Educação: Corte no orçamento da Capes afetaria 200 mil bolsistas, afirma conselho

/ Educação

O possível corte no orçamento das Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para o ano de 2019 tem preocupado estudantes, graduados e representantes universitários em todo o país. Nesta quinta-feira 9, o Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), afirmou em nota, que se colocada em prática, a suspensão afetaria cerca de 200 mil bolsistas. Segundo a entidade, os bolsistas não teriam condições para concluir suas teses de doutorado ou dissertações de mestrado, o que prejudicaria o país na conquista da “excelência acadêmica na formação de profissionais e de novos cientistas”. O órgão também afirma que a decisão comprometeria as relações internacionais, devido ao ”grande número de bolsistas brasileiros que encontram-se em universidades estrangeiras em processo de qualificação acadêmica”. O comunicado finaliza pedindo ao Ministério da Educação que cumpra a resolução anunciada nesta segunda-feira 3, pelo ministro Rossieli Soares da Silva, na qual foi garantida a manutenção do pagamento das bolsas. Criada há 52 anos, a Crub é uma entidade sem fins lucrativos, que atualmente é presidida por Benedito Guimarães Aguiar Neto, Reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM).

Deixar uma Resposta