Governadores nordestinos fazem carta contra impeachment de Dilma Rousseff

/ Política

Governadores assinam carta.  Foto: Alberto Coutinho
Governadores assinam carta. Foto: Alberto Coutinho

Um manifesto feito pelos nove governadores do Nordeste rejeitou pedidos de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. A ”Carta de Teresina” foi escrita durante encontro dos gestores nesta sexta-feira (17) na capital piauiense. Na missiva oficial, os governadores também pediram recursos do governo federal para as áreas de segurança pública, previdência, ciência e tecnologia. ”Definitivamente, não será pela via tortuosa da judicialização da política, da politização da justiça ou da parlamentarização forçada que faremos avançar e consolidar o processo democrático”, diz a carta. Segundo a Folha, Dilma e o vice-presidente, Michel Temer (PMDB-SP), também receberam apoio de governadores da oposição. Governadores do PSB, como Ricardo Coutinho (Paraíba), Paulo Câmara (Pernambuco) e o governador e

Governador Rui Costa cobra parceria do governo federal na segurança pública

/ Política

Foto: Alberto Coutinho
IV Encontro de Governadores Foto: Alberto Coutinho
A necessidade de envolver o governo federal nas discussões sobre a segurança pública no País foi defendida, nesta sexta-feira (17/7), pelo governador Rui Costa, durante o IV Encontro de Governadores do Nordeste, que acontece durante todo o dia em Teresina, no Piauí. Rui destacou, durante seu pronunciamento, a importância de uma agenda mensal envolvendo estados e União a fim de serem tomadas decisões para combater a criminalidade e a criação de um fundo nacional destinado a financiar os investimentos em segurança pública. ”Na área de segurança, precisamos ter uma agenda de trabalho mensal para pautar as questões objetivas, que afligem os governadores, e uma resposta concreta do governo federal em relação ao que pode ajudar”, defendeu o governador. “Não podemos ficar estudando e debatendo os temas por períodos que nunca chegam ao fim. Precisamos de medidas concretas, que devem ser tomadas imediatamente. Minha sugestão é que a gente institua reuniões mensais entre os estados e o governo federal. Reuniões de trabalho para definir, entre outras coisas, ações de controle, a compra e circulação de explosivos, da entrada de armas, do uso de celulares em presídios, entre tantas outras questões que podem ser resolvidas de imediato.” Segundo Rui, o principal fator que gera pânico e sensação de insegurança na população são as constantes explosões de caixas eletrônicos. Quanto a esse assunto, o governador baiano defendeu que o governo federal atue de forma mais incisiva em relação aos explosivos, por meio do Exército brasileiro, instituição responsável pelo controle do uso e  transporte desse tipo de material no País. ”As instituições privadas autorizadas a usar explosivos não sofrem nenhum tipo de fiscalização”, criticou.

Ibope/BN: Dilma faz uma gestão ruim e Rui Costa é bem avaliado por eleitores baianos

/ Política

Rui aparece bem em pesquisa Ibope
Rui aparece bem em pesquisa Ibope. Foto: Reprodução

A presidente Dilma Rousseff (PT) faz uma gestão ruim ou péssima para 80% dos entrevistados pela pesquisa Ibope/ Bahia Notícias em Camaçari (BA). De acordo com o levantamento feito com 406 pessoas entre os dias 6 e 9 de julho de 2015, apenas 14% dos entrevistados consideram a administração da petista como regular e 5% como ótima ou boa – 1% não souberam ou não responderam. No caso do governador Rui Costa (PT), a avaliação é mais equilibrada: 23% consideram a gestão de Rui ótima ou boa, enquanto 22% acham que o chefe do Executivo baiano possui uma administração ruim ou péssima. Para 46% dos entrevistados, Rui faz uma gestão regular e 10% não souberam ou não responderam. A margem de erro é de 5% para mais ou para menos. Bahia Notícias

Homem é morto com tiros de pista na margem da BR-330, no trecho de Ubatã

/ Política

Xerife foi morto com 4 tiros. Foto: Ubatã Notícias
Xerife foi morto com quatro tiros. Foto: Ubatã Notícias

Um homem foi morto a tiros na tarde desta quarta-feira (15/7), na margem da BR-330, em Ubatã, quando estava sentado num bar de sua propriedade e três indivíduos um carro Gol branco pararam em frente ao estabelecimento, desceram do automóvel e fizeram vários disparos contra Rubens Barbosa Porto, 47 anos, apelidado em Ubatã como Xerife. De acordo com o site Ubatã Notícias, os criminosos fugiram após o cometimento do crime via BR-330. A Polícia Milita local realizou diligências, mas não conseguiu alcançar o bando. No local, foram encontrados projéteis de pista .45. Não há informação sobre a motivação do 7º assassinato registrado em Ubatã neste ano de 2015.

Michel Temer diz que PMDB quer ter candidato próprio à Presidência em 2018

/ Política

'' O PMDB quer ser cabeça de chapa''
”PMDB quer ser cabeça de chapa”, diz Temer. Foto: Divulgação
Líderes do PMDB e o vice-presidente da República e articulador político do governo, Michel Temer, confirmaram nesta quarta-feira (15/7) que o partido pretende ter candidato próprio nas eleições presidenciais de 2018. Nas duas últimas eleições, o partido fez aliança com o PT e elegeu o vice-presidente. ”Estamos abertos para todas as alianças, todos os partidos, apenas o que está sendo estabelecido é que PMDB quer ser cabeça de chapa em 2018”, disse Temer a jornalistas. Além de reforçar a ideia de candidatura própria, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que a aliança que o partido mantém atualmente com o PT é circunstancial. “O PMDB tem com o PT uma aliança estratégica circunstancial porque ela deveria acontecer em torno de apenas um programa. O PMDB desde logo está deixando absolutamente claro que vai ter um projeto de poder, que vai ter um candidato competitivo à Presidência da República”, disse Renan. Os líderes partidários do PMDB participaram do lançamento da plataforma digital da Fundação Ulysses Guimarães e aproveitaram o evento para falar sobre a disputa eleitoral. A ideia de fortalecer o partido nas redes sociais é, segundo eles, o primeiro passo para melhorar a interação com a sociedade e preparar o PMDB para as eleições de 2016 e 2018. O ex-presidente José Sarney e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) também participaram do lançamento. Na avaliação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o partido precisa se posicionar no processo político para recuperar o protagonismo e deve disputar eleições para ter quem defenda suas ideias. ”Time que não joga não tem torcida”, disse Cunha. Ele também falou sobre a aliança com o PT. ”Estamos neste momento político delicado, em que muitos debates são feitos, que o PMDB faz parte de uma aliança, mas o PMDB sabe que em 2018 ele quer buscar o seu caminho, que não é com essa aliança.”

Ubatã: Administração da prefeita Siméia é aprovada por 71,5% da população, aponta pesquisa

/ Política

Prefeita de Ubatã, Simeia
Prefeita de Ubatã, Siméia Queiroz. Foto: Blog Marcos Frahm

A aprovação da gestão Siméia Queiroz (PSB) prefeita de Ubatã, é de 71,5% de acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura da cidade, com base em pesquisa realizada pelo Instituto Sócio Estatística, do sociólogo Agenor Gasparetto. Segundo a Ascom/Ubatã, a pesquisa foi realizada no último dia (5/7) com entrevista a 408 eleitores em todos os bairros do município. No questionário aplicado, o Instituto questionou os munícipes se aprovam ou desaprovavam a gestão da prefeita. 71,5% das pessoas responderam que aprovavam, conforme informações em nota enviada ao Blog Marcos Frahm pela Ascom. Ainda de acordo com a nota, o instituto revelou na pesquisa que, 66,6% das pessoas entrevistas, consideram a prefeita uma política honesta; 74,9% uma política séria; 76,2% trabalhadora; e para 69% dos entrevistados a gestora tem autoridade. Em seu parecer, Agenor Gasparetto destaca que todos os serviços ofertados pela gestão são bem avaliados, dados que credenciam a gestora, caso queira, a tentar a reeleição, publicou a nota, tendo informado que é a segunda pesquisa realiza pelo Instituto Sócio Estatística num intervalo de 07 meses.

PTN baiano nega voltar à base de ACM Neto e reafirma apoio ao governador Rui Costa

/ Política

Maurício Bacelar diz que PTN fica com Rui. Foto: Divulgação
Maurício Bacelar diz que PTN fica com Rui. Foto: Divulgação

Diante de diversas conversas que o PTN poderia voltar à base do prefeito ACM Neto (DEM), após rompimento no início do ano para ingressar na linha de apoio ao governador Rui Costa, as afirmativas hoje no partido caminham pela não existência de motivos para o regresso ao ninho democrata.Quando a legenda rompeu com o prefeito, o ainda vereador e hoje presidente da Limpurb na prefeitura de Salvador, Tiago Correia, decidiu ficar no grupo de Neto por entender que aquela seria sua melhor opção e, principalmente, por conta de laços familiares.O partido foi atendido pelo governo estadual e assumiu a diretoria geral do Departamento de Trânsito da Bahia (Detran), ocupado pelo ex-presidente do PTN no estado, Maurício Bacelar.É, exatamente, no Detran que atualmente se tem um foco de discórdia dentro do partido que tem gerado especulações de uma eventual saída do deputado estadual Alex Lima da sigla. No último fim de semana, o diretor Maurício Bacelar anunciou a implantação de uma Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) para Esplanada, o que teria gerado uma espécie de ciúme no deputado Alex Lima, que tem na região sua base eleitoral. Leia mais na Tribuna da Bahia.

Itiruçu: Lorena reafirma que será candidata, mas ainda não definiu a legenda partidária

/ Política

Lorena ainda não definiu seu partido. Foto: Blog Marcos Frahm
Lorena ainda não definiu seu partido. Foto: Blog Marcos Frahm

Em Itiruçu, já não é mais novidade pra ninguém que a médica Lorena Di Gregório disputará à Prefeitura nas eleições de 2016. Conforme antecipado pelo Blog Marcos Frahm e pelo site Bocão News, no ultimo dia (21/6), após entrevista da médica aos dois veículos de comunicação, durante o Forró do Piu-Piu, em Amargosa, Lorena não nega sua pretensão de candidatar-se a Prefeitura. Relembre aqui. E no domingo (4/7), em sua cidade, quando participava do Forró Coffee, Lorena reafirmou que tem pretensão em disputar a chefia do Executivo local, não quis antecipar qual será a legenda que irá se filiar, após ter pedido desfiliação do Partido dos Trabalhadores-PT. Sua entrevista no São João causou grande repercussão nos círculos políticos da região.

Itiruçu: Vereador Paulinho não acredita em racha entre prefeito Wagner e Ailton Cezarino

/ Política

Paulinho diz que grupo segue unido. Fotos; Blog Marcos Frahm
Paulinho diz que grupo segue unido. Fotos: Blog Marcos Frahm

O vereador Paulo Ézio das Mercês (PSB), de Itiruçu, um dos líderes do Governo Wagner na Câmara Municipal, afastou a possibilidade de um racha entre o prefeito Wagner Novaes (PSDB) e o ex-prefeito e esposo da atual vice-prefeita do município, Rita Novaes (PDT), o advogado Ailton Cezarino, que teria revelado a pretensão de se candidatar à Prefeitura de Itiruçu em 2016. Para Paulinho, apesar dos rumores de intrigas políticas entre Wagner e Ailton, ambos marcharam juntos nas próximas eleições. Quando indagado sobre qual quem será mesmo o candidato da base governista, o vereador afirmou que não faltam nomes. ”A base está unida. O próprio Wagner, a vice doutora Rita e até mesmo Ailton pode ser o candidato, mas o grupo estará unido”, disse o parlamentar ao Blog Marcos Frahm durante no Forró Coffee.

Val Caetano e Nane discutem eleições 2016 no Coffee
Val Caetano e Nane discutem eleições 2016 no Forró Coffee

 Quem não esconde o desejo de ocupar uma das vagas na Câmara de Itiruçu é Ananias Pires, o popular (Nane de Gal), um dos simpatizantes do ex-prefeito Ailton Cezarino. Nane diz que já se articula para 2016. Já o vereador Val Caetano (SD), que acumula cinco mandatos como representante do Poder Legislativo local, ainda não decidiu sobre o seu futuro político. Val afirma que não está descartada a possibilidade de também colocar o seu nome a disposição do grupo para uma eventual candidatura de prefeito.

Política: Aécio sinaliza que PSDB vai trabalhar para pôr fim ao governo Dilma

/ Política

Aécio sonha em Dilma fora do poder. Foto: Reprodução
Aécio sonha em Dilma fora do poder. Foto: Reprodução

Após ser reconduzido à presidência nacional do PSDB neste domingo (5), o senador Aécio Neves (MG) fez um discurso inflamado sinalizando que o partido vai trabalhar para pôr fim ao governo da presidente Dilma Rousseff. Sem falar a palavra impeachment, Aécio afirmou que a oposição “não esmoreceu” e que o PSDB pretende dar uma resposta “responsável e corajosa” à sociedade. Em sua fala, o tucano acusou o PT de montar um “modos operandi” , no qual “vale tudo” para continuar no poder, e que isso colocava sob suspeita os recursos recebidos pela campanha que elegeu Dilma e o vice-presidente, Michel Temer, no ano passado. “Os sucessivos escândalos que aí estão consolidam a ideia de que se instalou no Brasil um modos operandi organizado e sistematizado em que vale tudo para se manter no poder, e que agora coloca sob gravíssima suspeição a campanha que elegeu a atual presidente da República e seu vice”, disse. Em diversas oportunidades, Aécio sugeriu que Dilma deixaria o governo antes de 2018, quando estão previstas as novas eleições presidenciais. “Ao final do seu governo, que eu não sei quando ocorrerá, talvez mais breve do que alguns imaginam, os brasileiros terão ficado mais pobres”, afirmou.

Nas redes sociais, ministro Jaques Wagner presta solidariedade a jornalista Maria Júlia

/ Política

Julia

A jornalista Maria Júlia Coutinho, conhecida garota do tempo do tempo do Jornal Nacional, foi vítima de racismo através das redes sociais. A ação preconceituosa foi repercutida em diversos setores, inclusive no campo político. O ex-governador da Bahia e ministro da Defesa, Jaques Wagner (PT), através do Twitter, prestou solidariedade a jornalista. ”Hoje, Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial, quero manifestar aqui a minha solidariedade à jornalista @majucoutinho.Maju, como é carinhosamente conhecida, foi alvo de xingamentos racistas na página do @jornalnacional no Facebook. Além de crime, o racismo é uma atitude moralmente desprezível, responsável por justificar barbaridades como a escravidão”, postou nas redes. Wagner também reiterou que espera punição aos autores das mensagens racistas e compartilhou uma foto de Maju com a hastag #somostodosmajucoutinho.

Deputado Euclides Fernandes quer detetores de metais nos acessos às penitenciárias

/ Política

Euclides cita vistoria no Presídio de Jequié
Euclides cita como exemplo vistoria no Presídio de Jequié

Tendo como referencial o  resultado do ”baculejo” no Conjunto Penal de Jequié, que encontrou vários materiais proibidos, inclusive 60 celulares, nas mãos dos presos, o deputado Euclides Fernandes (PDT) apresentou Projeto de Lei estabelecendo a obrigatoriedade de serem instalados detetores de metais em todos os acessos das penitenciárias, prisões e xadrezes das delegacias de todo o Estado da Bahia, particularmente nos acessos de serviço e funcional.  – Considerando que durante os dias de visitas há um rigoroso esquema de fiscalização, quando os visitantes passam por revistas dos pés à cabeça, é preciso, então, fechar as demais portas e coibir ao máximo a entrada de objetos de metais, principalmente os celulares que continuam sendo o principal meio de comunicação entre os chefes criminosos presos e os comandados que estão na rua. Afirmou o deputado em sua justificativa. Assinalou o deputado que “é simples a justificativa para a apresentação e solicitação aos meus pares pela aprovação do presente Projeto de Lei.  O ocorrido no mês passado no Conjunto Penal de Jequié, que representa uma constante em todos os presídios e penitenciárias existentes no Pais, já é motivo suficiente para a aprovação do presente Projeto de Lei”. Ainda justificando a importância do referido projeto, o deputado Euclides Fernandes relacionou as armas e artigos proibidos encontrados no Conjunto Penal de Jequié: 60 celulares, 18 facas, 06 facas artesanais, 04 tesouras, 02 balanças de precisão, 1,145 kg de drogas diversas, 01 pen drive, o5 chipps e  06 baterias de celular. Caso o projeto seja aprovado, o  Estado terá prazo de 1 (um) ano para o cumprir o quanto determinado, a contar da publicação.

Walter Pinheiro deixará o PT e é disputado por PRB e PSB, diz imprensa baiana

/ Política

Pinheiro ainda não comentou o assunto
Pinheiro ainda não comentou o assunto. Foto: Divulgação

Presidente estadual do PRB, a deputada federal Tia Eron confirmou que o partido tenta ser o destino do senador Walter Pinheiro na sua provável saída do PT, como apontam informações que circulam nos bastidores. ”Faz parte realmente da nossa estratégia”, afirmou a parlamentar, para acrescentar: ”Walter é uma grande conquista para qualquer partido que ele quiser ir. Espero que ele dê a prioridade para o PRB. Isso não é fato, apesar de todas as conversas comigo, com o próprio senador [Marcelo] Crivella que é um amigo querido, e dele também, e vice versa. Mas não há nada de concreto, apenas conversa”. Com ausência notada em eventos como 5º Congresso Nacional do PT, em junho, da reunião de senadores petistas com o ex-presidente Lula, nesta segunda-feira (29), e do desfile da Independência da Bahia, nesta quinta-feira (2), Pinheiro é alvo de disputa também pelo PSB, de acordo com Tia Eron. ”Lidice [da Mata (PSB-BA)] não sabe se pega no meu pé para ficar lá ou se pega no pé dele para ele aceitar ir para o PSB. Todo mundo disputando o homem, é um homem para duas mulheres”, brinca. Segundo a deputada, o veredito de Pinheiro é aguardado para agosto.”Walter pensa até agosto, logo depois do recesso, a gente tem 15 dias de recesso em julho, logo depois ele pretende anunciar. Vou torcer para que seja o PRB”, diz. Nota do site Bahia Notícias

Assembleia: Oposição pede vista a LDO e sessão é encerrada; Régis nega acordo com governo

/ Política

''Não existe acordo'', diz Régis. Foto: Carlos Augusto
”Não existe acordo”, diz Régis. Foto: Carlos Augusto

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, Sandro Régis (DEM), negou que foi feito acordo entre a bancada e o governo do Estado em relação da votação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016. De acordo com o site Bahia Notícias, o parlamentar disse não haver nenhum tipo de acordo. ”Não existe acordo”, alega Sandro, acrescentando que  ”A oposição começa hoje o processo de obstrução da LDO”. Com o pedido de vista ao projeto feito pelos oposicionistas, a votação é suspensa e é concedido o prazo de 48 horas para a análise do texto. Com o impasse, a sessão desta quarta (1º/7) foi encerrada. Régis diz não saber o que vai ocorrer com a discussão das quatro emendas apresentadas pelo grupo. ”Não sei mais, vamos aguardar, estou preocupado”, afirmou ele, tendo destacado ainda que, com a interrupção da votação, a análise da matéria só deve voltar a ocorrer na próxima terça-feira (7), ainda em primeiro turno, segundo o oposicionista.