Dr. Bumbum é preso e diz que procedimento estético em mulher foi correto e justiça será feita

/ Polícia

O médico Denis César Barros é preso. Foto: Agência Brasil

O médico Denis Furtado, acusado pela morte da bancária Lilian Calixto após um tratamento estético nos glúteos, declarou que o procedimento foi feito de maneira correta e que a justiça será feita. O médico, de 45 anos, foi preso na tarde de hoje (19) em um centro empresarial na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. A mãe dele, Maria de Fátima Furtado, também foi presa. Eles foram levados para a16ª Delegacia de Polícia. O médico concedeu entrevista aos jornalistas ao lado da delegada Adriana Belém, e de seu advogado, Marcus Braga. ”Foram requisitados todos os exames compatíveis ao risco cirúrgico. O procedimento foi correto, foi lícito. O que a paciente usou de medicamentos lá no [hospital] Barra D’Or, eu não tenho ciência. Eu tenho certeza de que a minha atuação como médico foi correta”, disse Denis, conhecido como Dr.Bumbum e que tem vários seguidores em redes sociais. A bancária, que era de Cuiába e foi ao Rio para a cirurgia, foi atendida no hospital no último sábado (14) e morreu no domingo (15). Segundo Denis Furtado, após o procedimento, Lilian estava lúcida e andando. Também sustentou que o seu ambiente de trabalho, a cobertura onde morava e foi feito o procedimento, tinha condições adequadas para cirurgia, chamada de bioplastia. Ao fim da entrevista, declarou: “A justiça será feita”. A delegada Adriana Belém disse que ele e a mãe, Maria de Fátima Furtado, serão ouvidos durante a noite e que deverão seguir para o sistema prisional nesta sexta-feira (20). Ambos foram indiciados por homicídio qualificado e associação criminosa e tiveram as prisões provisórias decretadas. Se for condenado, o médico poderá pegar até 36 anos de prisão.

Deputado Targino Machado é filmado em conversa pedindo votos em troca de cirurgia

/ Polícia

Targino Machado (DEM) é investigado pela PF. Foto: AL-BA

O deputado estadual Targino Machado (DEM) foi filmado durante uma conversa com uma paciente pedindo que ela altere o título eleitoral para Feira de Santana em troca de um procedimento médico. O deputado está sendo investigado pela Polícia Federal por suspeita de corrupção eleitoral. Ele dava plantão como médico em uma clínica que funcionava de forma clandestina, fechada na terça-feira (17). Na conversa, uma mulher pede informações e pergunta se uma outra mulher, de 29 anos e com três filhos, poderia realizar uma laqueadura de trompas. No entanto, ela é informada por Targino Machado que, antes de realizar o procedimento, o título da futura paciente deveria ser transferido para Feira de Santana, e indica também com quem deve fazer a operação no TRE de Feira. ”O nome da pessoa no TRE é Eric. Ele só atende por agendamento. O que é que você faz? Quando você passar pelo portão, você vai dizer assim: ‘Eu estou agendado’. Você chega lá 10h da manhã. Agora, é ela [a paciente] que tem que ir. Você diz assim: ‘Mário me mandou aqui’. Ela vai esperar e dar uma senha. Ela vai esperar um pouquinho, mas o importante é que vai ter a senha dela. Pode chegar lá entre 9h e 11h. Mas ela vai chegar dizendo que já está atendida, senão ela não passa do portão”, explica. Em outro vídeo, um homem chamado Aquiles dá instruções para o homem que está filmando sobre como sua esposa pode realizar uma laqueadura de trompas na clínica. ”Você mora aonde? Vota aonde?”, Aquiles pergunta. Quando o autor do vídeo responde que mora e vota em Salvador, Aquiles informa que ele deve transferir o título porque ”se for de Salvador não faz” e em seguida dá instruções de como ele deve proceder para fazer a transferência. Segundo informações do site Bahia Notícias, funcionários que trabalham na clínica Associação Beneficente Luz da Vida, fechada recentemente pela Vigilância Sanitária, estão lotados no gabinete do deputado estadual, na Assembleia Legislativa da Bahia.

Apuarema: Suspeito rouba carro, bate, morre durante confronto e R$ 37 mil são apreendidos pela Cipe

/ Polícia

Carro Corolla foi tomado de assalto em Itamari. Foto: Cipe Central

Um suspeito morreu durante ação da Companhia Independente de Policiamento Especializado – Central, na cidade de Apuarema, após a guarnição ter sido informada sobre o roubo de um automóvel Toyota Corolla de placa NZX-1676, que teria sido tomado no município de Itamari, por volta das 22h. Segundo informações divulgadas pela Cipe, no local, os policiais se depararam com suspeitos próximo ao trevo de acesso a Apurema, em uma rodovia, havendo acompanhamento e perseguição aos mesmos que, na tentativa de uma ação furtiva em alta velocidade, colidiram o veículo Corolla contra um muro, desembarcando e se homiziando em um matagal. Os militares iniciaram buscas pelos indivíduos e, conforme a polícia, durante varredura perimetral, elementos teriam disparado tiros, havendo revide, sendo Maurício Batista da Cruz, vulgo Canela, alvejado e socorrido ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, mas não resistiu e foi a óbito. Já os comparsas fugiram. O Corolla foi apreendido e a polícia suspeita que o carro estaria sendo usado para ataques contra agências bancárias. Os policiais ainda apreenderam um revólver calibre 32 e a quantia de R$ 37, 00 (trinta e sete mil reais em espécie).

Homem que exercia ilegalmente a profissão de cirurgião-dentista é preso em Ubaitaba

/ Polícia

Durante ação, falso dentista atendia uma mulher. Foto: CRO-BA

Um homem que exercia ilegalmente a profissão de cirurgião-dentista em Ubaitaba, No sul da Bahia, foi detido pela Polícia Militar da região, na tarde de terça-feira (17) . A denúncia partiu do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA). Durante a abordagem, o falso dentista atendia uma mulher e confessou aos fiscais do Conselho e aos agentes da polícia que realizava procedimentos de prótese, extrações e restaurações. Ele foi conduzido à Delegacia de Ubaitaba, onde prestou depoimento e foi liberado em seguida. Ele vai responder, em liberdade, a processo por exercício ilegal da profissão. Este é o terceiro flagrante feito pela polícia em parceria com o CRO-BA este ano. Em abril, um outro falso dentista foi preso em Itabuna enquanto atendia uma paciente. O homem confessou não ter graduação em Odontologia. Em fevereiro, um outro caso do mesmo tipo ocorreu em Ibotirama, no oeste baiano. O homem exercia ilegalmente a profissão de cirurgião-dentista e cobrava entre R$ 60 a R$ 100 para procedimentos de obturação e prótese dentária. O ofício de cirurgião-dentista é regulamentado pela Lei Federal N° 5.081, de 24 de agosto de 1966. De acordo com o presidente da Comissão de Fiscalização do CRO-BA, Carlos Dourado, a categoria aguarda a aprovação do Projeto de Lei n° 3063/08, que prevê o agravamento da pena para o exercício ilegal da profissão com reclusão de dois a seis anos e multa.

Médico é procurado pela polícia após morte de mulher durante cirurgia em apartamento

/ Polícia

”Doutor Bumbum”, Denis César Barros, é procurado. Foto: Record

Responsável pela morte de uma paciente no último domingo (15), o médico Denis César Barros Furtado, 45 anos, conhecido como  ”Doutor Bumbum” nas redes sociais, está sendo procurado pela Polícia Civil do Distrito Federal. Denis trabalhou no DF por alguns meses, onde atuou em um consultório particular, no Lago Sul, e acumula mais de meio milhão de seguidores em perfis no Facebook, no Instagram e até no YouTube. Nas plataformas online, ele falava sobre os procedimentos estéticos, oferecia seus serviços e captava pacientes. Sua última, a bancária Lilian Calixto, 46 anos, morreu por complicações cirúrgicas, após ser submetida a um procedimento estético no apartamento que o médico mantinha no Rio de Janeiro. No último sábado (14), a bancária saiu de Cuiabá (MT), onde morava, para o Rio de Janeiro, a fim de realizar um procedimento nos glúteos. Após a cirurgia, apresentou complicações e desenvolveu infecções, que acabaram obrigando a paciente a ser transferida para um hospital particular na capital flumiense, em estado grave. No dia seguinte, Lilian faleceu. Familiares estranham o local do procedimento, haja vista que Lilian havia informado sobre a cirurgia em consultório. Os investigadores conseguiram prender a namorada de Denis, identificada como Renata Fernandes, que trabalhava como secretária do médico. O “Doutor Bumbum” estava no local na hora da batida policial, mas conseguiu fugir com a mãe ao perceber a movimentação dos agentes minutos antes da abordagem. Com prisão temporária de 30 dias decretada, o médico Denis Barros Furtado já é considerado foragido da Justiça do Rio.

Advogado de 23 anos está desaparecido há seis dias no extremo sul da Bahia, em Eunápolis

/ Polícia

Fernando Melo é procurado pela família. Foto: Acervo pessoal

Um advogado de 23 anos morador de Eunápolis, no sul baiano, está desaparecido há seis dias completados nesta segunda-feira (16). Familiares de Fernando Melo contam que a última vez que o defensor foi visto ocorreu na terça-feira (10) na rodoviária local. Segundo o G1, Melo embarcava em um ônibus com destino a Vitória da Conquista, no sudoeste. O caso foi registrado na sexta-feira (13) na Delegacia de Eunápolis. Os familiares disseram que até este domingo (15) não conseguiram falar com Fernando. Ainda segundo o site, o jovem mora sozinho há cerca de 4 meses e não tem hábito de ficar muito tempo sem se comunicar com a família. Os parentes de Fernando Melo pedem que qualquer informação sobre o paradeiro dele possa ser comunicada ao telefone 73 3281-3695.

Polícia acha ossada de adolescente que desapareceu após sair de festa de réveillon, em Salvador

/ Polícia

Vitória estava desaparecida desde dezembro. Foto: Facebook

A ossada humana encontrada na rotatória da BA-528, mais conhecida como Estrada no Derba, em Salvador, é da adolescente Vitória Charleane dos Reis Mata, de 17 anos, que desapareceu após sair de uma festa de réveillon no subúrbio de Salvador. Segundo o G1, a informação foi confirmada pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde foi feita a identificação da ossada por meio da análise da arcada dentária. A ossada foi achada no dia 15 de junho em um trecho da BA-528, em Águas Claras, mesmo bairro onde a garota morava com a avó. Vitória desapareceu após deixar a festa no bairro de São Tomé de Paripe, no dia 31 de dezembro de 2017. A ossada foi liberada e retirada pela família do DPT, na manhã desta segunda-feira (9). Não há detalhes do enterro. Segundo a Polícia Civil, ainda não há novidades sobre autoria do crime. O caso segue em inestigação pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A adolescente Vitória Charleane dos Reis Mata foi vista pela última vez ainda durante o evento de fim de ano. De acordo com a família, a jovem estava na festa com uma prima e uma amiga, mas teria se desentendido com uma das garotas e foi embora. No entanto, ela não voltou para casa. Os familiares da garota registraram o desaparecimento dela na delegacia no dia 2 de janeiro. Vitória saiu do bairro de Águas Claras, onde morava com a avó materna, para ir para a festa.

Filho de prefeito que espancou ex-companheira continua foragido após ter prisão decretada

/ Polícia

Filipe, de 19 anos, teria espancado Clara, de 20. Foto: Reprodução

O jovem Filipe Pedreira, de 19 anos, filho do prefeito da cidade baiana de Salinas da Margarida e suspeito de torturar, espancar e cortar os cabelos da ex-mulher, Clara Emanuele Santos Vieira, de 20 anos, ainda não foi localizado pela polícia, 47 dias depois de ter a prisão preventiva decretada pela Justiça. Segundo o G1, a Polícia Civil informou, nesta quarta-feira (4), que diligências continuam sendo realizadas com a finalidade de localizar o jovem, considerado foragido. Filipe é procurado desde o dia 18 de maio, quando foi acatado o pedido de prisão, solicitado pelo Núcleo de Proteção à Mulher (NPM) da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Santo Antonio de Jesus, onde o crime ocorreu. No dia 24 do mesmo mês, policiais cumpriram mandado de busca e apreensão em imóveis da família do jovem, em lugares indicados por denúncias anônimas, nas cidades de Salinas da Margarida, Arauá, Jaguaripe, mas ele não foi encontrado. As agressões à Clara ocorreram no dia 8 de maio, na cidade de Santo Antônio de Jesus, recôncavo baiano. A vítima, que é estudante de Direito, morava em uma casa com Filipe e o filho deles, de um ano. Ela contou ter recebido socos no rosto, e também que teve os cabelos e dedos cortados. Segundo a vítima, o homem também agrediu o filho deles e o pai dela, com spray de pimenta.

Operação da Polícia Civil apreende carga de drogas avaliada em R$ 300 mil em Feira de Santana

/ Polícia

Maconha, crack e cocaína foram apreendidos. Foto: SSP/BA

Uma carga de drogas avaliada em R$ 300 mil foi localizada, na manhã desta quarta-feira (4), em Feira de Santana. Equipes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE/Feira de Santana) encontraram uma mulher com 26 tabletes de cocaína, maconha e crack. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), os investigadores encontraram a carga de drogas, no bairro Conjunto Feira V, após denúncias anônimas. No imóvel, Karolina de Jesus Correia, 30 anos, foi flagrada com 14 tabletes de maconha, 11 de crack e um de cocaína. Os delegados e investigadores da DTE/Feira de Santana buscam agora os comparsas de Karolina.

Executivos da Philips e da GE estão entre os presos em nova fase da operação Lava-Jato

/ Polícia

Preso é levado para a Superintendência da PF. Foto: Estadão

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro em conjunto com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria-Geral da União (CGU), a Receita Federal e a Polícia Federal deflagraram nesta terça-feira (4), a Operação Ressonância, desdobramento da Fatura Exposta, braço da Lava-Jato no Rio. A ação mira contratos na área da saúde celebrados pelo Estado do Rio de Janeiro e pelo Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into). A 7ª Vara Federal Criminal autorizou a prisão preventiva de 13 pessoas e a temporária de nove, além da busca e apreensão em 44 endereços. Também foi decretado o bloqueio de bens dos investigados no valor de R$ 1,2 bilhão. Entre os presos estão o empresário Miguel Iskin, que foi solto por decisão do ministro do STF Gilmar Mendes em outubro de 2017, o executivo da Philips Frederik Knudsen e Daurio Speranzini Júnior, ex-executivo da Philips e atual CEO da General Electric (GE) para a América Latina. A reportagem está buscando contato com as defesas e o espaço está aberto para suas manifestações. De acordo com a Procuradoria da República no Rio, a partir das investigações da operação Fatura Exposta, órgãos de controle como o Conselho de Defesa Administrativa (Cade), o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria Geral da União (CGU) uniram esforços e identificaram um cartel de fornecedores que atuou entre os anos de 1996 e 2017 no Into. A empresa Oscar Iskin, do empresário Miguel Iskin, era a líder do cartel formado por pelo menos 33 empresas, algumas delas atuando como laranjas das demais, que se organizavam no chamado “clube do pregão internacional”. Em representação ao juiz federal Marcelo Bretas, a força-tarefa da Operação Lava-Jato do Rio apontou a “participação de Frederik Knudsen, executivo da Philips, em crimes de corrupção, fraudes a licitações e organização criminosa, existindo, ainda, provas sobre a atuação pretérita do investigado para impedir que os fatos criminosos pudessem ser conhecidos por terceiros”. A PF põe o empresário Miguel Iskin, alvo de novo decreto de prisão nesta quarta, como “líder” dos desvios de verbas públicas para a Saúde do Rio. De acordo com a Procuradoria, Frederik Knudsen era supervisor de vendas da Philips à época dos fatos e articulou as vendas de equipamentos para o Poder Público com Gaetano Signorini, funcionário da Oscar Iskin — empresa de Miguel —, e mesmo alertado por uma testemunha acerca dos flagrantes indícios de fraude a licitação e superfaturamento, orientou o seu funcionário a prosseguir com tais práticas”. “Vale dizer, portanto, que Frederik Knudsen tinha absoluto conhecimento do esquema fraudulento idealizado por Miguel Iskin para as contratações com o Poder Público e pagamentos de vultosas comissões no exterior para as empresas Avalena e Moses Trading”, diz a Procuradoria. Para os procuradores, Frederik “continua atuando em concurso com Antonio Georgete, acusado de intermediar contratos, nas negociações com o Poder Público”, como ilustram e-mails obtidos pelos investigadores. Segundo a Procuradoria, Dario Speranzini Junior “era CEO da empresa Philips Medical System à época dos fatos e atualmente exerce as funções de CEO da GE Healthcarena América Latina, empresa que também foi citada pelo delator Cesar Romero como integrante do denominado ‘clube do pregão internacional”. “De fato, da análise das provas colhidas a partir da medida cautelar de quebra telemática autorizada nos autos especialmente em relação ao conteúdo da conta (…) utilizada por Miguel Iskin, foi possível identificar que Daurio Speranzini Júnior permaneceu realizando as contratações espúrias com o poder público (Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro) por intermédio da Oscar Iskin”, diz a força-tarefa. A Procuradoria também obteve e-mail em que são “debatidas questões a respeito da certificação de um equipamento vendido pela GE para a Secretaria de Saúde por intermédio da Oscar Iskin, especialmente com a atuação de Miguel Iskin, e seus funcionários Gaetano Signorini e Marcus Vinícius”. “Assim, como comprovado ao longo dessa medida cautelar, existem provas de que Daurio Speranzini Jr., na qualidade de executivo máximo da Philips tinha plena ciência das fraudes a licitações praticadas em conluio com Miguel Iskin e seus funcionários Marco Antônio Almeida, Marcus Vinícius Almeida e Gaetano Signorini, por intermédio da empresa Rizzi Comércio e Importação, Exportação e Representação”, afirmam os procuradores. A força-tarefa ainda destaca que “mesmo alertado por um dos funcionários da empresa acerca das fraudes, optou por manter os contratos com o Poder Público e buscar eximir a empresa de qualquer responsabilidade sobre as vendas superfaturadas, apresentando requerimento de exclusão da Philips do contrato firmado com o Ministério da Saúde”. “A situação se reveste de maior gravidade se observado que mesmo após a investigação interna ocorrida no âmbito da empresa, que culminou com a saída de Daurio Speranzini Júnior, este ingressou em outra empresa da área de saúde por meio da qual permaneceu com as práticas ilícitas relativas à contratação com o Poder Público por intermédio da Oscar Iskin”, afirma o Ministério Público Federal. Com informações do Estadão

Chapada Diamantina: Mulher é presa em ônibus com pedras de diamante avaliadas em R$ 700 mil

/ Polícia

Mulher levava droga dentro de ônibus. Foto: Divulgação/PRF
Uma mulher foi presa com pedras de diamantes avaliadas em R$ 700 mil. O flagrante ocorreu em um trecho da BR-242 de Seabra, na Chapada Diamantina. Policiais rodoviários federais faziam uma fiscalização de rotina quando abordaram um ônibus interestadual, na altura do km 371 da rodovia. Ao entrar no ônibus – que fazia a linha Alta Floresta/MT com destino a Recife/PE – os policiais encontraram em posse de uma passageira as pedras de diamante. O material estava escondido nas roupas e bolsas da mulher. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA), a mulher disse que foi contratada para comprar as pedras na cidade de Cacoal, em Rondônia, e levá-las para Recife, em Pernambuco. A passageira ainda contou que os diamantes tinham sido adquiridos através de negociação com um cacique indígena. Presa em flagrante, a mulher vai responder pelo crime de usurpação contra o patrimônio da União previsto na Lei 8.176/91. A acusada foi levada para a delegacia de Seabra.

Mudas e pés de maconha são encontrados pela Polícia Militar na Chapada Diamantina

/ Polícia

Roça de maconha foi achada na Chapada. Foto: Polícia Militar

Cento e sessenta e seis mudas e 45 pés de maconha foram encontrados por agentes da Polícia Militar em uma propriedade localizada no Vale do Capão, que fica no município baiano de Palmeiras, destino bastante procurado na região da Chapada Diamantina. Dois homens e uma mulher que estavam no local foram detidos e encaminhados para a delegacia da cidade. Conforme a PM, a ”roça de maconha” foi achada na terça-feira (19), na Rua Gorgulho, durante rondas de guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE – Chapada). Também foram encontrados 20 gramas da mesma droga pronta para consumo, 538 gramas de sementes de maconha e uma espingarda de fabricação artesanal. Segundo a Polícia Militar, a apreensão ocorreu após denúncias de populares de que vários indivíduos na região possuíam drogas.

Casal é encontrado morto dentro de carro às margens da BR-101, na cidade de Itabuna

/ Polícia

Gilclebson dirigia o carro Gol e foi morto a tiros. Foto: Pimenta Blog

Um casal foi encontrado morto a tiros neste domingo dentro de um veículo, às margens da BR-101, próximo ao viaduto de acesso ao Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna. Os disparos foram efetuados possivelmente por quem estava dentro do carro. As circunstâncias em que ocorreram as mortes deverão ser esclarecidas por peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT). Segundo o Pimenta log, uma das vítimas já foi identificada pela polícia. Chama-se Gilclebson Santos Ferreira, de 25 anos. A mulher também foi identificada há pouco e seria natural de Itabuna. Trata-se de Carlet Santos Sales. Os corpos já foram levados para o DPT.

Violência assustadora: Feira de Santana já registra 14 homicídios neste final de semana

/ Polícia

Por volta das 11h de hoje, mais um crime. Foto: Acorda Cidade

A Polícia Civil de Feira de Santana registrou entre o último sábado (16) e este domingo (17), pelo menos 14 homicídios. De acordo com o Acorda Cidade, Leandro Oliveira Santana de 35 anos, foi uma das últimas vítimas. O homem morreu vítima de tiros na noite de sábado (16), na Rua Canto do Buriti, bairro Conceição. Outro homem que ainda não foi identificado foi baleado, socorrido e encaminhado para o Hospital Clériston Andrade (HGCA). Por volta das 11h da manhã deste domingo, mais uma pessoa foi assassinada a tiros. Ainda sem identificação, a vítima é menor de idade e o crime aconteceu na Rua A, Loteamento Vila Nova, Bairro Santa. Na onda de violência, a Polícia Civil de Feira de Santana registrou mais quatro homicídios na tarde deste sábado (16). Quatro pessoas também foram assassinadas no intervalo de uma hora entre as 13h e 14h. Uma das vítimas foi o policial militar Wagner Silva Araújo, de 27 anos, assassinado com um tiro no peito ao tentar impedir um assalto durante a madrugada. Mônica II. Os 14 crimes aconteceram com disparos de arma de fogo e todas as vítimas são jovens do sexo masculino.