Coordenador do MPF na Lava-Jato, Dallagnol recebe auxílio-moradia apesar de imóvel próprio

/ Justiça

Deltan Dallagnol recebe auxílio-moradia. Foto: Divulgação

Coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) na Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol recebe R$ 6.659,73 de verbas indenizatórias por mês. O benefício inclui auxílios alimentação, transporte e moradia e não está sujeito ao teto constitucional. De acordo com o MPF, o procurador possui imóvel próprio em Curitiba, onde mora, mas ainda assim recebe R$ 4.377,73. A assessoria afirma também que o pagamento está ”amparado em uma liminar e em regulamentações internas que não trazem entre as vedações o fato de a pessoa possuir imóvel”. O restante do valor é composto por R$ 884 de auxílio-alimentação e R$ 1.398 para pré-escola, já que o MPF paga R$ 699 por filho de até seis anos para todos os membros e servidores. Deltan Dallagnol chegou a comprar dois apartamentos em um prédio do Minha Casa Minha Vida. A iniciativa é destinada a um público de baixa renda e contém juros mais baixos, mas o coordenador do MPF comprou os imóveis à vista, sem financiamento do programa.

Os comentários estão fechados.