Motociclista morre após acidente com caminhonete na BR-101, na região Sul da Bahia

/ Trânsito

Acidente aconteceu na BR-101, em trecho de Itabela Foto: Radar 64

Um homem que estava em uma moto morreu após uma batida com um caminhonete, na BR-101, no trecho de Itabela, extremo sul da Bahia, na noite de segunda-feira (22). Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do outro veículo não foi encontrado.

Segundo informações da PRF, via G1, o corpo do homem e a moto foram encontrados em uma ribanceira às margens da rodovia, e o carro no meio da pista, no km 762. Os policiais não encontraram os documentos do veículo.

O condutor não foi encontrado. Não há informações se ele fugiu ou se foi socorrido para algum hospital da região. De acordo com a PRF, o corpo do motociclista foi levado pra o Instituto Médico Legal (IML) de Eunápolis. O acidente é investigado pela Polícia Civil.

Depois de quatro horas de reunião, Governo fecha acordo com caminhoneiros e evita paralisação

/ Trânsito

Depois de quatro horas de reunião, dirigentes das onze principais centrais sindicais de caminhoneiros autônomos conseguiram fechar um acordo com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas. Em resposta ao último reajuste do diesel nas refinarias, os caminhoneiros presentes defendiam uma paralisação no dia 29. Após a negociação, a greve foi suspensa.  O governo se comprometeu a implementar a política de frete mínimo e, a partir desta terça-feira (23), os caminhoneiro terão poder de denunciar ao ministério, sem risco de penalidades, as empresas que descumprirem a política de preço mínimo. “De fevereiro para cá já teve o reajuste de mais de 10% nas bombas e o gatilho não foi acionado. Ele [Freitas] se comprometeu a resolver isso essa semana”, disse.

Hoje, quando reportam as infrações para a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), os caminhoneiros também são multados. O valor é R$ 550. Pelo acordo fechado nesta segunda-feira (22), eles estarão livres dessa autuação. ”Teremos mais poder de pressão agora”, disse Carlos DelloRarosa, presidente do Sindicam (Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens) de Londrina (PR). Segundo Dellarosa, os caminhoneiros não poderão ameaçar as empresas, mas poderão fazer o transporte sem risco de serem autuados. ”Não tinha cabimento”, disse. ”Eu carrego o meu caminhão, se o embarcador não me pagar o piso, pego os documentos, ligo para o sindicato, que faz uma cópia desses papéis e um protocolo, depois leva direto para o ministério da Infraestrutura, ao invés de levar para a ANTT”, afirmou o caminhoneiro de Curitiba (PA) Wanderlei Alves, conhecido como Dedéco. Depois de passar pela análise do ministério, ainda segundo o caminhoneiro, a denúncia seguirá para a agência de transportes efetuar a multa em até 30 dias.

De acordo com o presidente da CNTA (Confederação Nacional dos Transportes Autônomos), Diumar Bueno, durante o encontro, o ministro Tarcísio gravou um vídeo que foi disparado pelas redes de Whatsapp dos representantes sindicais. Nela, o ministro se compromete em cumprir o acordo. Logo em seguida, os cerca de 30 representantes sindicais ligados à CNTA dispararam o vídeo para os caminhoneiros desmobilizando a paralisação. Em vídeos da reunião obtidos pela reportagem, um dos caminhoneiros presentes exige que o ministro dê uma resposta imediata sobre o preço do diesel. O ministro então afirma que não existe uma ”fada madrinha, que bate com a varinha de condão na Petrobras e sai o óleo diesel. Nós importamos derivados [de petróleo]”. A trégua deve durar cerca de dois meses, segundo Bueno, prazo para que o governo consiga implementar a nova política de frete mínimo, que terá novos padrões de cálculo. O novo critério está sob consulta pública. ”Até lá, valerá a regra vigente”, disse Bueno. ”O ministro se comprometeu a repassar para o frete todos os reajustes feitos pela ANTT desde o início do ano”.

Para o presidente da CNTA, cabe ao Governo solução para evitar paralisação de caminhoneiros

/ Trânsito

O presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), Diumar Bueno, disse hoje (23), que cabe ao governo buscar uma solução para evitar a paralisação dos caminhoneiros prevista para o dia 29 de abril. ”A paralisação dependerá do que o ministro falar com a gente”, disse o sindicalista antes de reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Na semana passada, diante de rumores de paralisação da categoria, o governo apresentou um pacote de medidas para a categoria.

Entre elas, a adoção de uma linha de crédito de R$ 500 milhões para a categoria. Cada caminhoneiro terá acesso a um financiamento de até R$ 30 mil. O dinheiro servirá para que os profissionais possam comprar pneus e realizar a manutenção de seus veículos. O governo também se comprometeu a fazer melhorias nas estradas e construir pontos de descanso em rodovias federais. Mas as medidas anunciadas, segundo Bueno, ainda são insuficientes.

Os caminhoneiros pedem mais fiscalização para o cumprimento do piso mínimo do frete e também da proposta de gatilho na tabela para acompanhar os reajustes no preço do diesel, que é reajustado toda vez que o percentual de aumento no diesel ultrapassar os 10%. ”A pauta de todas as pautas é o cumprimento do piso mínimo do frete, e o governo até agora não se manifestou para dizer como vai ser essa fiscalização, de fato, e dar segurança para o pessoal”, disse Bueno.

Inicialmente, a paralisação estava prevista para o dia 21 de maio, mas o aumento no preço do diesel na semana passada deixou a categoria inquieta. Uma das lideranças dos caminhoneiros divulgou áudio pelo WhatsApp antecipando a possível paralisação para a próxima segunda-feira (29).

Polícia Rodoviária Federal registra queda de 50% no número de mortes durante feriado

/ Trânsito

A Operação Semana Santa 2019 registrou redução de 50% no número de mortes nas rodovias federais em comparação com o ano passado. Houve queda também no número de acidentes. O balanço foi divulgado hoje (22) pela Polícia Rodoviária Federal. A operação começou na quinta-feira (18) e foi encerrada à meia noite de domingo (21). Nos quatro dias de operação, duas pessoas perderam a vida nas rodovias federais. Em 2018, foram quatro mortes.

As duas mortes envolveram motociclistas na BR-101. Foram registrados 95 acidentes com 123 feridos. Na comparação com o ano passado, esses números representam redução de 25% no número de acidentes e aumento de 4% no de feridos. Em 2018, foram registrados 127 acidentes com 118 feridos. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a queda no número de acidentes e vítimas pode ser atribuída à estratégia de fiscalização nos pontos e horários mais críticos de acidentes, combinada com a maior conscientização dos motoristas.

Tio e sobrinho morrem durante batida frontal entre carro e moto na BA-262, em Nova Canaã

/ Trânsito

Dois homens, tio e sobrinho, morreram após uma batida frontal entre a moto em que estavam e um carro na BA-262, na altura da cidade de Nova Canaã, no sul da Bahia, na noite de domingo (21). Conforme a Polícia Militar (PM), o acidente ocorreu no KM-10 da rodovia, por volta de 19h. O carro seguia no sentido Nova Canaã, enquanto a motocicleta estava em direção de Itapetinga. Não há detalhes do que motivou a batida.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local, mas encontrou os homens já mortos. Os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itapetinga, na mesma região. Não foram divulgadas informações sobre se o motorista do carro ficou ferido.

Acidente entre caminhão, carreta e ônibus mata empresário na BR-116, em Manoel Vitorino

/ Trânsito

Acidente grave envolveu três veículos. Foto: Leitor WhatsApp

Um homem morreu vítima de um acidente de trânsito ocorrido na tarde de sábado (20), na BR-116, no trecho do município de Manoel Vitorino. De acordo com informações, o grave acidente envolveu um ônibus da Viação Floresta, que seguia de Jequié ao distrito de Catingal, em Manoel Vitorino, um caminhão e uma carreta. Com o impacto da colisão, o condutor da caminhão, identificado como Luciano Tavares não resistiu aos ferimentos e foi a óbito no local.

Ainda segundo informações, Luciano era proprietário da empresa Cerâmica Campos e viajava num comboio de caminhões novos da empresa, que teria saído do Rio de Janeiro para o município de Campo Brito, em Sergipe. Os ocupantes do ônibus saíram ilesos. Apenas o condutor sofreu algumas escoriações.

O motorista da carreta foi socorrido. A batida provocou congestionamento no trânsito, que foi controlado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e prepostos da Concessionária ViaBahia. O corpo da vítima foi levado ao IML de Jequié.

Líder dos caminhoneiros convoca paralisação e revela que ato terá nome de ”Lorenzoni”

/ Trânsito

Mobilização está marcada para o dia 29. Foto: Blog Marcos Frahm

Até então marcada para acontecer no dia 29 de abril, a próxima paralisação dos caminhoneiros organizada pelo líder da categoria Wanderlei Alves, o Dedeco, terá uma homenagem em tom de deboche. De acordo com a Folha de S. Paulo, o possível ato será chamado de ”Lorenzoni”, em referência ao ministro-chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni.

A ideia que partiu de Dedeco surgiu ”[para] ninguém esquecer que ele sabia com quem deveria negociar”. Segundo Wanderley, Onyx tem dialogado com líderes que não são os reais representantes da categoria. Defensor de uma nova paralisação, Dedeco conversava com Lorenzoni por meio das redes sociais, mas segundo ele o ministro decidiu por bloquear o seu contato no WhatsApp. Procurada pela Folha, a Casa Civil decidiu não se pronunciar.

Batida entre van e caminhão deixa quatro mortos e quatro feridos na BR-242, em Barreiras

/ Trânsito

Van ficou completamente destruída com o impacto. Foto: Edivaldo Braga

Quatro pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas, depois que um caminhão bateu de frente com uma van, na madrugada desta sexta-feira (19), na BR-242, trecho da cidade de Barreiras, na região oeste da Bahia, conforme informações do G1.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu na altura do Km-835, por volta de 0h20. O impacto da batida foi tão forte, que a van, que tinha saído de Juazeiro, região norte do estado, ficou completamente destruída, e o caminhão bastante danificado. A colisão teria ocorrido após o caminhão ter invadido a contramão. O veículo, que saiu de Luís Eduardo Magalhães com destino a Barreiras, estava carregado de verduras.

Dos quatro mortos, três estavam na van, incluindo o motorista, e o outro foi o condutor do caminhão. O carona do caminhão ficou gravemente ferido, assim como três passageiros da van. Não há informações sobre o estado de saúde dos feridos, que foram socorridos por equipes do serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados para o Hospital do Oeste. O Corpo de Bombeiros de Barreiras também foi encaminhado ao local, já que o carona do caminhão ficou preso nas ferragens e precisou ser resgatado.

Tecnologia poderá ser usada para detectar motoristas dirigindo sob efeito de substâncias psicoativas

/ Trânsito

O Ministério da Justiça e Segurança Pública decidiu instituir um grupo de trabalho para estudar a viabilidade de utilizar tecnologias de screening (rastreamento) para detecção de motoristas dirigindo sob efeito de substâncias psicoativas. A portaria instituindo o grupo de trabalho está publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (12). Ela prevê que os seus integrantes terão um prazo de 12 meses para conclusão das atividades e, em seguida, apresentarem um relatório ao secretário Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad). O grupo de trabalho será composto por representantes, titular e suplente, da Senad, da Secretaria Nacional de Segurança Pública e da Polícia Rodoviária Federal. O trabalho será coordenado pelo representante da Senad.

Mudanças na Carteira de Habilitação vão facilitar punição de infração grave, diz ministro

/ Trânsito

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse hoje (10) que as mudanças a serem propostas na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vão tornar mais rápida a punição de infrações graves. Segundo ele, o objetivo é aumentar de 20 para 40 pontos o limite para suspender o documento. ”Se você observar o que está acontecendo, os órgãos de trânsito não estão tendo capacidade de processar e fazer a suspensão quando se atinge os 20 pontos”, ressaltou, após participar de seminário promovido pelo jornal Valor Econômico.

Segundo Freitas, a maior parte da pontuação distribuída aos motoristas não corresponde a condutas graves. ”As infrações, em sua maioria, são bestas, muito leves. Então, no final das contas, é burocracia”, disse. Por isso, aumentar o limite de pontuação é uma forma de abrir espaço para executar as sanções nos casos mais graves, como embriaguez ao volante, segundo o ministro. ”A gente simplifica o processo de suspensão naquilo que é grave e aumenta a pontuação, até para que os órgãos tenham capacidade de processar naquilo que é leve”, disse.

As mudanças, que devem incluir o aumento do tempo de validade da carteira de cinco para dez anos, serão feitas por um projeto de lei. Segundo Freitas, o texto será enviado até semana que vem ao Palácio do Planalto, que vai decidir o momento mais oportuno para abrir a discussão com os parlamentares. ”Isso tem que ser discutido pelo Congresso”, ressaltou.

Rodovias

O ministro informou ainda que o governo pretende aproveitar o fim dos contratos de concessões de rodovias federais para rever as condições. ”Estamos falando da primeira etapa de concessões de rodovias federais na década de 1990. De lá para cá, trilhamos uma curva de aprendizado”, disse, referindo-se a estradas como a Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro e que tem contrato válido até 2021. Da Agência Brasil

Trânsito: Validade da Carteira Nacional de Habilitação pode passar de 05 para 10 anos

/ Trânsito

O governo federal vai apresentar um projeto de lei para ampliar a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de cinco para 10 anos. A proposta também deve alterar a pontuação máxima que cada condutor pode acumular ao longo de um ano por causa das infrações. Atualmente, o máximo é 19 pontos. A partir de 20 pontos na carteira, um processo de suspensão do direito de dirigir já pode ser instalado pelo órgão de trânsito.

Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, os detalhes do projeto foram apresentados hoje (9) pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas. Ele deve finalizar ainda netsa semana um projeto que será apresentado ao presidente da República para ser enviado ao Legislativo. A proposta de ampliar a pontuação máxima e o prazo de validade da CNH é uma promessa de campanha de Jair Bolsonaro. Quando era deputado, ainda em 2011, Bolsonaro chegou a apresentar um projeto de lei com esse objetivo, mas a proposiçao não avançou no Congresso Nacional.

De acordo com o governo, o aumento na pontuação não vai flexibilizar a punição de motoristas infratores. ”O ministro também destacou que o aumento do número de pontos não significa leniência, ao contrário. As infrações graves serão mais duramente punidas pelo sistema”, afirmou Rêgo Barros, sem dar detalhes como seria o aumento da punição. Da Agência Brasil

Homem morre após ser atropelado pela própria carreta na BR-116; veículo bateu na carreta

/ Trânsito

Caminhão bateu no fundo de carreta parada. Foto: Jair Medrado

Um homem morreu após ser atropelado pela própria carreta na BR-116, num trecho de acesso à cidade de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), Delegacia 10/3 de Jequié, confirmou o acidente.

A PRF informou que o motorista da carreta, de prenome Gilmar, percebeu uma falha mecânica no veículo e o parou. Quando ele já estava fora da carreta, um caminhão bateu no fundo do veículo. Com o impacto, a carreta foi empurrada e atingiu Gilmar.

A vítima, que morava na cidade de Milagres, que fica próximo do trecho onde ocorreu o acidente, morreu no local. A carreta ficou destruída. A polícia disse ainda que o homem seguia com um rapaz no veículo de carga, mas o passageiro não teve ferimentos. A PRF não tem detalhes se o caminhoneiro conseguiu sinalizar a via quando parou o veículo.

Estado da Bahia registram o menor número de mortos em rodovias dos últimos 24 anos

/ Trânsito

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 454 mortes nas rodovias federais da Bahia em 2018. Este é o menor número dos últimos 24 anos. O levantamento anual começou em 1990 e registrou o menor índice em 1992, com 288 mortes. Já 2012 obteve o maior número vítimas, com 850 mortes. Segundo o balanço da PRF, 2019 dá sequência à queda de mortos nestes primeiros meses, com uma redução de 36%, entre 1º de janeiro e 12 de março. Ao todo, foram 63 óbitos, contra 99 no mesmo período de 2018. A PRF associa a queda destes números ao fortalecimento das ações de fiscalização, como o combate ao excesso de velocidade e à embriaguez, além da vistoria das condições de segurança e conservação do veículo.

Santo Estêvão: Garota de 14 anos morre após moto onde estava ser atingida por carreta na BR-116

/ Trânsito

Carolina Silva estava na garupa da moto. Foto: Correio da Cidade

Uma adolescente de 14 anos morreu e um homem ficou ferido após a moto onde eles estavam ser atingida por uma carreta, na BR-116, trecho da cidade de Santo Estevão, próximo a Feira de Santana. O caso ocorreu na noite desta segunda-feira (1º).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu no KM 461. Carolina Silva da Conceição estava na garupa da moto, e morreu no local da batida. Não há detalhes das circunstâncias do ocorrido.

O condutor da motociclista teve ferimentos leves e foi levado para uma unidade hospitalar da região. Não há informações sobre o estado de saúde dele. Ainda segundo a polícia, o motorista da carreta fugiu do local.