recado velado contra a candidatura de Jair Bolsonaro (PL).

Antes mesmo do primeiro turno, FHC já estava sendo cortejado pela campanha de Lula para declarar apoio ao petista. Seu partido, o PSDB, integrava a chapa de Simone Tebet (MDB) e havia indicado a candidata a vice, Mara Gabrilli, que já anunciou neutralidade no segundo truno. Tebet ainda deve oficializar seu posicionamento.

Os comentários estão fechados.