Com imóvel avaliado em R$ 200 mil em Brasília, Nelson Pelegrino recebe auxílio-moradia

/ Brasília

Nelson Pelegrino não recusa o auxílio-moradia. Foto: Reprodução

A posse de um apartamento avaliado em R$ 200 mil em Brasília não foi suficiente para que o deputado Nelson Pelegrino (PT-BA) recusasse o auxílio-moradia concedido pela Câmara Federal. Segundo a publicação, o baiano recebe mensalmente pouco mais de R$ 3 mil. O caso do petista, no entanto, não é único. De acordo com a Folha, outros 12 parlamentares recebem a ”ajuda” mesmo com imóveis na capital do país. Além dele, Pedro Chaves (PSC-MS), Angelo Portela (PDT-RR), Nilson Pinto (PSDB-PA), Heráclito Fortes (Sem partido – PI), José Agripino (DEM-RN), Padre João (PR-MG), Danilo Forte (Sem partido – CE), Marinha Raupp (PMDB-RO), Rubens Bueno (PPS-PR), Jair Bolsonaro (PSC-RJ), Paulo Paim (PT-RS) e Carlos Andrade (PHS-RR).

Os comentários estão fechados.