No Rio, motorista invade praia em Copacabana, atropela pedestres e mata bebê de 8 meses

/ Trânsito

 

Carro invadiu calçada. Foto: Ian Cheibub/AGIF/Estadão Conteúdo

Um motorista invadiu o calçadão e atropelou pedestres na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, na noite desta quinta-feira (18). Um bebê de 8 meses morreu e a mãe está internada em estado grave. Há 16 feridos, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Quatro estão em estado grave, sendo duas crianças e um turista australiano. O homem, de 68 anos, e que não teve a identidade informada, sofreu traumatismo craniano e respira com ajuda de aparelhos.  O motorista foi detido e identificado como Antonio de Almeida Anaquim, de 41 anos. Ele foi levado para a 12ª DP, em Copacabana, e disse que perdeu o controle do carro porque apagou após sofrer um ataque epilético. De acordo com o Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ), Anaquim está com a carteira de habilitação suspensa. Ele acumula 62 pontos por infrações e 14 multas nos últimos 5 anos. O motorista foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e será submetido a exame para detectar a quantidade de álcool no sangue. Segundo o produtor Leslie Leitão, da TV Globo, haviam remédios para epilepsia no carro. A TV Globo apurou que Anaquim estava acompanhado de uma mulher que, segundo a polícia, confirmou em depoimento que ele sofreu um ataque epilético. Maria Louise, a bebê que morreu no atropelamento, passeava com a mãe, Niedja da Silva Araújo, e com a avó, que mora no Recife. O pai, o motorista Darlan Rocha, foi à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Copacabana e pediu a prisão do motorista.

 

Maracás: Caminhão transportando carga de algodão tomba e deixa motorista ferido na BA-250

/ Trânsito

Caminhão foi removido por guincho. Foto: Blog Marcos Frahm

Um caminhão que transportava um carregamento de algodão tombou, nesta quinta-feira (18), na Rodovia BA-250. O acidente aconteceu na chamada Curva das Contendas, no trecho do município de Maracás e deixou o condutor do veículo ferido. Leonídio Pereira, que conduzia o caminhão Mercedes-Benz vermelho de placa OKO-8907 de Paramirim/BA foi socorrido ao Hospital Municipal Álvaro Bezerra, em Maracás, mas não corre risco de morrer. O caminhão trafegava no sentido Maracás/Lagedo do Tabocal e, após o acidente, foi removido por um guincho e encaminhado ao distrito Stela Dubois- Entroncamento de Jaguaquara.

Depois da 101, a BR-116 é a rodovia que mais mata na Bahia, com 147 mortes em 2017

/ Trânsito

Duas pessoas morreram no dia 7, na BR-116. Foto: Blog Marcos Frahm

Depois da 101, a rodovia que ocupa o segundo lugar no número de mortes é a BR-116, com 147 registros. Ambas recebem cerca de 5 mil veículos diariamente, conforme publicação do jornal Correio. A 116 – administrada pela concessionária Via Bahia – é mais bem conservada e possui menos curvas perigosas, segundo a PRF. Já a 101, líder do ranking, administrada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito (Dnit), é toda em pista simples, mais precária e próxima do litoral, onde chove mais, o que dificulta a visibilidade dos motoristas e deixa a pista escorregadia. Além da 101 e da 116, a BR-324 registrou 57 mortes em 2017, seguida pelas BRs 242 (51 vítimas fatais) e a 110, onde 43 pessoas morreram. Estatisticamente, o tipo de acidente que mais deixa vítimas fatais é a colisão frontal, afirma a PRF, em nota. Foi o que aconteceu em Itabuna, no domingo.

Estradas estaduais
No ranking das cinco estradas estaduais que mais mataram em 2017, informado pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), a que lidera, com 31 mortes, é a BA-099, que compreende a Estrada do Coco e a Linha Verde, conectando Lauro de Freitas até a divisa dos Estados da Bahia e Sergipe. A via, com extensão de 217 km, é gerida pela Concessionária Litoral Norte (CLN). No ranking das mortes, em seguida, vêm as BAs 001 (29 mortes), 130 (19) e a 052 e a 120, ambas com 17 mortes em 2017. No total, 880 pessoas morreram nas estradas baianas em 2017, a maioria delas nas rodovias federais: 575. O número, porém, vem reduzindo nas BRs desde 2012, quando foram registradas 849 mortes nas federais. Foram 4.269 vítimas fatais de 2012 a 2017 nas rodovias federais. No mesmo período, nas estradas estaduais, houve 1.955 mortes. Em média, em cinco anos, foram 3,4 mortes por dia nas estradas do estado.

Razões
”Embora apareça na nona posição entre as ocorrências mais frequentes, a colisão frontal é a primeira em número de vítimas fatais. Por isso, as ultrapassagens irregulares são práticas fiscalizadas intensamente pela PRF e devem ser evitadas pelos motoristas”, explica a nota da PRF. Outras causas importantes vitimam um número expressivo de pessoas, como a saída de pista provocada pelo excesso de velocidade, as colisões traseiras, laterais e transversais causadas pela falta de atenção em conversões, cruzamentos e mudanças de direção. Acidentes com motocicletas, como o que matou Gilmagno há um ano, também contribuem para o número de mortes nas rodovias, destaca a PRF – segundo o órgão, o não uso de equipamentos de segurança, sobretudo capacete, o excesso de passageiros e a inobservância das regras de trânsito são fatores que contribuem para as mortes. Já nas estradas estaduais, a Seinfra destacou, em nota, que “a falta de atenção é a maior causadora de ocorrências, respondendo por 70% dos registros”.

Rodovia da morte: BR-101 é a estrada mais letal na Bahia, com 156 pessoas mortas em 2017

/ Trânsito

Motorista morreu no último domingo, na BR-101. Foto: Pimenta Blog

O entregador de pães Gilmagno da Conceição Matos, 42 anos, tinha acabado de sair de uma fazenda às margens da BR-101, na noite de 24 de janeiro de 2017, e circulava de moto, na contramão, pelo acostamento quase inexistente da rodovia, quando foi atingido por um carro de passeio que o matou na hora. O acidente ocorreu próximo a Buerarema, no Sul da Bahia, um dos trechos mais movimentados da BR-101. Já neste ano, também no Sul do estado, na 101, um carro Classic bateu de frente com um ônibus que seguia de Garanhuns (PE) para o Rio de Janeiro, na altura de Itabuna, no último domingo (14). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do carro tentou fazer uma ultrapassagem proibida. Resultado: ele morreu na hora e outras 14 pessoas ficaram feridas. O último paciente internado teve alta nesta segunda-feira (16). Com 156 mortes em 2017, a BR-101 é a que mais teve acidentes com vítimas fatais no ranking das rodovias federais e estaduais na Bahia, no ano passado. Os trechos mais perigosos, segundo a PRF, são na divisa entre Espírito Santo e Bahia, no km 957, até Itamaraju (km 806), passando por Teixeira de Freitas (km 880); o trecho iniciado no km 793, em Itamaraju, até o 717, em Eunápolis, passando por Itabela (km 745) e Itagimirim (km 702). Outros trechos que concentram mais acidentes são os que passam por Itapebi, na altura do km 660; Santo Antônio de Jesus, no km 180; e Itabuna, no km 505.

Com a chegada das férias de verão, movimento aumenta consideravelmente nas estradas

/ Trânsito

BR-116 registra fluxo intenso de veículos. Foto: Blog Marcos Frahm

Movimento nas estradas é intenso, após as festas de Natal e Réveillon. O trânsito nas BRs 116, 330 e 420, rodovias federais onde a PRF – Delegacia 10/3 de Jequié atua registra movimento intenso nos últimos dias, mas sem registro de acidentes, segundo informou a Polícia Rodoviária Federal. Janeiro é o mês das férias escolares e muitos aproveitam este período para viajar, visitar amigos e família e curtir paisagens diferentes. Mas, para cair na estrada e aproveitar tudo isso é preciso ter responsabilidade. Nessas datas, o movimento nas estradas de todo o país aumenta consideravelmente, o que gera engarrafamentos e lentidão nas rodovias e em praças de pedágios. A atenção deve ser redobrada, os cuidados com a manutenção veicular e equipamentos de segurança precisam estar em dia, e o roteiro com os melhores horários e locais de parada para um deslocamento seguro em mãos. O período de férias é considerado como um dos que registram maior fluxo de veículos, inclusive na BR-116, aonde veículos de passeio vindo da região Sul do país seguem em grande número para a região Norte. Outro ponto levado em consideração para o aumento do movimento nas estradas é o verão, que leva pessoas as praias da Bahia e de outros estados. Todo o cuidado é pouco ao trafegar pelas rodovias.

Poste atravessa para-brisa de caminhonete após veículo perder freio e motorista fica ferido

/ Trânsito

Poste atravessa para-brisa de Hilux, no Sul baiano. Foto: Luciano Silva

Um poste atravessou o para-brisa de uma caminhonete que presta serviços à Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba), em um acidente na cidade de Itagimirim, sul da Bahia, na manhã desta terça-feira (9). Segundo o G1, o motorista teve ferimentos leves e passa bem. De acordo com a Polícia Militar, o veículo perdeu o freio em uma descida no bairro Norberto Fernandes, atingiu o muro de uma casa e parou em um barranco. O condutor da caminhonete teve ferimentos leves, foi atendido pelo Samu e encaminhado para o Hospital Municipal Luís Eduardo Magalhães. Ele passa bem. Os moradores da casa atingida não sofreram ferimentos e tiveram danos materiais. A empresa que presta serviços à Coelba, Engelmig, à qual a caminhonete pertence, informou que apenas um funcionário estava no carro. As causas do acidente serão investigadas. A empresa enviou técnicos de segurança do trabalho e um engenheiro de segurança no local. A Engelmig informou que está prestando toda a assistência aos envolvidos.

Casal é encontrado com vida 36 horas após veículo cair em ribanceira em Santa Catarina

/ Trânsito

Vítimas caíram em ribanceira. Foto: Polícia Militar SC / Divulgação

Um casal foi encontrado com vida, ontem, segunda-feira (8),  36 horas após cair em uma ribanceira de aproximadamente 200 metros, próximo ao mirante da Serra Dona Francisca, na região de Campo Alegre, Santa Catarina. Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o casal retornava de uma viagem a Campo Alegre, no último sábado, 6, quando perdeu o controle do veículo, uma caminhonete Hilux prata, na última curva da rodovia, no km 16,8, da SC-418. De acordo com a Polícia, o resgate ocorreu após o filho deles começar a procurar em trechos da rodovia SC -418 e após avistar o veículo. Wilmar de Oliveira, de 57 anos, e Maria Borges de Oliveira, de 53 anos foram atendidos ainda no local pelos Bombeiros Voluntários de Joinville e encaminhados pelo helicóptero Águia da Polícia Militar para o Hospital Municipal São José, em Joinville. Segundo Ricardo Vitorino, coordenador operacional dos Bombeiros Voluntários, a equipe de resgate teve que abrir uma clareira, derrubando algumas árvores com motosserra, para que o helicóptero pudesse realizar o içamento das vítimas. ”O casal tinha diversos ferimentos. O senhor estava ao lado do carro, com fraturas nas costelas e tinha dificuldades para respirar e a esposa foi encontrada 20 metros abaixo dele, com lesão na coluna, fraturas de clavícula e ombros. Eles tinham diversas picadas de insetos”, explicou Vitorino.

Motorista de caminhão foge após colidir com carro e matar mulher grávida na BR-116

/ Trânsito

Caminhão bateu com carro. Foto: Reprodução / Beira Rio Notícias

Três pessoas morreram na BR-116, entre elas uma mulher grávida, e quatro ficaram feridas na tarde deste domingo (7) depois que a traseira de um veículo foi atingida por um caminhão. O acidente aconteceu no trecho da rodovia que fica entre os municípios de Chorrochó e Macururé, no norte do Estado. Segundo o portal Beira Rio Notícias, entre as vítimas fatais do caso está Maria do Rosário Santos, de 43 anos, que estava grávida de 5 meses e não resistiu aos ferimentos. O outro filho dela que também estava no carro, Roni Santos Gonçalves, 10 anos, também morreu no local. Um homem identificado como Paulo César Lima Freire, de 48 anos, morreu antes de ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Uma mulher, duas crianças e um homem, identificado como Leandro de Sá Souza, 31 anos, que dirigia o carro, estão entre os feridos. Eles foram levados para um hospital de Macururé. O motorista do caminhão fugiu após o acidente, de acordo com o portal G1. O caso é o segundo acidente grave envolvendo crianças na BR-116 neste ano. Em Santa Bárbara, no portal do Sertão, uma colisão entre dois carros matou quatro pessoas e deixou uma criança com ferimentos leves.

Árvore cai em cima de automóvel durante chuva na Rodovia BA-216; pai e filha morrem

/ Trânsito

Carro ficou todo destruído. Foto: reprodução/ Recôncavo News

Um pai de 57 anos e sua filha de 29, foram vítimas de um acidente na BR-216, altura de Manhuaçu, Zona da Mata, na Bahia. De acordo com o site Radar da Bahia, uma árvore caiu e atingiu o carro que as vítimas estavam, na última quinta-feira (4). O homem era um guitarrista da cidade de Belo Horizonte e sua filha era uma fotógrafa, que morreram na hora. Na hora do acidente chovia. Dentro do carro estava também a mulher do homem e mãe da jovem, de 55 anos. Ela ficou presa às ferragens e foi socorrida com ferimentos. Outro veículo não conseguiu desviar no acidente e bateu nos galhos da árvore, deixando dois feridos no local. Eles foram também socorridos pelo Corpo de Bombeiros da cidade e levados uma unidade de saúde.

Maracás: Motorista fica preso as ferragens após perder o controle e carreta tombar na BA-250

/ Trânsito

Carreta transportava produtos de limpeza. Foto: Blog Marcos Frahm

O condutor de uma carreta ficou ferido após perder o controle da direção do veículo que conduzia na Rodovia BA-250, próximo a cidade de Maracás, na noite deste domingo (7). O acidente aconteceu numa curva, onde a carreta que transportava um carregamento de produtos de limpeza da marca Ypê, tombou. O motorista ficou preso as ferragens retorcidas e foi resgatado por policiais militares da 93ª Companhia Independente da Polícia Militar de Maracás, sendo encaminhado em uma ambulância da Prefeitura para o Hospital Municipal Álvaro Bezerra. Populares foram ao local e, até tarde da noite, a aglomeração de pessoas que tentavam articular o saque dos produtos era grande na estrada.

Acidente entre dois automóveis deixa 10 pessoas feridas na região de Praia do Forte

/ Trânsito

CAutomóveis colidiram frontalmente. Foto; Divulgação/Graer

Dez pessoas ficaram feridas na colisão entre dois carros na manhã deste domingo (7) na região de Praia do Forte, em Mata de São João. Segundo o jornal Correio da Bahia, o helicóptero do Grupamento Aéreo (Graer), da Polícia Militar, foi acionado e socorreu os dez feridos para os hospital do Subúrbio, em Salgador e o Geral de Camaçari. A vítima mais grave era uma senhora de 56 anos, que aparentemente sofreu fratura na região da bacia. Guarnições do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e uma ambulância da Concessionária Litoral Norte (CLN) que administra a BA-099 deram apoio prestando os primeiros socorros depois da batida. ”Chegamos rápido e conseguimos prestar os primeiros socorros às vítimas. Felizmente todos foram levados conscientes”, explica o comandante do Graer, tenente-coronel Renato Lima. As causas da batida ainda são investigadas pela Polícia Rodoviária. Depois do choque, um dos veículos saiu da pista e capotou na ribanceira.

Carreta desgovernada atinge base da Cipe Central, na margem da BR-116, em Milagres

/ Trânsito

Carreta bateu na unidade policial, em Milagres. Foto: Voz da Bahia

Instalada na margem da BR-116, em Milagres, no Vale do Jiquiriçá, uma base avançada da Companhia Independente de Policiamento Especializado – Cipe Central foi atingida por uma carreta tipo cegonha, neste sábado (6). De acordo com informações do site Voz da Bahia, o acidente foi registrado no KM 546 da BR-116, no perímetro urbano de Milagres, mas ninguém ficou ferido. O motorista da carreta teria perdido o controle ao bater na fachada da unidade policial.

Acidente entre três veículos deixa mortos e feridos na BR-116, entre Jaguaquara e Irajuba

/ Trânsito

Motoristas do caminhão e carreta morreram. Foto: Blog Marcos Frahm

Duas pessoas moram e outras ficaram feridas após uma colisão entre uma carreta, um caminhão e uma caminhonete no KM 621 da BR-116, nas proximidades do povoado do Tatu, no trecho entre os municípios de Jaguaquara e Irajuba. De acordo com informações colhidas pelo Blog Marcos Frahm, a batida ocorreu no início da tarde deste sábado (6) e envolveu uma carreta que transportava um carregamento de café, um caminhão com produtos aparentando uma carga de gesso em pó e uma caminhonete Frontier. O condutor da carreta, morador de Minas Gerais, não resistiu aos ferimentos e foi a óbito no local do desastre. O motorista do caminhão chegou a ser socorrido por uma equipe de resgate da ViaBahia e encaminhado ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, mas também não resistiu e faleceu depois de dar entrada na unidade hospitalar. Os ocupantes da caminhonete sofreram lesões leves e também receberam socorro. A carreta e o caminhão teriam colidido frontalmente, e um dos veículos atingiu a caminhonete. Os corpos das vítimas fatais, ainda sem identidade foram encaminhados ao Instituto Médico Legal de Jequié. Por conta do acidente, o trânsito na BR-116 ficou congestionado e foi liberado pela PRF que providenciou a desobstrução da estrada por volta das 14h30.

Turistas mineiros que seguiam para férias na Bahia morrem após carro cair em ribanceira na BR-101

/ Trânsito

Carro Fiat Siena caiu em uma ribanceira. Foto: Divulgação/PRF-BA

Duas pessoas morreram e três ficaram feridas após o carro em que seguiam cair em uma ribanceira na BR-101, no trecho da cidade de Itabela, no extremo Sul da Bahia. Segundo o G1, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o acidente ocorreu na tarde de ontem, sexta-feira (5). As vítimas eram turistas mineiros que estavam a caminho de Porto Seguro, também no Sul do Estado, para passar as férias. As cinco pessoas que estavam no veículo são da mesma família e foram identificadas como: Dilma Santos Castro, 44 anos; Silvani Fonseca dos Santos, 62 anos; Iane Santos Castro, de 14 anos; Gerzonita da Penha Santos, 54 anos e Geraldo Vicente dos Santos, 69 anos. Conforme apontam as primeiras informações da PRF, Dilma estava dirigindo o carro quando perdeu o controle do veículo, ao passar por um buraco na rodovia, e caiu em uma ribanceira. Ela e os familiares seguiam de Ipatinga, em Minas Gerais, para Porto Seguro. Dilma ficou ferida, mas passa bem. Gerzonita e Geraldo Vicente morreram no local. A polícia não detalhou qual era o grau de parentesco de Gerzonita com a condutora do veículo, mas disse que Geraldo Vicente era o pai de Dilma Santos. Silvani e Iane, mãe e filha da motorista, sofreram ferimentos leves e foram encaminhadas para unidades de saúde da região. Elas já foram liberadas. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Eunápolis e aguarda liberação para serem levados para Ipatinga, cidade natal dos envolvidos no acidente.