Deputado Roberto Britto diz que rebaixamento da Ceplac é uma ”traição à Bahia”

/ Política

Roberto reage a mudança na Ceplac
Roberto Britto reage a mudança na Ceplac. Foto: Ag. Câmara

O deputado federal Roberto Britto (PP-BA) reagiu com indignação ao ser informado do decreto do Ministério da Agricultura rebaixando o nível institucional da CEPLAC, que deixa de ser um órgão de administração direta e se torna um departamento vinculado a uma das secretarias do ministério. O decreto 8.701 foi publicado no Diário Oficial desta sexta feira (1º). ”A Bahia foi traída! A ministra Kátia Abreu assumiu o compromisso conosco de não tomar qualquer iniciativa sobre a reforma administrativa na Ceplac sem antes dialogar com a bancada baiana no Congresso e com as regiões produtoras da cacauicultura. A Ceplac precisa ser revitalizada e não esvaziada. É uma decisão que vai na contramão de todo o esforço que estamos fazendo para dar suporte do governo em momento tão delicado. Isto é inaceitável”, protestou Roberto Britto. Com o decreto a Ceplac perde a competência de execução da atividade de Assistência Técnica e Extensão Rural que passa à alçada do Departamento de Mobilidade e Integração Social e das Superintendências Federais de Agricultura, deixando de atender à agricultura familiar. A atuação do órgão ficará limitada à cacauicultura e aos Sistemas agroflorestais a ele associados. O parlamentar informou que e juntará a mobilização que os parlamentares do estado farão junto ao governo para tentar reverter o decreto.

Os comentários estão fechados.