Botão não curtir pode ser aderido pelo Facebook

/ Mundo

Zuckerberg anuncia mudanças no Face
Zuckerberg anuncia mudanças no Face. Foto: Divulgação

Durante uma sessão de perguntas e respostas na sede do Facebook, na Califórnia, o fundador da rede social, Mark Zuckerberg, afirmou que está considerando adicionar um botão de “não curtir” às atualizações da rede social. Ainda segundo Zuckerberg, esse é uma das funções mais pedidas pelos usuários do site. Ainda assim, ele afirmou que a empresa está tentando encontrar uma maneira de fazer com que a ferramenta não se torne uma maneira de humilhar os autores das publicações. “Uma das coisas nas quais viemos pensando há algum tempo é qual seria a maneira correta de fazer com que as pessoas possam expressar mais emoções facilmente. Muitas vezes as pessoas compartilham momentos tristes de suas vidas no Facebook. Frequentemente elas nos dizem que não se sentem confortáveis apertando o botão ‘curtir’ em posts tristes dos outros, porque esse não é o sentimento apropriado para aquela notícia“, afirmou Zuckerberg. Zuckerberg também afirmou de que os usuários pedem o novo botão como o argumento de que “eles querem dizer que isso não é bom, isso não é algo que achamos que é bom para o mundo”. Correio

Papa Francisco e líder ortodoxo fecham acordo para reunificar igrejas, separadas há 960 anos

/ Mundo, Religião

Foto: Tolga Bozoglu/EPA
Foto: Tolga Bozoglu/EPA

O Papa Francisco e o patriarca Bartolomeu, sacerdote máximo da Igreja Ortodoxa, fecharam uma declaração conjunta pela intenção de trabalhar pela reunificação com a Igreja Católica. As duas instituições foram separadas há 960 anos, o chamado Cisma do Oriente. A convenção foi realizada neste sábado, durante a visita do pontífice católico à Turquia, onde se localiza à sede da Igreja Ortodoxa. Os dois líderes religiosos se encontraram na Mesquita Azul, em Istambul. Na cidade, o papa participou da festa de Santo André, patrono dos ortodoxos e que simboliza o vínculo entre as duas entidades, já que era irmão de São Pedro, considerado o primeiro papa. Segundo o sacerdote argentino, a Igreja Católica “não pretende impor nenhuma exigência, exceto a profissão de fé comum” e garantiu que as tradições e ritos ortodoxos seriam mantidos em caso de uma reunificação. “Não se trata de submissão nem de absorção, mas sim da aceitação de todos os dons que Deus tem dado a cada um”, pontuou. Bartolomeu também sinalizou que deseja o diálogo para para “retirar os obstáculos acumulados durante um milênio”. De acordo com o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, a soberania do papado não foi objeto de debate neste encontro e o assunto será discutido por uma comissão teológica formada pelas duas igrejas. A subordinação ao papa foi questionada pelos ortodoxos e culminou na separação em 1054. A igreja Ortodoxa tem atualmente cerca de 300 milhões de fiéis e a Católica, 1 bilhão. Por Bahia Notícias.

Mundo: Governos se comprometem com ações para erradicar fome e subnutrição

/ Mundo

Promover ações para erradicar a fome e prevenir todas as formas de subnutrição no mundo e aumentar os investimentos para ações efetivas na melhoria da alimentação foram alguns dos compromissos firmados por chefes de Estado reunidos na 2ª Conferência Internacional sobre Nutrição, realizada pela FAO, órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Agricultura e a Alimentação. O evento, que terminou hoje (21) em Roma, reuniu representantes de 170 países. A Declaração de Roma sobre Nutrição, firmada pelos chefes de Estado durante o evento, destaca a importância de ações para prevenir particularmente a desnutrição, a baixa estatura, o baixo peso e o sobrepeso em crianças abaixo de 5 anos, bem como a anemia em mulheres e crianças. O documento também aborda a crescente tendência de sobrepeso e obesidade e de doenças relacionadas à alimentação. No encerramento do encontro, o diretor-geral da FAO, o brasileiro José Graziano, disse que é hora de assumir o desafio de garantir nutrição adequada a todos e acabar com a fome. “A desnutrição é a causa número 1 de doenças no mundo. Se a fome fosse uma doença contagiosa, nós já teríamos a cura”, ressaltou. Os governantes também firmaram um quadro, listando 60 ações que os governos podem incorporar nas suas políticas nacionais de nutrição, saúde, agricultura, educação. Leia mais.

Bruna Marquezine é eleita a mais sexy do mundo

/ Mundo

A atriz foi eleita em ganhou a disputa acirrada
A atriz foi eleita em numa disputa acirrada. Foto: Divulgação

A jovem atriz Bruna Marquezine ganhou a disputa acirrada e foi eleita a mulher mais sexy do mundo, de acordo com os leitores da revista ‘VIP’. Mas, além da global, várias outras mulheres brasileiras compuseram a lista, tendo entre as primeiras dez colocadas as duas cantoras baianas de maior sucesso na atualidade, Claudia Leitte e Ivete Sangalo. A loira apareceu na quinta colocação, ficando atrás apenas da vencedora, das cantoras Anitta e Rihanna, e da atriz Grazi Massafera. Já Ivete ficou no oitavo lugar, tendo à sua frente também a cantora Shakira e a atriz Juliana Paes. A grande novidade na lista é a apresentadora do “Globo Esporte”, Fernanda Gentil. A jornalista, que foi destaque na Copa do Mundo de futebol, aparece na 42ª posição. Campeã de 2013, Paola Oliveira desceu para a 12ª posição, ficando atrás de Sandy (11ª), Isis Valverde (9º) e Juliana Paes (7º). Apenas duas ex-BBBs aparecem na lista das cem mais sexy de 2014. Clara Aguilar e Franciele ficaram com a 65ª e 69ª posição, respectivamente. Campeã do “BBB 14”, Vanessa Mesquita não foi eleita. Veja a lista completa.

Mundo: Papa Francisco beatifica Paulo VI e homenageia Concílio Vaticano II

/ Mundo

Evento ocorreu na presença de cardeais de todo o mundo.
Evento ocorreu na presença de cardeais de todo o mundo.

O papa Francisco beatificou neste domingo na Praça São Pedro seu antecessor italiano Paulo VI, saudando também o fim de um polêmico sínodo sobre a família, o Concílio Vaticano II (1962-1965) e o espírito de criatividade na Igreja. Sob um belo sol de outono, Francisco pediu que todos os participantes do sínodo “vençam o medo diante das surpresas de Deus”. “Deus nos conduz por caminhos imprevistos”, disse Francisco, referindo-se aos debates a respeito de aspectos sociais espinhosos para a Igreja (uniões livres, divórcio, homossexualidade) que dominaram o sínodo. Na presença do papa emérito Bento XVI – calorosamente saudado – e diante de uma Praça São Pedro lotada, Jorge Bergoglio pediu em latim que “o venerável servidor de Deus, Paulo VI, seja feito bem-aventurado”. Ele anunciou que seu dia será o 26 de setembro. Uma grande imagem de Paulo VI sorridente e abrindo os braços foi exibida na basílica. “A este grande papa, este corajoso cristão, este apóstolo incansável, podemos dizer hoje diante de Deus apenas uma palavra tão simples quanto sincera e importante: obrigado!” Interrompido pelos aplausos da multidão, ele prosseguiu: “Obrigado querido e amado papa Paulo VI! Obrigado por seu testemunho humilde e profético!” Paulo VI, que concluiu o Vaticano II iniciado por seu antecessor João XXIII e instituiu o “sínodo” – um órgão colegiado -, foi beatificado ao final do sínodo sobre a família convocado por Francisco, na presença de cardeais de todo o mundo. Em abril, Francisco havia canonizado João XXIII (1958-1963) e João Paulo II (1978-2005).

Mundo: Atentados com carros-bombas em Bagdá deixam 34 pessoas mortas e 54 feridas

/ Mundo

O 1º atentado foi a explosão de um carro.
O 1º atentado foi a explosão de um carro. Foto: Reprodução

Atentados com carros-bomba em dois bairros xiitas de Bagdá neste sábado (11) ocasionaram na morte de, pelo menos, 34 pessoas. Ao menos 54 iraquianos ficaram feridos. Um primeiro atentado teria sido a explosão de um dos carros contra um posto de vigia da polícia, que deixou pelo menos dez mortos e 31 feridos em Kadhimiyah, um bairro a noroeste da capital iraquiana. No local, encontra-se um dos mausoléus mais sagrados do Islã xiita. Já a oeste de Bagdá, no bairro de Shoala, ao menos 24 pessoas morreram e 23 ficaram feridas. Na última quinta-feira (9), pelo menos 12 pessoas foram assassinadas em um outro ataque com um carro-bomba, no bairro de Sadr City, também xiita. Os ataques resultaram, desde setembro, em mais de 1,1 mil pessoas mortas de acordo com informações das Nações Unidas. As informações são da Agência Lusa.