Cadeirante é levado à Delegacia de Jaguaquara pela PM após ser flagrado com entorpecente

/ Polícia

Um cadeirante foi conduzido à Delegacia de Jaguaquara pela guarnição da Polícia Militar, por volta das 14h40 desta quinta-feira (5) sob suspeita de envolvimento com entorpecentes.

De acordo com a PM, a guarnição de serviço teria recebido denúncia dando conta de que o suspeito estaria recebendo uma quantidade de drogas e, ao se deslocar ao local indicado, os militares constaram a veracidade da informação e o homem confessou ter recebido cinquenta e seis pedras de craque e uma quantia em dinheiro no valor de R$ 200,00 (duzentos reais), valor esse, que o conduzido afirmou usaria para pagar a pessoa que forneceu às drogas, conforme informações divulgadas pela 3ª Cia/PM.

Suspeitos de extorsão, três policiais são presos com posse de drogas e armas em Serrinha

/ Polícia

Três policiais suspeitos de extorsão foram presos com posse de drogas e armas na noite desta quarta-feira (4), no município de Serrinha, região sisaleira do estado, durante as rondas do 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM de Serrinha) pelo Bairro dos Treze.

De acordo com informações divulgadas pela Polícia Militar da Bahia (PM-BA), enquanto realizavam a patrulha no local, a guarnição do BPM de Serrinha se deparou com um carro estacionado em via pública, com cinco homens dentro do veículo.

Dois dos suspeitos se identificaram como policiais penais e outros dois como militares. Durante a abordagem, a guarnição do 16º BPM teria verificado que o motorista do carro não possuía a documentação do veículo.

Um dos policiais, identificado pela PM-BA como sendo um militar da reserva, conseguiu fugir por um matagal. Os outros suspeitos foram detidos e encaminhados à Delegacia Territorial (DT) de Serrinha.

Com os suspeitos, o BPM de Serrinha teria encontrado e apreendido drogas, três pistolas, sendo duas armas calibre .40 e uma calibre 9mm, além de munições de vários calibres. Um dos armamentos não estava registrado junto ao sistema oficial de controle de armas de fogo.

Segundo a PM-BA, a instituição deve abrir uma apuração para investigar o envolvimento dos militares em práticas ilícitas. Com informações do site Bahia Notícias

PF investiga organização criminosa envolvida em fraude de verbas da educação em Ibititá

/ Polícia

A Polícia Federal (PF) e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram, nesta quinta-feira (5), a Operação Rochedo, com o objetivo de desarticular esquema de lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos federais repassados ao município de Ibititá, no sudoeste baiano, durante as gestões do ex-prefeito Edicley Souza Barreto, conhecido como Cafu (PSD).

A organização criminosa, estabelecida na microrregião de Irecê, envolvia empresários, agentes públicos, advogados, contadores e ”laranjas”. Policiais Federais e Auditores da CGU cumprem 31 mandados de busca e apreensão, 5 mandados de prisão temporária e 2 mandados de afastamento de cargo público em 7 Municípios baianos (Irecê, Ibititá, João Dourado, Uibaí, Salvador, Lapão e Camaçari).

Segundo a PF, o esquema envolveria recursos captados no período de 2013 a 2020, oriundos de verbas enviadas pelo Governo Federal destinadas à educação. A organização desviou mais de R$ 7 milhões durante as gestões do ex-prefeito de Ibititá, Cafu, através de licitações fraudulentas, superfaturamento de contratos e lavagem de dinheiro.

No período de 2013 a 2016, uma única empresa de construção civil firmou 15 contratos superfaturados com o município no valor global de R$ 11 milhões. Essa mesma empresa, no mesmo período, repassou parte significativa desses valores para empresas constituídas em nome de ”laranjas” do ex-gestor.

No que se refere à gestão de 2017 a 2020, o município fez uso de verbas oriundas dos ”precatórios do FUNDEF”, do FUNDEB e do PNATE para contratar irregularmente 3 empresas de um mesmo grupo familiar e ligadas ao antigo gestor municipal. A investigação apurou que a organização lavou os recursos desviados: (i) injetando capital em empresas de fachada controladas pelo ex-gestor, (ii) pagando as despesas pessoais dele e (iii) comprando veículos e imóveis para ”laranjas” a ele vinculados.

Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa, fraude a licitações, superfaturamento de contratos, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro.

Homem é morto enquanto levava filho para escola em Feira de Santana; criança também foi alvejada

/ Polícia

Atiradores bateram carro em fuga. Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Flávio dos Santos Vieira, 32 anos, foi morto no início da tarde desta quarta-feira (4), na Rua Soledade, bairro Tomba, em Feira de Santana. O filho da vítima, uma criança de 3 anos de idade, também foi alvejada pelos disparos de arma de fogo. Ele foi socorrida para o Hospital Estadual da Criança (HEC).

De acordo com as informações prestadas pela Guarnição Lobo 65 da 65ª Companhia Independente da Polícia Militar (65ª CIPM), três homens, a bordo de um veículo Gol de cor prata, deflagraram os tiros contra Flávio.

Os homens, ainda dentro do veículo, deram ré, perdendo o controle no momento da fuga e colidiram contra um poste de energia, localizado na frente de uma residência. Após a batida, os homens fugiram a pé.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, dentro do veículo existem marcas de disparos de arma de fogo no teto e no para-brisa. Flávio dos Santos estava levando o filho para a escola. A vítima residia na mesma rua onde ocorreu o crime. Não há informações sobre o estado de saúde da criança. Flávio foi atingido na cabeça, rosto, tórax e costas.

Câmeras de monitoramento localizadas na rua podem ajudar a Polícia Civil na elucidação do crime. Em entrevista ao site Acorda Cidade, o delegado Luís Smylov Filgueiras, que efetuou o levantamento cadavérico com policiais civis e peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), declarou que as primeiras informações colhidas no local do crime indicam que a vítima teria reagido, mas a confirmação será somente após as investigações.

“O que nós apuramos aqui é que este rapaz estava trafegando nesta rua, quando elementos no veículo Gol de cor prata deflgraram os tiros, e na fuga, perderam o controle do carro, acertando o poste. Dizem que ele teria reagido, mas isso, apenas com as investigações para ver se procede esta informação, até porque não encontramos nenhuma arma, e se caso realmente, ele estava armado, alguém já deve ter retirado daqui. Iremos verificar se a criança é realmente filha dele e não sabemos do paradeiro de uma terceira pessoa, que informaram que estaria com ele também no momento do crime”, afirmou.

Ainda de acordo com o delegado, o crime pode ser considerado como uma execução, já que não houve nenhum diálogo antes do episódio. ”Não houve diálogo entre eles, os criminosos já foram chegando e deflagrando os disparos, então provavelmente, eles já estavam em busca do Flávio. A gente ainda não colheu informações com os familiares, pois eles estavam em um momento de dor, estavam chorando muito, então não verificamos a vida do Flávio nesse momento. Ainda que as portas do carro estejam abertas, eu ainda não posso confirmar a presença de outros indivíduos dentro do veículo, só mesmo após as investigações serem concluídas”, destacou.

Operação prende dois policiais militares envolvidos com sequestros em Salvador e Região Metropolitana

/ Polícia

Dois policiais militares foram presos durante a operação ”Só Rasteira”, realizada nesta terça-feira (3), em Salvador e Região Metropolitana. Um terceiro suspeito também foi preso. Os mandados foram cumpridos nos bairros de São Caetano e no Bonfim, além do município de Camaçari.

Durante a prisão realizada no bairro de São Caetano foram apreendidos uma pistola calibre 380, com munições e três carregadores, uma espingarda de ar comprimido, uniformes militares, um brasão falso do Poder Judiciário, uma toca tipo balaclava, maquinetas, aparelho celulares, além de documentos com indicativo de fraude.

Presente nas ações, o diretor do Draco, delegado José Bezerra Júnior, explicou a atuação do grupo de sequestradores. “Eles são responsáveis por crimes de extorsões, que tinha como alvos, suspeitos de crimes e comerciantes. O grupo também é investigado por homicídios”, detalhou.

Sete mandados de busca e apreensão ainda estão sendo cumpridos. Os materiais apreendidos vão complementar as investigações. ”A importância da operação também é a coleta de provas acerca dos crimes atribuídos ao grupo”, informou o delegado Odair Carneiro, a frente das ações da Operação ”Só Rasteira”.

Em Barreiras, PRF apreende quase 31 kg de maconha escondida no interior do pneu e portas de veículo

/ Polícia

Odor da droga chamou a atenção dos policiais. Foto: PRF

Por volta das 20h45 de sábado (30), um homem de 38 anos foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) pelo transporte de drogas ilícitas, após realizar uma ultrapassagem em local proibido, na BR 135, em Barreiras, no extremo oeste baiano.

Os policiais realizavam uma fiscalização no km 182 da rodovia, quando visualizaram um RENAULT/CAPTUR realizando uma ultrapassagem indevida, foi dada ordem de parada e o motorista ao desembarcar aparentava nervosismo, fato que chamou a atenção dos policiais.

Durante a abordagem, os policiais sentiram um forte odor característico da droga, o que levantou a suspeita que poderia ter algum ilícito sendo transportado, e após realizarem busca minuciosa, eles encontraram diversos tabletes de maconha, totalizando 30,5 kg, escondidos em compartimentos ocultos, no interior do pneu e das portas do veículo.

Diante dos fatos, o infrator recebeu voz de prisão, foi conduzido ileso para a Delegacia de Polícia Federal em Barreiras/BA, junto com o veículo e a droga apreendida.

Tensão eleitoral faz Polícia Federal aumentar esquema de proteção de presidenciáveis

/ Polícia

A polarização eleitoral entre Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a perspectiva de uma disputa acirrada levaram a Polícia Federal a reforçar o esquema de segurança de candidatos à Presidência para este ano.

Até 2018, a PF fazia a proteção dos candidatos com base em lei e portaria sucinta do Ministério da Justiça, que tratava genericamente da necessidade de a corporação proteger aqueles que disputassem o Palácio do Planalto.

Após o pleito, marcado pela facada a Bolsonaro e ameaças à campanha de Fernando Haddad (PT), a polícia editou instrução normativa específica para a segurança dos candidatos à Presidência com diretrizes que devem ser seguidas pelos agentes e com recomendações claras aos políticos que vão concorrer.

Para esta eleição, a polícia vai fazer uma análise de perigo sobre cada campanha, avaliando os aspectos que envolvem cada presidenciável. A partir disso, a PF vai definir o tipo e o tamanho de equipe que será colocada para cada um, num nível de risco de 1 a 5.

A metodologia que será utilizada prevê critérios objetivos para justificar o número de pessoas envolvidas na segurança de político. Mais de 300 policiais estarão envolvidos no processo.

Outra medida prevista na instrução normativa que foi publicada estipula que os candidatos devem avisar suas agendas com 48 horas de antecedência para que os policiais possam analisar a periculosidade de cada evento e fazer varreduras em determinados locais, se necessário.

Os presidenciáveis devem fazer um ”relato circunstanciado de eventuais situações críticas ou relacionadas à campanha eleitoral que ensejam um maior risco ao candidato”.

A PF também poderá desaconselhar a ida a um compromisso caso entenda ser muito inseguro. ”Sendo verificado risco de ameaças concretas e contemporâneas ao período em que a proteção estiver sendo prestada, o candidato que se expuser espontaneamente aos riscos assumirá a responsabilidade dos fatos decorrentes, conforme cláusula expressa no Termo de Compromisso constante do Anexo”, diz o documento.

Integrantes da PF avaliam que essa é a eleição mais preocupante da história em termos de segurança em razão de todo o clima de radicalização, para além de Lula e Bolsonaro. A possibilidade de candidatura de Sergio Moro, hoje praticamente nula, também era motivo de preocupação. É a primeira vez na história recente que um ex-presidente será candidato.

Policiais ouvidos pela reportagem dizem que as redes sociais ampliaram as formas de mobilização de apoiadores e adversários e que, no atual contexto, isso passou a exigir mais atenção à segurança. A PF também está reforçando equipamentos que serão utilizados. A Polícia Federal recebeu nos últimos meses mais de 70 carros blindados que vão ser utilizados na segurança dos candidatos. ​

Os presidenciáveis têm direito ao aparato da PF a partir do momento em que homologam a candidatura, o que pode ser feito entre o período que começam as convenções, em julho, até o dia 15 de agosto. A instrução deixa claro que eles também podem contar com esquema de proteção privado, caso queiram ou caso a PF aponte a necessidade.

A nova regra criada pela PF prevê ainda que a coordenação da equipe responsável pela proteção do candidato caberá preferencialmente a um delegado com experiência em atividades relacionadas e será escolhido pela própria Polícia Federal. O documento diz que os policiais designados deverão possuir treinamento específico e experiência com segurança de dignitários.

Na segunda-feira (2), a PF dará início a mais um curso básico de proteção à pessoa, que vai formar mais 80 policias que vão participar do processo eleitoral. Em março, a Polícia Federal enviou aos partidos um ofício para tratar do tema. No documento, o órgão afirma que decidiu antecipar os processos de elaboração do plano de proteção dos presidenciáveis em razão dos prazos apertados da campanha.

”Firme no propósito institucional de aperfeiçoar a atuação e de mitigar os riscos para a segurança dos candidatos e de todos os envolvidos no processo democrático eleitoral, a Polícia Federal tem antecipado as ações visando a elaboração do planejamento operacional para as eleições presidenciais de 2022 e dos planos de ação de segurança pessoal dos candidatos”, diz o ofício.

“Tal antecipação se dá, também, em razão do exíguo prazo havido entre o período de convenções partidárias (20 de julho a 5 de agosto) e de início da operação de segurança (homologação das candidaturas) e da campanha eleitoral (16 de agosto)”, continua o texto.

A PF ainda afirma que ”um planejamento operacional bem elaborado eficiente demanda tempo razoável para sua confecção e constante diálogo” com os representantes da campanha e, por isso, já estava querendo iniciar as tratativas com os dirigentes dos partidos que tiverem candidatos.

A segurança dos políticos é motivo de preocupação também nas legendas. Pessoas próximas a Bolsonaro relatam receio de que ele sofra novo ataque, como o de que foi alvo em 2018. Bolsonaro foi esfaqueado em 6 de setembro daquele ano em ato de campanha na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

O autor da facada foi Adélio Bispo de Oliveira. A PF concluiu que ele agiu sozinho e laudos apontam que ele tem doença mental. Apesar do temor, Bolsonaro faz passeios por Brasília e outras cidades sem estar em ambiente controlado e já andou de moto sem capacete. Em algumas ocasiões, em motociatas maiores, Bolsonaro vai com colete à prova de balas.

O presidente da República conta com o aparato de segurança do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) e não da PF, inclusive durante toda a campanha à reeleição. No caso do ex-presidente Lula, foi montado pelo partido um núcleo para pensar a segurança do candidato.

Atualmente, Lula conta com o apoio de segurança previsto na lei 7.474, de 1986. Segundo decreto 6.381, que regulamentou a lei, ex-presidentes da República têm direito aos serviços de quatro servidores para atividades de segurança e apoio pessoal e a dois veículos oficiais, com os respectivos motoristas.

Eles são vinculados oficialmente ao GSI e recebem treinamento de lá. O petista ainda tem o suporte do que aliados chamam de ”seguranças militantes”, com a ajuda de integrantes de movimentos como o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e, segundo colegas de partido, também recorre à segurança privada quando precisa.

Pessoas próximas têm defendido que o petista defina critérios e selecione bem as viagens que fará e os eventos dos quais vai participar. Houve tentativa de convencê-lo a não repetir viagens no esquema das caravanas que fez pelo país em 2018, antes de ser preso. Em março daquele ano, durante a pré-campanha, dois dos três ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foram atingidos por quatro tiros, no Paraná.

Ninguém ficou ferido e o Ministério Público do Paraná informou, no ano passado, que a investigação sobre o episódio foi inconclusiva. Apesar dos apelos, Lula se mostrou irredutível e afirma que este fator não o impedirá de comparecer a atos. Desde que saiu da prisão, em novembro de 2019, o petista só participou de eventos em ambientes controlados, isto é, com a presença quase exclusiva de apoiadores.

Em 2018, o então candidato petista, Fernando Haddad, também registrou, segundo bastidores da PF e de aliados, casos de ameaças a pessoas próximas a ele. Em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, a campanha de Ciro Gomes (PDT-CE) também está atenta ao fator segurança. Dirigentes do PDT têm acompanhado os fatores de risco junto à militância do pré-candidato.

*por Camila Mattoso e Julia Chaib, Folhapress

Receptação: Homem é preso com seis motos roubadas em cidade do Recôncavo, diz polícia

/ Polícia

Suspeito teria utilizado de mais de 20 motos roubadas. Foto: Polícia

Um homem foi flagrado com seis motocicletas roubadas, na terça-feira (26), na cidade de São Miguel das Matas, por equipes da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e da 1ª da Delegacia Territorial (DT), de Santo Antônio de Jesus.

O suspeito já estava sendo investigado e foi autuado por receptação. Além das restrições de roubo, as motos tinham placas clonadas e uma delas estava com o chassi suprimido, a qual foi vendida pelo homem para um adolescente, já identificado.

O celular do suspeito também foi apreendido e encaminhado à perícia. ”Estimamos que o flagranteado utilizou-se de mais 20 motocicletas roubadas para lucrar com o crime de receptação”, destacou o coordenador da 4ª Coorpin/Santo Antônio de Jesus, delegado Joaquim José Pereira de Souza.

Os veículos apreendidos também vão passar por perícia. O homem foi submetido a exames de lesões e está à disposição da Justiça, aguardando pela audiência de custódia. ”Seguimos com as investigações para identificar e localizar outros envolvidos na ação criminosa”, acrescentou Joaquim de Souza. *Bahia Notícias

Policiais federais vão protestar por reestruturação de carreira, um promessa do Governo Bolsonaro

/ Polícia

Está marcada para esta quinta-feira (28), às 09h30, uma manifestação dos policiais federais em frente à Superintendência da Polícia Federal, em Salvador.

A categoria está em estado de mobilização permanente e pode, a qualquer momento, decidir sobre novos rumos para o movimento em defesa dos direitos da categoria. A decisão foi tomada em uma reunião virtual da Federação Nacional dos Policiais (Fenapef), da qual participaram representantes dos 27 sindicatos do país.

O protesto acontecerá em todos estados e tem como objetivo demonstrar insatisfação com as “promessas não cumpridas” do governo Bolsonaro e concretizar a reestruturação do plano de carreira da categoria.

A expectativa não concretizada fomentou uma insatisfação muito grande entre os policiais federais, que cobram a promessa do presidente Bolsonaro de que R$ 1,7 bilhões do Orçamento Geral da União seriam investidos na reestruturação da carreira e correção das perdas acumuladas nos últimos anos. A reivindicação vai muito além do simples reajuste de 5% para os salários, anunciado pelo governo por meio da imprensa.

Chacina deixa cinco mortos em Cruz das Almas, entre as vítimas uma grávida; polícia investiga o caso

/ Polícia

Crime ocorreu em avenida da cidade. Foto: Reprodução/Redes Sociais

A única mulher entre as cinco vítimas de uma chacina na cidade de Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano, estava grávida. O crime aconteceu na madrugada de domingo (24) e, até a manhã desta segunda-feira (25), ninguém havia sido preso pelo crime.

Segundo a Polícia Civil, essa jovem é a Alana de Almeida Santana, de 24 anos. O companheiro dela e pai da criança, Dhavison Augusto Silva Santos do Espírito Santo, de 26, também foi morto no atentado. A polícia detalhou que ele era o principal alvo dos disparos.

Dhavison respondia, em liberdade, a um processo por homicídio e estava com uma pistola, quando foi assassinado. Ainda não há informações se ele chegou a trocar tiros com os suspeitos, antes de ser baleado.

As outras vítimas são Rafael Pereira Cardoso, de 29 anos; Everton Bispo Conceição Batista, de 22; e Luan dos Santos Costa Ferreira da Conceição, de 29. O grupo havia saído da Lavagem do Areal e foi atacado na região de um posto de gasolina.

As vítimas estavam retornando paras as cidades de São Félix e Muritiba, onde moravam. Testemunhas contaram que crime foi cometido por homens encapuzados e em motocicletas. A motivação ainda não foi divulgada, mas há a suspeita de que tenha relação com o tráfico de drogas.

A Polícia Militar informou que os cinco mortos eram integrantes de uma mesma facção criminosa, mas a Polícia Civil – que investiga o caso – ainda não confirmou essa informação. Uma adolescente de 16 anos também ficou ferida após ter sido baleada.

A polícia não disse se ela estava com o grupo que foi morto, ou foi vítima de bala perdida. A adolescente foi socorrida por amigos e levada para um hospital em Muritiba, que também fica no recôncavo. O estado de saúde dela não foi divulgado. As informações são do G1

Ossada humana é encontrada dentro de saco plástico emvia pública de Feira de Santana

/ Polícia

Uma osssada humana foi encontrada dentro de um saco plástico, na noite do sábado (23), na Rua Estrada Velha do Limoeiro, no distrito de Humildes, em Feira de Santana.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe da 65ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foi acionada logo depois de receber informações sobre a localização da ossada.

O local foi isolado e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) acionado para perícia e remoção. O caso será investigado pela 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Feira de Santana. As informações são do G1

Pai e filho são presos por estupro em Jacobina; garota de 12 anos era abusada desde os 9

/ Polícia

Dois homens, pai e filho cujos nomes não foram divulgados, foram presos por estupro de vulnerável, na região de Jacobina, a cerca de 340 Km de Salvador, nessa quarta-feira (20/4). A vítima, atualmente com 12 anos, vinha sendo abusada desde os 9 e era enteada de um dos suspeitos.

Segundo a Polícia Civil (PC), a dupla foi presa no povoado de Aurora, onde morava, e já passou por exames de lesões corporais. Os homens foram presos por investigadores da 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Jacobina), com o apoio de uma equipe da Delegacia Territorial (DT) de Ourolândia. Eles foram encaminhados para o Complexo Policial de Jacobina, onde permanecem à disposição da Justiça.

247 Kg de maconha são encontrados em carro envolvido em acidente na BR-407; motociclista ficou ferido

/ Polícia

Caso aconteceu no distrito de Filadélfia, na Bahia. Foto: Divulgação/PM

Um acidente envolvendo um carro e uma moto deixou o motociclista ferido na BR-407, no distrito de Filadélfia, na Bahia, na tarde de sábado (16/4). Além do socorro à vítima, um segundo ”detalhe” chamou a atenção da polícia: 247 Kg de maconha estavam dentro do veículo, que foi abandonado pelo condutor.

Segundo informações da Polícia Militar, os policiais realizavam a ”Operação Blitz Protege”, quando o condutor de um veículo Citroen C3 começou a dirigir em alta velocidade. O automóvel foi seguido e acabou colidindo com uma motocicleta.

Durante a revista do carro foram encontrados 312 tabletes de maconha prensada embalados, uma arma calibre 40 e munições. Todo material foi apresentado na Delegacia Territorial de Senhor do Bonfim.

Até o momento da publicação desta nota não havia informações sobre o estado de saúde do motociclista, nem se algum suspeito já foi identificado.

Salvador: Corpo de homem é encontrado em porta-malas de carro na estrada CIA-Aeroporto

/ Polícia

Corpo estava em um veículo Toyota parado na via. Foto: Reprodução

O corpo de um homem foi encontrado, na manhã deste sábado (16), dentro do porta-malas de um veículo abandonado, na localidade Via Periférica, na BA-526, conhecida como estrada Cia-Aeroporto, em Salvador.

De acordo com a Polícia Militar, o corpo do homem foi encontrado por militares da 22ª Companhia, que faziam rondas pela região.

Os policiais avistaram um veículo Toyota parado na via e ao realizaram uma vistoria, identificaram o corpo do homem no porta-malas com sinais de perfurações por arma de fogo. Ainda não há informações sobre a identificação da vítima.

O local foi isolado e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionado para remoção do corpo e realização da perícia. A autoria e motivação do crime serão investigadas pela Polícia Civil.