Fábrica de sapatos da Ferracini é inaugurada em Amargosa e deve gerar 300 empregos

Wagner participa de inauguração em Amargosa. Foto: João Ramos
O setor calçadista continua crescendo na Bahia. Desta vez, a fábrica de sapatos masculinos Ferracini inicia as atividades no município de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, com investimento de R$ 12 milhões e expectativa de gerar 300 empregos até o fim do ano. Nesta segunda-feira (18), o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, ao lado do prefeito Júlio Pinheiro realizou a entrega dos três galpões, onde a fábrica já começa a operar. Na ocasião, ele destacou a mão de obra altamente qualificada da Bahia. ”Muitos empresários me procuram para elogiar a força de trabalho dos baianos e eu sempre digo: basta qualificar que toda essa gente mostra sua eficiência e responsabilidade”, disse Wagner. O gerente industrial da Ferracini, Edir Balduíno, informou que essa é a primeira filial da empresa na Bahia. ”Começamos com 110 empregos, mas devemos chegar aos 300 até o fim do ano, com uma produção de 1,5 mil pares de sapato masculino por dia”, explicou.  Pai de dois filhos, Walter Moreira, 43 anos, estava desempregado há um ano e meio e agora assume o posto de arranhador na Ferracini. ”Essa fábrica chegou como um presente de Natal para a população de Amargosa e região. É com muita alegria que retomo meu trabalho. Passei por muitas dificuldades, mas agora posso fazer planos com a minha família e ajudar o meu filho a pagar a faculdade que irá cursar em Feira de Santana”. A Ferracini possui a matriz em Franca, no interior de São Paulo, empregando cerca de 2 mil pessoas em três fábricas. Possui mais de 8 mil pontos de venda e produz 9 mil pares de sapato por dia. A marca vende para todos os estados brasileiros, além de exportar para mais de 40 países.
Os comentários estão fechados.