Escolas brasileiras

/ Artigos

O que é patriotismo? É o sentimento de amor e devoção à pátria, aos seus símbolos como a (bandeira, hino, brasão); etimologicamente falando a palavra deriva do grego ”patriotae”, ou seja, do mesmo país, bem, talvez o termo resuma uma doutrina de amor e devoção de um povo.

Agora parafraseando o escritor (e injustiçado) Lima Barreto, eu também concordo com seu pensamento de que “O Brasil não tem povo, tem público”.

E talvez um silogismo agora caia bem: SE PATRIOTISMO É O SENTIMENTO DE DEVOÇÃO A PÁTRIA, E AOS SEUS SÍMBOLOS; E DEVOÇÃO E AMOR SÃO TÍPICOS DE UM POVO; E O BRASIL NÃO TEM POVO: TEM PÚBLICO; LOGO O BRASIL É UM GRANDE PALCO, ONDE O PÚBLICO VIVE DE PÃO E CIRCO DURANTE TODO O TEMPO, DE FORMA ESCRAVOCRATA E COMPULSÓRIA.

”Como ser DEVOTADO A UM PAÍS QUE PARECE MORRER TODOS OS DIAS: Com seus jovens ceifados por um Sistema desigual e combinado, e mesmo que PELO ESCÁRNIO, DE UMA NAÇÃO CHEIA DE MEDIOCRIDADE e DESCALABRO, EM MEIO A NÃO EDUCAÇÃO, QUE FERE E MATA SEUS FILHOS”, desde há muito.

Um país cujo ultimo IDH (Índice de desenvolvimento humano) teve um resultado de 0,74, como demonstra o fragmento a seguir, extraído de fonte midiática de nove de maio de 2018: O IDH, índice usado pelo PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO (PNUD).

De acordo com o órgão, considerado o recálculo feito periodicamente para ajustar os indicadores a novos dados internacionais e eventuais mudanças de metodologia, o Brasil se manteve na 79ª posição em um ranking de 188 países, com 0,754 pontos.

E como já sabemos, quanto mais perto de 1,0, mais desenvolvido é o país, A desigualdade social, a histórica concentração fundiária, a monocultura para exportação e nutrição animal são apontados como elementos que impedem o acesso de alimentos para todos, principalmente entre os camponeses nordestinos, que ainda enfrentam grandes secas, cujos efeitos tendem a se agravar com uma política de congelamento dos gastos públicos por 20 anos, política esta engendrada no período do Governo do presidente Temer – e hoje em 2019, com a apresentação da Reforma da Previdência, tudo ficará mais nebuloso e cruel – Nossa juventude, infância e madureza serão brutalmente atingidas pela falta de oportunidades, e a miséria… depredará com inúmeras vidas…

*Por Valéria Guerra, escritora!

Os comentários estão fechados.