PRF faz a maior apreensão de maconha do ano, em Ponta Porã, na fronteira com Paraguai

/ NOTÍCIAS

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 16,1 toneladas de maconha em Ponta Porã (MS), cidade localizada na fronteira com Paraguai, e a 316 quilômetros da capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande.

Segundo a corporação, essa é maior apreensão do Brasil em 2022. A apreensão foi feita no sábado (11). Imagens da operação foram divulgadas nas redes sociais da PRF. De acordo com a postagem, o valor da droga apreendida ultrapassa R$ 34 milhões. A maconha estava em uma carreta que supostamente transportava soja.

Dom Cristiano, Bispo Emérito de Jequié permanece internado no Hospital Prado Valadares

/ NOTÍCIAS

Dom Cristiano (Foto: Reprodução/site Diocese de Jequié)

Deu entrada no último dia 25, no Hospital Geral Prado Valadares, onde permanece internado, com complicações decorrentes de um quadro de pneumonia, o Bispo Emérito da Diocese de Jequié, Dom Cristiano Jacob Krapf, 86 anos. O quadro de saúde do religioso, inspira cuidados. Dom Cristina, é natural de Saint-Gall, Suíça, tendo sido Ordenado sacerdote em 15/03/1964 tendo chegado ao Brasil como missionário naquele mesmo ano. Fixou sua ação evangelizadora na Diocese de Ilhéus/BA até que em 07/11/1978 foi eleito o primeiro bispo da Nova Diocese de Jequié pelo Santo Padre o Papa João Paulo II, onde permaneceu por 34 anos, até que seu pedido de renúncia foi aceita pelo Papa Bento XVI.

Identidade de corpo carbonizado entre Planaltino e Itarana será definida por exame de DNA, diz IML

/ NOTÍCIAS

Vítima pode ser Jutair Souza Meira, 36 anos. Fotomontagem/BMF

Os peritos do Instituto Médico Legal irão submeter a exame de DNA o corpo carbonizado encontrado às margens da BA-026 após um acidente ente duas carretas no domingo (22), entre os municípios de Planaltino e Nova Itarana.

As duas carretas, uma transportando soja e a outra cigarros colidiram numa ladeira quando seguiam na mesma direção, sentido BR-116 e, com o impacto da colisão traseira, os veículos pegaram fogo.

Um dos condutores morreu carbonizado e o outro evadiu do local, conforme informações da Polícia Técnica de Jequié, que realizou no local os serviços periciais.

O estado de carbonização do cadáver dificulta a identificação do homem, que segundo informações policiais ao BMFrahm era oriundo de Brumado/BA, Jutair Souza Meira, 36 anos, que conduzia uma carreta de sua propriedade.

Ao exigir o exame de DNA, o IML de Jequié, que contará com o apoio da unidade de Salvador na utilização do material genético encontrado nas mitocôndrias para identificar o corpo segue uma norma legal para o processo, já que não há o que se confirma que de fato que era Jutair o motorista envolvido no momento do desastre, inclusive em razão do estado de carbonização.

Antecipação da restituição do ”Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF)” exige cuidado

/ NOTÍCIAS

Com a entrega das Declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) em curso, os bancos começam a oferecer aos clientes empréstimos para antecipar a restituição. As linhas de crédito são garantidas pela restituição que o contribuinte terá depois de processada a declaração, que deve ser enviada até 31 de maio. Quem precisar antecipar o dinheiro, no entanto, precisa ter cuidado.

Primeiramente, o cliente precisa estar ciente de que a antecipação representa uma operação de crédito, que cobra juros como qualquer empréstimo ou financiamento. Essa modalidade só é aconselhada em uma situação: quando o contribuinte precisa usar o dinheiro da restituição para pagar uma dívida.

Mesmo ao pagar o débito, o cliente precisa ter cautela. Isso porque os especialistas recomendam antecipar a restituição apenas quando os juros da dívida forem maiores que os juros dos empréstimos oferecidos pelo banco. Normalmente, as taxas são próximas às do crédito consignado. Neste ano, os cinco maiores bancos do país oferecem juros que variam de 1,43% ao mês até 1,79% ao mês.

O contribuinte também precisa ter atenção para não cair na malha fina. Normalmente, os empréstimos de restituição são de prazo curto, no máximo de até seis meses. Caso a restituição atrase porque o declarante do Imposto de Renda errou ou omitiu informações, o empréstimo com juros mais baixos torna-se uma operação convencional, com juros maiores.

Segundo o Conselho Federal de Contabilidade, erros na declaração e eventuais atrasos na restituição podem fazer o tomador cair numa nova bola de neve e contrair mais uma dívida. O órgão recomenda contrair a antecipação do Imposto de Renda apenas pelo contribuinte quem tem dívidas com juros mais elevados, como o cheque especial e o cartão de crédito, sem jamais usar o crédito para antecipar o consumo.

Rui entrega equipamentos e assina convênios com prefeitos para obras em vários municípios

/ NOTÍCIAS

Prefeito de Maracás assina convênio com Rui Costa. Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (12), o Governo do Estado firmou centenas de convênios com prefeituras baianas para a execução de obras nas áreas de saúde, educação, esporte e desenvolvimento urbano e rural. A assinatura das ordens de serviço foi realizada no Parque de Exposições, em Salvador, com a presença do governado Rui Costa.

Por meio das secretarias estaduais da Agricultura (Seagri) e da Infraestrutura (Seinfra), foram entregues 12 equipamentos para atender consórcios municipais, num investimento que ultrapassa R$ 6,2 milhões. ”Os equipamentos ajudam a melhorar a infraestrutura de estradas e a pavimentação de ruas e acessos urbanos das cidades. Essas ações fortalecem o pacto federativo e estreitam a relação do Governo do Estado com os municípios e os consórcios municipais”, declarou o governador.

Mais esporte

Estão previstas obras como construção de areninhas Society com grama sintética, reformas e novos estádios, além de quadras poliesportivas cobertas. O investimento é de R$ 66,1 milhões em 55 contratos que serão executados por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), órgão ligado à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). De acordo com o titular da Setre, Davidson Magalhães, o Governo chegará, em 2022, a R$ 130 milhões de investimentos na área de esportes. ”São obras de construção e recuperação de equipamentos esportivos. Esse é o maior investimento na área, em muitos anos, na Bahia”, ressaltou.

Prefeito de Nova Itarana, Danilo também assinou convênio

As novas obras dos equipamentos esportivos agora publicadas se somam ao conjunto de 13 outras autorizadas pelo governador, entre 31 de março e 7 de abril, todas elas já com termos de convênio publicados no Diário Oficial do Estado. Neste pacote, o investimento é de R$ 9,3 milhões.

Ao todo, as novas autorizações beneficiam 33 cidades: Abaré, Macururé, Tucano, Paulo Afonso, Sítio do Quinto, Araci, Dom Basílio, Jiquiriçá, Manoel Vitorino, Nova Ibiá, Guajeru, Presidente Jânio Quadros, Ilhéus, Itabuna, Itapitanga, Teixeira de Freitas, Ubaitaba, Itapé, Amélia Rodrigues, Feira de Santana, Jacobina, Mairi, Pé de Serra, Ipecaetá, América Dourada, Seabra, Sobradinho, Pilão Arcado, Camaçari, Lauro de Freitas, Salvador, Esplanada e Paratinga.

Máquinas e equipamentos

Foram entregues ainda aos municípios três escavadeiras hidráulicas, cinco motoniveladoras, duas usinas de asfalto e duas unidades multiprocessadoras para uso em pavimentação de vias para consórcios intermunicipais. Os equipamentos foram adquiridos dentro do projeto “Estado Solidário”, que auxilia as cidades na reconstrução e melhorias pós enchentes, além de contribuir na manutenção de estradas em diferentes regiões de toda a Bahia. ”O objetivo é minimizar os efeitos das chuvas que caíram nos últimos meses, ajudando as cidades na recuperação da infraestrutura”, disse o secretário estadual da Agricultura”, Leonardo Bandeira.

Para o prefeito de Cocos, Dr. Marcelo Emerenciano, a parceria do Governo do Estado com os consórcios é importante para a manutenção de obras e ações que melhoram a vida da população. ”Esse trabalho conjunto vem transformando vidas nas regiões onde cada consórcio atua. Na nossa região da Bacia do Rio Corrente, o consórcio vem fazendo um trabalho muito bonito e só temos que agradecer ao governador por essa deferência”, afirmou.

Outros convênios

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) foi autorizada a construir Unidades Básicas de Saúde (UBS) em três municípios. A Secretaria da Educação (SEC) assinou 17 convênios com 13 municípios para a compra de móveis escolares, construção de escolas, quadras poliesportivas cobertas e outras estruturas. A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR/CAR) firmou convênios com 32 municípios para reforma e reestruturar os mercados municipais. Já a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), firmou 210 convênios com 135 municípios para obras como pavimentação de ruas, construção de 535 casas, através do programa Bahia, Minha Casa; além de obras de prevenção a desastres naturais, contenção de encostas, entre outras.

Após mega-aumento, preço da gasolina chega a R$ 8,399 no RJ e diesel a R$ 7,980 na Bahia

/ NOTÍCIAS

Após o mega-aumento no preços dos combustíveis anunciados pela Petrobras na última semana, o litro da gasolina já é vendido a R$ 8,399 no País, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) atualizados ontem. Já o diesel, que impacta diretamente nos preços do frete praticados no País, chegou perto dos R$ 8 e já é comercializado a R$ 7,980.

O valor mais alto da gasolina comum nesta semana (13 a 19 de março) foi registrado na região Sudeste, onde o combustível já é encontrado a R$ 8,399. No Nordeste, o preço máximo é de R$ 8,390 No Sul, R$ 8,290. Já nas regiões Norte e Centro-Oeste, os valores chegaram a R$ 8,100 e R$ 7,999, respectivamente.

O preço mais alto foi encontrado pela ANP a R$ 8,399 o litro em Três Rios, no Rio de Janeiro, e o mais baixo R$ 5,899 o litro em Araras, no interior de São Paulo.

Com o aumento, o preço do diesel esta semana chegou perto dos R$ 8 em Ilhéus, Bahia, encontrado a R$ 7,980 o litro pela ANP. Na média nacional, o preço do combustível ficou em R $ 6,654 o litro.

Gás encanado

Outro combustível usado por diversos segmentos, o gás encanado, também está em trajetória de alta. Projeção da consultoria ARM aponta que o preço do insumo pode acumular alta de 50% a 60% até agosto deste ano, caso o barril de petróleo se mantenha no patamar atual no mercado internacional. Os contratos de reajustes são trimestrais. A próxima mudança nos preços ocorre em maio, quando deverá haver uma alta em torno de 20% – o mesmo deve acontecer em agosto.

Segundo Bruno Armbrust, sócio da consultoria, os aumentos impactam, sobretudo, as grandes indústrias e o valor do combustível para abastecer veículos. Já para os consumidores residenciais e pequenos comércios, explica, é contrário. A margem das distribuidoras é maior e o custo da molécula do gás tem um peso menor.

“O gás encanado vai para distintos mercados, industrial, abastecer veículos, comércio, indústria, inclusive para geração de energia. No caso de grandes clientes, as indústrias, o gás veicular e mais as usinas termoelétricas, o componente do gás tem um peso muito grande e a margem da distribuidora tem um peso menor. Podendo ter até, por exemplo no caso do gás veicular, o peso da margem da distribuidora pode ser de 10% a 12%, e do gás quase 90%”, afirmou Armbrust.

Fonte: Estadão Conteúdo / Com informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

A relação entre Rui e Wagner

/ NOTÍCIAS

Rodrigo Daniel Silva é repórter

Não é preciso ser clarividente para ver que a relação entre o governador Rui Costa e o senador Jaques Wagner não anda nada boa. Hoje, completa-se um mês da fatídica reunião dos petistas da Bahia, com o senador Otto Alencar e o ex-presidente Lula em São Paulo. Neste encontro, Rui teria sugerido que Otto fosse candidato a governador, e ele a senador, o que resultaria na saída de Wagner da cabeça da chapa.

A nova arrumação da majoritária provocou um terremoto no grupo político. Rui passou a ser queimado na fogueira da opinião pública. Petistas acusaram o governador de ser egoísta e rifar Wagner da chapa. Eles plantaram a informação em todos os veículos que puderam. O curioso? É que um mês depois o senador petista nunca fez uma defesa contundente do aliado. De lá para cá, a base governista só sangra em praça pública.

Os principais líderes do grupo político — Rui e Wagner — mostram publicamente estarem em dissintonia, e em disputa para ver quem verdadeiramente manda na ala governista. Os dois passaram a última semana ”gritando” para saber qual é o galo que sozinho tece uma manhã. “Eu vou começar a colocar um ponto final nessa história”, disse Wagner à rádio Metrópole, avisando ser ele o mandachuva. “Eu comuniquei a Rui que eu não manterei minha candidatura”, afirmou, ao querer mostrar que a decisão de ficar fora da chapa foi dele, e não do governador. ”Essa era a primeira estratégia que eu tinha montado”, acrescentou, ao ressaltar que partiu dele o desenho da chapa com Otto como candidato a governador e Rui senador.

Em seguida, Wagner disse que esta arrumação da majoritária foi desmontada porque Otto não quis concorrer ao governo. Ao usar a tática do fato consumado, o senador petista declarou, então, que Rui ficaria até o final do mandato e o PT lançaria um nome novo como candidato a governador. Rui abertamente mostrou que não gostou nada da postura do padrinho político, e disse horas depois das declarações de Wagner: ”Eu divulgarei a chapa completa”. No dia seguinte, na terça-feira, reforçou quem manda: ”eu estou trabalhando intensamente para que até o dia 13 março, a gente possa divulgar (a chapa)”.

Na quarta-feira, ao pedir desculpas ao vice-governador João Leão por não o ter avisado que Rui permaneceria no governo, Wagner novamente quis demonstrar quem é a maior autoridade do grupo político. Ou melhor, o ”fundador”. “Eu fui anunciar (a nova chapa) como fundador do grupo, (mostrar) o caminho. Agora, eu continuo disposto a continuar com o PP dentro da aliança”, afirmou ele.

Wagner tem muitos motivos para estar descontente com o seu afilhado político. Como bem me disse um observador político, Rui virou o principal ”adversário” do senador. O governador é hoje um contraponto do padrinho político: correria contra ”wagareza”; o austero contra o perdulário. Além disso, as principais marcas do governo Wagner, como os programas ‘Água para Todos”, ”Topa” e ”Pacto pela Vida”, foram praticamente apagadas no governo Rui. ”Nem parece que Wagner foi governador um dia”, disse-me outro astuto observante da cena política baiana. Talvez, isso explique por que o senador petista tinha 41% de rejeição à sua pré-candidatura. Por incrível que pareça, maior do que a do candidato de Bolsonaro, João Roma.

Com a decisão de concluir o mandato, Rui sabe que vai depender nos próximos tempos de Wagner para permanecer na vida pública. Ele estará sem mandato e, se quiser virar ministro, terá que ter o aval do padrinho político, que ainda é o principal interlocutor do ex-presidente Lula na Bahia. No final de semana, o governador fez questão de negar o estremecimento da relação com o senador.  ”Quarenta anos de amizade e continua forte e firme. Tenho maior carinho”, disse ele. Será bom mesmo manter a relação ”forte e firme” com Wagner, se quiser ver no horizonte um lugar bonito para viver em paz.

*Rodrigo Daniel Silva é repórter da Tribuna


Publicidade
Compartilhe

Classificado por Rui como revelação, prefeito de Nova Itarana deve renunciar para ser candidato a deputado

/ NOTÍCIAS

Danilo de Zéu será candidato a deputado. Foto: BMFrahm

O prefeito de Nova Itarana se articula de maneira a confirmar os rumores políticos de que será um dos postulantes ao cargo de deputado estadual nas eleições de outubro.

Reeleito prefeito em 2020, Danilo de Zéu (PSD), de 37 anos, já se movimenta e Itarana deverá passar por uma reviravolta na administração pública a partir de abril. Isso porque, o prefeito, para se candidatar a deputado, terá que renunciar ao cargo de chefe do Executivo.

Em ato institucional, durante visita do governador Rui Costa (PT) ao Município, nesta sexta-feira (18), Danilo deu mostras de que estaria disposto a topar o desafio e entregar a máquina a sua vice-prefeita, Dedé (PP).

Ele enumerou feitos da sua gestão e disse que deu continuidade ao trabalho do pai, o ex-prefeito Zéu (PSD), chamado de professor e já cogitado para uma eventual candidatura ao poder local em 2024. O grupo domina a política local há 20 anos.

 Os sinais ficaram ainda mais claros com os efusivos elogios feitos por Rui ao jovem prefeito, classificado pelo governador de revelação na política. Danilo é também presidente do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá / Convale, que representa 20 municípios do território e, caso seja candidato, o prefeito de Itaquara, Marco Aurélio (PSB) assume o comando da entidade.

Euclides é aplaudido em nova Itarana ao dizer que seu mandato é pautado no cumprimento da ”palavra”

/ NOTÍCIAS

Euclides arranca aplausos em Nova Itarana. Foto: BMFrahm

O deputado estadual Euclides Fernandes (PDT) arrancou aplausos de populares que se posicionavam no Centro da cidade de Nova Itarana, durante visita do governador Rui Costa (PT) ao município, na manhã desta sexta-feira (18).

Fernandes, ao fazer discurso emotivo, disse que seu mandato é pautado no ”cumprimento da palavra”, elogiou as ações do governador na Educação e do secretário da pasta, Jerônimo Rodrigues, tendo afirmado que a autorização para construção de uma nova escola em Itarana reforça o ensino público e revela a preocupação de Rui em buscar melhorias na área.

Euclides relembrou as enchentes do último mês de dezembro, que provocaram destruição em municípios do Vale do Jiquiriçá e disse que intercedeu junto ao Estado para que cidades afetadas na região fossem assistidas pela máquina estadual, a exemplo de Jiquiriçá, que será contemplada com reconstrução de casas e outras ações de apoio a famílias afetadas.

Bahia manterá congelamento de ICMS sobre combustíveis por mais 60 dias, diz nota

/ NOTÍCIAS

”A despeito da insistência na disseminação de fake news por parte de representantes políticos que buscam confundir a opinião pública, o Governo do Estado da Bahia continua com o congelamento dos preços de referência para o ICMS dos combustíveis por mais 60 dias e faz os seguintes esclarecimentos”, diz uma nota emitida nesta quinta-feira (27) pelo Governo baiano.

1. Não houve alteração das alíquotas de ICMS para combustíveis na Bahia. As frequentes altas registradas nas bombas decorrem da política de preços da Petrobras, que gera a maior parte da sua produção em território brasileiro, com custos em reais, mas insiste em dolarizar os valores praticados para o mercado interno, o que tem resultado em frequentes reajustes dos combustíveis e em forte pressão inflacionária. A Petrobras precisa explicar esta política à população brasileira, que tem sido extremamente penalizada pela escalada nos preços.

2. Na expectativa de que o Governo Federal e a Petrobras promovessem a revisão da política de preços da empresa, os estados estabeleceram o congelamento por 90 dias, a partir de 1º de novembro de 2021, dos valores de referência sobre os quais incide a cobrança do ICMS dos combustíveis. Desde então, os preços continuaram aumentando e a gasolina, por exemplo, já é vendida hoje nos postos baianos pelo valor médio de R$ 6,90. Enquanto os preços ao consumidor continuaram subindo, tanto a alíquota quanto o preço de referência para cobrança do ICMS permanecem congelados.

3. O congelamento se encerraria no dia 31 de janeiro, o que levou alguns estados a tomar a iniciativa de enviar novas tabelas com ajustes nos valores de referência ao Confaz – Conselho Nacional de Política Fazendária. Este não foi o caso da Bahia, que permaneceu com a tabela original do início de novembro.

4. Nesta quinta-feira (27), em reunião do Confaz, os estados decidiram demonstrar mais uma vez boa vontade, prorrogando por mais 60 dias o congelamento, na esperança de que o Governo Federal possa fazer a sua parte, com a adoção de soluções estruturais para a estabilização dos preços dos combustíveis.

5. A atual situação só está beneficiando a Petrobras e seus acionistas: a empresa registrou lucro líquido de R$ 135 bilhões e receita líquida de R$ 393,4 bilhões em um ano. Para se ter uma ideia, a receita líquida da Petrobras em doze meses equivale a quase oito vezes o orçamento do Estado da Bahia, que presta serviços a 15 milhões de baianos.

6. Enquanto não se chega à solução para o problema, é preciso tomar cuidado com as notícias falsas que infelizmente seguem sendo disseminadas. É lamentável que a população brasileira ainda tenha de conviver com este tipo de postura. Trata-se de um evidente desserviço ao interesse público em uma sociedade que já vem sendo castigada nos últimos anos por sucessivas dificuldades econômicas agravadas pela pandemia.

Covid-19: Jequié registrou mais 65 casos nas últimas 24 horas, diz boletim epidemiológico

/ NOTÍCIAS

Boletim Epidemiológico da Covid-19 em Jequié, atualizado neste domingo (23) registra 65 novos casos positivos nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 18.849 pessoas confirmadas com a doença. Até agora 17.567 pacientes encontram-se recuperados e o número de mortes é de 409 desde o início da pandemia.

De acordo com o número de leitos de UTI-Covid do Hospital São Vicente, a taxa de ocupação é de 70%. Destes, não existem leitos ocupados por residentes de Jequié e 7 leitos estão ocupados por pessoas de outro município.

Até o presente momento 127.766 pessoas foram vacinadas com primeira dose em Jequié.

Policiais Civis da Bahia aprovam paralisação semanal e estado de greve, com paralisação toda quinta-feira

/ NOTÍCIAS

Civil ”Lockdown Semanal” toda quinta-feira. Foto: Sindpoc

Em assembleia virtual realizada na noite de terça-feira(18), o Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc) aprovou ”Lockdown Semanal”, uma paralisação a ser realizada toda quinta feira, bem como o estado de greve da categoria.

Dentre as pautas de reivindicações estão a regulamentação do Artigo 46, parágrafo 1o da Lei 11.370/2009, que concede o salário de nível superior para os servidores com formação acadêmica, reestruturação da carreira, além da exigência de apresentação do cartão de vacinação para a população ter acesso às delegacias do Estado, algo que, segundo o sindicato, não está ocorrendo.

”Como se não bastasse tudo o que temos passado, hoje nos deparamos com o surto de Covid-19 e de gripe nas delegacias e os policiais expostos diariamente a esse perigo eminente, porque a Policia Civil da Bahia não tem cumprido o Decreto do Governo do Estado, onde o usuário do serviço público para adentrar nos órgãos e repartições precisa ter em mãos a carteira de vacinação”, denunciou Eustácio Lopes, presidente do Sindpoc.

ATOS DA CATEGORIA

Além do Lockdown Semanal, que acontecerá toda quinta-feira e o estado de greve dos servidores da Policia Civil, terá continuidade a Operação Padrão, iniciada no dia 01 de janeiro, com atos semanais nas delegacias.

Por fim, ficou definida uma Assembleia Geral Presencial, a ser realizada no Campo Grande, no dia 10 de fevereiro, com caminhada até a Sede da Polícia Civil, para entrega das horas extras e chefias. *Bahia Notícias

Prefeitura de Feira decreta situação de emergência neste sábado após fortes chuvas

/ NOTÍCIAS

Foto: Renata Maia / Prefeitura de Feira de Santana

A prefeitura de Feira de Santana decretou situação de emergência, neste sábado (25), em virtude às fortes chuvas que têm caído desde a quinta-feira (23) no município. Esta decisão, assim como a criação de um Comitê de Crise, foi publicada em uma edição extra do Diário Oficial Eletrônico.

”O objetivo é evitar que a população tenha prejuízo e minimizar o impacto da chuva na cidade”, disse o prefeito Colbert Martins Filho, informando ainda que serão realizadas reuniões diárias com diversos órgãos para dar ”resposta rápida aos desastres, desencadeando ações”.

Entre a noite de sexta-feira (24) e este sábado (25) houve registro de alagamentos na cidade, mas segundo a Defesa Civil, não há vítimas ou desabrigados até o momento. Segundo a coordenadora do órgão, Ana Karolina Rebouças, já choveu cerca de 40 a 50 milímetros. ”Estamos de plantão enquanto durar a chuva. A população pode acionar pelo número 156 ou aplicativo Fala Feira 156”, pontuou.

A prefeitura informou que tem feito monitoramento nos bairros e na zona rural de Feira. Técnicos da Superintendência de Operações e Manutenções (Soma) chegaram a identificar pontos com mobilidade comprometida nos distritos de Bonfim de Feira e Jaguara.

”Nas barragens de Jaguara e Mendonça há um volume de água superior à condição normal, restringindo muito a mobilidade dessas comunidades e limitando as condições de acesso. Com a permanência da chuva, a gente não tem conseguido fazer o serviço de cascalhamento e patrolamento, mas logo que o tempo permita, vamos começar a trabalhar nessas áreas”, explicou João Vianey, superintendente da Soma.

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), por sua vez, informou que vai distribuir cestas básicas para as famílias afetadas pela chuva e garantiu que já possui abrigos à disposição.

Ministério da Educação lança painel para ”monitorar” implementação do novo ensino médio

/ NOTÍCIAS

Sete estados ainda precisam aprovar o referencial curricular do novo ensino médio e dois estados precisam que esse documento seja homologado. Essas são etapas necessárias para que o novo ensino médio chegue de fato às escolas públicas e privadas de todo o país em 2022, como previsto no cronograma estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC). Os dados são do Painel de Monitoramento do Novo Ensino Médio lançado nesta quinta-feira  (16) pelo MEC em evento online. A plataforma, desenvolvida em parceria com a Universidade Federal de Alagoas, traz dados atualizados diariamente sobre a implementação do novo ensino médio.

Segundo o painel, todos os estados já elaboraram os respectivos referenciais curriculares, documentos necessários para orientar a elaboração dos novos currículos que serão aplicados nas salas de aula. Em Rondônia, Acre, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Alagoas e Bahia os documentos aguardam a aprovação dos Conselhos Estaduais de Educação. Já no Rio de Janeiro e no Tocantins, os referenciais foram aprovados pelos conselhos e aguardam agora a homologação dos governos. Nos demais 17 estados e no Distrito Federal, os referenciais foram aprovados e homologados.

Foi com o objetivo de tornar a etapa mais atrativa e evitar o abandono escolar que o novo ensino médio foi aprovado em 2017, na Lei 13,4165/2017.  Com o novo modelo, parte das aulas será comum a todos os estudantes do país, direcionada pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Na outra parte da formação, os próprios alunos poderão escolher um itinerário para aprofundar o aprendizado. Poderão escolher dar ênfase, por exemplo, às áreas de linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas ou ao ensino técnico. A oferta dos itinerários vai depender também da capacidade de oferta das redes de ensino e das escolas. Isso está indicado nos referenciais curriculares estaduais.  (Agência Brasil)