Em defesa no TSE, apresentador Luciano Huck diz que não será candidato na eleição deste ano

/ Política

Luciano desiste de candidatura a presidente. Foto: Reprodução

De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o apresentador abordou o assunto ao pedir à Corte o arquivamento de representação movida pelo PT após sua aparição no ”Domingão do Faustão”, em janeiro. ”Luciano Huck em instante algum apresentou-se como candidato, não pediu voto a quem quer que seja e reitera, como dito anteriormente, que não será candidato no pleito de 2018”, garantem seus defensores.

Em evento com ACM Neto, Leão provoca prefeito da capital e critica saúde em Salvador

/ Política

João Leão fala da Saúde pública na capital. Fotomontagem BMF

Uma semana após dizer na imprensa que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), não tem nomes para compor uma chapa para a disputa do Governo da Bahia em outubro o vice-governador do Estado, o secretário estadual de Planejamento, João Leão (PP), voltou a alfinetar o demista. Segundo o site Bahia.ba, durante evento com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (6), na sede da UPB. Leão pediu ao ministro que ajude Salvador na área da saúde e cutucou o rival político. ”Precisamos chegar a 100% das unidades de saúde básica de Salvador. Como precisamos no Estado, aumentar o número de hospitais regionais […] Nós precisamos realmente fazer um trabalho na saúde sem olhar o lado político, gente. Política é política. Saúde é saúde. Neto, não precisamos só de [recursos] na saúde não, precisamos na educação, na infraestrutura. Precisamos de ações do governo federal”, afirmou. Apesar do embaraço, o gestor municipal, após a fala do pepista, amenizou. ”Não vi [provocação]. Nem prestei atenção”, disse, ao bahia.ba.

Deputado Antonio Brito é homenageado com honraria pela Câmara de Vereadores de Poções

/ Política

Antonio Brito e o ex-prefeito de Poções, Luciano. Foto: Divulgação

A Câmara Municipal de Poções concedeu, em sessão realizada nesta segunda-feira (5), a Medalha Antonio Edvaldo Mascarenhas ao deputado federal Antonio Brito (PSD-BA). A homenagem foi proposta pelo presidente da Câmara de Vereadores, Davi Soares, e aprovada por unanimidade pelos edis. A motivação da honraria foi pelos relevantes serviços à população poçoense, sobretudo na área da Saúde, com o apoio constante à Santa Casa de Poções/Hospital São Lucas. O deputado, que foi recepcionado pelo prefeito Leandro Mascarenhas e seu irmão, o ex-prefeito Luciano, já indicou cerca de R$ 2 milhões em emendas parlamentares ao município. A solenidade marcou a reinauguração da sede da Câmara, que foi totalmente modernizada.

Gravação mostra a deputada Cristiane Brasil cobrando votos de servidores públicos

/ Política

Cristiane não conseguiu tomar posse. Foto: Agência Câmara

A deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) ainda não conseguiu tomar posse no Ministério do Trabalho por conta de ações movidas contra ela na Justiça do Trabalho. O Fantástico teve acesso ao áudio de uma reunião convocada por Cristiane, em 2014. Naquela época, ela estava licenciada da Câmara dos Vereadores para comandar a secretaria e tentava se eleger deputada federal pelo PTB, o mesmo partido do pai, Roberto Jefferson. Cerca de cinquenta servidores públicos e prestadores de serviço da pasta foram chamados para o encontro com Cristiane. Na gravação, a secretária cobra empenho da equipe para caçar votos. ”Bom dia! Aqui não é uma reunião tensa. É apenas pra gente situar vocês de coisas que não estão no dia a dia de vocês e que vocês precisam entender pra ajudar a gente. Se eu perder a eleição de deputada federal…Eu preciso de setenta mil votos. Eu fiz quase trinta (mil votos). Agora são setenta mil. No dia seguinte, eu perco a secretaria. No outro dia, vocês perdem o emprego. Só tem importância na política quem tem mandato. Só tem mandato quem tem voto. Só tem voto quem tem pessoas como vocês que estão na ponta ajudando a gente pedir e propagar o voto. Do contrário, não funciona”, disse a deputada. Segundo o Fantástico, a autenticidade do áudio foi comprovada por um perito. ”Não foi identificado nada na perícia, na análise técnica, qualquer tipo de corte ou edição nele. A voz de fato é da Cristiane Brasil”, avaliou o perito Wanderson Castilho em entrevista ao Fantástico. No áudio, Cristiane ainda dá dicas de como abordar os eleitores: ”Eu preciso de uma coisa que está na mão de vocês agora, que é a credibilidade junto ao idoso, é a amizade que eles têm com vocês. É o carinho que eles têm com vocês no dia a dia. Se cada um no âmbito familiar me trouxer 30 fidelizados…’pô, tu é minha mãe. Se tu não votar nela, eu perco o emprego’. Olha que poder de convencimento essa frase tem! Pro marido: ‘Meu querido, vai querer pagar minhas calcinhas? Então me ajude!’. Se amanhã vocês ficarem desempregados, como é que vai ser a vida de vocês? Vai ficar um pouquinho mais complicado, não é?” O Fantástico ouviu três pessoas que participaram da reunião. Elas não quiseram gravar entrevista, mas confirmaram a pressão de Cristiane por votos.

Por eleição, aliados tentam reunir Alckmin e Temer; adesão incluiria o PSDB e o DEM na Bahia

/ Política

Amigos em comum tentam unir Temer e Alckmin. Foto: Estadão

Amigos em comum do presidente Michel Temer e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, querem promover um encontro entre os dois para verificar se é possível algum tipo de acerto do MDB com o PSDB na campanha eleitoral. Aliados do Palácio do Planalto estão preocupados com o mau desempenho das candidaturas de centro e têm cada vez mais receio do lançamento de outsiders na política, como o apresentador de TV Luciano Huck. O Planalto se surpreendeu com a estagnação de Alckmin na pesquisa do Datafolha, feita após a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pelo Tribunal Regional Eleitoral da 4.ª Região a 12 anos e 1 mês de prisão. Pré-candidato do PSDB à Presidência, Alckmin tem de 6% a 11% das preferências nas pesquisas de intenção de voto. O problema é que a expectativa de crescimento de outros postulantes de partidos da base aliada, como o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), continua muito baixa. Além disso, a persistente impopularidade de Temer dificulta o seu desejo de concorrer a um novo mandato. Pesquisas que chegaram ao Planalto associam a fragilidade de Alckmin até mesmo aos escândalos protagonizados pelo senador Aécio Neves (MG), ex-presidente do PSDB. Na mira da Lava Jato, Aécio chegou a ser afastado do mandato, no ano passado, mas o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o Judiciário pode afastar parlamentar, mas a decisão passa pelo crivo do Legislativo. O Senado acabou devolvendo o mandato para Aécio. O governador paulista também é alvo de investigações. No Palácio dos Bandeirantes, porém, auxiliares de Alckmin dizem que a aliança do PSDB com o MDB de Temer foi tóxica para o tucano e está contaminando sua campanha. Alckmin tenta agora fisgar partidos que hoje estão na coalizão governista, como o DEM. Seu plano é ter um vice do partido, como o atual ministro da Educação, Mendonça Filho, e apoiar a reeleição de Maia ao comando da Câmara, em 2019. O pacote também incluiria a adesão do PSDB a palanques do DEM em outros Estados, como Rio e Bahia. As informações são do Estadão

”Tem gente que age mais como dirigente partidário do que como representante do Judiciário”, diz Lula

/ Política

Lula na missa de 1 anos da morte de Marisa Foto: Nelson Almeida

A missa de um ano do falecimento da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva foi realizada na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo. Muito emocionado, o ex-presidente participou da missa acompanhado de seus filhos, familiares, amigos e militantes do Partido dos Trabalhadores. Em seu sermão, o bispo Dom Angélico falou de política. ”Vivemos agora sob um golpe parlamentarista. Digam o que quiser, esta é a verdade, e foi feito para atender aos interesses econômicos de grandes empresários, grandes bancos”, disse o sacerdote. ”A Marisa Letícia foi envolvida em uma verdadeira conspiração e sua saúde não resistiu”.  Ao final do evento, sob aplausos e gritos de ”olê, olê, olá, Lula, Lula”, o ex-presidente afirmou que vai lutar para recuperar o País politicamente e a ”autoestima do povo”. “Hoje não se governa, se destrói patrimônio, não se pensa em soberania, mas em vender patrimônio público”. Disse ainda que os trabalhadores que tiveram aumento nos salários e melhoria em suas vidas estão perdendo o que foi conquistado durante seu mandato. ”Espero que meu tempo de vida ainda seja longo, se eu chegar aos 90 anos, com a vontade e energia que eu estou, eu serei um contribuinte para a recuperação democrática desse País, para que pessoas mais simples e pobres tenham vez novamente”. Após a missa, o ex-presidente agradeceu a disposição das pessoas que compareceram à celebração. Chorando, saudou os metalúrgicos e o sindicato pelo comprometimento e por ceder o espaço para a missa. ”Tem muito a ver a história da Marisa e a minha com esse sindicato. Foi em 1973 que nos conhecemos e casamos em 1974”, afirmou Lula. ”Marisa foi companheira em todos os momentos, foi uma lutadora”. Com informações do Estadão

Neto nega conversa com PP na Bahia, mas admite contato com Cacá Leão para ”aliança nacional”

/ Política

ACM ler mensagem na Câmara de Salvador. Foto: Divulgação/CMS

Ao dizer que “não precisa” pedir ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, para intermediar uma possível aliança com o PP, o prefeito ACM Neto (DEM) admitiu que mantém conversas com o partido, que integra a base de apoio do governador Rui Costa (PT). No entanto, ele nega que o contato, que inclui o deputado e filho do vice-governador João Leão, trate inicialmente de articulações para a eleição estadual. ”Eu quero repetir o que eu venho dizendo, até porque é a expressão mais fiel da verdade. Não existe nenhuma conversa para eleições na Bahia com o PP, nesse momento. A gente tem conversa com o PP para uma possibilidade de aliança nacional, com Ciro Nogueira, com o próprio Cacá Leão, mas nada que, neste momento, envolva a Bahia. Eu estou muito tranquilo porque, nesse momento, eu tenho que pensar primeiro na decisão que eu vou tomar, de deixar ou não a prefeitura, de ser ou não candidato. Depois daí, caso eu decida ser candidato, é que eu vou procurar os partidos. Então, tudo tem o seu tempo. Não tem porque ter afobamento”, disse Neto, ao ser indagado pelo site Metro1, nesta sexta-feira (2), após a leitura da mensagem do Executivo municipal na abertura dos trabalhos na Câmara de Vereadores de Salvador. Sobre a sua decisão de disputar ou não o Palácio de Ondina, o democrata garantiu que ”tudo vai ser decidido antes do mês de março”.

Para ACM Neto, candidatura de Lula está inviabilizada após condenação; vão ter que buscar outro nome

/ Política

ACM Neto aposta que Lula não será candidato. Foto: Gilberto Júnior

O prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que, embora seja cedo para fazer prognósticos em relação ao pleito de outubro, a candidatura do ex-presidente Lula ficou inviabilizada após o petista ter sido condenado em segunda instância no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). ”Me parece que vai se formando um consenso de que o ex-presidente Lula não poderá de fato ser candidato e o PT vai ter que buscar um caminho para substituí-lo”, disse o democrata na manhã desta quinta-feira (1º), em entrevista ao BNews. ”Acho que o jogo está apenas comentando. É muito cedo para você fazer um prognóstico definitivo sobre como vai ficar o quadro eleitoral”, ponderou Neto. As declarações foram dadas durante cerimônia de posse da nova Mesa Diretora do TJ-BA (biênio 2018-2020), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. As informações são do Bocão News

Lula soma cinco eleições para se declarar o político mais votado na história da humanidade

/ Política

Votação de Lula em 5 eleições é somada. Foto: Ricardo Stuckert

O Instituto Lula somou a votação obtida em cinco eleições disputadas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para afirmar que o petista é mais votado da história da humanidade. O site lula.com.br divulgou, nesta quinta-feira (1º), um levantamento para mostrar que Lula foi mais votado que o ex-presidente americano Barack Obama. A iniciativa foi inspirada em um discurso feito por Lula durante ato em defesa de sua candidatura, no qual o petista afirmou talvez ter sido mais votado da história. Para chegar ao cálculo de 136,4 milhões de votos, o instituto levou em conta a votação obtida nos primeiros turnos, de 1989 a 2006. O site apresenta um quadro com uma ilustração na qual mãos seguram uma medalha e as fotos dos políticos e suas respectivas votações. No ranking, Vladimir Putin é o terceiro colocado, seguido de Franklin Roosevelt.O metalúrgico de São Bernardo também entrou para a história do Brasil e das urnas em 1986, quando foi eleito o deputado constituinte mais votado do país, com mais de 651 mil votos, exalta o texto.

Governo Temer é avaliado como ”ruim” ou ”péssimo” por 70% dos brasileiros, diz pesquisa Datafolha

/ Política

Michel Temer é rejeitado pela grande maioria. Foto: Alan Santos

O governo Michel Temer é considerado ruim ou péssimo por 70% da população brasileira, de acordo com pesquisa Datafolha realizada entre os dias 29 e 30 deste mês. O percentual se manteve estável, reduzindo apenas 1 ponto percentual em relação ao último levantamento, feito em novembro. A mudança está dentro da margem de erro. Apenas 6% dos brasileiros consideraram a administração como boa ou ótima – 1 ponto percentual a mais do que o registrado na última pesquisa. Entre os entrevistados, 22% classificaram a gestão como regular. A reprovação do presidente vinha aumentando desde o início do seu governo e chegou a seu ápice em setembro passado, quando bateu 73% (era 31% em julho de 2016). Em novembro, a rejeição diminuiu em dois pontos percentuais, dentro da margem de erro, portanto.

Candidato de ACM Neto, Rodrigo Maia aparece com 1% dos votos em pesquisa do Datafolha

/ Política

ACM Neto defende candidatura de Rodrigo Maia. Foto: Valter Pontes

Candidato do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), a presidente da República, o chefe da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), apareceu com 1% dos votos no único cenário em que foi incluído, com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no páreo, segundo o levantamento do Datafolha. Maia condiciona sua candidatura ao sucesso da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados e ao aumento de seu desempenho nas sondagens eleitorais. Até aqui, ACM Neto tem sido o principal fiador da candidatura do aliado. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), que disputa com Maia o posto de candidato do governo, também tem 1% das intenções de votos.

Datafolha: Mesmo com condenação, Lula mantém entre 34% e 37% das intenções de voto

/ Política

Lula venceria Alckmin, Marina e Bolsonaro. Foto: Ricardo Stuckert

Após ter a condenação confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve os índices de intenção de voto na corrida presidencial que tinha em dezembro, segundo pesquisa do Instituto Datafolha divulgada na madrugada desta quarta-feira (31), pela Folha de S.Paulo. O petista lidera os cinco cenários em que é incluído, com entre 34% e 37% da preferência do eleitorado – mesma faixa do levantamento de dezembro. O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) vem em segundo lugar, com 15% a 18% das intenções de voto – no mês passado, o parlamentar tinha entre 17% e 18%.  A pesquisa foi feita na segunda-feira (29), e na terça-feira, 30 – após, portanto, o julgamento no TRF-4, que ocorreu na quarta-feira, 24, e que pode tirar Lula da disputa por causa da Lei da Ficha Limpa. Nos cinco cenários que incluem Lula, o terceiro lugar apresenta empate técnico. Na primeira simulação, Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) têm 7% e Joaquim Barbosa (sem partido), 5%. No segundo cenário, Alckmin e Ciro mantêm os 7%, e Alvaro Dias (Podemos) tem 4%. Na terceira simulação, Marina Silva (Rede) aparece com 8% e Luciano Huck (sem partido) tem 6% – mesmo porcentual de Alckmin e Ciro. Numa quarta hipótese, Marina tem 10%, Ciro, 7%, Dias, 4%, e João Doria (PSDB), 4%.Um quinto cenário apresenta Marina com 7%, Alckmin e Ciro com 6%, Huck com 5%, Barbosa e Dias com 3% – neste caso, o presidente Michel Temer, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ficam com 1% cada. No segundo turno, Lula venceria Alckmin (49% a 30%) e Marina (47% a 32%) e Bolsonaro (49% a 32%).

No dia do aniversário, ACM recebe homenagem da namorada: Felicidades, meu amor”

/ Política

Natália Oliveira Galofaro parabeniza ACM Neto. Foto: Instagram

Comemorando 39 anos, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) está tendo uma sexta-feira de homenagens. Pela manhã, ele participou de uma missa na igreja do Bonfim acompanhado de alguns aliados. Em seguida, o democrata inaugurou um centro educacional no Subúrbio da capital baiana. Mas, uma das homenagens que talvez tenha marcado mais o prefeito de Salvador tenha vindo da namorada, Natália Oliveira Galofaro. Naty, como é chamada nas redes, fez questão de declarar o amor pelo amado e escreveu: ”Dia dele! Só consigo desejar que você continue assim, sendo a pessoa que eu mais admiro, sendo essa pessoa do bem, que respeita à todos, que faz de tudo para ver quem vc ama feliz. Sendo assim… de um jeito tão natural seu, tão transparente.. que faz com que qualquer pessoa q te conheça, te ame. Sendo assim… tão inteligente, honesto e dedicado. Sendo assim.. essa pessoa que quero ter por perto o tempo todo. Que Deus te dê principalmente saúde nesse novo ciclo para vc continuar fazendo com intensidade o que te impulsiona. Felicidades meu amor, sempre vou torcer por vc @acmnetooficial”

”Há fortes relações”, diz Bruno Reis sobre aproximação de ACM Neto com PP de Cacá

/ Política

Araújo, Azi, Neto, Leão e Aleluia | Foto: Reprodução / WhatsApp

Diante da aproximação de representantes do PP e do PR com o núcleo do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), Bruno Reis (PMDB), vice-prefeito da capital, diz que ainda é cedo para firmar alianças políticas. Para o vice-prefeito, visto como articulador da possível campanha de Neto ao governo do Estado, antes de fechar coligações é necessário que haja uma definição de candidatura. ”Mas, se você me perguntar se há fortes relações, relações históricas do passado e que permaneceram mesmo quando nós estivemos em campos opostos, e que hoje as relações estão muito próximas, eu tenho que dizer que sim, porque é verdade”, ressaltou em entrevista ao site Bahia Notícias. A declaração foi feita em meio à inauguração da Unidade de Saúde da Família (USF) – Recanto da Lagoa II, que aconteceu na manhã de quinta-feira (25), no bairro de Fazenda Coutos. No último fim de semana, o prefeito prestigiou o aniversário do deputado federal Paulo Azi (DEM), junto com os deputados José Carlos Aleluia (DEM), Cacá Leão (PP) e José Carlos Araújo, presidente do PR na Bahia. Como os dois últimos ainda compõem a base aliada do governador Rui Costa (PT), o encontro serviu para alimentar as especulações de que as siglas podem mudar de lado na eleição estadual de 2018. Para aliados de Rui, inclusive no interior, não será novidade a possível migração de Cacá, filho do vice-governador João Leão para o grupo da oposição, em face ao posicionamento de Cacá na Câmara Federal, onde tornou-se defensor das propostas do Governo Temer. A reforma da previdência, por exemplo, mesmo rejeitada por 71% dos brasileiros, deverá ter o voto do filho de Leão no Congresso.