”Ele matou minha filha e precisa pagar por isso”, diz mãe de dentista atropelada em Ilhéus

/ Bahia

A dentista Ranitla Bonella, de 23, morre atropelada. Foto: Rede social

Familiares e amigos da dentista Ranitla Bonella, de 23 anos, protestaram nesta quarta-feira (15) na BA-001 pedindo justiça após a morte de jovem, que foi atropelada no sábado (11), no trecho urbano da cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. O motorista fugiu depois do atropelamento.

”A cada relato a gente vê que o que aconteceu com minha filha não foi um acidente. Ele foi assassinada brutalmente, tiraram a vida da minha filha, esse monstro…”, disse a mãe da jovem, Romênia, à TV Bahia. ‘Quantas vezes ela fez esse percurso e te garanto, ela fez da forma correta, como dá para ver, ela estava na faixa de pedestre quando esse bandido, assassino, atingiu a minha filha, tirou a vida da minha filha, olhou pro corpo da minha filhinha jogado no chão e foi olhar se o carro dele tinha amassado”, afirmou, em meio a lágrimas. “Ele matou a minha filha e precisa pagar por isso”.

O empresário Tharcísio Aguiarse, que atropelou a dentista, se apresentou à delegacia na segunda, foi ouvido e liberado. Ele alegou que teve medo de ser agredido depois do atropelamento e por isso não ficou no local. O prazo para conclusão do inquérito é de 30 dias. O motorista vai responder em liberdade.

Os comentários estão fechados.