Educação: Menos de 1% dos estudantes aderiram à renegociação de dívidas com o Fies

/ Educação

Lançada no último dia 29 de abril, a renegociação das dívidas de estudantes inadimplentes há mais de 90 dias com o Fies (Financiamento Estudantil) ainda não surtiu efeito. Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha, menos de 1% dos 517 mil alunos com contratos em atraso aderiram até então. O governo pretende diminuir em R$ 2,2 bilhões o passivo do programa, que tem saldo devedor total de R$ 11,2 bilhões.

Os interessados em aderir à iniciativa devem pagar uma entrada de 10% do valor da dívida ou R$ 1.000 (o que for maior). O restante, acrescido de juros e demais encargos, poderá ser quitado em quatro anos, com parcela mínima mensal de R$ 200. O prazo para entrar no programa se encerra no dia 29 de junho.

Os comentários estão fechados.