”Não existe um inferno em que sofrem as almas dos pecadores por toda a eternidade”, diz o papa

/ Religião

”Inferno não existe”, diz o papa Francisco. Foto: Reprodução

O papa Francisco disse em entrevista a Eugenio Scalfari, fundador do jornal italiano La Repubblica, que ”o inferno não existe; o que existe é o desaparecimento das almas pecadoras”. ”Não existe um inferno em que sofrem as almas dos pecadores por toda a eternidade”, teria dito o pontífice, segundo a reportagem de Scalfari, publicada nesta quinta-feira (29). “Aqueles que não se arrependem e portanto não podem ser perdoados desaparecem.”O Vaticano, porém, afirmou em comunicado nesta quinta que o papa recebeu Scalfari para um encontro privado, sem conceder entrevista, e que as falas citadas no texto não deveriam ser consideradas ”uma transcrição fiel das palavras do Santo Padre”. Scalfari, de 93 anos, que é ateu e entrevistou o papa diversas vezes, já disse anteriormente que não grava nem anota suas entrevistas, usando sua memória para recontar as conversas. Nesta quinta-feira, quando começam as atividades da Páscoa no Vaticano, o papa fará o ritual do lava-pés, na prisão Regina Coeli, em Roma. O pontífice lavará os pés de 12 presos, que incluem católicos, muçulmanos, um cristão ortodoxo e um budista, de nacionalidade italiana, filipina, marroquina, colombiana, nigeriana, leonesa e moldávia. Mais cedo, em missa, o papa pediu que os padres se aproximem espiritualmente de suas congregações e que não se atenham à lei católica em seus sermões. Francisco disse que os padres podem dizer aos adúlteros que não voltem a pecar, mas que não devem adotar um tom legalista e que devem permitir que os adúlteros olhem para frente e não para trás.

Papa Francisco destaca a disputa por Jerusalém em sua tradicional mensagem de Natal

/ Religião

Papa pede o fim do conflito entre Israel e Palestina. Foto: Divulgação

O papa Francisco usou sua tradicional mensagem de Natal para pedir por um fim negociado do conflito entre Israel e Palestina, incluindo a disputa sobre o status de Jerusalém. O pedido acontece poucos dias após a Organização das Nações Unidas (ONU) ter repreendido os Estados Unidos por unilateralmente reconhecer a cidade como capital de Israel. Em seu pronunciamento na sacada da Basílica de São Pedro para uma plateia estimada em 50 mil pessoas, o papa orou por ”paz para Jerusalém e para todos na Terra Santa” na forma de “dois estados que concordam mutuamente e internacionalmente em ter suas fronteiras reconhecidas”. O papa também elogiou os “esforços de todos aqueles da comunidade internacional inspirados pela boa vontade” para trazer ”harmonia, justiça e segurança” para a região. No início do mês, poucas horas antes do presidente norte-americano, Donald Trump, anunciar que os Estados Unidos iriam oficialmente reconhecer Jerusalém como capital de Israel, o papa fez um ”apelo sincero” por respeito as resoluções da ONU que determinam o status da cidade como parte de um acordo de paz amplo. Na quinta-feira, a ONU decidiu em assembleia, por 128-9, com 35 abstenções, por repreender os Estados Unidos pela medida envolvendo Jerusalém. A mensagem de natal do papa ”para a cidade [de Roma] e para o mundo” tradicionalmente trata de diversas regiões problemáticas. Neste ano, o foco do discurso foram as crianças de diferentes países que sofrem com os ”ventos da guerra” e um “modelo ultrapassado de desenvolvimento [que] continua a produzir o declínio da humanidade, da sociedade e do meio ambiente”. Ele mencionou ”aqueles cuja infância foi roubada” através do trabalho forçado, pela guerra ao serem utilizados em combate ou vítimas do tráfico de pessoas.

Papa Francisco nomeia Padre Vítor, pároco de Maracás, como bispo da diocese de Propriá

/ Religião

Padre Vitor Menezes é nomeado bispo. Foto: Reprodução

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou nesta semana a nomeação do novo bispo da diocese de Propriá, no Estado de Sergipe (SE). Padre Vitor Agnaldo de Menezes, atual pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças em Maracás, pertencente a  Diocese de Jequié  irá assumir o governo pastoral da diocese. A decisão foi tomada com base no pedido de renúncia apresentada pelo então bispo, dom Mário Rino Sivieri, por motivo de idade.

Trajetória
Nascido em 15 de junho de 1968, na cidade baiana de Curaçá, padre Vitor é formado em Filosofia pelo Institutum Sapientiae, em Anápolis (GO) e em Teologia pela Universidade Católica de Salvador, na Bahia. Também tem especialização em Espiritualidade Sacerdotal e Missionária. Sua ordenação sacerdotal ocorreu em 18 de abril de 1998, na diocese de Jequié, na Bahia. Entre as funções que exerceu estão a de pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Jequié; reitor do Seminário Maior Diocesano; diretor Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, de 2006 a 2010; pároco da Paróquia Catedral de Santo Antônio, em Jequié, de 2011 a 2016 e, por último, pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Maracás, função que exerce desde agosto de 2016.

Cantor e Pastor Netto Paz é morto a tiros em rodovia, dentro de carro, em Ibirapitanga

/ Religião

Morre o cantor Melchiades Santos Neto. Fotomontagem: BMF

O pastor e cantor Melchiades Santos Neto,  de 36 anos, o Netto Paz,  morreu vítima de disparos de arma de fogo por volta das 18h:30h desta quarta-feira (25), depois de surpreendido por criminosos quando trafegava em um automóvel Corolla de cor cinza, com placa NZK-3915, no trevo da Rodovia BA-650 com a BR-101, perímetro do município de Ibirapitanga, no Sul do Estado. Segundo a Polícia Civil do município, o cantor estava na companhia da esposa,  e da filha, que teria sido atingida no braço e precisou ser transferida para uma unidade de saúde de Itabuna. O Corolla com a família evangélica seguia em direção a Ibirapitanga, onde residia, quando ocorreu o crime. Os autores, que interceptaram o carro da vítima, estavam a bordo de um Fiat Strada e fizeram vários disparos contra o Toyota. Após o cometimento do crime, o bando fugiu sem levar nenhum pertence e tomou rumo ignorado. O cantor morreu ao dar entrada no Hospital Municipal de Ibirapitanga. A música ”Minha Bênção” foi à canção que deu projeção ao cantor Netto Paz, reconhecido no seguimento gospel baiano, com passagem pela Banda Shalom, tendo atuado no grupo como vocalista durante 15 anos. A morte precoce de Netto Paz é lamentada por fãs nas redes sociais. A polícia da região Sul informou que buscas estão sendo realizadas e que as investigações sobre o caso já foram iniciadas. Inicialmente, a polícia descartou a hipótese de tentativa de assalto.

Papa Francisco manda mensagem em português para devotos de Nossa Senhora Aparecida

/ Religião

O Papa na Praça São Pedro, no Vaticano. Foto: Agência Brasil

Durante audiência realizada nesta quarta-feira (11), na Praça São Pedro, no Vaticano, o papa Francisco falou em português para mandar uma mensagem aos brasileiros devotos de Nossa Senhora Aparecida. Nesta quinta-feira (12), data festiva dedicada à santa, se completam 300 anos do encontro de sua imagem. ”Saúdo todos os peregrinos do Brasil e de outros países de língua portuguesa, particularmente os diversos grupos de sacerdotes, religiosos e fiéis brasileiros residentes em Roma, que vieram a esta audiência para dividir a alegria pelo jubileu dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida, cuja festa se celebra amanhã”, disse. O Papa chegou a ser interrompido pelas pessoas presentes, que cantaram em português um hino em homenagem a Nossa Senhora. Após isso, ele seguiu com o discurso. ”A história dos pescadores que encontraram no Rio Paraíba do Sul o corpo e depois a cabeça da imagem de Nossa Senhora, e que foram em seguida unidos, nos lembra que neste momento difícil do Brasil, a Virgem Maria é um sinal que impulsiona para a unidade construída na solidariedade e na justiça”, afirmou. O Santuário Nacional, em Aparecida, São Paulo, recebeu do sacerdote,na última segunda-feira (9), uma rosa de ouro como presente pelos 300 anos da santa.

Bispo de Jequié retorna da Europa depois do Encontro dos Bispos Capuchinhos e visita ao Papa

/ Religião

Francisco e Dom José Ruy Gonçalves Lopes. Foto: Divulgação

Dom José Ruy, bispo diocesano de Jequié, acaba de retornar da Europa, onde participou do Encontro dos Bispos Capuchinhos. Ao lado de outros 50 religiosos de várias partes do mundo, ele esteve desde o dia (12) de Setembro, em Assis (Itália), cidade histórica conhecida pela figura de São Francisco, importante santo e frade capuchinho. Diversas Dioceses do mundo reuniram-se para este propício momento de encontro, reflexão e fraternidade, conforme define. O Encontro tem lugar no Convento ”Domus Laeticia”, casa dos capuchinhos da Umbria, em Assis. Os dias foram marcados também com a importante presença e participação do Cardeal Seon Omaley, arcebispo de Boston (EUA), conselheiro do Papa no G9; representante dos bispos capuchinhos junto ao Papa. A finalidade deste encontro, além da convivência, celebração e oração, preza e é também em vista da troca de experiências e reflexão (palestras, espiritualidade). Também fez parte da programação um encontro especial com o Papa Francisco, ocorrido na quarta-feira (20), no Vaticano. *Por Souza Andrade

Pastor compara Nossa Senhora a garrafa de Coca durante pregação na igreja e causa revolta

/ Religião

O pastor Agenor Duque, da Igreja Plenitude do Trono de Deus, protagonizou uma polêmica recentemente. Um vídeo que mostra a pregação dele na sede da igreja, em São Paulo, mostra o pastor usando uma garrafa de Coca-Cola para zombar da devoção à imagem de Nossa Senhora. A cena foi exibida no canal da emissora, disponível para quem tem antena ou TV por assinatura. Duque não cita nominalmente Nossa Senhora, mas fica claro que fala dela. ”É escura como essa garrafa, o manto dela se parece com um rótulo”, diz. ”A boca dela não fala. O ouvido dela não ouve. Você que está com câncer, tire ela do pedestal. Talvez tenha um altar aí”, orienta. Ele solta a garrafa no chão. ”Eu a desafio a levantar. Estou falando da Coca-Cola. Mas você sabe do que eu estou falando”, continua. Ele também ataca a imagem de São Jorge. ”Tire esse cavalo que está aí, esse homem que está em cima (do cavalo, São Jorge) e aceite a Jesus Cristo Salvador”, diz, sob aplauso de fiéis. A pregação causou revolta entre católicos. Vários líderes da religião responderam a Duque, que acabou tirando o vídeo original da rede. Segundo o Uol, o departamento Jurídico da Igreja Plenitude também tem notificado canais que estão com o vídeo, alegando que infrigem direitos autorais. ”Esse pastor, que eu nem vou citar o nome, pegou uma garrafa de Coca-Cola fazendo insultos. Pra que isso? Porque esse ódio à Virgem?”, questionou o padre Augusto Bezerra, em sermão disponibilizado online. O padre Fernando Henrique Guirado também se manifestou. ”Na minha casa tem, sim, pastor, a imagem da mãe de Deus, enegrecida, cujo título é Nossa Senhora de Aparecida. Não é uma deusa e não se parece com uma garrafa de refrigerante. Se parece com a Arca da Aliança”, afirmou.

Papa Francisco questiona fé de cristãos que consultam horóscopos e cartomantes

/ Religião

Papa questiona fé de cristãos. Foto: Reprodução/El País

O papa Francisco afirmou neste domingo (13) que a fé não é uma fuga dos problemas, mas, sim, o que dá sentido à vida. Para Francisco, cristãos que consultam “cartomantes e horóscopos” não tem ”fé tão forte”. Durante a Oração do Ângelus no Vaticano, o pontífice disse que, quando os fiéis não se ”apegam à palavra do Senhor e, para ter mais segurança, consultam horóscopos e cartomantes, a pessoa começa a chegar ao fundo”. ”Apenas a fé dá a segurança da presença de Jesus, que nos impulsiona a superar as tempestades existenciais.  É a certeza de segurar uma mão que nos ajuda com as dificuldades, apontando o caminho, mesmo quando está escuro”, acrescentou o papa. Francisco ressaltou que o Evangelho de hoje, que recorda o episódio de Jesus a caminhar sobre as águas, tem ”um rico simbolismo” e faz refletir sobre a fé, pessoalmente e em comunidade, porque o barco dos apóstolos ”é a vida de cada um, mas também da Igreja”. E acrescentou: ”este episódio é uma imagem da maravilhosa realidade da Igreja de todos os tempos: um barco ao longo da travessia também enfrenta ventos contrários e tempestades que ameaçam dominá-la”. Na Praça de São Pedro, o pontífice afirmou que o que salva a Igreja é a ”coragem e as qualidades dos seus homens sendo que a fé em Cristo e a sua palavra são garantias contra o naufrágio”.

Cantor Wesley Safadão agora é evangélico, convertido na Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte

/ Religião

Safadão se converteu à religião evangélica. Foto: Instagram

Wesley Safadão agora é Wesley ”Ungidão”. Não, o cantor não trocou o sobrenome artístico. Ele se converteu à religião evangélica. A denominação escolhida foi a Batista, como mostram fotos e um vídeo publicados ontem (3) à noite no perfil do cantor no Instagram. A cerimônia de batismo ocorreu em Sabará, Região Metropolitana de Belo Horizonte, no sítio do Ministério Restaurando Vidas, da Igreja Batista da Lagoinha. A modelo Thyane Dantas, esposa de Wesley, também aderiu à religião. A conversão, aliás, ocorreu no dia do aniversário de casamento do casal, e foi descrita por ambos nas redes sociais como um presente. ”No aniversário do meu Casamento recebemos o maior presente que poderíamos receber: Três dias aprendendo muito sobre Deus e nos firmando cada dia mais como família! Hoje fechamos esses dias com um momento indescritível. Desci às águas declarando minha Fé e Meu amor por Deus! Fui batizado junto do meu amor Thyane Dantas e sabemos que Deus vai completar a obra tão linda que Ele começou em nós”, publicou o artista.

Papa Francisco faz apelo à moderação e ao diálogo entre palestinos e israelense

/ Religião

Papa faz apelo a palestinos e israelenses. Foto: Agência Lusa

O Papa Francisco fez neste domingo (23) um apelo para incentivar a moderação e o diálogo entre palestinos e israelenses em Jerusalém. O apelo líder da Igreja Católica ocorreu pouco mais de uma semana após o atentado na Esplanada das Mesquitas, ocorrido no dia 14, que deixou cinco mortos. Desde o ocorrido, uma onda de violência estourou na região. ”Acompanho com preocupação as graves tensões e violências desses últimos dias em Jerusalém. Sinto a necessidade de expressar um apelo à moderação e ao diálogo. Peço que se unam a mim nas orações para que o Senhor inspire todos para o propósito da reconciliação e da paz”, disse o papa no Vaticano, durante a tradicional celebração do Ângelus. A escalada de violência teve início após a morte de dois dois policiais israelenses na Cidade Velha de Jerusalém. Os agentes foram mortos a tiros por três árabe-israelenses abatidos logo em seguida. O governo de Israel afirmou que as armas utilizadas haviam sido escondidas na Esplanada e fechou o acesso ao local por dois dias. Desde então, as autoridades de Israel aumentaram as medidas de vigilância e irritaram os palestinos que consideram a Esplanada um dos lugares santos de Jerusalém. Foram colocados detectores de metais na entrada e somente homens com mais de 50 anos tiveram o acesso permitido à Esplanada das Mesquitas para as tradicionais orações de sexta-feira. Nos últimos dois dias, quatro palestinos morreram em enfrentamentos com as forças de segurança em Jerusalém Leste e na Cisjordânia, enquanto três israelenses foram assassinados por um palestino durante um jantar.

Após esperar 1h30, Doria insiste, mas Papa Francisco afirma ser difícil vir ao Brasil

/ Religião

João Doria tieta o papa. Foto: Divulgação/Prefeitura SP

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), participou da audiência pública com o papa Francisco realizada na manhã desta quarta-feira (19) no Vaticano. Doria esperou cerca de uma hora e meia para cumprimentar o pontífice e refazer o convite para que Francisco vá ao Brasil em outubro para a celebração dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Em um clima descontraído, que permitiu até risadas do pontífice, Doria pediu que Francisco abençoasse as pessoas mais pobres e humildes do Brasil. O prefeito descreveu o breve encontro como emocionante e disse ser um privilégio poder estar ao lado do papa. ”Papa Francisco foi muito atencioso, não mostrou pressa e me ouviu com calma”, disse. Doria recebeu a imprensa brasileira logo após o encontro com o papa. A coletiva estava marcada para acontecer na sala de imprensa do Vaticano, mas por causa de problemas com credenciamentos de alguns jornalistas, a entrevista foi feita na Praça de São Pedro. O prefeito aproveitou o momento para entregar a Francisco uma cópia do livro ”Genesis”, de Sebastião Salgado, ressaltando a importância do fotógrafo brasileiro. Na sequência, disse que sabia que o papa era um fã da seleção brasileira e ofereceu uma camisa assinada por todos os jogadores e uma bandeira do Brasil. ”Neste momento, pedi a ele que revisasse a sua decisão de não ir ao Brasil em outubro para a celebração da aparição de Nossa Senhora Aparecida, ele disse que era difícil, mas respondi que difícil não é impossível”, afirmou o prefeito. Após o pedido, o prefeito beijou a mão de Francisco e fez algumas fotos.

Primeira igreja gay do Brasil abrirá sede em Salvador até o final de junho deste ano

/ Religião

Igreja Cristã Contemporânea abrirá sede. Foto: Divulgação

A Igreja Cristã Contemporânea, que busca a integração de todas as parcelas da sociedade preconizadas pelas religiões tradicionais e por isso é apelidada de ”Igreja Gay”, abrirá uma sede em Salvador até o final de junho deste ano. A informação foi divulgada pela coluna Me Salte, do jornal Correio*. ”Na contramão de um cenário opressor e um sistema religioso muitas vezes intolerante e alheio às necessidades das minorias (sempre acolhidas pelo Senhor Jesus) o Espírito Santo ergueu a Igreja Cristã Contemporânea como uma resposta a tantos séculos de preconceito”, defende a Igreja em sua página oficial. Os pastores, segundo a coluna, estarão na capital neste sábado (25) em Salvador para celebrar o “Culto da Gratidão – Um ano da Intenção Bahia”, às 19h30, na Associação de Funcionários Públicos do Estado da Bahia, na Rua Carlos Gomes, 85, no 2 de Julho.

Papa Francisco pede para que fiéis carreguem e leiam Bíblia como se fosse um celular

/ Religião

Papa pede que as pessoas leiam a Bíblia. Foto: Reprodução

O papa Francisco pediu neste domingo (5), que as pessoas carreguem e leiam a Bíblia com tanta dedicação quanto o fazem com seus celulares. Falando a peregrinos na Praça São Pedro, na Cidade do Vaticano, sob forte chuva, o papa, de 80 anos, perguntou: ”O que aconteceria se tratássemos a Bíblia como fazemos com nossos celulares?” ”Se nós voltássemos para recuperá-la quando a esquecêssemos? Se a carregássemos conosco sempre, mesmo em uma pequena versão de bolso?”, questionou. ”Se lêssemos as mensagens de Deus na Bíblia como lemos mensagens em nossos celulares?” Francisco considerou a comparação “paradoxal’ e disse que deveria ser uma fonte de reflexão. Para ele, a leitura da Bíblia ajuda as pessoas a resistir às tentações diárias.

Mundo: Papa Francisco faz apelo e pede orações por bebês que podem ser alvo de aborto

/ Religião

Papa pede que se reze pelas crianças. Foto: Reprodução
Papa pede que se reze pelas crianças. Foto: Reprodução
O papa Francisco fez, neste domingo (5), um apelo à defesa da ”cultura da vida”, e pediu que se reze pelas crianças ”ameaçadas pela interrupção da gravidez”. ”Todas as vidas são sagradas, façamos avançar a cultura da vida como resposta à lógica do desperdício e ao declínio demográfico”, disse o papa durante a Jornada Mundial da Vida. ”Rezemos juntos pelas crianças ameaçadas pela interrupção da gravidez e pelas pessoas que se aproximam do final de suas vidas”, acrescentou Francisco durante a tradicional oração do Angelus de domingo na praça de São Pedro, no Vaticano. Desde sua chegado ao Vaticano, o papa expressou em várias ocasiões preocupação com a queda da taxa de natalidade na Europa, particularmente na Itália. Em sua encíclica ”Laudato si”, de junho de 2015, afirmou que ”o crescimento demográfico é plenamente compatível com o desenvolvimento integral e solidário”.  Como seus antecessores, o papa Francisco, fiel à doutrina da Igreja Católica, é um feroz opositor ao aborto. No ano passado, porém, durante o chamado Jubileu da Misericórdia, o pontífice fez um gesto em direção às mulheres que abortaram e se arrependeram, permitindo que os padres as absolvam, algo que até então só os bispos podiam fazer.