Rui Costa diz que o governo Bolsonaro tem ”atrapalhado muito” a vacinação no Brasil

/ Política

Rui Costa ataca o Governo Bolsonaro. Foto: Divulgação/Assessoria

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), voltou a subir o tom contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em relação a demora para o início da campanha de vacinação contra o novo coronavírus no Brasil. Em discurso no município de Presidente Tancredo Neves, no sul do estado, Rui chamou o governo federal de ”incompetente”.

”Infelizmente, o governo federal atrapalhou e continua atrapalhando muito para resolver essa questão da vacina no Brasil. Vários países do mundo e da América do Sul já estão vacinando. […] E o Brasil, por conta da incapacidade, da incompetência do governo federal, ainda não começou a vacinar”, afirmou o petista.

O chefe do Executivo estadual ainda contou que a estimativa é iniciar a vacinação contra a Covid-19 na Bahia dentro de um prazo máximo de 30 dias. ”Já estamos preparados. Conseguimos fazer a aquisição das seringas e dos refrigeradores. Só estamos esperando a liberação da vacina para iniciar a imunização”, afirmou Rui, destacando que a prioridade serão os profissionais das áreas de saúde e da segurança, além dos mais vulneráveis, como os idosos.

Em dezembro, o governo do estado comprou 19,8 milhões de seringas e agulhas. Ainda como parte do processo de preparação para vacinação, já foi concluída a licitação para compra de até 100 ultrarrefrigeradores capazes de armazenar vacinas a temperaturas inferiores a -70ºc.

Em Irajuba, Sampaio voltou ao poder emplacando irmão, sobrinha, cunhada e primos em secretarias

/ Política

Sampaio de blusa marrom, com Ronaldo Carletto. Foto: Rede social

De acordo com a atual legislação brasileira, empregar parentes na estrutura da Administração Pública sem concurso público é considerada uma prática de nepotismo, corroborando com o aumento da renda familiar.

 Contudo, a 13ª Súmula Vinculante do Supremo Tribunal Federal (STF), que versa sobre o nepotismo, proibindo a contratação de parentes de até terceiro grau em cargos de confiança, nas três esferas dos três poderes, exclui os cargos de caráter político e alguns gestores aproveitam essa brecha para emplacar familiares em cargos no primeiro escalão, onde não há impedimento legal, apesar de ser imoral.

É o caso de Antônio Sampaio (PP), eleito em 2020 prefeito de Irajuba, depois de um período de quatro anos, e irá governar o município pela quarta vez.

Conforme publicação do Diário Oficial, Sampaio nomeou, para o exercício de diferentes funções na gestão, pessoas com grau de parentesco para compor a equipe.

Para ocupar a Secretaria de Obras, por exemplo, foi nomeado o irmão do gestor, João Oliveira Sampaio; a sobrinha de Sampaio, Débora da Silva Oliveira Sampaio vai comandar a Secretaria de Administração; a cunha do prefeito, Ana Flávia de Oliveira Coelho assume a Secretaria de Assistência Social; Antônio Figueiredo da Silva, primo, foi nomeado para ser motorista do gabinete do Município; outro primo, Carlos Jorge Souza Barbosa responderá pelo Departamento Jurídico e Patrimonial; além de outras pessoas com laços sanguíneos com a família Sampaio que irão representar a máquina pública, segundo constam em decretos publicados no Diário Oficial.

 

Segundo Bruno Reis, Salvador deve receber vacina da Johnson: ”Estamos em conversas avançadas”

/ Política

Novo gestor fala sobre vacina na capital. Foto: Valter Pontes/Secom

O prefeito Bruno Reis (DEM) confirmou nesta terça-feira (5), durante evento no Stiep, em Salvador, que as conversas para adquirir a vacina contra a Covid-19 para a capital baiana estão avançadas.

Segundo o gestor municipal, é possível que Salvador receba a vacina Covid-19 Ad26COVS2.S, da farmacêutica Janssen-Cilag (divisão da Johnson & Johnson), que na avaliação do democrata é a melhor no mercado.

”Para a gente não importa a nacionalidade da vacina, o que importa é o reconhecimento os órgãos de fiscalização e que ela tenha eficácia. Estamos em conversas avançadas com a Johnson, na minha opinião é a melhor vacina que tem, por ter mais de 98% de eficácia”.

Para Bruno, além da eficácia, a vacina apresentar 98% de eficácia, outros fatores estão sendo determinantes na escolha da Ad26VOCS2.S. O prefeito afirmou que a farmacêutica ficou impressionada com o plano de imunização proposto pela capital.

”Ela é dose única, então facilita muito a logística. Segundo, ela pode ser armazenada na temperatura de -2 a -8º, todas as unidades nossas tem condições de armazenar a vacina. A Johnson está dizendo que não tem interesse comercial na vacina, tem interesse social”.

Apesar do avanço com a Johnson, a capital baiana mantém contato com outras farmacêuticas, no entanto, o prazo de entrega e a quantidade de vacinas vem dificultando a compra.

”Estamos conversando com a Moderna, a Sputnik, a da Oxford, o que dificulta esse processo de aquisição é a quantidade de doses. A Moderna dizia que tinha interesse em fazer a venda de 6 milhões de doses. Salvador não tem condições financeiras de comprar 6 milhões de doses. O maior dificultador (sic) é o prazo de entrega. A Moderna só tinha condições de entregar em outubro, não resolve o nosso problema”, disse Bruno, segundo o site bahia.ba.

Prefeito de Jacobina reduz 92% do próprio salário em primeiro decreto da gestão

/ Política

Prefeito Tiago Dias foi para prefeitura de bike. Foto: Rede social

O prefeito de Jacobina-BA, Tiago Dias (PC do B), reduziu em 92% o próprio salário, por meio de decreto oficial, no primeiro dia de gestão. O valor será repassado para instituições de cunho social como Construindo o Amanhã, Casa de Rebeca, Lar do Idoso Cruzada do Bem, APAE e Fazendinha.

O primeiro decreto oficial da nova gestão municipal foi assinado por Tiago Dias durante visita às instalações do projeto Construindo o Amanhã, nesta segunda-feira (4). O prefeito disse, ainda, que espera o mesmo dos secretários municipais.

Outro fato curioso é que o gestor foi de bicicleta para a prefeitura no primeiro dia de mandato. O ex-prefeito doou a caminhonete do gabinete para a Guarda Municipal, então o atual prefeito decidiu colocar a bicicleta como ”transporte oficial”.

Filha de Fernandinho Beira-Mar assume mandato de vereadora no Rio de Janeiro

/ Política

Fernanda assumiu após titular ir para secretaria. Foto: Record

A dentista Fernanda Isabel da Costa (MDB), filha do traficante de drogas Fernandinho Beira-Mar, assumiu o mandato de vereadora na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (04). Fernanda é a primeira suplente do MDB e assumiu a cadeira depois do titular Sandro Lélis (MDB) ser nomeado como secretário de Serviços Públicos.

Na eleição do ano passado, a vereadora obteve 3.999 votos. Há quatro anos, quando também concorreu ao cargo, Fernanda recebeu 3.098 votos, mas não foi eleita. Em 2016, quando concorreu pelo PP, atual Progressistas, a dentista disse possuir R$ 140 mil em bens. Já em 2020, em declaração à Justiça eleitoral ela afirmou que não possui nenhum bem.

A campanha eleitoral de Fernanda Costa arrecadou R$ 110.759. Deste valor, R$ 100 mil (90,29%) foram custeados pelo partido.

Deputados assumem cargos após eleição de Zé Cocá em Jequié e Jânio Natal em Porto Seguro

/ Política

As eleições municipais de 2020 – finalizadas em novembro – reconfiguram as cadeiras da Assembleia Legislativa a partir de janeiro de 2021. Dos dez deputados estaduais que postularam cargo majoritário em cidades baianas, dois deles tiveram êxito nas urnas e, por conseguinte, suas vagas serão preenchidas pela suplência na coligação que disputou votos em 2018. São eles Zé Cocá (PP), que venceu a disputa em Jequié, e Jânio Natal (PL), que será mais uma vez prefeito de Porto Seguro, onde governou de 2005 a 2008.

Assumem uma cadeira no Legislativo baiano Bira Corôa (PT) e Pastor Ubaldino (PSD), da coligação que reuniu os seguintes partidos no último pleito: PT / PMB / PSD / PR / PDT / PODE / PRP / PP / PSB / Avante. Corôa obteve 43.743 votos e Ubaldino, 42.721. Ambos já exerceram três mandatos na Casa, com atuação destacada nas três últimas legislaturas: 16ª (2007-2011), 17ª (2011-2015) e 18ª (2015-2019).

Excetuando Fabíola Mansur (PSB), que foi candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada pelo PT na capital baiana, os outros parlamentares concorreram a prefeito: Hilton Coelho (Psol) e Olívia Santana (PC do B) disputaram a Prefeitura de Salvador; Eduardo Alencar (PSD), Simões Filho; José de Arimateia (Republicanos), Feira de Santana; Mirela Macedo (PSD), Lauro de Freitas; Osni Cardoso (PT), Serrinha; e Zé Raimundo (PT), Vitória da Conquista.

Segundo estatística divulgada pelo TSE, a Bahia tem 10.893.320 eleitores aptos. Pouco mais de 800 mil eleitores – a maioria de cidades que finalizaram a revisão após as eleições 2018 – não realizaram a revisão biométrica com a Justiça Eleitoral. Porém, puderam votar normalmente, já que houve a suspensão dos efeitos do cancelamento, por conta da pandemia do coronavírus.

Eleições em Jequié

Em Jequié, o progressista Zé Cocá, 44 anos, foi eleito com 38,29%, totalizando 30.301 votos. Ex-prefeito de Lafaiete Coutinho por dois mandatos (2009-2012 e 2013-2016), o deputado reuniu uma composição com PP / PT / PSDB / Podemos / DEM / PV, que conquistou a preferência na disputa que envolveu mais cinco candidatos. Segundo o TSE, o colégio de 112.141 eleitores teve um comparecimento de 88.678 votantes (81,45%); não foram às urnas 20.197 eleitores (18,55%). A apuração registrou 89,24% de votos válidos, 2,78% de votos em branco e 7,98% de nulos. A campanha de Cocá recebeu do Fundo Partidário R$ 275,2 mil (R$ 163,2 mil do PP e R$ 112 mil do DEM), além de doações de pessoas físicas que totalizaram R$ 10 mil.

O pepista se despediu do Legislativo estadual durante sessão virtual extraordinária ocorrida no dia 28 de dezembro, quando recebeu o apoio de diversos colegas da ALBA. ”Tive o prazer de construir muitos amigos. Saio dessa Casa maior do que entrei. Foi uma das grandes experiências de vida que eu tive. Tenho o orgulho de dizer que onde fui, fiz minha parte: nas comissões, no plenário. Volto para Jequié com a sensação de dever cumprido nessa Casa”, afirmou. Ainda em seu discurso, dirigiu agradecimentos aos deputados pela acolhida no Parlamento, bem como a sua equipe do gabinete. ”Agradeço principalmente a todo o povo da Bahia, em especial aos quase 60 mil eleitores que depositaram o voto de confiança em mim”, disse.

Prefeito de Lagedo toma posse de chapéu de couro e diz que uso do acessório é resposta a adversários

/ Política

Marquinhos foi empossado prefeito e Flávio vice. Foto: Divulgação

O novo prefeito de Lagedo do Tabocal, Marquinhos Sena do PP, de 39 anos, tomou posse para o cargo na última sexta-feira (1º), em cerimônia realizada na Câmara de Vereadores e chegou para o ato fazendo uso de um chapéu de couro.

Questionado pelo Blog Marcos Frahm sobre o uso inusitado do acessório em uma Casa Legislativa o prefeito recém empossado justificou afirmando que seria uma resposta aos adversários, que durante o período eleitoral diziam que, ele, então candidato, era um vaqueiro e que só sabia cuidar de gado e não poderia ser gestor. ”Isso é uma resposta a uma crítica de que vaqueiro só sabia cuidar de gado. Não é uma forma de negar que cuidei de gado, mas de mostrar que isso não me envergonharia e não é por ter sido vaqueiro que eu não sei cuidar de gente”, explicou Marquinhos, que já exerceu cargo de vereador em Lagedo, tendo sido inclusive presidente da Câmara.

No Município com 6.480 eleitores aptos a votar no último pleito, Marquinhos foi eleito com 52,33% dos votos. Foram 2.505 votos no total. Ele derrotou o ex-secretário da ex-prefeita Mariane Fagundes (PSD), Dedê Capos (PSD), que ficou em segundo lugar com 24,59% dos votos e o ex-prefeito Adalício Almeida (PSB), que uniu-se ao então presidente da Câmara para formar chapa e obteve 23,08% dos votos. O vice-prefeito eleito e empossado com Marquinhos é Flávio Dias, também do PP, de 42 anos.

Itiruçu: Prefeita nomeia ex-adversário Paulinho para o cargo de secretário e mantém parentes nas secretarias

/ Política

Lorena faz pouca alteração no secretariado. Foto: Blog Marcos Frahm

Empossada para o segundo mandato na Prefeitura de Itiruçu, a prefeita Lorena Di Gregório (PSD) não promoveu grandes mudanças no quadro de secretários municipais. Segundo o Blog Itiruçu Online, Lorena manteve a grande maioria dos membros do alto escalão, inclusive pessoas com laços sanguíneos com ela, conforme informou o portal local.

A tia da prefeita, Loredana Di Gregório, continua na Secretaria de Finanças, e o cunhado, Antônio Leal Rodrigues da Silva Júnior permanece na Secretaria de Serviços Gerais. Na Secretaria de Assistência Social foi nomeada Rita de Cássia Conceição de Moura, que responde também pela pasta da Administração.

Na Saúde, foi mantida Ida Ribeiro Di Girolamo Umburanas e Ana Paula Santos Oliveira vai continuar a comandar a pasta da Educação, além de Alexandre Maimone mantido na Secretaria de Obras, Ubiratan Silva na Secretaria de Transporte, Robson Mauro, que fica na chefia de Gabinete e Ederval Jorge foi nomeado para o cargo de Procurador.

 A novidade fica por conta do ingresso do ex-vereador e crítico da gestão de Lorena no mandato anterior, Paulo Ézio, que não disputou à reeleição na Câmara e assume a Secretaria de Agricultura de Itiruçu. Paulinho é considerado político habilidoso e já ocupou cargos à época em que os adversários de Lorena, os ex-prefeitos Wagner Novaes e Ailton Cezarino exerceram mandatos de chefe do Executivo e também foi vice-prefeito de 2008 a 2012, quando Carlinhos do PT governou o Município.

Infectado pelo coronavírus, prefeito do PSD tomou posse em cidade baiana dentro de um carro

/ Política

Fábio Gusmão foi empossado gestor de Itarantim. Foto: Reprodução

A cerimônia de posse do prefeito eleito da cidade de Itarantim, Fábio Gusmão (PSD), aconteceu dentro de um carro e de forma rápida.

Segundo o site Políticos do Sul da Bahia, Gusmão está infectado com o coronavírus. Ele está em isolamento, tem sintomas leves e deverá receber alta na próxima semana.

Novo prefeito de Jacobina chegou à cerimônia de posse montado em boi e vestindo gibão de couro

/ Política

Tiago Dias (PC do B) chamou a atenção. Foto: Gazzetta Nordeste

O prefeito eleito de Jacobina, Tiago Dias (PC do B) chamou a atenção da cidade ao chegar à cerimônia de transmissão de cargo montado em um boi e vestido com um gibão de couro, tradicional vestimenta sertaneja.

Com raízes políticas na zona rural, Tiago Dias foi presidente da Associação Rural de Cachoeira dos Alves e elegeu-se vereador nas eleições em 2012 e 2016. Em 2018 foi o candidato a deputado estadual mais votado da cidade nos últimos 30 anos, embora não tendo sido eleito.

O novo prefeito foi empossado ao lado de sua vice, Katia da Saúde (Podemos), e dos 17 vereadores que compõe a legislatura municipal. A cerimônia contou com a presença do deputado federal Daniel Almeida (PC do B) e do deputado estadual Júnior Muniz (PP). *Mário Pinho, com informações da Gazzetta Nordeste

Casos de Covid-19 crescem no Amazonas e órgãos pedem fechamento de comércio

/ Política

Governador Wilson chegou a endurecer as regras. Foto: Reprodução

No recrudescimento das curvas de casos e mortes no Brasil nas últimas semanas, o estado do Amazonas tem sido um dos locais com forte retomada da pandemia com infecções e óbitos decorrentes da covid-19.

No dia 1º de dezembro de 2020, a autoridade estadual de Saúde registrava 4.896 mortes acumuladas, quatro nas últimas 24 horas e 411 pessoas internadas.

No dia 1º de janeiro de 2021, as vidas perdidas para a pandemia subiram para 5.295. Entre o último dia de 2020 e o primeiro deste ano, o número de novas mortes foi de 12, o triplo do registrado há um mês. No dia 31 de dezembro, a quantidade de internados ficou em 814. O total corresponde a quase o dobro do quadro do inicio do mês.

O número de novas hospitalizações diárias saiu de um patamar de cerca de 30 no início de dezembro para 120 na virada do ano. No dia 1º de janeiro, a taxa de ocupação dos leitos adultos estava em 81,4% e da rede privada, em 93,6%.

O governador Wilson Miranda Lima chegou a endurecer as regras de abertura de comércio no fim do ano. Mas voltou atrás após protestos de comerciantes, empresários e trabalhadores no centro da capital Manaus no dia 26 de dezembro.

No dia 30 de dezembro, representantes do Ministério Público do Estado, do Ministério Público do Trabalho, da Defensoria Pública da União e da Defensoria Pública do Estado se reuniram com o governador e entregaram um documento solicitando o fechamento de atividades econômicas.

Na recomendação conjunta, as entidades defendem o fechamento imediato do comércio e das atividades econômicas não essenciais até que o índice de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) esteja pelo menos em 85%.

O documento também elenca como medidas a instalação de novos leitos de UTI covid-19 em quantidade suficiente para garantir condições de atender os pacientes, inclusive os que estão na lista de espera.

Os órgãos de controle do estado também reivindicam que o governo do estado atue para prover recursos humanos e insumos médicos adequados para o enfrentamento à covid-19. A recomendação coloca a solicitação de apoio da Força Nacional de Segurança Pública.

”Não há outro caminho e a ciência não nos aponta outro caminho a não ser evitar aglomerações. Então estamos estudar nas próximas horas que medidas vamos tomar para poder conter o aumento que nós estamos tendo de Covid-19 no estado”, disse o governador Wilson Lima diante das demandas.

Filha do ministro da Saúde é nomeada para cargo de confiança na Prefeitura do Rio

/ Política

Ministro da Saúde Pazuello. Eduardo Foto: Tony Winston

Stephanie dos Santos Pazuello, de 35 anos, filha do ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, vai ocupar um cargo de confiança na secretaria municipal de Saúde do Rio de Janeiro. A nomeação dela foi publicada na edição deste sábado (2), do Diário Oficial do Município do Rio e é retroativa ao dia 1. Stephanie vai ocupar o cargo de Assistente I, símbolo DAS-06, com salário inicial de R$ 1.884,00 – o valor pode aumentar consideralmente com as gratificações.

A filha do ministro já ocupava um cargo na prefeitura do Rio na gestão passada, de Marcelo Crivella (Republicanos), derrotado na eleição. Desde julho de 2020, ela era supervisora da Diretoria de Gestão de Pessoas da Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S.A. (Rio Saúde), com salário bruto de R$ 7.171,00. Na ocasião, a Rio Saúde afirmou que Stephanie é formada em Administração, com experiência na iniciativa privada em gestão de pessoas, recrutamento e processos admissionais, e tem “a qualificação necessária para trabalhar e atender às necessidades da Empresa Pública de Saúde”.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, empossado nesta sexta-feira (1), afirmou à imprensa que a filha de Pazuello ”só está mudando de posição”. “A Stephanie vai trabalhar no gabinete comigo”, disse Soranz. “Ela já trabalhava na Secretaria de Saúde, no RH da Rio Saúde, e vai trabalhar me assessorando na organização dos projetos especiais. Já era uma profissional da rede, já tinha matrícula, só está mudando de posição. Ela

Rui parabeniza prefeitos e diz estar disposto para ”trabalhar juntos pela Bahia”

/ Política

Rui torce para que gestores tenham responsabilidade. Foto: Divulgação

O governador Rui Costa (PT) utilizou as redes sociais para parabenizar todos os prefeitos e prefeitas que tomaram posse nesta sexta-feira (1º) na Bahia. Em seu perfil no Twitter, Rui disse que ”torce profundamente para que todos encarem com muita coragem e responsabilidade o desafio que acabaram de assumir”.

Torço profundamente para que todos os prefeitos e prefeitas empossados nesta sexta-feira encarem com muita coragem e responsabilidade o desafio que acabaram de assumir. Desejo sucesso aos 417 gestores e me coloco à disposição para que possamos trabalhar juntos pela Bahia”, escreveu o governador. 

Empossado após ser reeleito em Maracás, Soya diz que o povo humilde reconheceu seu trabalho

/ Política

Soya, de 63 anos, vai continuar governando Maracás. Foto: Divulgação

O prefeito reeleito de Maracás, Soya Novais (PDT), tem direcionado seus discursos à classe pobre do Município, a quem atribui a sua vitória nas urnas no dia (15) de novembro.

Depois de empossado no cargo nesta sexta-feira (1º), em cerimônia na Câmara de Vereadores, o gestor de 63 anos se manifestou nas redes sociais, tendo afirmado que a população carente reconheceu o seu trabalho à frente da Prefeitura quando lhe reconduziu ao cargo.

”Fui empossado mais uma vez, e dessa feita com Samuel na vice. Com a força de Deus, a colaboração dos vereadores e a compreensão de todos, faremos uma gestão que ficará marcada pela simplicidade e honestidade, pois vocês me conhecem e sabem do meu perfil sério, verdadeiro e responsável. A população, sobretudo a mais carente, quis que ficássemos por mais quatro anos porque viu o resultado do nosso trabalho, compreendeu as limitações que o tempo nos impôs e concluiu que podemos fazer muito mais por Maracás. O recado que o povo maracaense nos mandou não foi só de reconhecimento e de confiança, foi também um recado de quem não quer ostentação e sim avanços coletivos”, disse Soya.

A cerimônia que marcou a posse dos eleitos, prefeito, vice-prefeito Samuel e vereadores ocorreu com público limitado, por conta da pandemia e contou com a presença de representantes da Polícia Militar local.