Saúde: Município de Jequié registrou neste ano dois casos de Influenza A subtipo H1N1

/ Saúde

Todos os profissionais de saúde, equipe de acolhimento e Núcleo Hospital de Epidemiologia – NHE – estão sendo informados que foram confirmados dois casos de Influenza A subtipo H1N1 neste ano de 2018, em Jequié. O primeiro caso foi registrado no mês de abril e outro neste mês de maio, sendo pacientes residentes em localidades diferentes. Conforme o Blog Jequié e Região,  as informações foram colhidas a partir de documento da Prefeitura de Jequié. Os bairros não foram revelados. O documento assinado pelo secretário municipal de saúde alerta sobre a possível circulação do vírus da Influenza A – H1N1 – em nosso Município e, portanto, se faz necessário aumentar a vigilância, com a adoção ou implementação de várias medidas, a exemplo de identificar e notificar os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave o mais previamente e encaminhar a notificação para o Departamento de Vigilância Epidemiológica no prazo de até 24 horas.

Município de Brejões recebe unidade móvel do Hospital da Mulher entre os dias 22 e 24

/ Saúde

Entre os dias 22 e 24 de maio, o município de Brejões receberá a Unidade Móvel do Hospital da Mulher, que irá oferecer, de forma gratuita, consultas e procedimentos como o exame preventivo de colo do útero e mamografias. Serão realizados 160 preventivos e 70 mamografias por dia. O atendimento será realizado das 7h às 17h. Mulheres com idade entre 25 e 64 anos poderão realizar o exame citopatológico (preventivo). Já o exame de mamografia estará disponível para mulheres de 40 a 69 anos. As pacientes deverão se dirigir até uma Unidade de Saúde da Família do município tendo em mãos documentos de identidade (original e cópia de RG), cartão do SUS e comprovante de residência para realizar o cadastro e pegar uma senha para atendimento.

Saúde: Dia D de vacinação contra a ”gripe” será neste sábado em todo o Brasil

/ Saúde

Postos de saúde em todo o país funcionam amanhã (12) para o chamado Dia D de mobilização contra a gripe. Devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem ser imunizadas. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle de doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos em que estão registrados para receber a dose, sem necessidade de prescrição médica. A imunização começou no dia 23 de abril e vai até 1º de junho. A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários. Durante a campanha, serão distribuídas cerca de 60 milhões de doses que, este ano, protegem contra três vírus do tipo influenza, incluindo o H1N1 e o H3N2.

Remédio à base de maconha será utilizado pela Sesab para cumprir ”demanda judicial”

/ Saúde

Foi publicado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) no Diário Oficial do Estado que fará aquisição de quatro frascos de um medicamento feito à base do canabidiol, uma das substâncias derivadas da maconha (cannabis sativa). A Sesab informou que a aquisição do remédio visa cumprir ”demanda judicial” e que, para isso, não haverá licitação. O órgão não especificou que demanda foi essa e nem disse se os quatro frascos são para uma mesma pessoa. O  tipo de doença que necessita  do remédio  à base do canabidiol também não foi divulgada. De acordo com o órgão, serão adquiridos quatro frascos de 10ml, com 60 mg/ml da droga. O prazo para entrega de propostas para a aquisição fica aberto até o dia 14 de maio. Em fevereiro, a Sesab havia informado que três pacientes no estado haviam entrado com pedido do medicamento Revivid Tincture, feito à base do canabidiol, via Justiça e que as ações ainda estavam em trâmite. O órgão explicou que para que a medicação Canabidiol, que tem controle da Anvisa, seja fornecida é necessário que haja um processo judicial, uma vez que o medicamento não está incluído na Relação Nacional de Medicamentos (Rename).

Saúde: Estudo aponta que ter coração partido aumenta risco de morte por doença cardíaca

/ Saúde

Um estudo desenvolvido nos Estados Unidos mostrou que ter o coração partido não provoca apenas tristeza, mas pode matar. Pesquisadores de seis universidades dos estados americanos do Texas, da Pensilvânia e de Ohio analisaram especificamente o luto. Segundo a revista Super Interessante, os resultados mostraram que pessoas que perderam a pessoa amada têm chance 50% maior de morrer devido a doença cardíaca. ”Nos primeiros seis meses após a morte de um cônjuge, a viúva/viúvo tem o risco de morte elevado em 41%”, explicou Chris Fagundes, psicólogo da Universidade de Rice e responsável pelo estudo. ”Dentro dessa margem, 53% dessa elevação se deve à problemas cardiovasculares”. Participaram do estudo 64 pessoas com idade média de 67 anos. Metade delas havia entrado em luto três meses antes. Esse grupo apresentava maiores níveis de proteínas relacionadas a inflamações no sistema vascular, as citocinas pró-inflamatórias. Foi observado também mais sinais de disritmia cardíaca. Os dois fatores estão relacionados ao risco de infarto. Os cientistas ressaltaram que ainda são necessárias novas pesquisas, mas o resultado pode ser usado como base no futuro.

Secretário da Saúde da Bahia inspeciona obras de mais quatro policlínicas no interior

/ Saúde

Fábio Vilas-Boas e Neson Portela visitam obras. Foto: Divulgação
Mais quatro policlínicas serão entregues à população ainda neste semestre. Por isso, o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, tem acompanhado de perto o andamento das obras. Nesta sexta-feira (4), o gestor visita as unidades de Feira de Santana, Alagoinhas, Valença e Santo Antônio de Jesus, que estão em fase final de acabamento. As quatro policlínicas, que têm investimentos superiores a R$ 100 milhões, vão beneficiar moradores de 87 municípios. De acordo com o secretário, as obras estão em ritmo acelerado e mais de 90% concluídas. ”Vamos inaugurar essas quatro policlínicas dentro do cronograma estabelecido e temos outras unidades em construção ou prontas para ordem de serviço, como nos municípios de Salvador, Vitória da Conquista, Paulo Afonso, Juazeiro, Senhor do Bonfim e Jacobina”, destaca o secretário. As policlínicas fazem parte dos Consórcios Públicos de Saúde, iniciativa do Governo da Bahia para levar atendimento especializado e exames de alta complexidade ao interior, evitando que os pacientes se desloquem para os grandes centros em busca desses serviços. Entre os diferenciais do projeto, o destaque vai para o modelo de financiamento, visto que o Estado investe na construção e aquisição de equipamentos e micro-ônibus, além de custear 40% da manutenção. Aos municípios consorciados cabe o rateio dos 60% restantes da manutenção da policlínica. As policlínicas oferecem consultas em até 18 especialidades diferentes, além de exames como ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, ecocardiografia, eletroencefalograma, endoscopia e colonoscopia. Para o deslocamento dos pacientes, são disponibilizados micro-ônibus com ar condicionado que buscam os moradores nos seus municípios e os levam às policlínicas. Após as consultas, eles são levados de volta para suas residências. Em 2017 foram inauguradas quatro unidades, que somadas a essas quatro que serão entregues neste semestre. O Governo do Estado já investiu cerca de R$ 200 milhões apenas na construção e aquisição de equipamentos (sem contabilizar os gastos com o funcionamento).

Policlínica: Lorena recua, aceita ser vice e Patrick é eleito presidente do Consórcio de Saúde

/ Saúde

Lorena, Patrick, Fernando Contador e João Freitas. Foto: Divulgação

A eleição para a presidência do Consórcio de Saúde, entidade que contempla municípios do Vale do Jiquiriçá e do Médio Rio de Contas, responsável por gerir os serviços regionais de saúde, através da Policlínica Regional, sediada em Jequié, ocorreu nesta quinta-feira (3), sem bate-chapa. Aos 45 do segundo tempo, a prefeita de Itiruçu, Lorena Di Gregório (PRB), desistiu da candidatura e, a chapa única, encabeçada pelo prefeito de Jitaúna, Patric Lopes (PDT), foi estabelecida através de consenso entre prefeitos que defendiam as duas candidaturas postas até a definição da eleição por aclamação. No desenrolar do processo, que transcorreu no auditório da Policlínica, a candidatura de Patrick tornou-se visivelmente a de maior musculatura: contou com apoio do atual presidente da entidade, João Freitas (PP), prefeito de Lafaiete Coutinho, afilhado político do pré-candidato a deputado estadual e presidente dos Consórcios de Infraestrutura, Zé Cocá, ex-gestor de Lafaiete, que apesar de negar participação nas articulações, quando este blog publicou que o mesmo estaria na entrelinhas articulando [relembre aqui] e de não ter comparecido a votação nesta quinta, usou do seu poder de influência para alavancar o candidato Patrick, de quem é amigo pessoal, conforme fonte do Blog Marcos Frahm. Houve uma reunião entre os prefeitos que representam o consórcio, momentos antes, tendo Lorena, com formação em medicina e experiente atuação na área da saúde recuado, aceitando acordo proposto por Lopes, de integrar a chapa na condição de vice-presidente. Assim, Patrick foi aclamado presidente.

Cientistas desenvolvem medicamento para curar câncer de mama, cólon e pele

/ Saúde

Um estudo desenvolvido pela Universidade de Granada (UGR), na Espanha, está buscando formas para combater alguns tipos de câncer. Segundo o R7, a pesquisa foi realizada com ratos e provou ser muito eficaz na luta contra câncer de mama, cólon e melanoma. De acordo com a nota, a ideia é fazer com que essa pesquisa, que está sendo desenvolvida desde 1993, se estenda e possa salvar vidas de pacientes com tumor no pâncreas e nos pulmões, que são dois dos mais agressivos. Os professores Joaquim Campos Rosa e Juan Antonio Marchal Corrales foram os responsáveis pelo patenteamento do medicamento, junto com a empresa Canvax Biotech, de Córdoba. O objetivo é que daqui a cinco anos esse remédio chegue nas farmácias.

Saúde: Em quatro meses, a Bahia registrou 61 casos confirmados de Influenza H1N1

/ Saúde

Em quatro meses, a Bahia registrou 72 casos confirmados para Influenza, sendo 61 deles por H1N1, com 12 mortes. O balanço, que inclui os dados contabilizados até o dia 21 deste mês, foi divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) na manhã desta quarta-feira, 25. De acordo com o órgão, houve também o registro de 416 notificações para a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). A comparação do balanço de 2017 e 2018 demonstra o crescimento no número de casos esse ano. No mesmo período de 2017, foram contabilizados 161 casos de SRAG. Destes, 15 foram confirmados como Influenza, sendo que dois foram pelo vírus H1N1. Não foi registrada morte por conta do H1N1 em 2017. Dos casos de H1N1 desde ano, oito foram em Salvador e os demais nos municípios de Saúde, Serrinha, Camaçari e Lauro de Freitas, sendo que teve uma ocorrência em cada cidade. Conforme o órgão de saúde, das 12 mortes por H1N1, cinco foram entre vítimas acima de 60 anos, três menores de 2 anos, uma de 2 a 4 anos, duas entre 20 e 29 anos e uma de 40 a 49 anos. A campanha de vacinação contra a Influenza na capital baiana começou na última segunda, 23. O público-alvo são crianças de seis meses até 5 anos, além de grávidas e mulheres que deram à luz no período de até 45 dias. Idosos a partir de 60 anos, doentes crônicos, detentos e professores e profissionais de saúde também podem tomar. A aplicação da dose acontece até 1º de junho.

Bahia precisa de menos cirurgiões pediátricos do que o exigido pelo NCP, conclui Sesab

/ Saúde

O impasse com o Núcleo de Cirurgiões Pediátricos da Bahia Sociedade Simples (NCP) levou a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) à conclusão de que o número de profissionais necessários para urgência e emergência da especialidade é inferior ao praticado anteriormente pelo Estado. Em entrevista ao site Bahia Notícias, o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, afirmou que há um esforço para estruturar uma solução com cirurgiões pediátricos do estado e profissionais que não concordam com a condução dada pelo NCP à questão. ”Nós tivemos várias reuniões ao longo da semana passada para estruturar uma equipe que possa atender as duas bases onde nós necessitamos de cirurgiões: o HGE [Hospital Geral do Estado] e o Hospital Roberto Santos. Nós tivemos ao longo desse período um volume de atendimento muito inferior ao que era alegado pelo Núcleo de Cirurgiões Pediátricos como a razão demandante da necessidade de um número de 50 cirurgiões”, explicou. Para o gestor, o NCP ”tem agido de forma a cartelizar e impor ao estado valores de remuneração muito superiores aos praticados na média do mercado, valendo-se da sua exiguidade em números”. Na tentativa de resolução, a secretaria deve publicar nos próximos dias um novo chamamento emergencial, com menor número de profissionais, para atender à nova estrutura desenhada. Em resposta à situação atual, os cirurgiões pediátricos decretaram, na última sexta-feira (20), estado de greve. A decisão inclui na disputa profissionais concursados e com contratos vinculados a organizações sociais. Em nota, o Sindicato de Médicos do Estado da Bahia (Sindimed) afirmou que a classe busca a manutenção do serviço prestado. Vilas-Boas reforçou que a secretaria está aberta à conversa, apesar de considerar ”um absurdo” a tentativa de ”induzir os cirurgiões que são servidores a parar para defender os interesses deles”. ”Nós estamos abertos a qualquer conversa, mas eles recusaram assinar o contrato com o estado com valores de remuneração que remontavam a mais de R$ 34 mil por mês para cada um deles. Isso é muito acima do que ganha qualquer profissional de qualquer especialidade no estado”, criticou o secretário.

Abertas mais de 280 vagas para médicos e outros profissionais para atuação nas policlínicas

/ Saúde

Estão abertas as inscrições para dois processos seletivos para a contratação de médicos em diversas especialidades e demais profissionais de saúde para atuarem nas Policlínicas Regionais de Santo Antônio de Jesus, Feira de Santana, Alagoinhas e Valença. As iniciativas são dos Consórcios Públicos Interfederativos e disponibilizam mais de 280 vagas. Os profissionais médicos, conforme disposição legal, poderão ser contratados com cargas horárias semanais de oito, doze, dezesseis ou vinte horas, com remuneração proporcional, que podem chegar a R$ 10.190,00. Os interessados devem consultar os editais no endereço www.saude.ba.gov.br. Dentre os profissionais não médicos, destaque para a contratação de enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas, ouvidores, psicólogos, assessores técnicos, assistentes administrativos, técnicos em enfermagem e técnicos em radiologia. entre os médicos, as especialidades requeridas são: anestesiologista, angiologista, cardiologista – ergometria, cardiologista – ecocardiografia, cardiologista, cirurgião geral, dermatologista, especialista em diagnóstico por imagem – ultrassonografia geral, especialista em endocrinologia e metabologia, especialista em endoscopia digestiva, gastroenterologista, especialista em ginecologia e obstetrícia, especialista em hematologia e hemoterapia, infectologista, mastologista, neurologista, oftalmologista, especialista em ortopedia e traumatologia, otorrinolaringologista, pneumologista, especialista em radiologia e diagnóstico por imagem, reumatologista e urologist. Já as quatro Policlínicas Regionais localizadas em Teixeira de Freitas, Jequié, Guanambi e Irecê também estão contratando médicos em diversas especialidades. Em Guanambi estão em busca de neurologistas, enquanto em Teixeira de Freitas a necessidade é por cardiologistas e neurologistas. Em Irecê, a Policlínica está contratando angiologista, gastroenterologista e oftalmologista e em Jequié, existem vagas abertas para angiologista, mastologista, neurologista. Os interessados devem enviar email para selecao.consorcio@saude.ba.gov.br especificando a cidade que deseja atuar.

Simaria, da dupla com Simone, recebe alta depois de diagnosticada com tuberculose ganglionar

/ Saúde

Simaria, à direita, recebeu alta de hospital. Foto: Marcos Nagelstein

Simaria, cantora da dupla com Simone, foi diagnosticada com tuberculose ganglionar, disse sua assessoria nesta terça-feira (17). Ela estava internada desde o dia 12 de abril no Hospital Sírio-Libanês, em SP. Ela teve alta nesta terça, mas vai continuar o tratamento em casa, sob observação médica.

Leia o comunicado oficial abaixo:

”A paciente Simaria Mendes Rocha deu entrada no Hospital Sírio-Libanês no dia 12/04 com queixa clínica de emagrecimento, alterações gastrointestinais e estafa devido a agenda intensa de compromisso. Realizados exames laboratoriais que mostraram anemia e durante investigação específica ficou evidenciado aumento do gânglio supraclavicular à direita. Feita avaliação histopatológica que diagnosticou reativação de tuberculose ganglionar. A paciente recebeu alta hospitalar hoje, dia 17/04, e continuará tratamento em sua residência, sendo acompanhada pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho e pelo Prof. Dr. David Uip e deverá permanecer afastada do trabalho pelo período de 30 dias. Simone segue cumprindo a agenda de shows normalmente e, em maio, as cantoras mantém as férias já programadas. Simaria agradece o carinho e compreensão de todos os fãs e, neste momento, irá dedicar os seus dias para cuidar da saúde.”

O que é tuberculose ganglionar?

Essa forma doença não é contagiosa, segundo infectologistas, e tem baixa chance de morte. De acordo com o infectologista Eduardo Martins, do Instituto Brasileiro para Investigação da Tuberculose, essa versão ganglionar é apenas uma apresentação mais rara da infecção: ”É o mesmo bacilo da tuberculose pulmonar. A pulmonar é apenas o tipo mais frequente de apresentação da tuberculose, com 85% dos casos. De uma forma geral, é uma bactéria que dá em todos os órgãos: pulmão, coração, pleura e também nos gânglios”, diz Eduardo.

Show sem Simaria

Simaria não subiu ao palco da 48ª Expoagro da Itapetininga (SP), realizada na noite de sexta-feira (13). No início do show, Simone explicou que a irmã não pode comparecer ao evento por problemas de saúde.

Secretaria de Saúde abre processo seletivo para médicos especialistas de novas policlínicas

/ Saúde

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) abriu processo seletivo para contratação de médicos para atuarem nas Policlínicas Regionais de Saúde que devem ser inauguradas em maio e junho deste ano. As unidades estão localizadas nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus e Valença. Os selecionados serão contratados, em regime CLT, pelos Consórcios Interfederativos de Saúde, com carga horária semanal de 8h (dois turnos), 12h (três turnos),16h (quatro turnos) e 20h (cinco turnos), com remuneração mensal que pode alcançar cerca de R$ 10 mil. São oferecidas vagas são para 16 especialidades: Anestesiologia, Angiologia, Cardiologia (consultas, ergometria e ecocardiograma), Cirurgia Geral, Endocrinologia, Gastroenterologia (consultas, endoscopia e colonoscopia), Ginecologia, Mastologia, Neurologia (consultas, EEG e eletroneuromiografia), Oftalmologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Radiologia (TC/RM), Ultrassom Doppler, Ultrassom geral e Urologia. Os editais podem ser acessados no site da Sesab (veja aqui). Interessados devem entrar em contato pelo telefone (71) 3115-4208 ou e-mail joana.molesini@saude.ba.gov.br.

Governador Rui Costa autoriza a construção de policlínica para a região de Jacobina

/ Saúde

Rui Costa autoriza nova policlínica, em Jacobina. Foto: Carol Garcia

A construção de uma policlínica regional em Jacobina, no centro norte da Bahia, foi autorizada no sábado (14). Em visita ao município, o governador Rui Costa assinou a ordem de serviço para o início imediato das obras da unidade de saúde, que irá oferecer atendimento em diversas especialidades para moradores de Jacobina e outras 16 cidades da região. ”Esse equipamento vai trazer uma nova realidade para a saúde pública aqui de todos dos municípios. A policlínica é o lugar que o paciente vai depois de ir ao posto de saúde. Normalmente, no posto, o médico recomenda a consulta com especialista ou a realização de exames, como ultrassonografia, colonoscopia, tomografia computadorizada, ressonância magnética. Mas, na grande maioria das cidades, as pessoas não têm onde fazer esses exames. Agora, nós estamos levando para as regiões da Bahia esses serviços”, explicou Rui. Ao todo, são 17 policlínicas previstas em todo o estado. Como as demais, a unidade em Jacobina terá 2.848,32 metros quadrados de área construída e receberá investimentos de cerca de R$ 24 milhões, que serão aplicados na construção e na aquisição de equipamentos de ponta para atender, com alto nível, as demandas da população local. Os recursos ainda serão utilizados na compra de micro-ônibus para o transporte de pacientes que moram nos outros municípios integrantes do consórcio público de saúde. O governador acrescentou que quatro policlínicas já estão em funcionamento em Irecê, Jequié, Guanambi e Teixeira de Freitas, cumprindo o objetivo de regionalizar a saúde na Bahia. Vitória da Conquista, Juazeiro e Salvador, no bairro de Escada, estão com obras de policlínicas em andamento. ”Hoje é o grande dia aqui em Jacobina para atender quase 400 mil pessoas. O custeio depois da policlínica pronta será rateado entre Estado e municípios”, disse Rui