Com modo silencioso ativado, Zé Cocá diz que população é quem vai escolher seu deputado

/ Entrevista

Zé Cocá ainda não definiu seu candidato a estadual. Foto: BMFrahm

A oficialização do apoio do prefeito de Jequié e presidente da União dos Municípios da Bahia a candidatura de qualquer nome a deputado estadual nas eleições 2022 gera expectativas nos meios políticos do Médio Rio de Contas e Vale do Jiquiriçá, pela musculatura política que o ex-deputado tem para influenciar numa eleição.

Conduto, Cocá demonstra estar sem pressa. Com o modo silencioso ativado, Zé não revela qual será o seu representante na corrida por uma vaga à Assembleia Legislativa da Bahia, mesmo com as explícitas demonstrações de simpatia por Hassan Iossef, secretário de Governo da Prefeitura de Jequié e homem de sua confiança, que já se articula como pré-candidato.

Interlocutores de Cocá dizem que ele se divide entre Hassan e o prefeito de Jitaúna, Patrick Lopes (PP), depois da ruptura política com Giuliano Martinelli (PP), ex-prefeito de Jaguaquara e que era um dos nomes cogitados para representar o grupo.

Perguntado sobre definição do nome e de apoio pelo Blog Marcos Frahm, neste sábado (18), em Irajuba, durante visita do governador Rui Costa (PP), Cocá limitou-se a dizer que a população é quem vai escolher.  ”Daqui para novembro, fecharemos isso. Todos tem chance, mas na hora certa a gente define isso. A população é quem vai escolher”, disse. No avento, Zé foi chamado de ”melhor prefeito da Bahia” pelo deputado estadual Dal (PP).

Os comentários estão fechados.