Ministra Damares propõe ”fábrica de calcinhas” na ilha do Marajó para combater abusos infantis

/ Política

Damares volta a causar polêmica. Foto: Alessandro Dantas

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, voltou a causar polêmica ontem (24), durante apresentação do programa ”Abrace o Marajó”, lançado no arquipélago paraense no último dia 12 para combater a exploração sexual e violência contra crianças, adolescentes, juventude, mulheres e pessoas idosas.

Segundo ela, ”especialistas” relataram ao gabinete do ministério que as meninas da ilha do Marajó são estupradas porque não usam calcinha. Damares propôs a instalação de uma fábrica de calcinhas no local.

”Por que os pais exploram? É por causa da fome? Vamos levar empreendimentos para a ilha do Marajó, vamos atender as necessidades daquele povo. Uns especialistas chegaram a falar para nós aqui no gabinete que as meninas lá são exploradas porque não têm calcinha. Não usam calcinha, são muito pobres. E perguntaram ‘por que o ministério não faz uma campanha para levar calcinhas para lá?’. Nós conseguimos um monte. Mas por que levar calcinha? Essa calcinha vai acabar. Nós temos que levar uma fábrica de calcinhas para a ilha do Marajó, gerar emprego lá, e as calcinhas saírem baratinhas para as meninas”, disse.

 

Prefeito de Eunápolis vira réu por acusação de fazer pagamentos quando estava afastado do cargo

/ Política

Robério se tornou réu em processo. Foto: Blog do Rose Marie

O prefeito de Eunápolis, na Costa do Descobrimento, Robério Oliveira, se tornou réu em um processo que o acusa de despachar na prefeitura mesmo sendo afastado do cargo. A decisão contra Oliveira foi publicada nesta quinta-feira (24) e foi tomada pelo desembargador José Cícero Landin Neto do Tribunal de Justiça da Bahia.

Segundo o Ministério Público do Estado (MP-BA), Robério Oliveira mesmo afastado do cargo estabeleceu pagamento de contratos e fez parcelamento de débitos com a Receita Federal.

O caso em questão se refere a um afastamento ocorrido no final de 2012, quando Oliveira também era chefe do executivo municipal. Segundo o MP, Robério cometeu crime de responsabilidade e fraude em dispensa de licitações. A vice-prefeita à época, Maria Menezes, que também ficou afastada, não responderá como ré nessa ação.  não foi por decisão da Justiça continuou despachando  como gestor. Com informações do Bahia Notícias

Governador Rui Costa autoriza novo concurso para Polícia Militar e Corpo de Bombeiros

/ Política

Rui fez anúncio durante o #PapoCorreria. Foto: Camila Souza

O Governo da Bahia autorizou a realização de novo concurso público para provimento de vagas nos quadros da Polícia Militar da Bahia (PMBA) e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA). O anúncio foi realizado pelo governador Rui Costa na noite desta terça-feira (23), durante o #PapoCorreria, transmitido pelas redes sociais.

 

A autorização, assinada pelo governador no último dia 19, dá início aos trâmites legais para a realização do certame, que prevê duas mil vagas para a Polícia Militar e 500 para o Corpo de Bombeiros. Serão 1 mil policiais e 250 bombeiros com ingresso em 2020 e mais 1 mil policiais e 250 bombeiros com ingresso em 2021.

 

A medida integra as diretrizes da administração estadual para reforço e valorização da segurança pública no estado. O último concurso público para as duas corporações, realizado em 2017, ofertou 2.750 vagas e teve 3.438 candidatos aptos ao término das provas objetiva e discursiva.

Mulher do deputado Sandro Régis ganha cargo na Casa Civil da Prefeitura de Salvador

/ Política

Sandro Regis emplaca a esposa na gestão de ACM. Foto: Metro1

A doceira Polyana Ribeiro Pinheiro Régis, mulher do deputado estadual Sandro Régis, ganhou um cargo na Prefeitura de Salvador. Segundo o site bahia.ba,  Polyana vai assumir a gerência de execução e melhoria do desempenho orçamentário, na Casa Civil.

A nomeação da esposa do parlamentar foi publicada no Diário Oficial, na manhã desta terça-feira (23). A mulher de Sandro poderá conciliar o novo emprego com a produção de brownie. Isso porque a nova funcionária de Neto tem uma lojinha virtual para vender os doces.

Filha de Glauber Rocha critica Bolsonaro: ”Oportunismo político com o nome de meu pai”

/ Política

Paloma Rocha critica presidente Jair Bolsonaro. Foto: Facebook

A filha do cineasta baiano Glauber Rocha, Paloma Rocha, criticou a decisão do presidente Jair Bolsonaro de limitar a participação popular no evento de inauguração do novo aeroporto da cidade de Vitória da Conquista, batizado com o nome do pai. O terminal será inaugurado em cerimônia na manhã de hoje, prevista para as 10h.

”Quero esclarecer que repudio o ato do Presidente Bolsonaro, pois considero um oportunismo político com o uso indevido do nome de meu pai e mais um golpe contra a cultura e o cinema brasileiro que se encontra ameaçado pela censura e pela extinção da Ancine . Esta obra foi idealizada no governo Lula e realizada pelo atual Governo do Estado da Bahia”, publicou Paloma, nas redes sociais, conforme publicou o Metro1.

O terminal foi coberto por tapumes antes da chegada do presidente Jair Bolsonaro, de acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo. A limitação da participação popular também foi criticada pelo governador Rui Costa, que decidiu cancelar a participação no evento de inauguração, assim como a filha de Glauber Rocha.

O aeroporto de Conquista recebeu o total de R$ 106 milhões em investimentos, dos quais R$ 75 milhões foramoriundos do governo federal e R$ 31 milhões da administração estadual

”Eu amo o Nordeste” diz Bolsonaro ao inaugurar aeroporto em Vitória da Conquista

/ Política

Jair diz que ama o Nordeste após críticas. Foto: Alan Santos

Em sua segunda viagem ao Nordeste desde que tomou posse, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (23) que ama a região, ao inaugurar o Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano.

Na última sexta-feira (19), em conversa informal gravada com o ministro Onyx Lorenzoni, o chefe do Palácio do Planalto afirmou que ”daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão”.

”Eu amo o Nordeste, afinal de contas, a minha filha tem em suas veias sangue de cabra da peste. Cabra da peste de Crateús, o nosso estado aqui, mais pra cima, o nosso Ceará. Quem é nordestino aqui levanta o braço. Quem concorda com o presidente Jair Bolsonaro levanta o braço. Estamos juntos ou não estamos?”, discursou Bolsonaro nesta terça.

”Não estou em Vitória da Conquista, não estou na Bahia, nem no Nordeste. Estou no Brasil. Não há divisão entre nós: [divisão por] sexo, raça, cor, religião ou região. Somos um só povo com um só objetivo: colocar esse grande país em um lugar de destaque que merece”, acrescentou. Com informações do G1.

Para Rui Costa, atitude do presidente Bolsonaro ”estimula o preconceito, racismo, violência”

/ Política

Rui diz que Bolsonaro age com grosserias. Foto: Manu Dias

Após desistir de comparecer à inauguração do novo aeroporto de Vitória da Conquista, o governador Rui Costa (PT) fez uma série de críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). Para ele, o evento se transformou em uma convenção político-partidária, sem a participação popular. ”Eu tomei a decisão em função das grosserias sucessivas do governo federal. No exercício do cargo de governador, não gosto de confundir minhas posições políticas, ideológicas e partidárias com o cargo”, declarou em entrevista ao site da Época.

À coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, ele disse ainda que ”não esperava na vida ver um presidente falar tanta baixaria”. A atitude e as declarações do petista são consequência da repercussão de um vídeo, feito na última sexta-feira (19), em que o capitão diz que ”daqueles governadores de Paraíba, o pior é o do Maranhão”. ”Paraíba” é a forma pejorativa com que se referem aos nordestinos no Rio de Janeiro.

Bolsonaro negou que tenha sido preconceituoso na declaração, mas continuou a ser criticado não apenas por seus opositores, mas por diversos eleitores e personalidades. ”E como um presidente brinca com o tamanho da cabeça de um ministro para dizer que ele pode ser do Nordeste?”, lembrou Rui, em referência a uma transmissão ao vivo feita por Bolsonaro. Na ocasião, ele perguntou ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, se ele tinha ”parente pau-de-arara”. ”Com essa cabeça aí, tu não nega, não”, declarou o presidente aos risos.

Ao falar desse episódio, em entrevista à Época, Rui o classificou como ”completamente desrespeitoso”. No entendimento do governador, atitudes como essa fogem ao padrão de comportamento esperado de um presidente da República. ”Estimula o preconceito, racismo, violência. Temos muitos exemplos de violência contra a mulher. Não é à toa que a violência contra a mulher no Brasil nos últimos seis meses só fez crescer. Enquanto a violência geral diminuiu, a contra a mulher está crescendo. As demonstrações explícitas de racismo estão crescendo. O próprio presidente vai liderando essas manifestações preconceituosas, racistas, violentas. É um negócio inadmissível”, rechaçou.

 

”Lamentamos que o governador não está aqui”, diz Bolsonaro durante inauguração em Conquista

/ Política

Bolsonaro durante discurso em Conquista. Foto: Alan Santos

Rodeado de apoiadores em Vitória da Conquista, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que lamenta a ausência do governador Rui Costa (PT) no evento de inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, na manhã desta terça-feira (23). O Palácio do Planalto limitou o número de convidados do governo do estado a apenas 100 convites de um total de 600 e, após diversas discussões, o petista desistiu de participar do evento.

”Nós lamentamos que o governador não está aqui, afinal de contas, ele deveria estar ao lado do seu povo”, declarou Bolsonaro, provocando risos no público, segundo o site Bahia Notícias. ”E nós não temos qualquer preconceito, não queremos dividir o país. Não aceitamos, obviamente, quererem impor a nós o comunismo ou o socialismo. Não admitimos mudar a cor da nossa bandeira”, acrescenta, sendo endossado por gritos de ”a nossa bandeira jamais será vermelha”.

As declarações do presidente ocorrem após ele ter recebido diversas críticas por chamar de ”paraíbas” os governadores do Nordeste. Embora seja o nome de um dos estados da região, o termo é a forma pejorativa com que se referem aos nordestinos no Rio de Janeiro, estado de origem de Bolsonaro. Diante da repercussão negativa da fala, o capitão negou que tenha agido com preconceito.

”Lá na frente você ocupará a honrosa cadeira que eu ocupo”, diz Bolsonaro a ACM Neto

/ Política

Com ausência de Rui, ACM foi a Conquista. Foto: Alan Santos

Ao discursar na inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, nesta terça-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não poupou elogios ao prefeito ACM Neto (DEM). Embora seja gestor da capital baiana, o democrata viajou até Vitória da Conquista para prestigiar o evento.

”Eu conheci o velho ACM no final dos anos 80, quando era vereador do Rio de Janeiro”, lembra o capitão, em referência ao ex-senador. ”Conheci um homem forte, combatível, leal e extremamente preocupado para com seu povo. Deixou ele, na segunda e na próxima geração, bons frutos. Lá na frente, se Deus quiser, você ocupará, um dia, a honrosa cadeira que eu ocupo”, admitiu o desejo ao prefeito.

Além de atuar como chefe do Executivo municipal de Salvador, Neto é presidente nacional do Democratas, partido que tem três ministérios no governo de Bolsonaro. Mas sua participação no evento também se deve ao fato de que a emenda que deu origem à obra foi apresentada por seu pai, o então senador ACM Jr., a pedido do próprio Neto, que na época era deputado federal. As informações são do Bahia Notícias

Prefeito baiano critica Bolsonaro por não convidar gestores da região para inauguração em Conquista

/ Política

Prefeito da cidade de Belo Campo, Quinho. Foto: Blog do Anderson

Prefeito de Belo Campo, Quinho (PSD) reclamou de não ter sido chamado para a inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, nesta terça-feira (23). Ele concedeu entrevista ao Blog do Anderson. Ele também bradou sobre outros prefeitos da região não terem sido chamados.

”Infelizmente é lamentável os prefeitos da região não foram convidados para a solenidade, haja vista essa celeuma com o Governo do Estado de até proibir o pouso da aeronave com o governador e deputados, com as lideranças, e nossos prefeitos aqui da região, principalmente do Sudoeste, não terem a oportunidade de participar da inauguração dessa grande, talvez uma das maiores obras da história aqui da nossa região. É lamentável, nós só temos a lamentar”, afirmou Quinho, que é também presidente do Consórcio Interfederativo Público de Saúde da Região de Vitória da Conquista e Itapetinga e membro da União dos Municípios do Estado da Bahia (UPB), ainda não foi chamado.

Segundo o site, as credenciais prometidas pelo prefeito conquistense, Herzem Gusmão (MDB), não chegaram aos convidados.  Na inauguração, estarão presentes o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). O governador Rui Costa (PT) desistiu de ir ao evento

Bolsonaro amplia nº de convidados e escala rivais de Rui Costa para discursar em Conquista

/ Política

Jair Bolsonará visita Conquista amanhã. Foto: Alan Santos

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) decidiu aumentar o número de convidados para a inauguração do novo aeroporto de Vitória da Conquista nesta terça-feira (23), e escalou rivais do governador Rui Costa (PT) para discursar no evento.

De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, o Planalto decidiu aumentar o número de convidados de 300 pessoas para 600. Já a cota do governador petista subiu apenas de 70 para 100 nomes. Diante disto, Rui Costa cogita não ir ao evento.  Ainda segundo a publicação, o presidente Jair Bolsonaro pretende usar o ato na Bahia para virar o jogo em território inimigo após críticas aos nordestinos.

Morre em Salvador Grinaldo Andrade Nunes, ex-prefeito de Itatim e Santa Teresinha

/ Política

Morre Grinaldo Andrade Nunes, o Guima. Foto: Reprodução

O ex-prefeito de Itatim, Grinaldo Andrade Nunes, o Guima, tradicional liderança política daquele município faleceu aos 74 anos neste domingo (21/07), em Salvador, onde estava internado desde o último dia (15), após ser acometido por problemas de saúde.

Grinaldo exerceu o cargo de gestor de Itatim por dois mandatos consecutivos – 2001 a 2004 e 2005 a 2008. Antes, ele também avia sido prefeito da cidade vizinha de Santa Teresinha – 1993 a 1998.

Em nota pública, o atual chefe do Executivo de Itatim, Gilmar Nogueira (PSD) lamentou a morte do político e decretou luto oficial de três dias no município. O velório ocorre na tarde desta segunda-feira, no cemitério local.

Rui Costa cogita não ir à inauguração do aeroporto de Conquista para evitar ”hostilidade”

/ Política

Rui ainda não definiu sobre participação. Foto: Alberto Coutinho

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), cogita não ir à inauguração do aeroporto de Virória da Conquista para evitar ser ”hostilizado”, segundo publicou o site Bahia Notícias. O evento, que terá a presença do presidente Jair Bolsonaro (PSL), está previsto para acontecer nesta terça-feira (23).

De acordo com a cúpula do Palácio de Ondina, o petista baiano vai esperar uma ”sinalização” do governo Bolsonaro e a decisão sobre a presença ou não do governador só deve acontecer nesta segunda-feira (22).

Governistas dizem que esperam um ”evento republicano e administrativo” mas, segundo eles, o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), estaria preparando um ”ato político” contra Rui. Segundo governistas, o emedebista mandou retirar outdoors da gestão petista sobre o novo aeroporto.

Mais cedo, o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Rosemberg Pinto (PT), tinha defendido que o chefe do Palácio de Ondina não fosse para a inauguração. O deputado petista contou que dos 300 convidados, Rui só poderia chamar 70 pessoas. Os demais convites seriam distribuidos entre bolsonaristas para, segundo ele, ”vaiar” o governador

Resposta de Bolsonaro a repórter causa polêmica: ”Se eu te chamar de feia agora, acabou o mundo”

/ Política

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) causou polêmica ao dar uma resposta controversa para a repórter do jornal Valor Econômico, Isadora Peron. No Twitter, a jornalista relatou um diálogo que teve com o chefe do Palácio do Planalto nesta semana.

”Perguntei ao presidente Jair Bolsonaro se a polêmica com o Nordeste não poderia atrapalhar a votação da Previdência, já que a bancada nordestina é forte”, inicia Isadora. ”Ouvi isso aqui: ‘Pelo amor de Deus, né. Se eu te chamar de feia agora, acabou o mundo. Todas as mulheres vão estar contra mim”, completa.

O relato de Isadora repercutiu na rede social. A repórter ganhou solidariedade de colegas de trabalho. ”Minha solidariedade, Isadora. Mas por favor, diga quem é aquele ao seu lado que diz que é nordestino e que não tem nada contra o presidente. Ou melhor, me diga que ele não é um jornalista que perdeu a oportunidade de se mostrar solidário a uma colega atacada com tamanha baixeza”, escreveu Carla Vilhena, ex-âncora da TV Globo. Isabela respondeu: ”Era um apoiador. Sempre ficam vários na porta do Alvorada”.

A postagem da repórter também foi curtida pelos jornalistas Marcelo Lins e Míriam Leitão, do Grupo Globo, e Rita Lisauskas, do jornal O Estado de São Paulo.