Coronavírus tem avançado mais rápido em cidades pequenas, diz Fundação Oswalvo Cruz

/ Saúde

Nas últimas duas semanas, o novo coronavírus teve avanço maior em divindades menores, segundo estudo da Fundação Oswalvo Cruz (Fiocruz). O aumento de novos casos em municípios com até 20 mil habitantes subiu 50% no período. Segundo os responsáveis pelo estudo, o avanço da Covid-19 em direção às cidades menores é mais preocupante em razão da menor disponibilidade e capacidade de seus serviços de saúde.

”O impacto do avanço da doença nos pequenos municípios está ligado ao fluxo de mais pessoas que precisam de atendimento especial”, explica Mônica Magalhães, especialista em Geoprocessamento Aplicado à Saúde e Ambiente e pesquisadora do MoitoraCovid-19.

Segundo a pesquisadora, o volume de pessoas que vão buscar assistência em centros maiores sempre existiu, mas na pandemia o volume desse fluxo cresceu muito. ”Já vemos muito mais gente saindo dos municípios pequenos para os maiores, porque o número de casos de urgência é muito mais elevado do que a gente costuma acompanhar pelos indicadores de saúde, de uma maneira geral”.

Os comentários estão fechados.