Crise econômica: Prefeita de Ubatã anuncia corte de 25% do próprio salário e de comissionados

/ Política

Siméia
Prefeita Siméia lamenta crise. Foto: Blog Marcos Frahm

Por conta da falta de recursos para manter os serviços públicos oferecidos pelos municípios, muitos prefeitos baianos estão decidindo pela redução dos próprios salários para conseguir economizar. Em Ubatã, a prefeita Siméia Queiroz (PSB), que integra o Consórcio do Médio Rio de Contas-Cimurc, também anunciou corte. Segundo o site Giro em Ipiaú, em reunião nesta quarta-feira (16/9) a gestora revelou que reduziu o seu salário em 25%. O corte vale ainda para todos os servidores que ocupam cargos em comissão na gestão municipal. A alegação para a medida da gestora é à crise financeira que o país enfrenta. ”Vários municípios brasileiros estão cortando gastos. O momento é de crise e por isso mesmo precisamos tomar medidas para manter a saúde das contas públicas”, disse Siméia, que afirmou ainda que o corte de gastos se estenderá a outros setores da administração. ”Vamos equilibrar as cotas e qualificar os investimentos. Por outro lado, quero garantir a população que os serviços essenciais serão mantidos”, assegurou. No Médio Rio de Contas, além de Siméia, o presidente do consórcio formado pelos prefeitos da região, Railton Oliveira (PT), chefe do Executivo de Itagi, e Lenilton Lopes (PDT), de Manoel Vitorino, reduziram salários.

Ajuste fiscal: Ministro diz que Governo Federal não tem mais como cortar gastos

/ Política

Ministro Edinho Silva. Foto: Reprodução / ObritoNews/
Ministro Edinho Silva. Foto: Reprodução / Fato Online

Parece que o governo chegou ao seu limite! O ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Edinho Silva, afirmou na quarta-feira (16/9) que o governo não tem mais como fazer corte de despesas. De acordo com Silva, o governo chegou a seu esforço maior e não há plano B para o ajuste fiscal, mas que a presidente Dilma Rousseff está aberta ao diálogo. Edinho é investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), depois de ter sido citado pelo delator Ricardo Pessoa. ”Todo esforço de equilíbrio fiscal é um esforço extremado. O governo não tem mais como cortar sem prejudicar os serviços públicos, os programas, sem inviabilizar o funcionamento da máquina pública. A presidenta deve anunciar na semana que vem a reforma administrativa, a reforma ministerial, concluindo as medidas que cabem ao Executivo”, disse em entrevista ao jornal O Globo. Edinho explicou ainda que ”a partir de agora cabe o diálogo com o Congresso, com os representantes da sociedade, para que a gente possa criar um ambiente de superação das dificuldades”.

Assembleia: Deputados aprovam projeto que cria os Consórcios Interfederativos de Saúde

/ Política

Consórcio
Deputados aprovam ”Consórcios”. Foto: Divulgação ALBA

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou, por unanimidade, o projeto que cria os Consórcios Interfederativos de Saúde. Os consórcios consistem na união entre dois ou mais entes, sem fins lucrativos, com a finalidade de prestar serviços e desenvolver ações conjuntas que visem o interesse coletivo e benefícios públicos. A AL-BA aprovou ainda a regulamentação do e-commerce (comércio online), que versava também sobre a destinação de 2% do ICMS para o fundo de Combate à Pobreza do Estado. A aprovação dos dois projetos só aconteceu após acordo entre governo e oposição. Para passar o projeto do ICMS, o governo acatou o pedido da oposição e retirou a emenda que destinava 2% para o fundo. Na Bahia, segundo dados da Secretaria da Fazenda, a expectativa é que, já em 2016, a mudança no ICMS do E-commerce signifique um primeiro aumento de R$ 48 milhões na arrecadação. O aumento se dará porque, com a aprovação do projeto e sua promulgação agora em setembro, o Estado passa a aplicar as novas regras em janeiro do ano que vem. A nova regulamentação estabelece duas alíquotas, uma interna e outra interestadual, e prevê que a diferença entre elas será gradualmente direcionada ao Estado de destino da compra. O texto do projeto na íntegra pode ser baixado neste link. Pela nova regra, em 2016, o Estado de destino ficará com 40% da diferença entre a alíquota interna e a interestadual, e o de origem, 60%. No ano seguinte, esses percentuais serão, respectivamente, 60% e 40%. No terceiro ano, o Estado de destino ficará com 80% e o de origem, 20%. E, a partir de 2019, 100% da diferença entre as alíquotas ficará no Estado de destino dos bens e serviços. Com informações do Bahia Notícias

Deputados deixam Assembleia e votação de projeto do Consórcio de Saúde é derrubada

/ Política

Opositores queriam obstruir sessão
Opositores queriam obstruir sessão. Foto: Wagner Souza

Dois projetos deveriam ser votados na noite desta terça-feira (15/9) na Assembleia Legislativa da Bahia, mas de acordo com o site Bocão News, uma manobra dos deputados governistas derrubou a votação dos projetos 21.469/2015 e 21.434/2015. O primeiro projeto altera a arrecadação de ICMS nos municípios e o segundo disciplina a participação do Estado nos consórcios inter-federativos de saúde. A oposição pretendia obstruir a sessão, contudo, os governistas deixaram o plenário, derrubando a sessão. A votação das propostas ocorrerá nesta quarta-feira. O deputado oposicionista Adolfo Viana (PSDB), disse ao site que o projeto de arrecadação de ICMS prejudica os municípios. ”O governo do Estado apresenta um projeto de lei aonde eles vão passar a mão em 2% da arrecadação do ICMS que é destinado aos municípios. O que nós deveríamos estar fazendo nesse plenário era propor ao governo do Estado viabilizar as prefeituras, mas, inacreditavelmente, a Assembleia Legislativa tenta aprovar um projeto que vai na contramão de tudo que os prefeitos têm cobrado em Brasília”, disse. Em relação ao projeto dos consórcios inter-federativos de saúde, o mesmo não chegou a ser aprovado tampouco pelos governistas. As deputadas Fabíola Mansur (PSB) e Angela Sousa (PSD) deixaram o plenário insatisfeitas. As emendas da oposição entraram em negociação e três chegaram a ser acatadas parcialmente, no entanto, não foram acolhidas pelos opositores, segundo o Bocão News.

Acusado de desviar recursos da Educação, secretário de ACM Neto permanece no cargo

/ Política

Secretário Alexandre Paupério. Foto: Max Haack | Divulgação
Secretário Alexandre Paupério. Foto: Max Haack / Divulgação

Apontado como beneficiário de um suposto esquema de corrupção que teria desviado R$ 40 milhões da Educação de Salvador e ainda de ter atuado como lobista para beneficiar uma empresa do pai com contrato de R$ 2 milhões, o secretário municipal da Gestão, Alexandre Paupério, apareceu em público pela primeira vez, nesta terça-feira, ao lado do prefeito ACM Neto (DEM), desde que estourou o escândalo da Secult. Em entrevista ao site Bocão News, o chefe da pasta disse que está à disposição do gestor soteropolitano, caso ele decida afastá-lo até que os processos sejam concluídos. ”A nomeação dos secretários é um ato exclusivo do prefeito. Eu sempre estive à disposição dele assim que ele me convidou. Estou à disposição para continuar contribuindo com a cidade, mas se ele achar que não é o momento de continuar, estou também à sua disposição. Deixo ele muito à vontade sobre isso”, disse. Paupério afirmou que tem um ”trajetória profissional reconhecida em Salvador e na Bahia” e, por isso, está à disposição da Justiça para todos os esclarecimentos necessários. ”É um aprendizado para mim. É uma situação que nunca tinha passado, uma situação nova, e quero esclarecer em nome da minha trajetória profissional e da minha família”, defendeu. O secretário da Gestão revelou que tem conversado regularmente com o prefeito e disse estar tranquilo. ”Acompanhamos com toda atenção que merece esse caso, esperando que possa na Justiça esclarecer todos os fatos”, disse.

Porto Seguro: Procuradoria derruba liminar e a prefeita Cláudia Oliveira segue inelegível

/ Política

Cláudia é enquadrada na Ficha Limpa. Foto: Reprodução
Cláudia é enquadrada na Ficha Limpa. Foto: Reprodução

A liminar conquistada pela prefeita de Porto Seguro, Claudia Oliveira, junto à 5ª Vara do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) reavaliasse as contas rejeitadas relativas ao exercício financeiro de 2013 foi derrubada na tarde desta segunda-feira (14), em decisão da Procuradoria Regional Eleitoral.Com a decisão e a queda da liminar, passa a valer a determinação anterior do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que entende que os técnicos dos tribunais de contas têm legitimidade para julgar as finanças da prefeitura. Em miúdos, o debate jurídico girou sobre a inelegibilidade de Cláudia Oliveira. A prefeita não quer ser enquadrada na Lei da Ficha Limpa, que prevê a impossibilidade de se candidatar a qualquer cargo os que tiverem contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável, que configure ato doloso de improbidade administrativa. Na peça jurídica, a prefeita declara as intenções de concorrer nas próximas eleições e argumenta que ”não cabe à Justiça Estadual apreciar a questão de inegibilidade, uma vez que a matéria é atinente à Justiça Eleitoral”. A reportagem do site Bocão News disse ter tentado contato com a prefeita Claudia Oliveira para falar sobre a decisão, mas até o momento da postagem da matéria a gestora não atendeu as ligações.

O TCM apontou irregularidades que vão de A a Z nas contas de 2013 da Prefeitura de Porto Seguro. No parecer do relator, o conselheiro Fernando Vita aplicou multa de R$ 20 mil pelas falhas contidas no relatório e determinou o ressarcimento aos cofres municipais, com recursos pessoais da gestora, no montante de R$ 122.384,21, sendo R$ 75.131,40 referentes a ausência de comprovação de despesas na aquisição de passagens rodoviárias e R$ 47.252,81 por despesas com multas e juros em decorrência de atraso no pagamento de obrigações. Ao analisar as contas, a relatoria constatou a ausência de processos licitatórios no montante de R$ 1.926.294,21, de processos licitatórios e de dispensa e/ou inexigibilidade não encaminhados ao TCM, no valor total de R$ 122.863,66, impedindo a fiscalização quanto à legalidade dos gastos realizados e comprometendo o mérito das contas.

O município apresentou uma receita arrecadada de R$ 231.189.301,77 e uma despesa executada de R$ 235.321.947,08, o que revela um déficit orçamentário de execução de R$ 4.132.645,31, “configurando, assim, um desequilíbrio das contas públicas”, de acordo com o parecer. O relatório técnico também registrou a realização de despesas imoderadas com serviços de consultoria em assistência social, consultoria contábil e jurídica, além de gastos elevados com empresas de comunicações, de produções artísticas e de serviços de locações e de produções de eventos, contrariando os princípios da razoabilidade e da economicidade, o que resultou em prejuízo ao erário. A despesa total com pessoal alcançou o montante de R$ 146.346.326,60, correspondendo a 64,88% da receita corrente líquida de R$ 225.567.816,74, ultrapassando o limite de 54% previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, devendo a gestora promover a redução dos gastos. Informações do Bocão News

Deputada Ivana revela que dívida da Construtora Valec é de R$ 320 mi e não R$ 600 milhões

/ Política

Deputada Ivana Bastos. Foto: Gilberto Jr. Bocão News -
Deputada Ivana Bastos. Foto: Gilberto Jr. Bocão News

A deputada estadual Ivana Bastos (PSD), presidente da Comissão Especial da Fiol e do Porto Sul na Assembleia Legislativa da Bahia, informou ao site Bocão News, nesta segunda-feira (14/9), que a dívida da Valec, responsável pela construção da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol), é R$ 320 milhões e não R$ 600 milhões como foi noticiado na semana passada. Ivana Bastos, que participa do encontro do PSD em Salvador, disse que a informação foi confirmada à Comissão pelos próprios dirigentes da estatal. Sobre a devolução dos trilhos a vendedores chineses e espanhóis, a parlamentar informou que eles não chegaram a ser comprados porque as obras ainda não atingiram a fase de colocação dos trilhos, daí a necessidade de utilizar recursos para comprar os materiais. ”As obras estão desaceleradas. Continuam em um ritmo menor, mas não estão totalmente paralisadas”, disse a deputada, em entrevista ao Bocão News.

”Dilma Rousseff terminará o mandato em 2018”, afirma o vice-presidente, Michel Temer

/ Política

''Vamos superar essa crise
”Vamos superar essa crise”, diz Temer. Foto: Divulgação

Liderando uma comitiva de sete ministros e 51 empresários em missão empresarial à Rússia e à Polônia, o vice-presidente Michel Temer disse nesta segunda (14/9) que o Brasil vai superar a crise ”com muita tranquilidade”. Ele reuniu-se na manhã desta segunda-feira em Moscou com ministros e empresários para acertar os últimos detalhes da agenda política e empresarial da viagem oficial de quatro dias que inclui Varsóvia, na Polônia. O vice-presidente Michel Temer disse ainda ter certeza de que a presidente Dilma Rousseff terminará o mandato em 2018. ”A presidente está se recuperando cada vez mais e tenho certeza que terminará o mandato”, disse Temer. Segundo Temer, os cortes de gastos discutidos pelo governo ainda não estão definidos. ”Foi pregado intensamente no sentido que se façam os cortes. Mas os cortes não estão definidos ainda. Se houver cortes, acho que é um bom passo e um atendimento a vários setores que pleiteiam exatamente cortes”, disse o vice-presidente. ”Hoje pela manhã tivemos reunião com empresários brasileiros que estão aqui. Não só pudemos falar, eu e os ministros que me acompanham, como especialmente ouvimos os empresários. Foram sugestões extraordinárias que me fizeram crer naquilo que tenho acreditado há muito tempo: que nós vamos superar essa crise com muita tranquilidade, vamos enfrentar tudo isso com muita galhardia. Tenho certeza de que o empresariado brasileiro vai colaborar, o governo brasileiro está fazendo o possível”, disse Temer, com exclusividade, à Agência Brasil.

Deputado José Carlos Aleluia vai ao Hospital Sírio Libanês para realizar cirurgia no coração

/ Política

Aleluia fará revascularização miocárdica
Aleluia fará cirurgia no coração. Foto: Jornal Grande Bahia

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) fará, nos próximos dias, uma cirurgia de revascularização miocárdica no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Segundo a assessoria do parlamentar, após passar por exames de rotina no serviço médico da Câmara Federal, Aleluia decidiu fazer uma reavaliação no Sírio Libanês, onde foi recomendado o procedimento cirúrgico. O caso, contudo, não é urgente, e o deputado aguarda a programação do hospital em um quarto comum, na companhia de familiares. Com informações do Bahia Notícias

Cid Gomes não concorda com pedido de impeachment

/ Política

Ex-ministro da Educação, Cid Gomes
Ex-ministro da Educação, Cid Gomes. Foto: Divulgação

Apesar de ter integrado os governos petistas, o grupo político dos irmãos Gomes não se sentiria constrangido de assumir uma eventual candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República pelo PDT em 2018 em oposição ao PT. Os irmãos dizem discordar de muitas das medidas adotadas pela petista neste segundo mandato, mas ressaltam que não a ponto de pedir a saída da presidente do cargo. De acordo com o ex-ministro da Educação de Dilma Rousseff, Cid Gomes, no segundo governo, ela fez uma série de concessões tanto do ponto de vista de política econômica como da política em si que não tem a sua aprovação. ”Agora, não discordamos para pedir impeachment ou renúncia, discordamos para corrigir”, afirmou. ”Achamos que ela tem um mandato legítimo e esperamos que o cumpra até o final”, disse o ex-ministro, em entrevista ao Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado. Cid, Ciro e parte do grupo político deles no Ceará vão deixar o PROS rumo ao PDT. A filiação de Ciro está marcada para a próxima quarta-feira (16/9), em cerimônia individual na sede do PDT, em Brasília. Já Cid e os demais integrantes – entre eles, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio – só devem se filiar à nova legenda durante ato coletivo previsto para o fim de setembro em Fortaleza (CE), reduto eleitoral dos irmãos Gomes. De acordo com o ex-ministro da Educação, em torno de 10 deputados estaduais, três federais e cerca de 70 prefeitos do Ceará devem migrar para o PDT.  Cid Gomes defendeu a candidatura de Ciro à Presidência em 2018. De acordo com ele, Ciro tem conhecimento e acumulou capital político suficiente para concorrer ao cargo. ”Ele já foi prefeito (de Fortaleza), governador (do Ceará), deputado federal e candidato à Presidência duas vezes (em 1998 e 2002)”, destacou ”Mas há outros quadros bons (no PDT), como o senador Cristovam Buarque e o próprio (Carlos) Lupi (presidente nacional do PDT)”, ponderou. Informações da Tribuna

Contas da Câmara de Teolândia são rejeitadas pelo TCM

/ Política

Câmara descumpriu a LRF. Foto: Site Amarelinho 10
Câmara descumpriu a LRF. Foto: Amarelinho 10

As contas da Câmara Municipal de Teolândia, município do Baixo-Sul do Estado, relativas a 2014, foram rejeitadas pelos conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios em sessão realizada na quinta-feira (10/9). O vereador Cornélio Eustáquio dos Santos, que comanda o legislativo municipal, foi multado e tem 30 dias para recolher aos cofres públicos a quantia de R$2 mil.
As contas foram rejeitadas porque o gestor se recusou a reconhecer e pagar obrigações de exercícios anteriores no valor de R$26.329,03, o que contribuiu para o desequilíbrio fiscal da entidade, em descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal. O vereador presidente da câmara argumentou que a sua administração ”não tinha responsabilidade pelo saldo de exercícios anteriores” e questionou até mesmo a efetiva existência do passivo registrado no balanço do poder executivo. No relatório, os auditores rebatem os argumentos e destacam que cabe ao gestor a adoção de medidas, com os recursos existentes, para o pagamento das dívidas do poder, independentemente de quando as mesmas foram geradas, uma vez que o débito é vinculado à entidade. Também hoje os conselheiros do TCM examinaram e aprovaram com ressalvas as contas de 2014 da Câmara Municipal de Candiba e aplicaram uma multa de R$500,00 ao presidente, vereador Noélio de Souza Bebé por não disponibilizar as contas para exame dos contribuintes e não alimentar corretamente com os dados financeiros o Sistema Integrado de Gestão e Auditoria (SIGA). Cabe recurso às decisões

Neto faz mistério sobre saída de secretário acusado de desviar recursos da Educação

/ Política

''Prefiro aguardar'', afirmou.
”Prefiro aguardar”, afirmou. Foto: Paulo Macedo/Bocão News

Ganha força a notícia de que o nome do secretário de Gestão, Alexandre Paupério, está a um fio de ser riscado da lista dos secretários do prefeito ACM Neto (DEM). A informação de fontes da prefeitura é a de que a decisão já foi tomada, porém, o democrata ainda faz mistério sobre a possibilidade do integrante do primeiro escalão do seu governo municipal ser exonerado de suas funções. Paupério foi denunciado pelo Ministério Público como integrante de um esquema que teria desviado quase R$ 40 milhões da Educação de Salvador e de ter atuado como lobista para beneficiar empresa do pai com contrato de R$ 2 milhões. Na manhã deste sábado, durante evento na Vila Canária, o prefeito confirmou ter conversado com o denunciado na sexta-feira (11/9) e ouviu explicações de Paupério. ”Conversamos ontem. Ele me levou suas explicações, porém eu não tive acesso à peça do Ministério Público. Prefiro aguardar”, afirmou. No entanto, o chefe do Palácio Thomé de Souza chegou a informar que, na conversa com o ainda secretário de Gestão, Paupério demonstrou segurança na defesa que será apresentada. ”Ele me disse que estava muito seguro. Eu ainda não tenho elementos para fazer um juízo definitivo do assunto. Pedi à Procuradoria [Geral do Município] que tivesse acesso a peça do MP para poder fazer uma avaliação definitiva”, finalizou. Informações do Bocão News

Youssef diz que repassou propina para a campanha de Negromonte Júnior em 2010

/ Política

Negromonte Júnior é citado na Lava Jato
Negromonte Júnior é citado na Lava Jato. Foto: Divulgação
Relatório enviado pela Polícia Federal ao Supremo Tribunal Federal (STF) implica o deputado Mário Negromonte Júnior (PP) nas investigações da Operação Lava Jato, de acordo com informações do colunista Jairo Costa Júnior, do jornal Correio. O documento, assinado pelo delegado da PF Josélio Azevedo de Souza, reproduz trecho de delação premiada em que o doleiro Alberto Youssef detalha repasses de propina para a campanha do parlamentar em 2010, quando ele conquistou uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). Segundo o jornal, Youssef afirmou que os R$ 85 mil doados a Negromonte Júnior pela Jaraguá Equipamentos, uma das empresas investigadas pelos desvios nas Petrobras, foram resultado de um “acerto” com o pai do deputado, o ex-ministro das Cidades Mario Negromonte, conselheiro  da Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e também alvo da Lava Jato. O doleiro disse  à PF que viabilizou doações de campanha para Negromonte Júnior através de repasses feito ao Diretório Estadual do PP. De acordo com a PF, a delação de Alberto Youssef respinga ainda sobre a filha de Mário Negromonte. O doleiro disse aos investigadores da Lava Jato que pagou com recursos desviados do esquema da Petrobras os móveis para o apartamento alugado por Daniela Negromonte no Itaim Bibi, bairro de classe média alta em São Paulo.  Segundo Youssef, o mimo foi bancado a pedido de Negromonte. Ainda de acordo com o colunista, os indícios apontados pela PF  no relatório de 220 páginas levaram o delegado Josélio Azevedo a pedir autorização ao Supremo para interrogar filhos do ex-ministro. Em declarações à imprensa na sexta-feira (11), o deputado  Mário Negromonte Júnior afirmou que seu pai nunca lhe procurou para discutir nomes de empresas que financiaram sua campanha e que as doações foram articuladas pela cúpula do PP. Nota do Bocão News

Diagnosticado com ”estafa”, prefeito médico renuncia ao cargo em Cruz das Almas

/ Política

O médico e político Raimundo Jean Cavalcanti Silva (PMDB), que ocupava até esta quarta-feira (9/9), pela terceira vez, o cargo de prefeito do município de Cruz das Almas, no Recôncavo baiano, renunciou ao cargo de chefe do Executivo local no fim da tarde, sob alegação de que enfrenta problemas de saúde. De acordo com Raimundo Jean, uma estafa é responsável pela indicação médica de afastamento da função e de todas as outras atividades. Quem assume a administração pública é o vice-prefeito, Ednaldo Ribeiro (PTC). A Câmara de Cruz já foi notificada da decisão e a carta renúncia foi homologada durante sessão realizada às 19h30 desta quarta. Na rede social, o político utilizou um espaço no site da Prefeitura e publicou uma nota esclarecendo a renúncia.

Raimundo Jean (PMDB) renunciou. Foto: Jornal Grande Bahia
Raimundo Jean renunciou ao cargo. Foto: Jornal Grande Bahia

Veja carta divulgada pelo prefeito

Por mais de 38 anos da minha vida tenho me dedicado a Cruz das Almas, cidade pela qual tenho um amor inquestionável. Estou agora na minha terceira gestão, sempre buscando fazer o melhor para o meu povo, apesar do momento de dificuldade que vivemos em todo País. Ao longo de quase três anos de governo tenho cumprido meus compromissos com a comunidade; ainda em pouco tempo conseguimos transformar a saúde, acabar com as desumanas filas de marcação, reativar nosso Hospital Municipal, obras importantes para o desenvolvimento do Município. Avançamos em todos os setores da gestão. Nesse período  é evidente que precisamos continuar avançando. Uma cidade possui demandas inesgotáveis, sempre que avançamos, uma nova necessidade surge e jamais tive medo desse desafio.

Serei transparente em dizer-lhes que nos últimos meses tenho passado por avaliações médicas e fui diagnosticado com uma estafa, não só mental como física. Por recomendação médica todas minhas atividades devem ser suspensas por um período, ainda não determinado, inclusive como prefeito. Portanto, é com uma enorme dor no coração que informo publicamente que estou renunciando ao meu cargo de Prefeito Municipal de Cruz das Almas.

Para mim não é um momento fácil. Como toda cidade tem conhecimento, sou movido pelo trabalho, apaixonado pela Medicina e Administração Pública.  Entretanto, sinto-me tranquilo em passar essa tarefa para meu vice-prefeito, Ednaldo Ribeiro, que tenho certeza, fará um excelente trabalho por já participar ativamente da gestão desde seu início. Ednaldo tem sido meu braço direito e terá meu total apoio.

Agradeço imensamente a Cruz das Almas pela confiança que sempre teve na minha capacidade e vontade de gerir essa cidade. Saber que posso contar com cada cidadão, me fortalece a assumir mais esse desafio, ainda que pessoal.

Obrigado, de coração.

Até breve.

Raimundo Jean Cavalcante Silva.