Covid-19: Anvisa diz que liberou importação de insumos para produção da CoronaVac

/ Saúde

A Agência Nacional de Vigilância informou que autorizou ontem (28) a importação em caráter excepcional da vacina CoronaVac, na forma de um produto intermediário, ou seja, não envasado, fabricada pela empresa chinesa Sinovac. O pedido foi feito pelo Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, que trabalha em parceria com a Sinovac.

A diretoria da agência permitiu, por unanimidade, a importação de 120 bolsas com 200 litros cada de ”formulado em granel de Vacina adsorvida Covid-19”, fabricadas pelo laboratório chinês Sinovac.

A matéria-prima será usada na fabricação da vacina, cujos testes estão em fase III. Ainda não há registro no Brasil do imunizante.

Os comentários estão fechados.