Com apoio declarado a Neto, Justiça determina que Pros permaneça na coligação de João Roma

/ Política

Roma é candidato ao Governo. Foto: Reprodução/Instagram

A desembargadora Zandra Anunciação Alvarez Parada, do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), determinou, em decisão proferida na quinta-feira (18), que o Pros permaneça na coligação que dá apoio à candidatura de João Roma (PL) a governador da Bahia.

O TRE-BA anulou os efeitos da convenção provisória do partido realizado no dia 5 de agosto, que definiu o apoio à candidatura de ACM Neto (União) (lembre aqui). A desembargadora entendeu que a convenção deliberou ”sem deter legitimidade para o ato, visto que composta por comissão provisória com número de membros inferior ao disciplinado pelo Estatuto e sem a prévia convocação dos convencionais”.

A ata da convenção, assinada pelo presidente  do Pros Jozimar Barbosa de Andrade, foi obtida pelo Bahia Notícias. Pouco antes da convenção ser concretizada, o partido apontava que apoiaria João Roma. O apoio chegou a ser confirmado no último dia 22, momentos antes da realização da convenção do PL, partido de Roma (leia mais aqui).

O tempo de propaganda de rádio e TV do partido, referente ao horário eleitoral gratuito, permanecerá com João Roma, que já havia manifestado que a mudança de posição do Pros carecia de embasamento legal uma vez que foi realizada após ter expirado o período das convenções. As informações são do site Bahia Notícias

Os comentários estão fechados.