Maracás: Oposição ao prefeito Paulo cresce na Câmara

/ Política

Base oposicionista agora conta com 7 vereadores
Base oposicionista agora conta com 7 vereadores

O prefeito de Maracás, Paulo dos Anjos (PT), começou o mandato em 1º de janeiro de 2013 com a grande maioria na Câmara Municipal. A base aliada do alcaide contava com 7 dos 11 parlamentares da atual Legislatura. Agora, passados 20 meses de gestão, o quadro está invertido na Casa e apenas 4 vereadores ainda sustentam a ”bandeira governista” na Câmara de Maracás. A base oposicionista, que até sexta-feira (19) era composta por 6 edis, cresceu ao ganhar mais um integrante. Em sessão ordinária, Edvaldo Santiago – Dio de Pé Serra, do PSD, usou a tribuna para declarar ruptura política com o chefe do Executivo e aderir ao bloco da oposição. ”Eu gostaria de deixar bem claro, que eu estou junto com os seis vereadores da oposição aqui na casa. Eu fazia parte de uma bancada do prefeito, como ele não tem respeito, não considera os vereadores dele, eu vou considerar os quatro vereadores dele, quatro ou três, porque eu não sei se vão ficar os quatro lá”, disse o novo opositor de Paulo, Edvaldo, que se une aos ferrenhos oposicionistas, liderados pelo presidente da Casa, Dico de Edmundo (PT), pela vice Suzi (PV), Zito do Maracujá (PDT), Nicolau (PMN), Juarez do Torno (PSDB) e Eugênio Meira (PDT). A minúscula base aliada é formada por Beto São Paulo (PV), Zito da Cachoeira (PT), Noelia de Damião (PV) e Jonas (PRB).

Rui garante fazer unidade de oncologia em Caetité‏

/ Política

Rui em Caetité recebe apoio do prefeito
Rui Costa e Otto em Caetité, recebem o apoio do prefeito

Em Caetité, onde foi o deputado federal mais votado nas últimas eleições, Rui Costa, candidato a governador pela coligação ”Pra Bahia Mudar Mais”, informou que o Ministério da Saúde já aprovou o projeto de implantação de uma unidade de tratamento de câncer no município, equipamento que irá ajudar muito a população de toda a região do sudoeste baiano. A implantação da unidade de oncologia integra a proposta de Rui, de criar uma rede integrada de saúde, aproximando o atendimento médico especializado da população do interior “evitando, assim, que os pacientes e suas famílias precisem fazem grandes deslocamentos, principalmente para Salvador”.

População comparece para comício em Praça de Caetité
População comparece para comício em Praça de Caetité

Com a praça inteiramente lotada, Rui, Otto Alencar, candidato a senador, e João Leão, candidato a vice-governador, foram os principais oradores do comício, que encerrou a série de carreatas e visitas a municípios do sudoeste, que incluiu as cidades de Malhada de Pedras, Brumado, Ibitira (distrito de Rio do Antônio) e Ibiassucê. Terra natal do educador Anísio Teixeira, Caetité ouviu de Rui que um de seus compromissos com a cidade é lutar pela criação da Universidade Federal da Serra Geral. “A Bahia levou 200 anos com uma só universidade federal (a UFBA), mas com o governador Jaques Wagner passou a ter seis. E nós queremos mais e a juventude de Caetité, Guanambi e toda região merece a Universidade da Serra Geral“.

Eleições: Chapa da oposição faz carreata em Jequié

/ Política

ACM Neto acompanha Souto em Jequié. Fotos: Divulgação
ACM Neto acompanha Souto em Jequié. Fotos: Divulgação

Paulo Souto (DEM), candidato ao governo da Bahia pela coligação ‘’Unidos pela Bahia’’, acompanhado dos candidatos Joacy Góes, Geddel Vieira Lima (PMDB) e do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), fez carreata em Jequié, na tarde desta quinta-feira (18) depois de desembarca no Aeroporto Vicente Grilo, onde a comitiva era aguardada por correligionários.

Carreata da oposição percorreu ruas centrais de Jequié
Carreata da oposição percorreu ruas centrais de Jequié

Paulo Souto reafirmou em Jequié, o compromisso de priorizar a melhoria dos serviços públicos fundamentais à vida dos baianos. “Vamos dar um jeito na central de regulação, fazendo-a funcionar como um instrumento que facilite o internamento dos pacientes e não uma loteria em que a sorte decide se a pessoa vive ou morre”, disse, acrescentando que, na saúde, pretende ainda construir cinco hospitais regionais e policlínicas. Disse o candidato que vai tomar para si a responsabilidade de comandar as ações de combate a violência que se alastrou por todo o estado. “Não tem cabimento que, nos últimos anos, tenhamos nos tornado um dos estados mais violentos do Brasil, quando antes estávamos no grupo dos mais tranquilos. Vamos dar um basta neste holocausto que vitimou mais de 37 mil baianos durante o governo petista”. De Jequié, a comitiva da oposição seguiu para eventos em Ibirataia e Ipiaú.

Aécio em comício de 20 minutos, pede pra varrer o PT

/ Política

A visita rápida ocorreu nesta quinta. Foto: Divulgação
A visita rápida ocorreu em Itabuna. Foto: Divulgação

O candidato à presidência da República Aécio Neves (PSDB), encerrou a sua rápida visita a Itabuna, no sul da Bahia, nesta quinta (18), com um discurso crítico à condução da economia brasileira e à corrupção. Ele enxerga “recessão na economia e fuga de empregos” no país. O candidato do PSDB também fez críticas à corrupção no governo central. “Há movimentação na sociedade brasileira de que o que está aí não dá mais”, disse, para completar: “chegou a hora da virada”. Aécio é o terceiro na disputa presidencial, atrás de Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB). O tucano seguiu a linha de discurso do prefeito de Salvador, ACM Neto, que conclamou os eleitores democratas e tucanos a “varrer o PT da Bahia e do Brasil”. Já Aécio, disse que o eleitor deveria ajudar Souto a tirar o Partido dos Trabalhadores do comando do governo baiano. “E me ajudem a tirar o PT do Brasil”. Aécio citou Antônio Carlos Magalhães, Tancredo Neves e Jorge Amado em seu discurso. Lembrou do avô, Tancredo, e de ACM para dizer, repetindo o ex-senador baiano, que “na Bahia não se aceita canga (cangalha) de ninguém”. Era um estocada na campanha casadinha petista Rui Costa-Dilma Rousseff.

De acordo com o Pimentablog, A visita rápida começou por volta das 11h30min, quando desembarcou em um heliponto às margens da rodovia que liga Ilhéus a Itabuna. Chegou ao Jardim do Ó, concentração para a caminhada, por volta das 11h50min. O comício em cima de um trio elétrico durou pouco mais de vinte minutos. Falaram apenas ACM Neto, Paulo Souto (candidato ao governo baiano pelo DEM), Geddel Vieira Lima (candidato ao Senado pelo PMDB) e Aécio. Logo após os discursos, o presidenciável tucano parou em uma lanchonete em frente à Praça Adami para tomar um suco de cacau preparado pela lenda Aldo Santos Cerqueira. De graça. Após a bebida, saudou eleitores e partiu em uma van, acompanhado da chapa majoritária e alguns candidatos a deputado, segundo o Pimenta.

Após ter as mãos decepadas, acusado é considerado inocente pela polícia

/ Política

PRESO
Josemar foi acusado de furtar ovelhas na região

Após ter as duas mãos decepadas na segunda-feira (15), na cidade de Pilão Arcado, a 740 km de Salvador, Josemar Ferreira de Souza, acusado de furtar ovelhas na região, foi considerado inocente pela Polícia Militar da localidade. Além dos membros superiores, Josemar teve várias partes do corpo atingidas, e após aguardar socorro em via pública foi encaminhado ao Hospital de Traumas de Petrolina.  A autoria do crime pertence a Norberto da Silva Moraes, que acusou a vítima de furto. No entanto, apesar da acusação, o histórico da Josemar fez com que o caso tivesse outro desfecho. “A vítima é uma pessoa totalmente idônea, sem nenhuma passagem por delegacia. E o autor sequer fez qualquer registro de ocorrência sobre o desaparecimento dessas ovelhas”, disse o delegado de Pilão Arcado, Arnóbio Dionísio Soares, ao site Remanso Notícias. De acordo com o delegado, o autor do crime, que é servidor municipal, é conhecido na cidade por praticar pequenos delitos e apresentar sinais de depressão. Ainda segundo o delegado Arnóbio, as investigações serão retomadas para que sejam desvendadas as motivações reais do ato violento.  Josemar será ouvido ainda esta semana.

Crescimento de Rui leva Souto a atacar ao petista

/ Política

Souto amplia ataques a Rui
Paulo Souto amplia ataques a Rui Costa após pesquisas

A menos de 20 dias para as eleições, Paulo Souto (DEM) aumentou a carga de críticas e ataques ao candidato do PT ao governo baiano, Rui Costa. A mudança de estratégia ficou ainda mais evidente após os números mais recentes das pesquisas Babesp e Ibope que apontam crescimento de até nove pontos percentuais do petista. Os ataques se dão em entrevistas a emissoras de rádio e TV, comícios e caminhadas pelo interior do Estado. Ontem, Souto fez críticas à qualidade dos serviços públicos no estado, principalmente segurança pública, saúde e até mesmo o Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC). “O SAC vai voltar a ter padrão de qualidade e excelência de quando foi criado em 1995″, disse em entrevista à Rádio Sociedade, ontem. Souto vê decadência no SAC sob a gestão petista. O ex-governador critica a gestão na saúde, mas insiste em modelo que entrega o serviço à gestão privada. Para isso, ele defende a compra de vagas em hospitais filantrópicos e privadas, reforçando a central de regulação. – As pessoas estão com verdadeiro pavor da central de regulação. Para a urgência do problema, é preciso gerir com mais eficiência os leitos dos hospitais estaduais, assim como comprar vagas nos estabelecimentos hospitalares filantrópicos e privados, porque a construção de novos hospitais demanda tempo – diz o democrata. O candidato fala em recuperar a confiança dos policiais com o governo e assumir a integração das polícias, “com a formação de forças-tarefas para o combate ao crime organizado”. Os ataques também vão para a política de atração de indústrias. Souto ainda fala em guerra fiscal, que foi extinta pelas novas normas na área tributária.Confira matéria da Tribuna da Bahia

Paulo Souto visita Jequié na quinta com ACM Neto

/ Política

Souto fará carreata nesta quinta, em Jequié
Souto fará carreata nesta quinta, em Jequié. Foto: Divulgação

O ex-governador Paulo Souto (DEM), candidato da coligação ‘’Unidos pela Bahia’’, visita Jequié nesta quinta-feira (18), para ato de campanha na Cidade Sol. A assessoria do candidato comunicou à imprensa que Souto retorna a Jequié acompanhado de Joacy Góes (PSDB), candidato a vice-governador, Geddel Vieira Lima (PMDB), que concorre ao Senado e anunciou também à participação do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), figura de maior expressão do grupo da oposição, além de candidatos a deputados estadual e federal, que integram a ala oposicionista. Souto e correligionários saíram e carreata pelas ruas de Jequié.

Vox Populi: Dilma lidera com 36%; Marina tem 27%

/ Política

Dilma tem 36%, Marina 27% e Aécio 15%
Dilma tem 36%, Marina 27% e Aécio 15%. Foto: Divulgação

Nova pesquisa Vox Populi mostrou um quadro eleitoral praticamente estável na disputa pelo Palácio do Planalto, com dianteira da presidente Dilma Rousseff (PT) nas intenções de voto para o primeiro turno e empate técnico entre a petista e a candidata do PSB, Marina Silva, num segundo turno. Para o primeiro turno, na sondagem divulgada nesta segunda-feira, Dilma tem 36 por cento, seguida por Marina com 27 por cento e Aécio com 15 por cento. Na semana passada, o Vox Populi apontava a presidente com os mesmos 36 por cento, a candidata do PSB com 28 por cento e o tucano com os mesmos 15 por cento. Nas simulações de segundo turno, o novo levantamento mostrou o mesmo placar entre as duas candidatas: 42 por cento para Marina e 41 por cento para Dilma. Numa eventual disputa entre Dilma e Aécio, a petista ganharia por 47 a 36 por cento –na semana passada o placar era 44 a 36 por cento. O Vox Populi entrevistou 2.000 pessoas entre sábado e domingo em 147 municípios. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.

João Leão diz que atraso da Fiol é culpa de Paulo Souto

/ Política

A culpa é dele que pensa pequeno”, concluiu.
”A culpa é dele que pensa pequeno”, rebateu, João Leão

O deputado federal João Leão (PP), candidato a vice-governador na chapa majoritária encabeçada por Rui Costa (PT), reagiu às críticas de Paulo Souto (DEM), de que o atraso nas obras de construção da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) é por incapacidade do governo do Estado. Em nota enviada ao Blog Marcos Frahm, João Leão, através de sua assessoria, lançou uma grande quantidade de petardos na direção de Souto. “O atraso na construção da Fiol e do Porto Sul é culpa de Paulo Souto, quando ele era governador mostrei a ele o esboço do projeto na governadoria e ele me disse que era um sonho, que esta obra não aconteceria nunca e tenho certeza que pela sua honestidade não vai me desmentir”, afirmou João, dizendo ter convidado na época, o atual candidato a governador Paulo Souto para marcar uma audiência com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e levar a ele o projeto, mas Souto se negou. ”O convidei para irmos até Lula e ele não quis, então combinei com o Ministro Jaques Wagner, juntamente com o ex-vice-presidente, José Alencar, onde levamos o projeto ao ex-presidente, que gostou e afirmou fazer questão que a obra fosse iniciada em sua gestão”, disse. A Fiol ligará o Porto Sul, no município de Ilhéus ao Oeste da Bahia, passando por importantes municípios do Sudoeste, a exemplo de Jequié, vizinho a Jaguaquara, um dos redutos eleitorais de Leão. “A Fiol é o maior investimento realizado na Bahia desde o seu descobrimento, representará para o povo baiano, mas que o polo petroquímico, que hoje representa 34% da sua receita. Agora Paulo Souto vem dizer que a obra está atrasada? A culpa é dele que pensa pequeno”, concluiu.

Marcelo Nilo reta com blogueiro que noticiou vaias

/ Política

'' Você tem alergia à verdade''
” Você tem alergia à verdade”, diz Nilo. Foto: Bocão News

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Marcelo Nilo (PDT), não gostou de saber que um site do interior baiano vazou a notícia de que foi recebido com vaias na praça principal do município do nordeste baiano, na noite do último sábado (13). O chefe do Legislativo baiano reagiu ao ver no Twitter a publicação feita pelo blogueiro de Coronel João Sá, Carlino Souza, que chamou de “vexatório” o evento político na cidade vizinha. Irritado, Marcelo Nilo rebateu a postagem do comunicador na rede social: “Seu blog mente tanto que nem no palanque estava. Você tem alergia à verdade”, disparou o pedetista. Segundo reportagem, a confusão teve início após simpatizantes e cabos eleitorais da deputada estadual Fátima Nunes (PT), apoiada pelo prefeito Helânio Calazans (PR), iniciarem uma saraivada de vaias contra Nilo, após ser anunciado e convidado para subir no palanque. Com as manifestações contrárias, o grupo deu meia volta e desistiu de discursar para o público presente. Em Cícero Dantas, o presidente da Alba conta com o apoio do ex-prefeito Zelito Ribeiro (PDT), derrotado em 2012 por Calazans, que venceu o pleito com 51,9% dos votos válidos contra 48% do pedetista.

Ainda conforme informações de Carlino Souza, o presidente da Câmara e aliado do prefeito Helânio tentou até incitar os contrários à presença do presidente da Alba a quebrar o carro de som e partir para cima dele. Nenêm de Nedito (PRB), como é conhecido, tentou também formar uma barreira para impedir que Nilo e Zelito subissem no mini-trio No sábado, a campanha governista tinha planejado apenas uma carreata em Cícero Dantas com a participação do candidato ao governo pelo PT, Rui Costa. A mudança ocorreu após o chefe do Legislativo cicerodantense ameaçar “virar a casaca” e apoiar o postulante oposicionista Paulo Souto caso Rui não pegasse o microfone. O problema só foi ocasionado mesmo por causa do anúncio da presença de Marcelo Nilo. Nas eleições de 2010, Fátima Nunes e Marcelo Nilo disputaram os votos da maioria dos eleitores de Cícero Dantas. A petista obteve 4.993 votos contra 4.232 sufrágios do pedetista. Depois deles, o melhor colocado foi Gildásio Penedo, então postulante do DEM e hoje conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que levou 1.424 votos. Bocão News

Rui diz que rejeição tem a ver com desconhecimento

/ NOTÍCIAS, Política

Eu nunca disputei a eleição para governador ou prefeito”, avaliou
”Eu nunca disputei a eleição para governador ”, diz Rui

Na abertura da série de entrevistas do Bahia Meio Dia (TV Bahia) nesta segunda-feira (15), o candidato ao governo da Bahia Rui Costa (PT) comentou o resultado da última pesquisa Ibope, na qual aparece com 24% das intenções de votos. “Até o dia 5 de outubro a vontade das ruas será ouvida nas pesquisas”, afirmou. Em seguida, o candidato foi questionado sobre o índice de rejeição de quase 20% apontado pela mesma pesquisa, divulgada na última quarta-feira (10). “Acredito que tenha a ver com o desconhecimento. Eu nunca disputei a eleição para governador ou prefeito”, avaliou.  Rui Costa (PT) enfatizou as propostas de criação de mais de 150 mil vagas de ensino profissionalizante, da escola em tempo integral e de fortalecimento das corregedorias das polícias Civil e Militar.

Rui Costa deu entrevista ao jornal Bahia Meio Dia
Rui deu entrevista ao jornal Bahia Meio Dia. Foto: Camilla Peres

“Não tem justificativa a forma como a polícia tem agido […] Eu quero que as pessoas não tenham medo da polícia. O fortalecimento das corregedorias vai fazer com que se separe o joio do trigo”. Sobre segurança pública, o candidato comentou ainda os ataques a bancos de diversas cidades do interior da Bahia. De acordo com ele, essa situação não é algo isolado, mas recorrente em todos os estados brasileiros. “Primeiro, devemos aumentar o rigor do controle dos explosivos, o que é uma atribuição da Polícia Federal e do Exército, depois, aumentar o monitoramento das praças para não permitir que bandidos atuem tão facilmente”, argumentou. Nesta terça-feira (16), o entrevistado do Bahia Meio Dia será o candidato Paulo Souto (DEM).

Geddel quer livrar sua imagem de Aécio; Justiça barra

/ Política

Geddel, Paulo Souto e Aécio Neves
Geddel Vieira, Paulo Souto e Aécio Neves

A situação não anda fácil para o candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB). Amargando o terceiro lugar nas pesquisas, Aécio vem sendo abandonado por seus aliados. O candidato ao Senado na Bahia, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), pediu à Justiça para barrar o programa eleitoral do seu concorrente direto Otto Alencar (PSD-BA). No entanto, o juiz do Tribunal Regional Eleitoral, Francisco Oliveira Bispo, negou tal pedido. Por que Geddel recorreu ao Judiciário? No programa de Otto, a apresentadora empurra uma placa com os nomes de Geddel e de Aécio. Em seguida, ela diz: “Acabou o programa do candidato a senador de Aécio. Agora vai começar o programa do senador de Lula”. Geddel concorre na chapa do candidato ao governo da Bahia pelo Democratas, Paulo Souto. Paulo e seu partido são aliados de Aécio, que caiu nas pesquisas após a entrada de Marina Silva (PSB) na disputa para presidente da República. Na petição, os advogados argumentam que a campanha de Otto tinha o objetivo de degradar e difamar a imagem do peemedebista, uma vez que a propaganda “fez uma montagem com conteúdo idêntico ao que é utilizado por Geddel”. Geddel vinha liderando a disputa com folga, o que mudou recentemente. De acordo com a última pesquisa Ibope, divulgada nesta semana, Geddel ainda está à frente, com 36% das intenções de voto. Otto vem em segundo, com 27% – cresceu 10 pontos percentuais. Enquanto Geddel procura esconder Aécio, Otto abusa na apresentação da candidata à reeleição, a presidente Dilma Rousseff (PT). Informações de O Globo

Lula: Marina não precisa contar inverdades para chorar

/ Política

 "um verdadeiro líder não muda de partido toda hora"
“um verdadeiro líder não muda de partido toda hora”, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou neste sábado (13), as declarações da candidata à presidência Marina Silva, que chorou ao falar do ataques da sua ex-legenda. “A dona Marina não precisa contar inverdades a meu respeito para chorar“, disse durante ato de campanha em Sapopemba, negando que tenha feito ataques a sua ex-correligionária. “Nunca falei mal da dona Marina e vou morrer sem falar. Ela que tem de se explicar por que falou mal do PT“, afirmou. Lula disse ainda que não costuma utilizar nome de adversários do palanque do PT. “Vocês nunca me viram xingando uma adversária, eu prefiro falar bem do meu candidato“, disse, ressaltando que nunca deixou de ter relação de amizade por conta de disputas eleitorais. “Agora não vai chorar na impressa porque eu nunca falei dela a não ser nesse comício“, disse. O ex-presidente lembrou que Marina saiu o seu governo quando ela quis e explicou por que escolheu a presidente Dilma Rousseff para ser sua sucessora. “Na hora que eu tinha de escolher para quem ia entregar o direito de dirigir o País, tinha de entregar para a pessoa que achava mais preparada“, disse. Segundo ele, questionavam o fato de Dilma nunca ter tido um cargo executivo, mas ele disse que sabia que ela aprenderia a governar. “E a bichinha é inteligente e aprendeu“, disse. O ex-presidente disse ainda que “um verdadeiro líder não muda de partido toda hora“, alfinetando Marina. “um verdadeiro líder não muda de opinião toda hora, ele evolui.” Lula participou na manhã deste sábado, 13, de uma caminhada ao lado dos candidatos petistas Alexandre Padilha e Eduardo Suplicy e também do prefeito Fernando Haddad. Durante uma parte do percurso, o ex-presidente entrou em algumas lojas, parou para tomar um café e tirou fotos com a população. Depois, Lula e seus correligionários terminaram o percurso em um carro de som. Ao discursar, Haddad fez uma defesa da presidente Dilma e disse que ela “está enfrentando a crise mantendo emprego“. Ele aproveitou para criticar a candidata Marina Silva e sua proposta de autonomia do Banco Central. “Se a gente der autonomia para o Banco Central, é desemprego na certa“, disse o prefeito.

Em Itabuna, Rui diz que projetos estruturantes fazem Sul da Bahia retomar desenvolvimento

/ Política

O que estou falando aqui está escrito no meu Programa
”O que estou falando aqui está escrito no meu Programa”, diz Rui

O grande potencial de crescimento da Região Sul da Bahia foi destacado pelos candidatos da chapa majoritária da coligação Pra Bahia Mudar mais, durante encontros com eleitores, políticos, lideranças comunitárias e imprensa, nas cidades de Itabuna, Camacã e Ilhéus, realizados desde a tarde da sexta-feira (12) até a manhã de sábado. Rui Costa, candidato ao governo, disse que o horizonte de crescimento do Sul baiano foi planejado pelo governador Jaques Wagner. “Os anos terríveis provocados pela crise do cacau serão passado. Os grandes projetos estruturantes em andamento trarão de volta o desenvolvimento”, garantiu. Rui disse que concluirá a Ferrovia Oeste-Leste (FIOL), o Porto Sul, o novo Aeroporto de Ilhéus, a duplicação da BR 415, a Ponte do Pontal, o Hospital Regional da Costa do Cacau e avançará nos programas habitacionais e de saneamento básico. “A obra da barragem do Rio Colônia também será concluída. O que estou falando aqui está escrito no meu Programa de Governo Participativo, registrado na justiça eleitoral”. Jaques Wagner, presente no comício em Camacã na noite da sexta (12) convocou a população a comparar as duas gestões do candidato da oposição e os oito anos do governo dele. ”Junte os oito anos de serviço do ex-governador e compare com os nossos”, provocou. “Sei que ainda é preciso consertar a estrada de Pau Brasil até Itaju da Colônia”, destacou. “Posso ser fiador e dizer que Rui vai fazer. A nossa palavra não é vazia. É a palavra de quem fez oito mil quilômetros de estrada”. Rui convocou a população apontar um único projeto do ex-governador para a região. “Não fez nenhum quando podia. Wagner não se acomodou. Projetou e investiu para um futuro promissor”, destacou.