Prefeitura de Lagedo do Tabocal retoma aulas na rede municipal de ensino de forma remota

Professores trabalham em home Office. Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Lajedo do Tabocal, no Vale do Jiquiriçá, decidiu retomar as aulas na rede municipal de forma remota. De acordo com a secretária de Educação Telma Pires, as aulas online ao vivo tiveram início no último dia (17) de fevereiro, nos três turnos.

Diante das dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus, o Município, que atende cerca de 1.400 alunos, entre educação infantil e ensino fundamental, montou um plano de retomada das aulas. Segundo a secretária, que foi indagada sobre o plano pelo Blog Marcos Frahm, a Secretaria tem feito um grande esforço para que os alunos possam ter acesso aos conteúdos por meio de aplicativos mensagens. Estão sendo disponibilizados vídeos explicativos e os estudantes também podem interagir com os professores, que estão atuando em casa, trabalhando no formato home Office, como forma de prevenção à saúde.

A titular da pasta informou que, os docentes, enfrentaram em 2020, além da pandemia, uma greve deflagrada por melhorias salariais, pagamento do Piso Nacional, cuja situação já foi regularizada pela Prefeitura e que os professores tem se empenhado para atender aos alunos com aulas remotas. Ainda de acordo com a secretária, aos estudantes que não possuem smartphone e não tem acesso a internet, são disponibilizadas atividades pedagógicas impressas, recolhidas pelos pais nas unidades escolares. ”O desafio é muito grande, mas estamos tendo resultado positivo diante do empenho dos professores e dos alunos. Não será fácil alcançar todo o alunado, mas para os que não possuem aparelhos nós disponibilizamos as atividades impressas e os pais vão pegar na escola. Estamos em um processo de adaptação e enquanto não tiver vacina para os estudantes e profissionais da educação, vamos ter que nos adaptar a esse formato”, disse Telma Pires.

Ela afirmou que nessa primeira fase não foi possível abranger a turma do EJA, uma modalidade de ensino criada pelo Governo Federal que perpassa todos os níveis da Educação Básica do país, destinada aos jovens, adultos e idosos que não tiveram acesso à educação na escola convencional na idade apropriada.

Prefeitos de cidades do Vale do Jiquiriçá prestigiam posse do novo ministro de Bolsonaro, João Roma

Lúcio, Marco, Danilo e Rodrigo. Foto: Reprodução/Facebook

Desde segunda-feira (22), uma enxurrada de informações nas redes sociais revelam que prefeitos do interior baiano cumprem agenda em Brasília. E como de praxe, os gestores justificam a visita a capital dizendo estarem buscando recursos para os seus municípios.

Mas, coincidência ou não, os mandatários municipais decidiram ir a Brasília em plena semana da cerimônia de posse do novo ministro do Governo Bolsonaro, o deputado federal pernambucano, mas radicado na Bahia, João Roma (Republicanos), que assume o Ministério da Cidadania, em substituição a Onix Lorenzoni, do Democratas.

A posse ocorreu no início da noite desta quarta-feira, conduzida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no Palácio, com a presença de um grande número de prefeitos e lá estavam gestores do Vale do Jiquiriçá.

Sob o acompanhamento do correligionário de Roma no território e opositor do governo estadual, o prefeito de Mutuípe, Rodrigo Maicon (MDB), estavam Lúcio Monteiro (PSD), de Ubaíra, Marco Aurélio Costa (PSB), de Itaquara, além do recém empossado presidente de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá e prefeito de Nova Itarana, Antonio Danilo (PSD).

A informação de que os prefeitos da região prestigiaram a posse de Roma foi confirmada em rede social por Rodrigo Maicon. *Por Marcos Frahm

Governo altera comandante da Polícia Militar de Amargosa; Major Alex é substituído por Eliúde

A 99ª CIPM – Amargosa terá novo comando. Foto: Reprodução

Em mais uma série de exonerações, o governo da Bahia trocou os comandantes de batalhões e companhias independentes da Polícia Militar. As mudanças foram publicadas na edição desta terça-feira (23) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Alguns exemplos são a 99ª CIPM – Amargosa, que era coordenada pelo major PM Alex Luís Rego dos Santos e agora passa a ser comandada pela Major PM Eliude de Jesus Barbosa, e o 16º Batalhão de Polícia Militar – Serrinha, que era comandado pelo tenente coronel PM Gilson Paixão Silva Santos e será comandado pelo tenente coronel PM Alexander Guimarães Muller de Azevedo.

Há cerca de um mês, o governo fez outra série de mudanças na Polícia Militar e, principalmente, na Polícia Civil. Essas alterações são comuns quando há troca no comando da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o que aconteceu no final do ano passado.

O governador Rui Costa (PT) nomeou Ricardo Mandarino para suceder Maurício Barbosa, que foi afastado por determinação da Justiça após ser alvo de uma operação da Polícia Federal (PF). Barbosa é suspeito de atuar na blindagem institucional de um esquema criminoso de venda de sentenças no Tribunal de Justiça da Bahia. Com informações do Bahia Notícias

Governo reconhece situação de emergência em Maracás; município é afetado pela estiagem

O governador Rui Costa (PT) reconheceu situação de emergência decretada pela prefeitura de Maracás, no Vale do Jiquiriçá, em decorrência da estiagem que atinge o município. A informação consta na edição do Diário Oficial do Estado do último sábado (20).

A medida foi decretada pela prefeitura do município no dia 12 de janeiro e é válida por 180 dias a partir desta data, conforme publicação do site Bahia Notícias.

Prefeitura de Ubaíra lamenta morte de paciente em ambulância e diz que homem era morador de Jenipapo

Ambulância capotou na BR-101 e paciente morreu. Foto: Leitor/BMFrahm

A Prefeitura de Ubaíra, no Vale do Jiquiriçá, emitiu um comunicado através de um card, arte gráfica divulgada nas redes sociais lamentando o acidente com a ambulância do Município que resultou na morte do paciente que era transportando no veículo.

Segundo o comunicado, o homem foi identificado como Eliezer Gonçalves Coelho, morador do povoado de Jenipapo, que foi a óbito no local do acidente. ”Neste momento de despedida, a prefeitura de compadece com a dor dos familiares e amigos e roga para que Deus possa confortá-los”.

Conforme apurou o Blog Marcos Frahm junto à Secretaria de Saúde, o paciente era levado para a capital do estado após apresentar baixo nível de oxigenação sob suspeita de ter contraído Covid-19.

No momento do acidente, quando o motorista perdeu o controle e capotou a ambulância na BR-101 ele teria sido projetado para fora do carro.

O paciente era portador de comorbidades. O condutor e uma técnica de enfermagem ficaram feridos e foram levados ao Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus:

Paciente com suspeita de Covid-19 morre em acidente com ambulância ao ser transferido de Ubaíra

Ambulância parou em uma ribanceira após capotar. Foto: Rede social

Um paciente que era transportado por uma ambulância do Município de Ubaíra, no Vale do Jiquiriçá, faleceu na tarde desta quinta-feira (18), após o veículo se envolver em um acidente na Rodovia BR-101.

As informações preliminares são de que o veículo capotou por volta das 16h20 e saiu da pista após o condutor perder o controle da direção, na região do município de Laje e parou numa ribanceira às margens da estrada. Com o impacto, o paciente que era levado para a capital do estado após apresentar baixo nível de oxigenação sob suspeita de ter contraído Covid-19, conforme apurou o log Marcos Frahm junto à Secretaria de Saúde, teria sido projetado e faleceu. Ele era portador de comorbidades.

O motorista e uma técnica de enfermagem que fazia o acompanhamento do paciente sofreram ferimentos e foram socorridos ao Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano. A Polícia Rodoviária Federal do posto de SAJ esteve no local para o registro da ocorrência, mas as causas do acidente ainda não foram divulgadas. A Prefeitura de Ubaíra ainda não se pronunciou sobre o corrido.

Amargosa: Moradores se despedem do ex-prefeito Valmir Sampaio com cortejo e buzinaço

Moradores de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, se despediram na manhã desta quinta-feira (18) do ex-prefeito Valmir Sampaio.

O ex-gestor veio a óbito no final da tarde desta quarta-feira (17) devido a complicações da Covid-19. Um cortejo atravessou ruas da cidade com um buzinaço de carros e motos. Ciclistas também acompanharam o trajeto.

Diversas homenagens foram feitas na cidade e pelas redes sociais, como as do governador Rui Costa e do senador Jaques Wagner. Sampaio tinha 58 anos e foi prefeito de Amargosa entre 2005 e 2012. Ele estava internado no Hospital do Subúrbio em Salvador quando não resistiu à enfermidade. Com informações do Bahia Notícias

Morre vítima do coronavírus o ex-prefeito de Amargosa, Valmir Sampaio, que estava na UTI

Valmir estava internado em Salvador. Foto: Blog Marcos Frahm

Internado na UTI do Hospital do Subúrbio, em Salvador, faleceu no fim da tarde desta quarta-feira (17) o ex-prefeito de Amargosa e especialista em contabilidade pública, Valmir Sampaio.

Além de prefeito por duas vezes, pelo PT, de 2006 a 2012, Valmir foi vereador de Amargosa e figura de destaque no cenário político do Vale do Jiquiriçá, pelas gestões realizadas no Município. Ele era irmão do atual vice-prefeito, Getúlio Sampaio (PT).

A notícia do seu falecimento foi confirmada pelo prefeito e afilhado político do ex-gestor, Júlio Pinheiro (PT), que foi secretário municipal quando Sampaio geriu a cidade. ”Tem muita gente que vem a essa terra pra aprender, mas existem aqueles que são escola. Eu não tenho como descrever o que sinto nesse momento, porque você, Valmir, foi meu professor, meu pai, meu irmão, meu amigo e companheiro de luta. Me sinto orgulhoso de ser escolhido como seu menino, pois se eu tiver para sempre a metade da sua força, honestidade, garra e amor pela nossa Amargosa, já valeu muito estar aqui.”,escreveu o prefeito em rede social, conforme apurou o Blog Marcos Frahm.

Ainda não há informações sobre local do velório e sepultamento de Valmir, que nos últimos dias passou a respirar com ventilação mecânica e não resistiu ao vírus. A redação do BMFrahm lamenta a morte precoce de Valmir e presta sinceras condolências aos seus amigos e familiares. 

Covid-19: Prefeitura de Lagedo do Tabocal decreta toque de recolher, das 22h às 05 da manhã

Lagedo contabiliza 18 casos ativos do vírus. Foto: Rogério Amorim

Um novo decreto da Prefeitura de Lagedo do Tabocal institui medidas restritivas de prevenção ao contágio e de enfrentamento da propagação do coronavírus, com restrição da circulação de pessoas, ou seja, o toque de recolher, das 22h às 05h.

No decreto de Nº 076 publicado pela nova gestão e com validade até esta quarta (17) de fevereiro, a Prefeitura informa que, nesse período de Carnaval, as repartições públicas funcionam normalmente. Desde o início da pandemia, Lagedo registrou 221 casos da Covid-19, estando atualmente com 18 ativos e 03 mortes registradas.

Vale salientar que a restrição da circulação de pessoas não é imposta no Município pela primeira vez. A gestão anterior também já havia decretado, por vezes, o toque de recolher.

Formada em Biologia, Zoologia e Biotecnologia, filha do vice-prefeito de Lafaiete ingressa no Exército

Júlia Romão segue galgando voos altos. Foto: Arquivo pessoal

A filha do vice-prefeito Hélio Romão, de Lafaiete Coutinho, Júlia Andrade Romão, ingressou no Exército Brasileiro, no Comando da 6 Região Militar no último dia 29 de janeiro do corrente ano. Ela cumpre seu Estágio de Adaptação e Serviço para Oficial no 6 batalhão de Polícia do Exército.

A jovem, nascida em Jequié, viveu sua infância no município de Lafaiete, onde cursou o ensino fundamental no Colégio Estadual Prof. Eraldo Tinoco. Posteriormente, foi aluna da Escola Agrotécnica Federal de Santa Inês- EAFSI, atualmente IF Baiano, graduou-se em Licenciatura em Biologia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB, Campus de Jequié.

Possui o título de Mestre em Zoologia pela Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC e Doutora em Biotecnologia pela Universidade Estadual de Feira de Santana – UEFS. Foi professora na UNEB – Campus de Caetité, além de Instituições de Ensino Superior em Feira de Santana, UNEF e FAN.

Maracás fará controle da qualidade da água fornecida por meio de ”Carro Pipa” após recomendação do MP

O Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça Samory Pereira, recomendou ao Município de Maracás que retome o controle da qualidade da água fornecida durante a ”Operação Carro Pipa”. A recomendação foi acatada pela administração municipal, que informou ao MP a retomada das coletas de amostras das águas a partir desta quarta-feira (10).

Segundo a Portaria 2.914/2011 do Ministério da Saúde, ”toda água destinada ao consumo humano, distribuída coletivamente por meio de sistema ou solução alternativa coletiva de abastecimento de água, deve ser objeto de controle e vigilância da qualidade da água”, destacou o promotor de Justiça.

Ele complementou que a mencionada portaria prevê ainda que sejam encaminhadas às autoridades de saúde pública relatórios das análises dos parâmetros mensais, trimestrais e semestrais com informações sobre o controle da qualidade da água. ”No procedimento em trâmite na Promotoria de Justiça de Maracás, ficou constatado que durante o ano de 2020 não houve o controle da qualidade da água fornecida à população de Maracás em caminhões-tanque (carro-pipa), uma vez que a mais recente análise técnica foi realizada no ano de 2019”, afirmou.

Amargosa: Prefeito relata reinfecção pelo coronavírus e diz que cumpre isolamento domiciliar

Júlio Pinheiro diz que sente leves sintomas. Foto: Divulgação

O prefeito de Amargosa, Júlio Pinheiro (PT), que testou positivo para Covid-19 em Agosto de 2020, tendo se isolado à época afirmando estar assintomático, relatou nesta semana em rede social reinfecção pela Covid.

”Nos últimos dias, após contato com caso positivo e apresentar sintomas leves, fiz exame que confirmou a minha reinfecção por Covid-19. Seguindo os protocolos, estou isolado em casa sob os cuidados da minha família e acompanhamento médico. Graças a Deus, estou me sentindo bem. Muito em breve, estarei com a saúde restabelecida e de volta aos trabalhos presenciais”, escreveu o prefeito.

Júlio foi reeleito para comandar Amargosa nas eleições de 15 de novembro passado, obtendo votação expressiva nas urnas, derrotando a ex-prefeita Karina Silva, do PCdoB.

Vale do Jiquiriçá ultrapassa a marca de 11 mil casos do novo vírus e Maracás lidera em número de óbitos

Vinte municípios integram o Vale do Jiquiriçá. Foto: Blog Marcos Frahm

O número de casos do coronavírus não parou de crescer no Vale do Jiquiriçá. A doença segue infectando e, agora, já são 11.336 pessoas que testaram positivo em toda a região. Deste total, 10.561 pacientes estão recuperados e 630 ativos, conforme apurou o Blog Marcos Frahm junto ao Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá. O número de óbitos é de 154, distribuídos entre os municípios e Maracás é a cidade com o maior número de mortes, 30 no total.

A cidade mais populosa do território, Jaguaquara, chegou a (3.322) casos, inclusive, confirmando 139 pessoas com a doença apenas nos últimos três dias, e o registro de 25 mortes, desde o início da pandemia.

Jaguaquara é seguida de Maracás em número de casos, (1.579), mas superada pela cidade das Flores em óbitos. Em terceiro vem Amargosa (1.100 casos 18 mortes).

Veja abaixo a lista com os demais municípios do território

Mutuípe (902 casos 10 mortes), Laje (610 casos 10 mortes), Nova Itarana (381 casos 05 mortes), Brejões (357 casos 09 mortes), Ubaíra (340 casos 06 mortes), Jiquiriçá (316 casos 07 mortes), Elísio Medrado (294 casos 05 mortes), Santa Inês (278 casos 07 mortes), Planaltino ( 241 casos 03 mortes), São Miguel das Matas (233 casos 02 mortes), Itiruçu (226 casos 05 mortes), Lafaiete Coutinho (224 casos 04 mortes), Lagedo do Tabocal (217 casos 02 mortes), Irajuba (211 casos 01 morte), Itaquara (204 casos 03 mortes), Milagres (164 casos 02 mortes), Cravolândia (137 casos e nenhum óbito e também é o único município sem caso ativo da Covid-19 até a tarde desta terça-feira (9).

O Consórcio ainda não disponibilizou informações sobre o número de pessoas vacinadas na região. Todas as prefeituras receberam doses do imunizante, mas os gestores e secretários de Saúde alegam que as doses distribuídas são insuficientes para atender a demanda e a prioridade determinada pelo Ministério da Saúde é vacinar profissionais que atuam na linha de frente de combate ao vírus.

DNIT realiza lentamente operação tapa-buracos na Rodovia BR-420, no Vale do Jiquiriçá

Homens recuperam pavimento na BR-420. Foto: Blog Marcos Frahm

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realiza, através de uma empresa contratada, a operação tapa-buracos na BR-420, estrada federal que interliga a BR-116 – Entroncamento de Jaguaquara a BR-101 – Entroncamento de Laje e apresenta problemas em vários trechos, a exemplo de crateras que dificultam a trafegabilidade de veículos.

Após um longo período com buracos a estrada passou a ter atenção do DNIT, porém, em ritmo lento. Atualmente, os trechos que passam por reparos compreendem os municípios de Ubaíra, Jiquiriçá e Mutuípe, mas os motoristas reclamam de buracos em outras áreas, inclusive em Jaguaquara, num trecho de 10 KM entre a sede e a BR-116, muito utilizado por caminhoneiros para o escoamento de produtos hortifrutigranjeiros produzidos na região.

Usuários ouvidos pelo Blog Marcos Frahm reclamam ainda da forma como a operação tapa-buracos vem sendo tocada, priorizando buracos maiores e deixando outros sem recuperação no pavimento, podendo provocar acidentes.  A BR-420 margeia os municípios de Jaguaquara, Itaquara, Santa Inês, Ubaíra, Jiquiriçá, Mutuípe e Laje.