Wagner assina ordem para duplicação das BRs 101 e 116; obras começam com investimentos de R$ 2 bi

/ Política

GovernadorAssinaOrdem

Jaques Wagner assina a ordem. Foto: Casa Civil/Divulgação

Com previsão de dois anos para conclusão das obras, as rodovias federais BR-116 e BR-101 serão duplicadas, em trechos que cortam a Bahia. A ordem de serviço para início das intervenções foi assinada na manhã desta sexta-feira (22), em Feira de Santana, pelo ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, e pelo governador Jaques Wagner. Durante entrevista coletiva, Jaques Wagner anunciou ainda que “agora em setembro, também estaremos licitando o trecho da BR-101 entre Eunápolis e Mucuri, na divisa com o Espírito Santo. Como o ministro [Paulo Sérgio Passos] disse, também vamos fazer a duplicação da BR-415, entre Ilhéus e Itabuna”. A duplicação da BR-116 terá 417 quilômetros e parte de Feira de Santana, passando por Serrinha, até a o município de Teofilândia. Já a BR-101, considerada uma das principais rodovias brasileiras, terá 165 quilômetros duplicados, de Feira de Santana até a fronteira com o estado de Sergipe. A estimativa é que cerca de dez mil veículos trafeguem pela BR-116, diariamente. Já na 101, margeada por diversos municípios baianos, trafegam mais de 12 mil veículos, por dia. O projeto de engenharia para implantação, duplicação, restauração no trecho entre a BR-324, em Feira de Santana, até a divisa com Sergipe foi elaborado pelo Dnit, com obras divididas em quatro lotes. Os recursos para execução das obras da BR-101 (R$ 834 milhões) e BR-116 (R$ 297 milhões) são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2). Estão previstas intervenções como implantação de vias laterais (marginais), adequação de capacidade (duplicação), restauração com melhoramentos de pistas existentes e construção de pontes, viadutos e passarelas, além de iluminação pública nos perímetros urbanos.

Apoiando grupos ”políticos adversários”, prefeitos de Jaguaquara e Itiruçu se colocam na ofensiva

/ Política

WagnereGiuianoBlogMarcosFrahm

Wagner (PSDB) e Giuliano (PP) tornam-se inimigos políticos

A disputa político eleitoral na região do Vale do Jiquiriçá entre os municípios de Jaguaquara e Itiruçu vem trazendo aspectos pitorescos em relação ao clima de rivalidade que vem sendo estabelecido pelos prefeitos dos dois municípios, respectivamente, Giuliano Martinelli (PP) e Wagner Novaes (PSDB), que utilizam nos últimos dias do rádio e da internet para trocarem acusações. A informação obtida pelo Blog Marcos Frahm dá conta de que Wagner não teria ficado satisfeito com críticas feitas à sua gestão por Giuliano e no revide articulou a adesão do vice-prefeito de Jaguaquara, Raimundo Louzado (PSD) aos candidatos Paulo Souto (DEM), Jutahy Jr. (PSDB) e Augusto Castro (PSDB), provocando o rompimento político de Giuliano com o seu vice Raimundo, uma vez que o prefeito apóia a coligação de Rui Costa (PT) a governador, Aderbal Caldas (PP) a deputado estadual e Cacá Leão (PP) federal. Após o racha com Raimundo, o prefeito Giuliano disse em entrevista na rádio Povo AM que ”o que não estava dando certo em Itiruçu, não daria em Jaguaquara”, fazendo referência a gestão de Wagner, que tem feito constantes visitas a Jaguaquara em busca de fortalecer eleitoralmente os seus candidatos. Os gestores das duas cidades vizinhas fazem parte de um mesmo grupo de comunicação, no aplicativo Whatssap e aproveitam o espaço para postarem citações e ironias um ao outro. Na última quinta-feira, Wagner chegou a revelar no grupo que os moradores do Distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara estariam se salvando com a saúde pública de Itiruçu, indo buscar atendimento na vizinha cidade, pelo fato da Prefeitura de Jaguaquara não disponibilizar médico 24 horas para a comunidade do distrito, localizado há poucos quilômetros de Itiruçu. Wagner teria recebido a missão de coordenar o grupo de oposição em Jaguaquara e o compromisso assumido é do candidato ao governo Paulo Souto obter no município mais votos que o governista Rui Costa.

Prefeito de Alagoinhas desmente Paulo Souto; diz que candidato não construiu hospital da cidade

/ Política

PrefeitodeAlagoinhasPauloCezar

Prefeito de Alagoinhas brada contra Souto. Foto: Divulgação

A polêmica paternidade do Hospital Dantas Bião, do município de Alagoinhas, ganha um novo capitulo. De acordo com o site Bocão News, o prefeito Paulo Cezar (PSD) afirmou em entrevista que o ex-governador Paulo Souto (DEM), em seu ultimo mandato, fez a reforma da unidade hospitalar. “Ele não construiu nada, apenas fez a reforma”, disse ao mesmo tempo em que lembrou que o Bião tem mais de 60 anos. Em entrevistas, Paulo Souto, que tenta voltar ao governo, tem dito reiteradas vezes que um dos feitos de sua administração a construção do Hospital Dantas Bião. De Alagoinhas, o deputado estadual Joseildo Ramos (PT) já rebateu Souto. Segundo Paulo Cezar, o Dantas Bião está sendo gerido pelo Monte Tabor. O prefeito reconhece que o hospital carece de especialidades, a exemplo de neurocirurgião.

Paulo Souto promete aumentar salário de servidores

/ Política

SoutoeNeto

O democrata promete melhores salários. Foto: Divulgação

O candidato a governador pelo DEM, Paulo Souto, prometeu nesta quinta-feira (21) que, caso eleito, vai melhorar a remuneração dos servidores públicos de acordo com o mérito e as condições financeiras do estado. “Foi no meu governo, que criamos o Plano Habitacional do Servidor Público, atualmente suspenso pela administração petista. O Planserv também fomos nós que implantamos, assim como as gratificações para professores e policiais”, afirmou Souto em entrevista a uma rádio local. O democrata aproveitou para criticar o governo petista que, segundo ele, teria “enganado” a categoria ao diminuir as gratificações para compensar a correção do salário base ao invés de dar o aumento baseado no índice do salário mínimo. O oposicionista admitiu ter “propostas ousadas”, e afirmou “estar consciente de que vai encontrar as finanças do estado em completo desequilíbrio”, mas defendeu que as ideias são “possíveis”, já que ele teria “confiança em sua capacidade de restabelecer as contas públicas e trabalhar pela recuperação e melhoria dos serviços públicos essenciais à vida das pessoas, como saúde, segurança e educação”. “O sentimento majoritário da opinião pública é de mudança. Queremos dar dignidade ao atendimento à saúde, trazer de volta a tranquilidade com uma segurança pública eficiente e elevar a qualidade da educação, além de trabalhar pela redução das desigualdades em nosso estado e recuperar a posição da Bahia na economia nacional”, reiterou o candidato.

Em carreta no Sul, Rui Costa diz que região cacaueira vai entrar em ‘novo ciclo de desenvolvimento’

/ Política

Rui2

Caravana encerrou na cidade de Itapé. Fotos: Mateus Pereira

A região cacaueira vai entrar num novo ciclo de desenvolvimento, planejado e com sustentabilidade, a partir dos importantes projetos que estão sendo implantados ali e também com as ações que constam do Programa de Governo Participativo e que serão implementadas a partir de janeiro de 2015. Foi com essa ​declaração que Rui Costa, candidato a governador pela coligação Pra Bahia Mudar Mais, deu início, na tarde desta quinta-feira, a mais uma edição da Caravana 13, percorrendo os municípios de Almadina, Coaraci, Itajuípe, Barro Preto, Itapé e finalizando a programação do dia com um comício em Ibicaraí.

Rui1

 Acompanhado do candidato a senador, Otto Alencar, Rui foi saudado pela população durante todo o percurso e disse que pretende governar em estreita parceria com os municípios. Ele lembrou os benefícios que os governos de Jaques Wagner e Dilma Rousseff já levaram à região, a exemplo do asfaltamento e recuperação de várias rodovias, a implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia (uma luta que contou com o esforço direto do governador e de deputados da base aliada da administração estadual), o Luz Para Todos e o Água Para Todos. Rui destacou que ​um impulso ainda maior virá dentro de pouco tempo com obras como o Porto Sul, a conclusão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e o novo aeroporto Internacional de Ilhéus, equipamentos que irão atrair novos investimentos e alavancar o desenvolvimento econômico e social de todos os municípios. “Trouxemos o Luz para todos, expandimos a telefonia móvel, fizemos a ligação de Itabuna a Ibicaraí e vamos trabalhar para fazer muito mais“, afirmou Otto Alencar, acrescentando que, como senador, vai trazer mais recursos para a região cacaueira e que é preciso constituir um fundo de reparação de perdas para atender aos produtores que tem dificuldades de renegociar as dívidas.

Jitaúna: Prefeito é denunciado por vereador ao MP; gestor teria cometido possíveis irregularidades

/ NOTÍCIAS, Política

PrefeitoEdson

Prefeito Edson Silva (PT). Foto: Blog Marcos Frahm

Na terça-feira (19), o vereador Gerlan do Gás protocolou, junto ao Ministério Público, denúncia relatando uma possível irregularidade envolvendo familiares do prefeito de Jitaúna, Edson Silva, informou o blog Jitaúna em Dia. De acordo com o informativo, em 2013, teriam ocorrido irregularidades no setor de licitações e contratos da Prefeitura de Jitaúna para realização de pagamentos a empresa de madeira pertencente a esposa do cunhado do prefeito Edson. De acordo com as irregularidades apontadas pelo vereador, o Município de Jitaúna deixou de realizar processo licitatório para a reforma de carteiras escolares e cita participação de parentes do prefeito. “A compra das carteiras escolares custou aos cofres públicos do Município mais de R$ 30 mil, além de diversos outros pagamentos que foram efetuados a mesma empresa, também por meio de dispensa de licitação, para a compra de quadros escolares”, destacou o Jitaúna em Dia. “De acordo com o vereador denunciante, esta não foi a primeira vez que fraudes foram cometidas na prefeitura de Jitaúna, deixando o prefeito de cumprir as exigências contidas na lei de licitações”, concluiu a reportagem. Por Souza Andrade

Eliana Calmon: ”Tem que haver mulheres no comando”

/ Política

CandidataElianaCalmon

A juíza Eliana (PSB) disputa o Senado na chapa de Lídice

Tem que haver mulheres no comando. As políticas públicas voltadas para as mulheres têm que ser conduzidas por quem entende a questão feminina, ou seja, a própria mulher”, defende Eliana Calmon. Como integrante de duas ONGs feministas, Eliana Calmon lembra que mais de 46% dos lares brasileiros são sustentados pela força de trabalho das mulheres. Ainda assim, o Brasil, em especial a Bahia, carece de programas eficientes de creches. ”É fundamental para o desenvolvimento profissional das mulheres que são mães. Mas, infelizmente, o que se constata é que a maior parte dessas mulheres não ganha o suficiente para pagar uma boa creche para os filhos, nem tem o auxílio fornecido dignamente pelos governos”, critica Eliana Calmon (PSB), candidata ao Senado Federal pela Bahia. “Tem que haver mulheres no comando. As políticas públicas voltadas para as mulheres têm que ser conduzidas por quem entende a questão feminina, ou seja, a própria mulher”, defende. E finaliza: ”Falo para e pelas mulheres mais carentes: a creche é fundamental, pois assim elas poderão trabalhar descansadas. Já para as mulheres de classe média, o que digo é que cuidem das suas vidas. Há feministas que não concordam comigo, mas, para mim, as mulheres que ganham dinheiro não apanham tão fácil. As mulheres têm que ir à luta como sempre fizeram”. Tribuna da Bahia

Prefeitos baianos comemoram os 50 anos da UPB

/ Política

UPB2

Gestores celebram Jubileu de Ouro da UPB. Fotos: Divulgação

A União dos Municípios da Bahia (UPB) comemora nesta semana 50 anos de fundada. Para celebrar o Jubileu de Ouro da entidade, presidida pela prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB), foi realizado na segunda-feira (18) um evento comemorativo que reuniu convidados ilustres e municipalistas para reinauguração da sede da UPB, construída em 1983, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Após a reinauguração, uma cerimônia no auditório marcou a entrega de placas municipalistas aos ex-presidentes da entidade, medalhas de honra ao mérito à imprensa e a demais municipalistas. Na sequência, um painel temático discutiu a “Evolução do Município como ente Federado e suas Lutas”. Participaram da solenidade o governador Jaques Wagner, a presidente Maria Quitéria, o vice presidente institucional, prefeito de Ruy Barbosa, José Bonifácio, o vice administrativo, prefeito de Luis Eduardo Magalhães, Humberto Santa Cruz, o primeiro secretário, prefeito de Alagoinhas, Paulo César Simões Silva, o segundo secretário, prefeito de Lafaiete Coutinho, Zenildo Brandão Santana, o segundo tesoureiro, prefeito de Juazeiro, Isaac Cavalcante de Carvalho, a vice prefeita de Salvador , Celia Sacramento representando o prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto, deputados, secretários estaduais, prefeitos, municipalistas, entre outras autoridades.

UPB1

Espaço é inaugurado em homenagem a Rilza Valentim

A falecida prefeita de São Francisco do Conde, Rilza Valentim, foi homenageada com um novo espaço que recebeu o nome da gestora, falecida no dia 24 de julho, e o Valentim Café. O local possui uma área com quatro gabinetes para atendimentos dos prefeitos e uma superintendência. Na ocasião, foi apresentado vídeo de depoimentos sobre o cinquentenário da UPB. Fundada em 13 de agosto de 1964, com o apoio do então governador à época, Lomanto Júnior, a associação municipalista estadual foi criada com o objetivo de representar institucionalmente todos os municípios da Bahia. Ao longo de cinco décadas, tem desempenhado com desenvoltura a função de mediadora entre municípios, chefes do Executivo e parlamentares, livre de questões partidárias. As ações da entidade se baseiam em três pilares: a representação política, a prestação de serviços executivos e a orientação dos gestores. Declarada entidade de utilidade pública, dois anos após sua fundação, a UPB na década de 60 já lutava pela melhoria da infraestrutura dos municípios, cobrando por exemplo o acesso à eletricidade e telefonia no interior do estado. Neste período o combate aos efeitos da seca era uma das grandes reivindicações dos prefeitos. Assessoria UPB

Paulo Souto terá que retirar estrela do PT de propaganda

/ Política

SOUTODEM

O candidato usou símbolo do PT em propaganda eleitoral

O candidato a governador pelo DEM, Paulo Souto, terá que retirar o símbolo do PT de sua propaganda eleitoral. A decisão é do juiz Salomão Viana, que determinou ontem que a coligação de Souto retire o símbolo do Partido dos Trabalhadores da propaganda dele, usada em peças de ataques ao bordão O PT não fez. Segundo informações da coluna Tempo Presente, o juiz diz que só o partido pode usar os seus símbolos.

Morre deputado do mesmo partido de Eduardo Campos

/ Política

GlauberCoelho

Glauber, 40 anos, morreu vítima de acidente. Foto: A Gazeta

Um boletim médico divulgado às 16h15 pelo Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, informou que o deputado estadual Glauber Coelho, filiado ao PSB do ex-governador Eduardo Campos teve morte cerebral constatada através de exames, realizados na tarde desta quarta-feira (20). De acordo com o G1, o parlamentar estava internado desde o dia 10 de agosto, quando sofreu um acidente de trânsito. Na manhã desta quarta, a assessoria de Glauber Coelho informou que ele havia morrido, mas o hospital explicou que ainda eram necessários alguns exames para constatar o quadro clínico. No boletim do hospital ainda consta que foi iniciado o protocolo para doção de órgãos, conforme desejo previamente manifestado pelo deputado e confirmado pelos familiares dele. Coelho foi vítima de um acidente na rodovia ES-482, que liga Cachoeiro de Itapemirim a Alegre, na tarde do último dia 10 de agosto. Desde então, ele estava internado no Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo. Três veículos se envolveram na colisão. De acordo com testemunhas, o impacto da batida foi forte e um dos veículos atingidos teve a lateral completamente destruída. Nele estavam um casal e duas crianças, sentadas no banco de trás. Os carros giraram na rodovia e foram parar no acostamento. No terceiro carro envolvido na batida, estava apenas o condutor, que teve fraturas nas duas pernas.

Justiça eleitoral defere a favor da candidatura de Caetano

/ Política

CaetanoBlogMarcosFrahm

Caetano tem candidatura garantida. Foto: Blog Marcos Frahm

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE – BA) deferiu na tarde hoje a favor do registro de candidatura de Luiz Caetano (PT) a deputado federal. A decisão foi adotada por unanimidade dos votos dos seis juízes que integram o tribunal eleitoral. Os argumentos utilizados pelo Ministério Público foram rejeitados, confirmando-se a lisura da candidatura de Caetano. Embora o nome dele não tivesse sido relacionado na lista de inelegíveis do Tribunal de Contas do Município (TCM), a impugnação foi apresentada em junho. O advogado Carlos Medrado, que fez a defesa de Caetano, destacou que “termos de ocorrência e denúncias nunca foram suficientes para impugnar candidaturas, até porque esses procedimentos não foram submetidos à avaliação da Câmara de Vereadores, soberana na fiscalização dos atos do prefeito e não estão previstos na lei”. Caetano já havia conseguido uma decisão liminar na Justiça Eleitoral, no mês de julho, impedindo que o Ministério Público Eleitoral divulgasse a informação de que ele teria sido impugnado por rejeição de contas relativas ao período em que foi prefeito de Camaçari.

Luiz Argôlo diz que contadora tentou tirar dinheiro dele

/ Política

MarcosArgoloeSilvio

Luiz Argôlo em conversa com Marcos Frahm e Sílvio Senna

O deputado federal pelo SD-BA, Luiz Argôlo, declarou ontem que foi vítima de extorsão por parte da ex-contadora Meire Bonfim da Silva Poza. O parlamentar baiano é acusado de possuir vínculo com o doleiro Alberto Yousseff, preso na Operação Lava-Jato. Em entrevista a jornalistas na tarde de ontem, Argolo contou detalhes do caso e afirmou que foi usado pelos verdadeiros culpados. “Não existe um processo jurídico contra mim. Nesse processo de investigação contra Alberto Yousseff, tem falas com diversas pessoas. E o que eles encontraram nessas falas? ‘Pegaram’ um ‘cabra’ do interior, que não tem padrinho nenhum, e colocaram pra falar”, defendeu-se. Na semana passada, Meire Bonfim, que durante quatro anos prestou serviços contábeis a empresas de Alberto Yousseff, foi ao Conselho de Ética da Câmara e denunciou o envolvimento do deputado, bem como de outros de outros parlamentares, com o esquema. A contadora disse conhecer bem Argôlo, que, de acordo com ela, era chamado de “bebê Johnson”. “Só estive com essa mulher uma vez e, não sei como, ela descobriu o meu telefone celular e mandou uma mensagem para mim, dizendo que precisava falar comigo urgentemente”, contrapõe o deputado. Segundo ele, seu advogado marcou um encontro com Meire, que declarou problemas financeiros e pediu uma quantia em dinheiro. “Na ocasião, ela disse que não queria prejudicar ninguém. Disse que Yousseff não queria resolver a vida dela, e pediu R$ 300 mil para pagar um advogado e algumas contas que estavam acumuladas. Ela chegou a mostrar um extrato da conta bancária”, relatou, acrescentando que se recusou a dar o dinheiro, por nada dever nem temer, o que teria motivado a declaração de Meire no Conselho. Aos jornalistas, Luiz Argôlo confirmou manter relações comerciais com Alberto Yousseff, mas negou a acusação de qualquer negócio ilícito.  Leia mais no Tribuna.

Mário Negromonte nega envolvimento com Youssef

/ Política

FotoBlogMarcosFrahmNM

”Isso foi coisa da revista Veja”, diz Mário Negromonte

O ex-deputado federal e conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios, Mário Negromonte (PP), foi um dos nomes citados pela ex-contadora do doleiro Alberto Youssef, Meire Poza, em depoimento à Polícia Federal e à revista Veja. Em entrevista nesta manhã na Rádio Metrópole, Negromonte negou qualquer tipo de envolvimento com o doleiro e com a operação Lava Jato, e afirmou que o nome dele só foi citado na revista Veja. “A contadora não falou meu nome no depoimento à Polícia Federal, quem falou foi a revista Veja. É só abrir o site do Estadão que todos vão ver que ela não fala o meu nome. Isso é perseguição da Veja, que acha que o governo prefere a revista Istoé”, afirmou. Questionado sobre o nome do seu irmão, Adarico Negromonte, que também aparece na reportagem, o ex-deputado federal voltou a dizer que foi “coisa da Veja”. “O depoimento da contadora não citou o nome da meu irmão, isso mais uma vez foi coisa da revista Veja. Quando entrei em contato com ele, ele negou. Eu respondo por mim, ele responde por ele”, afirmou. Para Negromonte, as denúncias feitas contra ele não o abalam. “Nunca acharam nada sobre mim, nunca respondi a um processo, tenho uma vida ilibada. Não tem telefonema, prova documental, mensagem contra mim, são provas vazias”, pontuou.

Vítima que morreu carbonizada em acidente era professora em Jequié, e natural da cidade de Maracás

/ Política

Acidente10blogmarcosfrahm

Triste. DPT recolhe restos mortais. Fotos: Blog Marcos Frahm

Foi identificada, no início da noite deste domingo a vítima fatal do acidente seguido de incêndio na BR-116, em Jaguaquara. Trata-se da professora de Educação Física, Iara São Paulo Luz, que viajava no primeiro veículo e morreu carbonizada enquanto seu filho, Dilson Filho, condutor do automóvel sofreu queimaduras em 95% do corpo, sendo levado em uma ambulância da Via Bahia, para o Hospital Prado Valadares e transferido posteriormente para Vitória da Conquista, de onde seguirá em UTI aérea para Salvador.Acidente9BlogMarcosFrahm

Veículo completamente destruído após incêndio na BR-116

A professora era natural de Maracás, filha do ex-prefeito daquele município, Amando São Paulo e esposa do comerciante Dilson Discos, de Jequié, onde residia havia anos, segundo informações. Acidente1

Os dois veículos de passeio pegam fogo após grave colisão

Iara estava seguindo para Maracás na companhia dos filhos para comemorar o Dia dos Pais com familiares. Ela atuava na condição de educadora em instituições de ensino públicas e privadas de Jequié.