”Cadeia é longa, mas não é perpétua”, diz preso que vendia drogas pelo WhatsApp

/ Polícia

Leonardo está preso. Foto: Betto Jr/Correio
Leonardo está preso. Foto: Betto Jr

O comércio online de drogas de Leonardo Sampaio, 24 anos, foi desmontado na noite da última segunda-feira (6/6) após policiais militares prendê-lo enquanto transportava cerca de 1 kg de maconha em uma mochila na Alameda das Espatódeas, no bairro Caminho das Árvores, em Salvador. O suspeito usava o aplicativo WhatsApp para vender os entorpecentes, por exemplo, para estudantes universitários frequentadores de festas eletrônicas. Durante sua apresentação à imprensa, na manhã desta terça-feira (7), Leonardo se limitou a dizer que era “inocente” e ironizou a circunstância. ”Cadeia é longa, mas não é perpétua”, afirmou. De acordo com a delegada Maria Selma, titular da 16ª Delegacia (Pituba), Leonardo passava pelo local em uma motocicleta quando avistou uma guarnição da 35ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Iguatemi). Ele passou a fazer manobras suspeitas, depois abandonou a moto e seguiu andando a pé, com a mochila nas costas. Ao perceber a ação, os policiais abordaram o suspeito e encontraram a droga com ele. ”O nome do grupo era Bonde Fritação. Nesse grupo ele recebia os pedidos, enviava fotos para as pessoas para mostrar as drogas que estava vendendo. Da hora que o flagrante foi registrado, o celular só parou de tocar quando a bateria descarregou. Muitas pessoas fazendo pedidos, pedindo para ver fotos”, disse a delegada. De acordo com Maria Selma, além do grupo no Whatsapp, a droga também era comercializada por um perfil na internet também intitulado Bonde Fritação. Além de Leonardo, a polícia apura a participação de outro suspeito na venda dos entorpecentes, mas não divulgou o nome para não atrapalhar as investigações. ”Não podemos dizer, para não atrapalhar, mas já temos identificação”, adiantou. Ainda conforme a delegada, a polícia investiga se Leonardo possuía dívidas com traficantes. ”Ele pediu para ver a namorada pela última vez, como se tivesse deixando a entender que se fosse preso, poderia ser morto (por traficantes). Estamos apurando”, contou a delegada. Para não ser preso, Leonardo ainda tentou subornar policiais, oferecendo uma quantia em espécie, de acordo com a polícia. Por conta disso, ele também responderá por tentativa de suborno. Informações do Correio

Barbárie: Corpo de homem é encontrado sem cabeça, num saco plástico, em Vitória da Conquista

/ Polícia

Cadáver estava em saco plástico. Foto: Blog do Anderson
Cadáver estava em saco plástico. Foto: Blog do Anderson

O corpo de um homem ainda não identificado foi encontrado decapitado na Zona Oeste de Vitória da Conquista, no Sudoeste do Estado. Segundo o Blog do Anderson, o cadáver foi encontrado enrolado em lençol e plástico por volta das 7h15 desta terça-feira (7), na travessa Frei Benjamin,  nas proximidades do bairro Alegria. Policiais militares foram chamados e isolaram a área, enquanto que, por volta das 8h30, agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) iniciaram a perícia. A motivação e a autoria do crime serão investigadas pela polícia.

Grupo atira contra casas de policiais e explode cofre de banco no município de Riacho de Santana

/ Polícia

Parte da agência ficou destruída após o crime. Foto: Informe Baiano
Parte da agência ficou destruída. Foto: Informe Baiano

Um grupo com cerca de 20 homens fortemente armados explodiu o cofre de um banco do município baiano de Riacho de Santana, na madrugada desta terça-feira (7/6). Segundo informações da delegacia da cidade, os homens dispararam contra estabelecimentos comerciais e casas de policiais durante a ação. Apesar dos disparos feitos pelos bandidos, ninguém ficou ferido na cidade. Ainda de acordo com a polícia, o grupo chegou a bordo de cinco carros e algumas motos. Os criminosos fugiram com o dinheiro do cofre e ainda não foram localizados. Parte da agência ficou destruída depois da explosão. De acordo com o G1, na manhã desta terça-feira, um veículo usado no crime foi encontrado em uma estrada vicinal que liga Riacho de Santana a cidade de Matina. A polícia busca também por pessoas que tenham feito alguma gravação da ação dos bandidos que possa ajudar na investigação e reconhecimento dos criminosos.

Drone com celulares é apreendido sobrevoando o Conjunto Penal de Eunápolis

/ Polícia

PM fez vistoria no Presídio. Foto: Site Radar 64
PM fez vistoria no Presídio. Foto: Reprodução/Site Radar 64

Um drone que carregava aparelhos celulares para presidiários foi apreendido na manhã deste domingo (5/6) no Conjunto Penal de Eunápolis, região Sul da Bahia. Segundo informações do secretário estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), Nestor Duarte, agentes disciplinares viram o equipamento sobrevoando a unidade por volta das 8h50, e acionaram policiais militares que fazem a segurança do local. Os agentes dispararam tiros que derrubaram a aeronave não tripulada. No aparelho, foram encontrados 19 aparelhos celulares, oito pedaços de serras e cinco carregadores de celular. De acordo com o secretário, um “”pente-fino” deverá ser feito nos próximos dias, cela por cela, para identificar se há presos portando objetos proibidos dentro do presídio. “”Essa é aquela velha luta do crime organizado contra o Estado. Por ordem do governador, estamos fazendo pente-fino nas unidades uma vez por mês e, em algumas, duas vezes no mês” afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. O titular da pasta ainda explicou que, como a unidade possui scanners utilizados na revista de visitantes, a entrada de drogas e objetos como celulares é dificultada, o que leva os criminosos a buscarem outras alternativas. ”Isso revela duas coisas: essa luta é cotidiana, do gato e do rato. É a gente tentando impedir e o crime organizado tentando colocar coisa lá dentro”, disse. A unidade prisional é administrada pela empresa ”Reviver Administração Penal”, em regime de cogestão com a Seap.

Novas viaturas são entregues para a PM de Santa Inês, Maracás, Irajuba, Brejões e Nova Itarana

/ Polícia

Novas viaturas foram entregues
Viaturas entregues em Santa Inês. Foto: Blog Marcos Frahm

Para fortalecer a segurança pública na região, cinco novas viaturas foram agregadas à frota da Polícia Militar, pelo Governo d Estado, beneficiando companhias de Santa Inês, Maracás, Brejões, Irajuba e Nova Itarana. O governador Rui Costa, que fez a entrega dos veículos-viaturas durante visita a Santa Inês, destacou a importância do reforço ao policiamento, atendendo uma demanda da população dessas cidades e da própria corporação. ”Essas viaturas estão renovando as frotas das polícias Militar e Civil em todo o estado. Embora estejamos vivendo um momento de crise e queda na arrecadação, estamos estabelecendo prioridades e a segurança é uma delas”, ressaltou. Segundo Rui, viaturas serão destinadas para outros municípios do Vale do Jiquiriçá.

Justiça bloqueia R$ 1 milhão de três contas de empresário preso em Jaguaquara

/ Polícia

Maconha foi encontrada em Jaguaquara. Foto: Divulgação
Maconha foi encontrada em Jaguaquara. Foto: Divulgação

A justiça bloqueou em até R$ 1 milhão nesta quinta-feira (2/5) três contas bancárias investigadas pela Polícia Federal na Operação Velho Mundo, que resultou nas prisões de cinco pessoas, entre elas o empresário Marcelo Paiva Caetano Rodrigues, 29 anos, ex-companheiro da cantora Viviane Tripodi, preso em Jaguaquara, na Fazenda Tripolândia. Todas as contas estão vinculadas ao próprio Marcelo, apontado pela PF como o líder da quadrilha. Duas contas estão em nome de uma pessoa na cidade de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul,  mas era Marcelo quem movimentava. Já a terceira conta é de uma empresa de São Paulo cujo proprietário é Marcelo. ”Chegamos às contas através do monitoramento da movimentação do dinheiro”, declarou o delegado André Rocha, coordenador da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), explicando em seguida que a Justiça havia autorizado a quebra de sigilo bancário dos acusados.  De acordo com o delegado, o dinheiro do tráfico era lavado com a compra de carros de luxo e imóveis. “Identificamos a empresa que estava recebendo valores vultosos para fazer ocultação dos valores e identificamos veículos de luxo usados para que esse dinheiro fosse legalizado. Os carros eram levados para o Mato Grosso do Sul, onde serviam de moeda de troca para compra de drogas”, explicou o delegado. Segundo ele, os bens estavam em nome de ”laranjas”.

O bloqueio da Justiça foi expedido junto a dez mandados de prisão e quatro de condução coercitiva. Os presos vão responder pelos crimes de associação ao tráfico e lavagem de dinheiro. As determinações judiciais foram cumpridas na manhã desta quinta-feira em Salvador, Porto Seguro, Jequié, São Paulo e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. A operação, denominada Cutelo, tem como objetivo o combate ao tráfico de drogas e a lavagem de dinheiro.  Em Salvador, uma pessoa foi presa temporariamente acusada de movimentar dinheiro da quadrilha e de ser o ”braço direito” do operador, o administrador da fazenda Tripolândia, localizada em Jaguaquara, Marcelo. O local da prisão e o nome do acusado não foram revelados.  No Presídio de Jequié, cinco internos tiveram as prisões temporárias convertidas em preventivas, entre eles Marcelo. Além de Marcelo, estão presos em Jequié: Anderson Souza Cerqueira, Elton Souza de Santana, Osvaldo Alex Silva Dias, Francisco Lázaro Vasconcelos Martins e Jocelino Nascimento Souza, conforme publicação do Jornal Correio. Na cidade de Porto Seguro, no Sul do estado, foram cumpridos um mandado de prisão preventiva e dois de condução coercitiva. Já na cidade de Ponta Porã, a PF cumpriu dois mandados (um de prisão preventiva e outro de temporária). Em São Paulo, os policiais conduziram para depoimento duas pessoas suspeitas de envolvimento no esquema.

Maracás: Assassinato de idosa de 92 anos segue cercado de mistério; ninguém foi preso

/ Polícia

Polícia diz fazer buscas na região. Foto: Blog Marcos Frahm
Polícia diz fazer buscas na região. Foto: Blog Marcos Frahm

Uma semana após o assassinato da aposentada de 92 anos em Maracás, o crime que chocou a população segue envolto a um ministério, que a polícia não consegue desvendar. A idosa Giorgina Maria Garcia morava sozinha na Rua Rui Barbosa, Centro da cidade e teria sido encontrada por policiais militares, que teriam sido informados por populares sobre o desaparecimento da anciã, que sempre aparecia na janela da casa e há 2 dias não era vista pela vizinhança, segundo registros da Delegacia Territorial de Maracás. O corpo da anciã foi encontrado na sexta-feira (27/5), com sinais de espancamento e posteriormente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Jequié, e sepultado no sábado em Maracás, sob forte comoção. Informações da unidade prisional ao Blog Marcos Frahm, dão conta de que a idosa teria sido agredida com pancadas na cabeça, supostamente golpes de pauladas, o que deve ser confirmado pelo laudo cadavérico a ser emitido pelo IML. Até esta quarta-feira, a Delegacia local teria informado que nenhum suspeito havia sido preso e que as investigações estão em curso com atuação da delegada Viviane Rosa. A polícia trabalha com a hipótese de crime de latrocínio, mas ainda não constatou se houve roubo na residência da idosa, que era aposentada. Moradores de Maracás buscam entendimento para o crime brutal praticado contra Dona Giorgina e aguardam repostas por parte da polícia.

Menina de 11 anos engravida após estupro em Itamaraju; padrasto é suspeito

/ Polícia

Uma menina de 11 anos engravidou após ser estuprada na cidade de Itamaraju, extremo sul da Bahia. De acordo com a polícia, o padrasto da garota é o suspeito de ter cometido o abuso. Até as 17h desta quarta-feira (1º), ele não tinha sido localizado pela polícia. O caso foi comunicado à Promotora de Justiça de Itamaraju, que também vai apurar apurar a denúncia. Segundo informações do delegado Cleber Eduardo Gonçalves, coordenador da Polícia Civil na região (8ª Coorpin), o caso foi denunciado ao Conselho Tutelar do município na terça-feira (31) e registrado na Delegacia de Itamaraju, que investiga o crime. A vítima, que está no 6º mês de gestação, está internada no Hospital Municipal de Itamaraju. Ela chegou à unidade de saúde com quadro de pré-eclâmpsia (pressão alta na gravidez). Nesta quarta-feira, a menina permanece internada. A diretoria do hospital informou ao site G1 que a família da menina não autorizou que sejam divulgadas informações do estado de saúde dela e do bebê. Segundo o delegado Cleber Gonçalves, a garota passou por exame de corpo de delito no hospital e também foi ouvida por policiais. Ela disse que teve relações sexuais com o padrasto duas vezes. Nas duas ocasiões, conforme o delegado, a menina disse que a mãe não estava em casa porque estava trabalhando. De acordo com a polícia, a vítima morava com a mãe e o padrasto, em um assentamento dos Sem Terra localizado no povoado de Vila União, zona rural de Itamaraju. O delegado informou ainda que, segundo as primeiras apurações da polícia, o suspeito morava com a vítima e a mãe dela há menos de um ano. A mãe disse não saber que a filha estava grávida e nem dos abusos cometidos pelo marido.

Polícia Federal indicia presidente do Bradesco e mais nove pessoas na Operação Zelotes

/ Polícia

Luiz Trabuco é indiciado. Foto: André Gomes de Melo
Luiz Trabuco é indiciado. Foto: André Gomes de Melo

A Polícia Federal indiciou o presidente do Bradesco, Luiz Trabuco, e outras nove pessoas na Operação Zelotes, que investiga a venda de sentenças do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), da Receita Federal. O relatório foi recebido nesta terça-feira (31/5) pelo Ministério Público Federal (MPF). O órgão examina o documento e deve pedir novas diligências antes de decidir se vai denunciar o presidente do banco à Justiça por corrupção ativa. De acordo com a Folha de S. Paulo, a operação investiga se o banco negociou a contratação de um escritório para corromper conselheiros do Carf e livrar ou atenuar multas no órgão. Ainda segundo a publicação, o Bradesco não contratou o sérvio de consultoria e ainda foi derrotado por 6 a 0 na votação do Carf que julgou um recurso movido pelo banco.

Itaberaba: Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão por fraude em licitação

/ Polícia

Prefeitura de Itaberaba é alvo da PF. Foto: Site Itaberaba Notícias
Prefeitura de Itaberaba é alvo da PF. Foto: Itaberaba Notícias

A Polícia Federal (PF) cumpre nove mandados de busca e apreensão nos municípios de Itaberaba, na Chapada Diamantina, Vitória da Conquista e Itapetinga, no Sudoeste baiano, nesta terça-feira (31). A operação investiga fraudes de licitações e desvio de recursos públicos relacionados com a contratação de uma empresa para realização de transporte escolar na cidade de Itaberaba. Segundo informações da PF, parte dos mandados será cumprido dentro da prefeitura de Itaberaba. Ao todo, os prejuízos causados aos cofres públicos podem superar o valor de R$ 57 milhões, entre os anos de 2010 e 2015. As investigações começaram há cerca de um ano e meio, quando foi apurado que os integrantes do esquema direcionavam as licitações para beneficiar uma empresa ligada ao grupo, além de realizar dispensas irregulares através de contratos emergenciais. Intitulada de ”Transfolia”, a operação conta com cerca de 40 policiais federais. Todos os mandados foram expedidos pelo Tribunal Federal da Primeira Região, em Brasília.

Jogador suspeito de participação em estupro coletivo no Rio é preso durante entrevista

/ Polícia

Lucas Perdomo foi preso no Rio. Foto: Reprodução
Atleta Lucas Perdomo foi preso no Rio. Foto: Reprodução
O jogador de futebol Lucas Perdomo Duarte Santos, de 20 anos, foi preso pela polícia do Rio de Janeiro, na tarde desta segunda-feira (30). De acordo com o site Uol, o atleta daria uma entrevista em um restaurante no centro da capital fluminense. Enquanto se preparava para falar e conversava com seus advogados, Lucas foi abordado por dois delegados da Polícia Civil que chegaram ao local. O acusado não ofereceu resistência e foi detido na hora. Os delegados colocaram o jogador em uma viatura e o conduziram para a Cidade da Polícia, na região do Jacarezinho, zona norte do Rio de Janeiro. Lucas Santos, meia do Boavista, teve prisão preventiva pedida devido à acusação de participação em estupro coletivo contra uma menor de idade na capital fluminense, no bairro de Jacarepaguá. O advogado do suspeito havia afirmado que ele se entregaria hoje à Delegacia e Criança, Adolescente e Vítima (DCAV), que assumiu o caso no último domingo. Ainda segundo a reportagem, após Lucas ser detido, o advogado do atleta, comentou o caso. ”A gente não vê fundamento jurídico para essa prisão. Essa questão de foragido não existe. Sempre se colocou a disposição da polícia. Prestou depoimento voluntariamente. Estávamos marcando uma coletiva no centro do Rio. A nossa preocupação com a imagem negativa é muito grande. Ele não tem nada a ver com o estupro. Estava com ela na noite anterior e se relacionou com uma amiga, e o Raí se relacionou com ela. O conceito jurídico de estupro vem ganhando uma elasticidade indevida”.

Delegacia da Criança assume investigação de estupro coletivo no Rio de Janeiro

/ Polícia

Cristiana Bento assume investigação. Foto: Agência Brasil
Cristiana Bento assume investigação. Foto: Agência Brasil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou nota no início da noite deste domingo (29/9) informando que a titular da Delegacia da Criança e do Adolescente, Cristiana Bento, assumiu a investigação do estupro coletivo sofrido por uma adolescente de 16 anos, há uma semana, na zona oeste da capital fluminense. Segundo a nota, a medida visa ”evidenciar o caráter protetivo à menor vítima na condução da investigação, bem como afastar futuros questionamentos de parcialidade no trabalho”. A decisão foi tomada depois de críticas à conduta do delegado Alessandro Thiers, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática. Conforme a nota, a delegada Cristiana Bento está analisando as provas colhidas até o momento, incluindo depoimentos e outras diligências feitas pela Polícia Civil, ”para definir os próximos passos da investigação”. Com a decisão da Polícia Civil, as investigações sobre o estupro serão desmembradas como queriam as advogadas da vítima. O delegado Alessandro Thiers cuidará das investigações relativas ao vazamento do vídeo divulgado na internet, detalhando o estupro da jovem por 33 homens da favela do Morro São José Operário. No início da manhã, sob o título de Vitória das Mulheres, uma das advogadas da adolescente, Eloisa Samy, chegou a comemorar a troca da coordenação das investigações na internet. ”O delegado Alessandro Thiers não é mais o encarregado da investigação do estupro coletivo”, escreveu a advogada em uma rede social.  Segundo Eloísa, a decisão foi tomada pela juíza do plantão noturno do Tribunal de Justiça, que determinou o desmembramento do inquérito para que as investigações sejam, daqui por diante, conduzidas pela Delegacia da Criança Vítima.

Maracás: Polícia Civil diz que investiga morte da idosa de 92 anos, e suspeita de latrocínio

/ Polícia

Giorgina Maria Garcia tinha 92 anos
Idosa Giorgina Maria Garcia tinha 92 anos. Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Maracás, no Vale do Jiquiriçá, investiga a morte de uma idosa de 92 anos, cujo corpo foi encontrado na sexta-feira (27/5), em sua própria residência, na Rua Rui Barbosa, Centro da cidade. Giorgina Maria Garcia morava sozinha e teria sido encontrada por policiais militares, que teriam sido informados por populares sobre o desaparecimento da anciã, que sempre aparecia na janela da casa e há 2 dias não era vista pela vizinhança, segundo registros da Delegacia Territorial de Maracás. Informações da unidade prisional ao Blog Marcos Frahm, dão conta de que a idosa teria sido agredida com pancadas na cabeça, supostamente golpes de pauladas, o que deve ser confirmado pelo laudo cadavérico a ser emitido pelo Instituto Médico Legal de Jequié, no Médio Rio de Contas, para onde o corpo foi levado na sexta e liberado para sepultamento na manhã de sábado (28). Até o início da tarde desta segunda-feira (30), a Delegacia local teria informado que nenhum suspeito havia sido preso e que as investigações estão em curso com atuação da delegada Viviane Rosa. A polícia trabalha com a hipótese de crime de latrocínio, mas ainda não constatou se houve roubo na residência da idosa, que era aposentada.

Grupo é preso com quase R$ 100 mil retirados através de golpes em caixas no Sul da Bahia

/ Polícia

Quatro homens foram presos, neste domingo (29/5), em duas cidades na região sul da Bahia, após conseguirem retirar altas quantias em dinheiro de caixas eletrônicos utilizando, segundo a polícia, um programa criado para invadir o terminal e forçar a saída das cédulas. De acordo com Polícia Militar, com o grupo foram apreendidos cerca de R$ 99 mil. Conforme a delegada Ana Cristina Bastos, que está à frente do caso na cidade de Coaraci, onde os suspeitos estão detidos, eles realizavam saques fraudulentos utilizando um cartão, não vinculado a uma conta, e que está ligado a um ”software que daria acesso ao sistema do terminal”. ”Eles agiam através de um cartão, inserindo uma senha e a máquina colocava o dinheiro para fora”, pontua a delegada. Ainda de acordo com Ana Cristina Bastos, mais criminosos devem fazer parte da quadrilha envolvida no esquema fraudulento, que segue sob investigação da Polícia Civil. Neste domingo, conforme a PM, um dos presos foi flagrado em uma agência bancária de Coaraci, portando cerca de R$ 73 mil. Outras três pessoas foram capturadas na cidade de Itajuípe, com cerca de R$ 26 mil. Segundo a polícia, eles aplicavam o golpe em vários bancos da região.