Pesquisa Ibope: Wagner lidera disputa pelo Senado com 34%; Irmão Lázaro é o segundo

/ Política

Jaques Wagner tem 34% das intenções de voto. Foto: Divulgação

O ex-governador Jaques Wagner (PT) lidera a disputa para o Senado na Bahia, de acordo com uma nova pesquisa publicada pelo Ibope nesta quinta-feira (22). O petista tem 34% das intenções de voto. Em segundo lugar na disputa aparece o candidato ao Senado pela oposição, Irmão Lázaro (PSC), com 23%. A terceira colocação é ocupada pelo deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB) com 14%. O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Angelo Coronel (PSD), é opção para 7% dos eleitores. Logo atrás aparecem os candidatos Jorge Viana (MDB), 6%, Fábio Nogueira (PSOL), 5%, Marcos Maurício (DC), 5%, Comandante Rangel (PSL), 4%, e Francisco José (Rede), 3%. Os candidatos Adroaldo dos Santos (PCO) e Celsinho Cotrim (PRTB) aparecem com 1%. Votos brancos e nulos são 25% para a primeira cadeira baiana para o Senado e 35% para a segunda vaga. Cerca de 36% dos baianos ainda não sabem em quem vão votar para a Câmera Alta. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e tem nível de confiança de 95%. O Ibope ouviu 1.008 eleitores de 58 municípios entre os dias 19 e 21 deste mês. O levantamento foi protocolado no TRE com o registro BA-03534/2018. Do Bahia Notícias

Rui Costa lidera corrida pelo governo e tem 50% das intenções de voto, aponta pesquisa Ibope

/ Política

Ibope diz que Rui Costa lidera pesquisa. Foto: Diego Mascarenhas

O governador Rui Costa lidera a corrida pelo governo do estado neste ano. De acordo com pesquisa do Ibope encomendada pela TV Bahia e divulgada nesta quarta-feira (22), ele tem 50% das intenções de voto. O segundo colocado na pesquisa é Zé Ronaldo (8%), seguido por João Henrique (PRTB) (3%), Marcos Mendes (2%). Este foi o primeiro levantamento apresentado após a oficialização das candidaturas. Votos brancos e nulos somam 22%, enquanto 12% não sabem ou não responderam. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e tem nível de confiança de 95%. O Ibope ouviu 1.008 eleitores de 58 municípios entre os dias 19 e 21 deste mês. O levantamento foi protocolado no TRE com o registro BA-03534/2018.

Pesquisa Datafolha diz que 51% dos nordestinos não sabem quem é Fernando Haddad

/ Política

Haddad deve substituir Lula nas eleições. Foto: Divulgação

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (22) mostra que 51% dos nordestinos não sabem quem é Fernando Haddad (PT), candidato a vice-presidente na chapa de Lula e que deve assumir a majoritária caso o ex-presidente tenha sua situação de inelegibilidade confirmada pela Justiça Eleitoral. O petista iniciou um périplo pelo Nordeste nesta terça-feira (21) na Bahia.O  estudo também mostra que o nível de desconhecimento do eleitorado com o ex-prefeito de São Paulo é maior no Norte: 54%. De acordo com publicação da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, os dados também indicam que 29% do eleitorado do Nordeste conhece Haddad, mas somente ”ouvir falar”. No cenário nacional, aponta o estudo, 52% dos eleitores não sabem quem Lula vai apoiar.

Real Time Big Data: Pesquisa aponta vitória de Rui em 1º turno; Zé Ronaldo aparece com 18%

/ Política

Rui Costa lidera disputa pelo governo do estado. Foto: Manu Dias

O governador Rui Costa (PT) aparece na liderança das intenções de voto e venceria as eleições em primeiro turno, caso o pleito acontecesse nesta quarta-feira (22). É o que mostra a pesquisa feita pelo instituto Real Time Big Data, encomendada pela Record TV Itapoan, divulgada nesta quarta. No levantamento espontâneo, quando nenhum nome de candidato é citado, Rui tem 34% dos votos. Em seguida, Zé Ronaldo (DEM) possui 10%. Já os candidatos Célia Sacramento (Rede), Marcos Mendes (PSOL), João Henrique (PRTB), João Santana (MDB) e Orlando Andrade (PCO), somados, alcançam apenas 1%. Indecisos, são 44%.  Já na pesquisa estimulada, quando os candidatos são mencionados, o atual governador baiano apresenta larga vantagem em relação a Zé Ronaldo, o segundo colocado. Rui tem 51%, enquanto Ronaldo registra 18%. João Henrique (PRTB), em terceiro, apresenta 1%. Brancos e nulos somam 10%, e indecisos, 18%. Outros candidatos não chegaram a pontuar. No caso de Zé Ronaldo, é a primeira vez que ele aparece com dois dígitos em um levantamento sobre intenções de voto, tanto na espontânea quanto na estimulada. A pesquisa ouviu 1.200 eleitores entre 16 e 17 de agosto. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA-05201/2018. Do Bahia Notícias

Jaques Wagner lidera disputa pelo Senado, mostra pesquisa; Lázaro aparece em segundo

/ Política

Jaques Wagner lidera intenções de voto na Bahia. Foto: Divulgação

O ex-governador Jaques Wagner (PT) lidera a disputa para o Senado na Bahia. Em segundo lugar na disputa aparece Irmão Lázaro (PSC). Os resultados são da pesquisa Real Time Big Data, encomendada pela Record TV Itapoan e divulgada na manhã desta quinta-feira (22). Segundo o levantamento, Wagner tem 36% das intenções de voto, enquanto o deputado federal Irmão Lázaro (PSC), surge com 15%. O deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB) fica com 10% das intenções de voto, empatado com Angelo Coronel (PSD), que também teve a mesma porcentagem. Comandante Rangel (PSL) ficou com 1%. Somados, os candidatos Adroaldo dos Santos (PCO), Celsinho Cotrim (PRTB), Fábio Nogueira (PSOL), Francisco José (Rede), Jorge Vianna (MDB) e Marcos Maurício (DC) ficaram com 1%. Nulos e brancos somaram 14%, e indecisos registraram 13%. A pesquisa ouviu 1.200 eleitores entre 16 e 17 de agosto, em 38 municípios baianos. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA-05201/2018. As informações são do Bahia Notícias

Plano B do PT, Fernando Haddad visita Salvador e vive ”dia de Lula” no bairro da Liberdade

/ Política

Haddad vive dia de Lula na Liberdade com Rui. Foto: Divulgação

Saudado com gritos de ‘olê, olê, olê, olá, Lulá, Lulá’ ao chegar à Senzala do Barro Preto, na Liberdade, em Salvador, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad experimentou nesta terça-feira (21) uma recepção ao estilo do que o PT costumava preparar para o ex-presidente na Bahia. O assédio na casa do Ilê Ayiê ao provável candidato a presidente do partido foi tanto que o governador Rui Costa (PT) chegou a esperar por alguns minutos a saída de Haddad da sede do bloco afro para iniciar a caminhada pelo bairro da Liberdade. O empurra-empurra na saída foi tanto que até os mais acostumados sentiram o aperto. A reportagem flagrou o momento em que, irritada, a ex-primeira-dama Fátima Mendonça reclamou: ”Calma, p*. Que gente mal educada”. Com a chegada da chuva, o ritmo diminuiu um pouco. A todo momento Haddad fazia o ‘L’ com as mãos e puxava gritos de ‘Lula livre’ e semelhantes. Da Liberdade ele segue para a produtora Macaco Gordo, onde participará de gravação de programa eleitoral de Rui Costa, no bairro Pernambués, em Salvador. Presente à caminhada, o deputado federal Davidson Magalhães, presidente do PCdoB baiano, comentou a ausência da provável vice de Haddad, a deputada estadual do Rio Grande do Sul Manuela D’Ávila (PCdoB). O comunista disse concordar com a estratégia de separar a dupla no atual estágio da campanha, para alcançar mais estados. Nesta terça, Manuela estava na Assembleia Legislativa de seu estado.

Zé Ronaldo minimiza distância que tem adotado em relação a Alckmin: ”’Não tenho nada contra”

/ Política

Ronaldo volta a criticar gestão de Rui Costa. Foto: Divulgação

O candidato da oposição ao governo do Estado, Zé Ronaldo (DEM), minimizou, em entrevista à Rádio Itapoan, nesta terça-feira (21), a distância que tem adotado em relação ao ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB). Durante o debate da Band, diferentemente de outros candidatos, ele não chegou a citar o tucano. ”Ao longo da minha vida, aprendi a fazer a minha luta. Desde os 12 anos de idade, quando comecei a trabalhar. Sempre defendi a democracia, sempre respondi a opinião do contrário”, disse o democrata. Apesar do tucano também estar ”sumido” do material publicitário de campanha do ex-prefeito de Feira de Santana, ele  sustenta que o nome de Alckmin é citado em discursos de reuniões. ”Não tenho nada contra, mas tem pessoas que votam comigo que votam em outro candidato”, completou. Zé Ronaldo também disse que têm subido de tom contra o governador Rui Costa (PT), com uma postura mais combativa em relação ao petista, por conta do discurso adotado pela propaganda do petista. ”É impossível ficar com tranquilidade toda quando o governador fala como se a gente tivesse em outro mundo. Eu estou mostrando aos baianos que o que mais vimos nesse tempo de governo foi propaganda”, afirmou, voltando a falar sobre a suposta ”fila da morte” da regulação da saúde. O ex-prefeito de Feira também acredita que, apesar de o grupo oposicionista acabar desmembrado na chapa proporcional, a questão foi superada. ”Hoje vamos eleger mais deputados até que antes. As coligações que foram formadas tem possibilidade de eleger mais candidatos do que antes”, acredita.

Esquema de fraude no transporte escolar na cidade de Alagoinhas começou em 2009, diz PF

/ Política

O registro mais antigo do esquema de fraude no transporte escolar investigado pela Operação Offerus, deflagrada nesta terça-feira (21), é de 2009, em Alagoinhas. De acordo com a investigação da Polícia Federal, o contrato fraudulento começou no mesmo ano e já trazia registro de pagamento de propina para servidores públicos envolvidos. De acordo com a delegada Luciana Caires, não existe a comprovação de pagamento de propina diretamente para o ex-prefeito Paulo Cézar (PRP), mas para pessoas muito próximas a ele. A ”mesada” seria de cerca de R$ 50 mil, com origem no superfaturamento médio de R$ 300 mil por mês. “Esse dinheiro ia pagar para pessoas próximas, por exemplo, esposas de secretários municipais, mães de secretários municipais, enfim, parente nesse nível de proximidade”, afirmou a delegada. Entre os beneficiários da propina estaria a esposa de um ex-secretário de Educação de Alagoinhas, que teria recebido R$ 586 mil entre 2009 e 2010. Além de Alagoinhas, fraudes foram detectadas antes de 2017 em Casa Nova. A Operação Offerus teve alvos também nos municípios de Casa Nova, Conde, Ipirá, Jequié e Pilão Arcado. Em Ipirá e Pilão Arcado, os atuais prefeitos Marcelo Brandão (DEM) e Afonso Mangueira (PP), respectivamente, foram afastados dos cargos por 10 dias. Em Jequié, a licitação fraudulenta foi barrada após um termo de ajustamento de conduta entre a prefeitura e o Ministério Público da Bahia (MP-BA) As informações do Bahia Notícias

Jaguaquara: Cacá Leão faz balanço de ações e diz que destinou R$ 30 milhões de emendas para o município

/ Política

Cacá Leão relata emendas para Jaguaquara. Foto: Divulgação

O deputado federal e candidato à reeleição Cacá Leão (PP), por meio de sua assessoria, enviou nota pública ao Blog Marcos Frahm relatando balanço de suas ao longo do seu mandato parlamentar, destacando emendas destinadas ao município de Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, um de seus principais redutos eleitorais no interior baiano, onde é votado com o apoio do prefeito Giuliano Martinelli (PP). Cacá afirma que destinou para o município mais de R$ 30 milhões em emendas para a Saúde, Educação, Esporte e Infraestrutura. ”Somente para a educação foram destinados mais de R$ 15 milhões na construção do Instituto Federal Baiano, grande sonho do povo de Jaguaquara, além da construção da cobertura da quadra da Escola Everaldo Souza Santos e a construção de mais duas quadras poliesportivas. Para o planejamento urbano, requalificação da Praça JJ Seabra e pavimentação e drenagem de ruas dos bairros Casca, S. Jorge, Palmeira e povoado Lagoa Nova foram mais de R$ 11 milhões. E mais R$ 1 milhão para recuperação de estradas vicinais”, diz a nota. Na saúde, conforme o balanço, ”foram mais de R$ 3,3 milhões para aquisição de equipamentos, materiais e custeio, além da aquisição de duas ambulâncias, três gabinetes odontológicos, um veiculo para a vigilância sanitária e apoio a manutenção das unidades de saúde”. Intervenções no Estádio Municipal são citadas na área do Esporte. ”Foram indicados 390 mil para a modernização da infraestrutura esportiva do estádio e para a aquisição de equipamentos para academia ao ar livre no bairro São Jorge”. Cacá Leão finaliza afirmando que está honrando a confiança do eleitorado. ”E junto com o prefeito Juliano Martinelli muito ainda será feito pelo povo de Jaguaquara honrando a confiança que foi depositada”. O deputado foi o mais votado da história política do município, obtendo quase R$ 10 mil votos nas eleições de 2014.

Vice de Lula e plano B do PT, Fernando Haddad se reúne em Salvador com lideranças políticas

/ Política

Haddad é recebido por Rui Costa. Foto: Diego Mascarenhas

O candidato a vice-presidente na chapa de Lula, Fernando Haddad (PT), chegou a Salvador na manhã desta terça-feira (21) para uma agenda ao lado do governador Rui Costa (PT), candidato à reeleição. Apesar de ser alçado ao posto de vice, Haddad deve ser o plano B do PT, uma vez que Lula foi condenado em segunda instância na Lava Jato, o que o torna inelegível com base na Lei da Ficha Limpa. O primeiro compromisso de Haddad na capital baiana é uma reunião com as lideranças políticas e movimentos sociais no Hotel Fiesta, no bairro do Itaigara. O encontro é fechado para a imprensa.Também participam do encontro, os também candidatos a vice-governador da Bahia, João Leão, e a senador, Jaques Wagner e Angelo Coronel. Pela tarde, às 16h, Haddad, Rui e a chapa majoritária da Coligação Mais Trabalho Por Toda a Bahia participam da ”Grande Caminhada da Liberdade”, também em Salvador. A concentração será às 15h30 na Senzala do Barro Preto, no bairro da Liberdade.

”Seguindo orientação do PSB”, Marcelo Nilo exclui Ângelo Coronel de suas peças de campanha

/ Política

PSB de Nilo segue na birra com Ângelo Coronel. Foto: Divulgação

Candidato a deputado federal pelo PSB, da senadora Lídice da Mata, o deputado estadual Marcelo Nilo disse ao site bahia.ba que não incluiu seu sucessor na presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel (PSD), em suas peças de campanha porque está ”seguindo as orientações do partido”. Em panfleto virtual distribuído por WhatsApp, Nilo tem sua imagem associada apenas à de Jaques Wagner (PT) e Rui Costa (PT). ”O partido decidiu que só votaremos em Rui para governador e Wagner para senador. Não ficou decidido que apoiaremos outro nome para senador. Eu sigo meu partido”. O deputado admitiu, contudo, que o PSB não proíbe nenhum de seus quadros de declarar apoio a Coronel. ”Ninguém está proibido de apoiar o candidato (do PSD)”. O movimento de ‘rebeldia’ do PSB começou com o presidente do partido em Salvador, Waldemar Oliveira, que declarou voto em Celsinho Cotrim, candidato ao Senado pelo PRTB.

Bolsonaro é o presidenciável com a maior taxa de rejeição entre os candidatos, com 37%

/ Política

Bolsonaro é o candidato com a maior rejeição. Foto: Reprodução/Globo

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) é o presidenciável com a maior taxa de rejeição entre os postulantes ao Planalto neste ano, mostra pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada nesta segunda-feira, 20. Entre os eleitores entrevistados no levantamento, 37% dizem que não votariam em Bolsonaro ”de jeito nenhum”. A segunda maior rejeição é a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que está preso em Curitiba após condenação no âmbito da Operação Lava Jato. À pesquisa, 30% dos entrevistados afirmaram que não votariam no petista. O candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, é o terceiro mais rejeitado, com 25%, empatado tecnicamente com Marina Silva (Rede), que tem 23%. Na pesquisa, 21% dos eleitores afastam a possibilidade de votar em Ciro Gomes (PDT). Considerando a margem de erro, de dois pontos porcentuais, a rejeição do candidato do PDT é tecnicamente igual aos índices de Alckmin e Marina. O candidato a vice-presidente na chapa de Lula e possível substituto do ex-presidente na disputa, Fernando Haddad, tem 16% de rejeição na pesquisa. Henrique Meirelles (MDB) tem 13%. Alvaro Dias (Pode) e Eymael (DC) têm 11%. As menores rejeições na pesquisa ficam para João Amoêdo (Novo) e Vera Lúcia (PSTU), com 10% de eleitores afirmando que não escolheriam esses candidatos. O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios de 17 a 19 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, considerando um intervalo de confiança de 95%. O levantamento está registrado no TSE sob o número BR-01665/2018. Apesar de Lula estar preso e condenado em segunda instância, um terço do eleitorado diz acreditar que ele será o próximo presidente da República. A pesquisa mostra que, para 30%, dos entrevistados Lula ganhará a eleição. Na sequência, 27% dos eleitores dizem esperar que Jair Bolsonaro (PSL) seja o próximo presidente, independentemente da intenção de voto dos entrevistados. Considerando a margem de erro da pesquisa, de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, Lula e Bolsonaro estão tecnicamente empatados no palpite dos eleitores. No mesmo cenário, 6% dos eleitores acreditam que o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin (PSDB), será o próximo presidente. Esse índice é de 3% no caso de Ciro Gomes (PDT) e de 2% nos casos de Fernando Haddad (PT) e Marina Silva (Rede). Para 1% do eleitorado, João Amoêdo (Novo) será o próximo a comandar o Planalto. Os demais candidatos à Presidência não pontuaram nesse cenário.

Pesquisa Ibope: Lula tem 37% e poderia liquidar a fatura das eleições no primeiro turno

/ Política

Lula segue ma preferência dos eleitores. Foto: Ricardo Stuckert

O candidato do PT à presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, lidera mais uma pesquisa de intenção de votos divulgada nesta segunda-feira (20). Com números parecidos com a pesquisa CNT/MDA divulgada pela manhã de ontem, o petista aparece com 37% na pesquisa Ibope/Estado de S. Paulo/TV Globo divulga no início da noite.No cenário com o ex-presidente, Jair Bolsonro (PSL) continua na vice-liderança estagnado com 18%, seguido por Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB). Quando Lula não é citado como candidato, Bolsonaro assume a liderança, mas o número de brancos, nulos e indecisos sobe de 22% para 38%.

Cenário com Lula

Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 37%
Jair Bolsonaro (PSL): 18%
Marina Silva (Rede): 6%
Ciro Gomes (PDT): 5%
Geraldo Alckmin (PSDB): 5%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
Eymael (DC): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Henrique Meirelles (MDB): 1%
João Amoêdo (Novo): 1%
Cabo Daciolo (Avante): 0
Vera (PSTU): 0
João Goulart Filho (PPL): 0
Branco/nulos: 16%
Não sabe/não respondeu: 6%

Cenário sem Lula

Jair Bolsonaro (PSL): 20%
Marina Silva (Rede): 12%
Ciro Gomes (PDT): 9%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Fernando Haddad (PT): 4%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
Eymael (DC): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Henrique Meirelles (MDB): 1%
João Amoêdo (Novo): 1%
Cabo Daciolo (Avante): 1%
Vera (PSTU): 1%
João Goulart Filho (PPL): 1%
Branco/nulos: 29%
Não sabe/não respondeu: 9%

Oposição pede impugnação da candidatura de Quitéria por na desincompatibilização da FLEM

/ Política

Quitéria é candidata a deputada federal. Foto: Reprodução

A coligação ”Unidos Para Mudar a Bahia” (DEM/PRB/PV/PSDB) solicitou à Justiça Eleitoral da Bahia, com ação endereçada ao juiz Freddy Pitta Lima, a impugnação do registro de candidatura de Maria Quitéria, ex-prefeita de Cardeal da Silva, ex-presidente da UPB e da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM). Quitéria será candidata a deputada federal pela coligação ”Time do Trabalho por Todos os Baianos” (PROS/AVANTE). Na ação, a coligação reclamante alega: “conforme é fato público e notório, além das provas carreadas aos autos, que a impugnada exerceu sim dentro dos últimos 6 (seis) meses anterior ao pleito de 07.10.2018 cargo de Presidente com status de Dirigente de Entidade da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM), o que a torna inelegível ao cargo pleiteado. Veja, Excelência, que não é verdadeira a informação contida no RRC da candidata impugnada de que ”não ocupou nos últimos 6 meses cargo em comissão ou função comissionada na administração pública”. Ainda de acordo com a ação, matérias publicadas nos meios de comunicação baiano confirmam que a Quitéria ”não apresentou seu pedido de desincompatibilização antes do prazo de 6 (seis) meses anteriores a data da eleição, consoante determina o art. 1º, II, i, c/c VI da LC nº 69/90”. Diante do fato, a coligação opositora requer que “a) Seja determinada a citação da impugnada para, querendo e/ou podendo, apresente defesa no molde do art. 4º, da LC nº 64/90, sob pena dos efeitos processuais da revelia; b) Seja oficiado a FLEM – Fundação Luís Eduardo Magalhães no endereço: Edifício Empresarial Amaralina – R. Visc. deItaborahy, 845 – Amaralina, Salvador – BA, 01255-000, a qual pertenceu a impugnada, através do seu setor competente, para prestar as seguintes informações e documentos no prazo de 24 horas, sobre os convênios, contratos, acordos e demais negócios jurídicos realizados entre a referida fundação e os entes públicos, notadamente o Estado da Bahia, os Municípios baianos e a União, no período dos últimos 10 anos(art. 5º, § 2°, LC 64/90); c) Seja determinada a oitiva do Ministério Público Eleitoral como fiscal da lei; d) Ao final, no mérito, requer seja JULGADA TOTALMENTE PROCEDENTE A IMPUGNAÇÃO, para se INDEFERIR O PEDIDO DE REGISTRO DE CANDIDATURA em tela. Com informações do Bocão News