Luiz Inácio Lula da Silva é eleito para terceiro mandato e é o novo presidente do Brasil

/ Política

Lula é eleito presidente. Foto: reprodução do site do PT

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito presidente neste domingo (30) ao derrotar no segundo turno o atual presidente Jair Bolsonaro do (PL). A votação de 2022 foi a maior da história do país, em número de votos. É a primeira vez que um presidente não consegue a reeleição na história.

A vitória foi confirmada às 19h57 com 98,86% das das seções apuradas, com Lula chegando a 59.563.912 votos, representando 50,8%. Contra 49,2% de Bolsonaro, que obteve até o momento 57.627.462.

O embate ocorreu após a realização do primeiro turno, onde Lula teve 48,43% dos votos, totalizando 57.259.504 votos válidos. Já Bolsonaro atingiu 43,2% dos votos, com 51.072.345 votos válidos.

O petista conseguiu compor a maior coligação da corrida presidencial. Além do PSB, PV e PC do B (que fecharam uma federação com o PT), o grupo inclui Solidariedade, PSOL, Rede e Avante. Com Geraldo Alckmin (PSB) na vice, Lula teve o maior tempo de TV entre os candidatos – 3 minutos e 16 segundos, além de caixa reforçado para bancar a campanha. No segundo turno, Lula conseguiu o apoio de outras legendas, incluindo o PDT e do MDB, que tiveram candidatos na disputa.

A eleição de 2022 foi a sexta vez disputada por Lula, que é o primeiro candidato de uma federação partidária, modalidade de aliança que consiste na união de duas ou mais partidos. O petista, que foi presidente do Brasil de 2003 a 2011, sucederá Jair Bolsonaro, eleito em 2018. Com informações do Bahia Notícias

Jerônimo Rodrigues é eleito na Bahia e será o primeiro governador indígena do Brasil

/ Política

Jerônimo e Rui em coletiva da Imprensa. Foto: Assessoria

Jerônimo Rodrigues (PT) foi eleito governador da Bahia na noite deste domingo (30), no segundo turno das eleições de 2022, somando 52,54% dos votos válidos contra 47,46% de ACM Neto (União) com 96,39% das urnas apuradas, de acordo com informações divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O petista será o primeiro chefe do executivo estadual autodeclarado indígena da história do Brasil (veja mais aqui).

Com isso, a Bahia irá completar o quinto mandato consecutivo do PT na governadoria. A caminhada começou em 2006, quando Jaques Wagner (2007-2014) superou Paulo Souto (PFL) no primeiro turno das eleições. Jerônimo é o terceiro petista a assumir o cargo, sucedendo Rui Costa (2015-2022).

No primeiro turno, Jerônimo Rodrigues recebeu 4.019.830 votos (49,45%) contra 3.316.711 votos (40,80%) de ACM Neto, números que representam uma diferença de 703.119 votos.

Jerônimo aparecia atrás do ex-prefeito de Salvador nas pesquisas, mas vinha tendo uma curva ascendente nos últimos levantamentos realizados ainda no primeiro turno. O crescimento das candidaturas petistas nas últimas semanas das eleições também ocorreu durante a disputa do pleito de 2006, com vitória de Wagner no primeiro turno, e em 2014, com a eleição de Rui também em primeiro turno.

Natural de Aiquara, na região do Médio Rio de Contas, Jerônimo Rodrigues é professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e também tem passagem na secretaria de Educação do Estado, durante o mandato de Rui Costa. Com informações do site Bahia Notícias

”Neste segundo turno a gente começou atrás, mas está construindo uma virada”, diz ACM em Salvador

/ Política

ACM Neto durante caminhada no Campo Grande. Foto: Assessoria

Uma multidão foi às ruas do Centro de Salvador, nesta sexta-feira (28), para participar de uma caminhada do candidato a governador ACM Neto (União Brasil), com direito a trio elétrico que saiu do Campo Grande até a praça Castro Alves, ao som do Pagodão de Oh Polêmico.

A dois dias da eleição que definirá o segundo turno na Bahia, Neto realizou o seu maior evento na capital baiana, contando inclusive com os que ocorreram no primeiro turno.

”Neste segundo turno a gente começou atrás, mas está construindo uma virada histórica que, se Deus quiser, vai ser confirmada com a vitória no próximo domingo. Chego à reta final com o sentimento de dever cumprido e com o coração muito confiante. Fizemos uma campanha que mexeu com a Bahia. Acho que no domingo vai prevalecer o sentimento e o desejo de mudança do povo baiano.”, disse ACM Neto em entrevista no local.

A dois dias do 2º turno, Eduardo Bolsonaro diz que esta eleição é a mais desigual da história

/ Política

O filho de Jair Bolsonaro foi as redes sociais. Foto: Reprodução

O filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), Eduardo Bolsonaro (PL), foi às redes sociais na manhã desta sexta-feira (28) para levantar suspeitas sobre as eleições presidenciais deste ano. Segundo o parlamentar, o pleito de 2022 é o ”mais desigual da história”.

”Pesquisas manipulam a opinião pública e Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proíbe investigá-las. Rachones (Janones) faz fake news todos os dias e segue impune. Rádios, talvez em conluio com PT, roubam inserções de Jair Bolsonaro. Jovem Pan e Brasil Paralelo censurados”, escreveu Eduardo no Twitter.

Propaganda política do 2º turno das eleições está proibida pelo TSE a partir desta sexta-feira

/ Política

Está proibida, a partir desta sexta-feira (28), a propaganda política mediante reuniões públicas, realização de comícios e uso de aparelhagem de sonorização fixa. A única exceção é para casos de comícios que marcam encerramento da campanha.

A previsão está no Código Eleitoral e em Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.610/2019, artigos 5º e 15, parágrafo 1º. A medida prevê ainda que continuam vedadas tais atividades 24 horas depois do término do pleito. As regras valem para todas as localidades brasileiras onde acontece o segundo turno, conforme publicado pelo Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias.

Segundo o artigo 87 da Resolução TSE nº 23.610/2019, constituem crimes, no dia da eleição, puníveis com detenção de 6 meses a 1 ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de R$ 5.320,50 a R$ 15.961,50, o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata.

Competirá às juízas e aos juízes eleitorais designados pelos Tribunais Regionais Eleitorais, julgar as reclamações sobre a promoção de comícios e tomar providências sobre a distribuição equitativa dos locais aos partidos políticos, às federações e às coligações nos termos do artigo 245, parágrafo 3º, do Código Eleitoral.

Em 20 de outubro, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovaram por unanimidade resolução que proíbe ainda o pagamento de qualquer tipo de publicidade 48h antes das eleições e 24h posteriores à votação.

Pela nova norma, está proibida “a veiculação paga, inclusive por monetização, direta ou indireta, de propaganda eleitoral na internet, em sítio eleitoral, em blog, em sítio interativo ou social, ou em outros meios eletrônicos de comunicação da candidata ou do candidato, ou no sítio do partido, federação ou coligação”, diz os termos da resolução.

Em caso de descumprimento, o TSE determinará às plataformas a imediata remoção da URL, URI ou URN, sob pena de multa de R$ 100 mil a R$ 150 mil por hora, a contar do término da primeira hora após o recebimento da notificação.

A desobediência à decisão também vai configurar realização de gasto ilícito de recursos eleitorais, apto a determinar a desaprovação das contas do candidato. Haverá ainda apuração da responsabilidade penal, do abuso de poder e do uso indevido dos meios de comunicação.

Guanambi: Vice pede exoneração de secretaria, rompe com prefeito e apoio do gestor a Bolsonaro teria provocado racha

/ Política

Nal Azevedo rompe com Nilo Coelho. Foto: Rede social

O vice-prefeito de Guanambi, no Sertão Produtivo, no Sudoeste, Nal Azevedo (União), pediu exoneração da secretaria de governo nesta quinta-feira (27). Segundo o Achei Sudoeste, parceiro do Bahia Notícias, a suspeita é que Azevedo esteja insatisfeito com o prefeito Nilo Coelho (União).

Fontes ouvidas pelo site apontam que a relação entre os dois piorou após o apoio do gestor guanambiense, e ex-governador baiano, ao presidente Jair Bolsonaro (PL), mesmo que a maior votação na cidade no primeiro turno tenha sido obtida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), sendo 64,43% contra 30,73% o placar entre os dois postulantes.

Especula-se também que o vice-prefeito possa migrar para a oposição local após a definição das eleições, que ocorrem neste domingo (30).

Reeleito deputado pelo PT, Euclides Fernandes diz que ”o povo brasileiro já está cheio de Bolsonaro”

/ Política

Euclides discursa durante comício de Jerônimo. Foto: Marcos Frahm

Reeleito pelo PT após um longo período filiado ao PDT, o deputado estadual Euclides Fernandes, que obteve 55.278 dos votos válidos no último dia (02) de outubro parece já ter se tornado militante petista ao adotar discursos ‘ríspidos’ contra Jair Bolsonaro (PL), principal algoz do seu partido.

Ao discursar em Jequié, onde teve 14.731 votos, Euclides disparou contra o presidente. ”Que festa linda, o povo veio para essa praça cantando alegremente e cantando ‘Tá na hora do Jair já ir embora’. É o sentimento do povo brasileiro, que já está cheio de Jair Bolsonaro. O povo quer o retorno de Lula”, disse.

A declaração do parlamentar foi dada em palanque de campanha do candidato a governador Jerônimo Rodrigues (PT), em comício no Largo do Cedil, na noite desta quinta-feira (27).

Ausente em debate, Jerônimo atrai multidão pelas ruas de Jequié após passagem por Guanambi

/ Política

Jerônimo passou por Guanambi antes de Jequié. Foto: Divulgação

Ausente de debate sobre as propostas de campanha na TV Bahia nesta quinta-feira (27), o candidato do PT ao Governo do Estado, Jerônimo Rodrigues, ao lado do governador Rui Costa (PT) e de outras lideranças políticas percorreu as ruas centrais de Jequié, atraindo uma multidão ao ato político que teve início no fim da tarde, com uma caminhada, tendo como ponto de partida a Praça do Viveiro, na Avenida Rio Branco. Antes de Jequié, o candidato teria passado por Guanambi, no Sudoeste.

O evento foi encerrado com comício no Largo do Cedil, no bairro Joaquim Romão. O candidato demonstrou empolgação com a presença do público e de prefeitos do Médio Rio de Contas e Vale do Jiquiriçá e deputados, que lhe recepcionaram, a exemplos dos eleitos com votos em Jequié, Euclides Fernandes (PT), Patrick Lopes (Avante) e Antonio Brito (PSD).

”Ele vai entrar na história”, diz ACM Neto sobre a falta de Jerônimo nos debates do 2º turno

/ Política

ACM critica Jerônimo por ausência. Foto: Fernando Duarte/BN

O candidato ao Governo da Bahia pelo União Brasil, ACM Neto, ao chegar à sede da TV Bahia, onde seria realizado o último debate da corrida pelo segundo turno, na noite desta quinta-feira (27), criticou opositor, Jerônimo Rodrigues (PT), dizendo que ele entra para a história do Estado ao ser o primeiro candidato a faltar todos os debates segunda etapa do pleito.

”Hoje, seria o quarto debate, mas infelizmente não tivemos nenhum pela ausência do candidato Jerônimo Rodrigues. Ele vai entrar na história como o único candidato nesta eleição que está no segundo turno que não foi a nenhum debate. Entretanto, nós vamos ter oportunidade hoje de falar um pouco mais das nossas ideias e das nossas propostas para o futuro do nosso estado. Eu espero que o eleitor analise as minhas palavras e julgue a ausência do candidato Jerônimo”, disse Neto.

Neto ainda pontuou que no primeiro turno chegou a chamar Jerônimo para o confronto direto, só que o mesmo fugiu. ”u só faltei a um debate, que foi o da Bandeirantes. Estava inclusive aqui no último debate do primeiro turno. É bom lembrar que no primeiro turno eu havia o desafiado para que nós tivéssemos um tête-à-tête para confrontar as nossas ideias olhando olho no olho e ele não topou. Eu acho que o eleitor vai julgar isso no próximo domingo. Isso tem um peso muito importante, porque não há nada que justifique a ausência completa dele em todos os debates”, lembrou o candidato.

Com a ausência de Jerônimo Rodrigues, ACM Neto será entrevistado por 30 minutos, a partir das 22h, conforme regras do debate da TV Bahia. Com informações do site Bahia Notícias

Datafolha: Lula vence em Minas Gerais e no Nordeste; SP e RJ dão vantagem a Bolsonaro no Sudeste

/ Política

A vantagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na pesquisa Datafolha publicada nesta quinta-feira (27) é de 5% (veja aqui). De acordo com o levantamento, a diferença é construída principalmente pelo desempenho do petista na região Nordeste, onde ele tem 67% das intenções de voto, contra 28% do atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).

Na região Norte, Lula também está numericamente à frente, com 48% da preferência dos entrevistados, contra 47% de Bolsonaro. Entretanto, considerando a margem de erro de 2%, há um empate técnico entre os candidatos.

Por outro lado, é Bolsonaro quem vence nas regiões Centro-Oeste (53% a 40%) e Sul (58% a 36%). No Sudeste, o atual presidente também aparece na frente, mas com um empate técnico no limite da margem de erro: 48% a 44%.

A pequena vantagem de Bolsonaro na região Sudeste é garantida por São Paulo, onde o atual presidente vence por 49% a 43%, e Rio de Janeiro, reduto político bolsonarista, onde ele tem 51% contra 41% de Lula.

Em Minas Gerais, onde tradicionalmente quem vence também consegue maioria nacional, é Lula quem lidera, com 48% da preferência, contra 43% de Bolsonaro.

O Datafolha entrevistou presencialmente 4.580 eleitores em 252 municípios brasileiros, entre os dias 25 e 27 de outubro. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº BR-04208/2022. Leia no Bahia Notícias

Vitória da Conquista: Prefeita recorre contra decisão de gratuidade de transporte no 2° turno

/ Política

Sheila Lemos (União), recorreu à Justiça. Foto: Reprodução

A prefeita de Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, Sheila Lemos (União), recorreu à Justiça para não liberar o transporte público neste domingo (2), quando ocorre o segundo das eleições na Bahia e no país. O fato ocorreu após a Justiça ordenar que a prefeitura conceda gratuidade no transporte público aos moradores no dia da eleição (ver aqui).

A medida foi determinada pela 2ª Vara Pública de Vitória da Conquista depois de um recurso movido pela Defensoria Pública da Bahia. Segundo o Blog do Anderson, parceiro do Bahia Notícias, a prefeitura alegou nesta quinta-feira (27) que a ordem da Justiça local não pode ser entendida como uma obrigação e disse que a gratuidade vai afetar o orçamento do município, já que a gestão deixaria de arrecadar recursos nos ônibus da cidade.

Em nota, a prefeitura disse ainda que ”sempre demonstrou esforços colaborativos para concretizar o amplo acesso dos cidadãos conquistenses ao processo eleitoral” e que ”já coloca uma grande quantidade de veículos à disposição do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), incluindo ônibus, como foi no 1º turno, além de mais de 100 servidores para diversas funções”, diz trecho da nota.

Pesquisa Genial/Quaest: Em Minas Gerais, Lula tem 53% dos votos válidos e Bolsonaro 47%

/ Política

O ex-presidente Lula (PT) segue com uma vantagem sobre o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) no segundo principal colégio eleitoral do país, Minas Gerais, indica a pesquisa Quaest divulgada nesta quinta-feira (27).

De acordo com o levantamento, realizado de forma presencial e encomendado pela Genial Investimentos, o petista tem 53% das intenções para votos válidos, enquanto o liberal tem 47%.

Os votos válidos são calculados com a exclusão de brancos, nulos e indecisos. Na consulta, a margem de erro considerada é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Quanto aos votos totais, Lula tem 45% das intenções, e Bolsonaro, 40% no cenário estimulado. Indecisos são 8%; voto em branco, nulo ou não pretendem votar, 7%.

Segundo o UOL, a pesquisa Genial/Quaest ouviu 2.200 pessoas entre a segunda e a quarta-feira, portanto após repercussão da prisão do ex-deputado Roberto Jefferson, aliado de Bolsonaro, no domingo. Na ação, Jefferson disparou tiros de fuzil e granadas de efeito moral, ferindo dois agentes da Polícia Federal. Com informações do site Bahia Notícias

Na pesquisa Real Time Big Data, Jerônimo lidera com 53% dos votos válidos; Neto tem 47%

/ Política

Nova pesquisa diz que Jerônimo lidera disputa. Fotomontagem/BMF

Um novo levantamento eleitoral para o governo da Bahia foi divulgado nesta quinta-feira (27) e aponta a manutenção da liderança de Jerônimo Rodrigues, candidato do PT, na disputa com ACM Neto (União).

Na pesquisa Real Time Big Data, o ex-secretário de Educação da Bahia aparece com 53% dos votos válidos e o ex-prefeito de Salvador tem 47%.

O levantamento ouviu 1.200 pessoas, presencialmente, entre os dias 24 e 25 de outubro e está registrado sob o nº TRE-BA BA-03758/2022.

A pesquisa tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos e 95% de nível de confiança. Com informações do site Bahia Notícias

”Esta eleição é entre a democracia e o facismo”, diz o candidato Lula durante participação em live

/ Política

Lula durante uma live com o ator Paulo Vieira. Foto: Reprodução

O candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva disse que a disputa deste ano para o Palácio do Planalto vai ser ”entre a democracia e a barbárie”. ”Esta eleição não é entre dois homens ou dois partidos. Esta eleição é entre a democracia e a barbárie, a democracia ou o fascismo”, disse o ex-presidente, durante uma live com o ator Paulo Vieira.

Após o fim do 2º turno das eleições, Lula disse que não terá uma sociedade bolsonarista ou lulista para administrar. O ex-presidente apontou que, depois do dia 30 de outubro, quer ”harmozinar” o país.

”Qual é o papel do presidente? É harmonizar a sociedade. Terminou as eleições, você não tem bolsonarista, não tem lulista, não tem petista. Terminou as eleições, você tem um país.” Lula afirmou ainda que, se eleito, vai ‘esquecer o processo eleitoral”. ”Não vai ter briga, não vou alimentar o ódio. Quero que os pais voltem a conversar com os filhos”, acrescentou.

Na conversa com Paulo Vieira, Lula respondeu também a questionamentos sobre a composição ministerial de um eventual governo. O ex-presidente disse que a senadora Simone Tebet (MDB-MS) tem capacidade para chefiar “qualquer ministério”. Ele, no entanto, voltou a dizer que prefere esperar a eleição para começar a construir o governo.

”Todo dia me fazem essa pergunta. A Simone é uma mulher de muita qualidade. Ela pode exercer qualquer ministério. Qual é o problema? Eu não conversei com ninguém ainda. Eu tenho muita gente na cabeça, mas eu não conversei porque não quero sentar na cadeira antes de ganhar as eleições”, afirmou.