Mulher é presa suspeita de matar marido em Itagibá, confessa crime e alega legítima defesa

Uma mulher foi presa em flagrante suspeita de matar o marido a facadas, em Itagibá, no Médio Rio de Contas. Segundo a polícia, ela confessou o crime e alegou legítima defesa.

Segundo informações da delegacia da cidade, Leila Santos Pereira, de 23 anos, matou Leonardo Santos Pereira na casa deles, que fica na região da Fazenda Lagoa Verde, no domingo (22). O casal tinha dois filhos, mas não há informações se estavam na casa no momento do ocorrido.

De acordo com informações levantadas com a delegacia da cidade, Leila disse que Leonardo tinha tentado matá-la e, por isso, ela o atacou.

Ainda segundo informações da polícia, Leila foi presa em flagrante, mas a Justiça determinou que ela fosse liberada nesta quarta-feira (25), para responder em liberdade. As informações são do G1

Prefeito de Itagi entra de férias e transmite o cargo para o vice-prefeito, o xará Olival

Cargo é transmitido de Olival para Olival. Foto: Divulgação

O prefeito de Itagi, no Médio Rio de Contas, o médico Olival Andrade, transmitiu a gestão da cidade para o seu vice, o xará Olival Manoel Alves Gomes, conhecido como Coelho. Nesta terça-feira (24/09), o prefeito entrou de férias por 20 dias.

Em ato realizado na sede da Prefeitura, o mandatário transmitiu o cargo para o vice, na presença de vereadores, secretários municipais e outros membros da administração pública.

Na cerimônia de transmissão, o médico agradeceu aos servidores da Prefeitura pela empenho durante os três anos de gestão, afirmando que o saldo é positivo, apesar das dificuldades que diz ter encontrado. Já o agora prefeito em exercício, Coelho, prometeu agir com responsabilidade durante os dias em que estiver á frente do Executivo.

Homem morador de Ipiaú morre após perder controle e capotar automóvel na BR-330

Samu foi acionado, mas homem havia falecido. Foto: Giro em Ipiaú

O motorista de um carro modelo Corsa, morador de Ipiaú, morreu após o veículo conduzido por ele bater no barranco e capotar na BR-330, próximo a Curva do Engenho, no município de Ipiaú.

Segundo o site Giro em Ipiaú, o acidente aconteceu na noite deste sábado (21/09), horas depois de outro grave acidente na mesma reodovia, entre duas caminhonetes, deixando um morto e dois feridos.

O condutor do Corsa estava em Jitaúna na companhia de alguns amigos e ao retornar para Ipiaú sofreu o acidente. Ele viajava sozinho. O Samu foi acionado por populares e constatou o óbito. A vítima foi identificada como Darlan Calhau de Souza, morador do bairro ACM, em Ipiaú. O corpo foi encaminhado pela Polícia Técnica ao IML de Jequié. O trânsito no local foi contornado pela PRF.

Seca faz município de Manoel Vitorino entrar na lista dos 199 com decretos de emergência

Mais uma cidade baiana que sofre com seca entra na lista dos municípios com decreto de emergência reconhecido pelo Estado. Nesta quarta-feira (11) foi a vez de Manoel Vitorino, no Médio Rio de Contas. Segundo informações da Defesa Civil estadual [Sudec], a cidade tem 75% da população afetada pela seca, ou 9,9 mil dos 13,2 mil habitantes, conforme última previsão do IBGE deste ano.

Através do decreto de emergência, a prefeitura pode pedir ajuda de órgãos públicos, como apoio de carros-pipa, e contratar sem exigência de licitação. A seca é considerada mais critica que a estiagem. Enquanto na última, o município passa um período [de abril a julho] sem chuvas. Na seca, o município passa dois [de abril a julho e de novembro a fevereiro] sem precipitações.

Manoel Vitorino se soma aos outros 198 municípios com decretos de emergência por seca e estiagem na Bahia. Em todo o estado, 4,3 milhões são prejudicados pela falta de água e chuva, o que representa 29,3% dos 14,8 milhões de baianos.

Em Itagibá, senhora de 57 anos consegue tirar a sua primeira certidão de nascimento

Mulher foi atendida pela Defensoria Pública da Bahia. Foto: DP-BA

Após 57 anos de vida, Maria Lúcia Celestino dos Santos conseguiu tirar uma certidão de nascimento com auxílio da Defensoria Pública da Bahia. Nascida em Ecoporanga, no Espírito Santo, Maria Lúcia veio à Bahia ainda nova e apenas aos 25 anos de idade seus pais de criação decidiram registrá-la. Os pais dela decidiram fazer o registro tardiamente, pois ela estava namorando e não poderia se casar sem o documento. Durante o registro, houve uma confusão no cartório de Registro Civil de Jequié, e ela recebeu a segunda via da certidão de nascimento de outra mulher, com nome parecido: Maria Lúcia Rodrigues França.

”Meus pais de criação disseram para fazer a minha Certidão de Nascimento porque eu já estava namorando e não poderia casar por não ter o documento. Ele pegou a minha certidão de batismo e foi fazer o registro civil, em Jequié, mas não sei como foi que se atrapalharam no cartório”, relembra a senhora. O fato de não ser alfabetizada fez com que não percebesse o erro no documento. Com a certidão em mãos, ela emitiu CPF, RG e registrou os filhos. Por conta do equívoco, ela teve problemas no acesso aos serviços de saúde e conflitos com a Justiça Eleitoral durante as eleições de 2016. Na ocasião, foi barrada na seção eleitoral sob alegações de que ela – no caso, com o registro de Maria Lúcia Rodrigues França – já havia registrado o voto.

Após afirmar repetidamente que não havia ido às urnas, e exigir votar em seguida, foi intimada por um Oficial de Justiça de Itagibá na segunda-feira subsequente à eleição. ”Ele chegou aqui com uma intimação para ir à cidade. Eu estava sendo acusada de votar duas vezes. Eu fui e me falaram que eu precisaria ir lá todo mês”, afirmou. Após essas confusões, ela procurou a Unidade Móvel de Atendimento da Defensoria em Aiquara, que pertencia a comarca de Itagibá. A defensora pública Laís Oliveira foi designada para cuidar do caso. A defensora afirma que, sem a certidão de nascimento, é ”como se ela não existisse juridicamente”. Para regularizar a situação, foi movida uma ação judicial de Abertura de Registro Civil em caráter de urgência, no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), que contou ainda com um parecer do Ministério Público (MP-BA). A liminar foi deferida e, com isto, houve a expedição de mandado ao Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais competente para dar continuidade à inscrição no assento de nascimento. Embora tenha caráter liminar, a decisão já resultou em benefícios para a assistida da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

Governador volta ao Médio Rio de Contas e entrega obras no aniversário de Barra do Rocha

Rui Costa e deputados em Barra do Rocha. Foto: Paula Fróes

O município de Barra do Rocha, na região sul da Bahia, recebeu a visita do governador Rui Costa, nesta sexta-feira (23), quando completa 58 anos de emancipação política. Na ocasião, Rui entregou para a população a requalificação da praça de eventos e das ruas do bairro Aloísio Galvão, e inaugurou sistemas simplificados de água para as localidades de Paz e Amor e de Olhos D’Água. Ao todo, as obras entregues na cidade somam um investimento de mais de R$ 1,5 milhão.

”Além das inaugurações e entregas desta sexta-feira, que envolvem áreas importantes, como o desenvolvimento urbano, infraestrutura e abastecimento, anunciamos que, em setembro, voltaremos à região para trazer a carreta de rastreamento do câncer de mama e de colo de útero, que tem como objetivo reforçar a prevenção e fazer um diagnóstico precoce da doença”, revelou o governador.
Abastecimento de água
Os sistemas de beneficiamento implantados levam água para 29 famílias. Com investimento de R$ 120 mil, a obra possui uma rede de distribuição de mais de três mil metros de tubulação. Para ampliar ainda mais a oferta de água para o município, o governador autorizou convênio por meio da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) para a entrega de 762 metros de tubulação e de um reservatório. Para a dona de casa Fátima Silva, a chegada da água potável é a realização do sonho de toda uma vida. “É uma mudança muito esperada e estamos todos muito felizes. Antes, a gente só tinha água amarela em casa para beber, para cozinhar. Os meninos viviam doentes e a gente numa preocupação o tempo todo. Agora, tudo isso vai mudar e a gente fica mais tranquilo sabendo o que estamos bebendo”.


Outras ações

O governador também fez a entrega de 111 certificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) para Barra do Rocha, totalizando em um investimento de mais de R$ 8,7 mil. A meta de cadastros prevista para o município é de 206 imóveis rurais até quatro módulos fiscais, em um investimento total de R$ 16,2 mil. Ainda durante a agenda, Rui Costa entregou 40 mil alevinos de tilápia à famílias de produtores rurais do município, com apoio da Bahia Pesca, e visitou o Centro de Tecnologia e Ensino Professora Creuza Sampaio e o Colégio Estadual Antônio Mota Bitencourt.

Município de Itagi é acionado pelo Ministério Público por ausência de política municipal de meio ambiente

O Ministério Público estadual ajuizou, na segunda-feira (19/08), ação civil pública contra o Município de Itagi, no Médio Rio de Contas. Segundo o promotor de Justiça Maurício Foltz Cavalcanti, o Município não tem cumprido as obrigações relacionadas às questões ambientais, já que não conta com Lei de Política Municipal de Meio Ambiente (LPMMA) e, consequentemente, é desprovido de Sistema Municipal de Meio Ambiente (Sismuma).

Conforme a ação, relatório elaborado por equipe técnica do MP apontou que Itagi não possui capacidade técnica e administrativa para exercer atividades de licenciamento e fiscalização ambientais.

Diante do cenário de ”probabilidade de que lesões ambientais estejam sendo praticadas em função da omissão ilícita do Poder Municipal”, Maurício Foltz solicita à Justiça que determine, em decisão liminar, que o Município comunique imediatamente ao Estado da Bahia sobre sua inaptidão ambiental, para que o órgão estadual competente assuma as atribuições ambientais, de forma supletiva, como licenciamento e fiscalização.

É também solicitado à Justiça que determine a Itagi a promoção, em 90 dias, de estudos para elaborar e criar a LPMMA e inicie a implantação do Sismuma.

Paratleta de Ipiaú morre atropelado por carro durante competição em Guanambi

Paratleta Jacson Silva, 38 anos, foi atropelado. Foto: Facebook

Morreu na tarde desse sábado (17/08) o paratleta Jacson Silva, de 38 anos, que teria saído de sua cidade, Ipiaú, e estava competindo na XIII edição da tradicional Corrida do Suruá, em comemoração aos 100 anos do município de Guanambi, cidade no sudoeste da Bahia.

Conforme as informações do site Giro em Ipiaú, Jacson foi atropelado no meio do percurso por um veículo que invadiu o circuito. O motorista fugiu do local, mas foi alcançado pela polícia e preso. A polícia informou que não houve perseguição antes do atropelamento. O ipiauense ainda chegou a ser encaminhado para uma unidade hospitalar, mas não resistiu.

Jacson vinha se destacando desde o início desse ano em competições da categoria em várias partes da Bahia.  A condição de paraplégico lhe foi imposta por uma esquistossomose medular. A doença o deixou inativo por 10 anos. Evangélico da Igreja Pentecostal Deus Forte, em Ipiaú, Jacson buscava na fé um motivo de se manter fortalecido.

Recentemente amigos realizaram uma rifa com intuito de angariar recursos para que ele conseguisse comprar um triciclo, equipamento mais apropriado para a modalidade esportiva. A morte de Jacson causa grande comoção na comunidade de Ipiaú. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento do paraesportista.

Saúde: Hospital Geral de Ipiaú realizou nesta semana a primeira cirurgia de câncer de mama

Equipe coordenada pelo médico Dr. Fabio Silva. Foto: Divulgação

Nesta semana, a equipe coordenada por Dr Fabio Silva, mastologista, diretor médico do Hospital Geral de Ipiaú (HGI), realizou a primeira cirurgia Oncologica para câncer de mama em um hospital do SUS naquele município.

”Talvez, para muitos, seja apenas mais uma cirurgia, mas para aquelas mulheres que sofrem com esta doença e precisam viajar de madrugada, enfrentar filas em hospitais da capital, ter essa comodidade de ser operada perto de casa e ter acesso fácil ao seu médico, é algo que só quem passou por isso sabe a importância”, destaca o médico e diretor.

Depois da abertura dos serviço de diagnóstico do câncer de mama na Policlínica Regional de Jequié, o número de pacientes com diagnóstico de câncer de mama tem aumentado cada vez mais. Porém, o tratamento tem que ser feito em Salvador. A proposta de se ter um serviço de Mastologia no Hospital Geral de Ipiaú parece um sonho que alegra milhares de mulheres em toda região do vale do Médio de contas. ”Sem dúvida, o HGI tem condições de atender essa demanda com grande qualidade e resolutividade”, afirma a nova gestão do Hospital Geral de Ipiaú.

Homem morre após batida entre carreta e moto na BR-330, na trecho do município de Itagi

Um homem morreu após uma batida entre a moto em que ele estava e uma carreta, na BR-330, na região de Itagi, no Médio Rio de Contas. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima estava em alta velocidade.

De acordo com informações da PRF, o acidente aconteceu por volta das 19h30, da noite de domingo (11). Uelson Santos Oliveira, que não teve a identidade revelada, chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu no local.

O órgão não soube detalhar se a vítima usava capacete no momento do acidente. O corpo do motociclista foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Jequié e deve ser liberado ainda nesta segunda-feira.

Ibirataia: homem morre eletrocutado após escorregar e tocar em fio ao realizar serviço em caixa d’água

Homem realizava serviço em caixa d’água. Foto: Polícia Civil

Um homem de 36 anos morreu eletrocutado depois de encostar em fio de alta tensão, enquanto limpava uma caixa d’água no bairro AABB, na cidade de Ibirataia, no Médio Rio de Contas. O caso aconteceu na tarde deste domingo (11/08).

De acordo com informações da delegacia de Ibarataia, Renê Jesus dos Reis, de 36 anos, escorregou e caiu em cima de um fio de alta tensão. Ele sofreu descargas elétricas e morreu na hora.

O corpo dele foi removido para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Jequié, e liberado nesta tarde pelo Instituto Médico Legal (IML) para os familiares.

Jitaúna perde Comarca, processos irão para Jequié e prefeito lamenta decisão da Justiça

Patrick Lopes comenta decisão da Justiça. Foto: Renaque Barbosa

Os processos do Fórum de Jitaúna serão encaminhados para a comarca de Jequié. A decisão foi anunciada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) nesta quinta-feira (01/08), ao informar sobre o agrupamento de comarcas no interior do Estado, após a da desativação de 18 comarcas de entrância inicial. Os processos das comarcas de Itagibá e Ibirataia serão levados para a comarca de Ipiaú. Os acervos de processos e equipes de servidores das comarcas desativadas, no prazo de 60 dias, serão unificados nas Unidades Judiciárias agrupadoras. Nos últimos cinco anos, o TJ-BA já desativou 75 comarcas, de acordo com informações do Sinpojud, representante dos servidores.

O presidente da OAB/Bahia, Fabrício Castro, disse que ”espera que a Justiça Federal acate o nosso pedido e impeça a desativação de todas as comarcas na Bahia, e não só apenas essas 18 desta semana, mas também todas as outras que já foram desativadas”. E acrescenta: ”Nós lamentamos a postura do TJ-BA, que já tem um déficit de mais de um terço de magistrados, servidores, o que afeta a prestação de serviços. Isso afasta cada vez mais o cidadão da Justiça”, declarou Castro, para quem o TJ-BA precisa fazer novos estudos para adotar outras medidas de corte de gastos que não impactem na desativação das comarcas.

Na rede social, o prefeito de Jitaúna, Patrick Lopes, lamentou a desativação da comarca na município: ”Recebi com muita tristeza a notícia do fechando do Fórum do nosso município. Uma decisão tomada pelo Poder Judiciário onde o Poder Executivo não pode intervir. Durante todo o processo que terminou com a decisão para desativar 16 comarcas no interior da Bahia, buscamos junto com o nosso Deputado Estadual Zé Cocá e o nosso Vice-Governador João Leão, maneiras para evitar que a nossa cidade fosse atingida com esse corte, além de levar a mensagem de indignação de toda população jitaunense contra esse retrocesso. Infelizmente toda nossa luta não foi o suficiente e essa perda para Jitaúna é imensurável. Fica aqui nosso sentimento de tristeza e indignação por não poder mais contar com essa importante ferramenta que aproxima a justiça de todos. Ainda nesta semana estaremos na Jitaúna FM falando sobre essa decisão do Tribunal de Justiça da Bahia”. disse Patrick

Em tom de despedida, diretor do Hospital de Ipiaú faz agradecimento e relaciona melhorias em sua gestão

João Henrique Cruz divulgou nota pública. Foto: Reprodução

O diretor do Hospital Geral de Ipiaú-HGI, João Henrique Cruz Sampaio, divulgou nota na tarde desta segunda-feira (30/07), confirmando estar no aguardo da publicação do Decreto com a sua exoneração do cargo. Aproveitando da oportunidade dirigiu-se à população de municípios da região atendida pelo hospital e aos amigos para agradecer o apoio recebido, bem como toda crítica que recebemos neste período entre 2016 a 2019. ”Exerci a função de Diretor com ética, honestidade, dedicação, justiça, competência e respeito a todos, sem distinção”, acrescenta.

”Nestes três anos e quatro meses, tive o prazer de trabalhar com pessoas comprometidas com o SUS, que fazem do HGI parte de suas vidas. Juntos implantamos/reativamos: o Núcleo Interno de Regulação, de Educação Permanente,  Hospitalar de Epidemiologia, Grupo de Trabalho Humanizado, Direção Médica Técnica, Gerador de energia, Troca do transformador (de 112,5Kva por 225 Kva), terceirização da lavanderia e do Serviço de Nutrição, desvinculação do almoxarifado e farmácia (que funcionavam no mesmo espaço), reestruturação do Centro Cirúrgico (com entrada exclusiva) e CME, aumento de mais 08 leitos de Clínica Médica, funcionamento do Acolhimento e Classificação de Risco 24 horas, aumento do número de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem plantonistas. E mais: Implantação do Colegiado de Cogestão, da Sala de Primeiros Cuidados ao Recém Nascido, Posto de Enfermagem da Maternidade, Reforma no teto de toda Unidade, Canalização dos gases medicinais com implantação do tanque criogênico para oxigênio (retirando o torpedo de O2 próximo do leito), nova central de gases, instalação do novo autoclave, requalificação da sala de estabilização com Respirador mecânico e Monitoramento multiparamétrico, Aquisição de poltronas para acompanhantes e pacientes, substituição de camas hospitalares (leitos), melhoria no fluxo de pacientes na tela de regulação, aquisição de três ambulâncias (duas novas) e dois carros administrativos, aquisição de cama pré parto , parto e pós  parto, aumento da variedade de medicamentos e produtos de penso, pintura geral da unidade, entre outras melhorias”, relatou.

Enfatiza ainda na nota que dentre as melhorias realizadas, a mais significativa foi devolver à comunidade a confiança do serviço ofertado. ”Comunidade, que por vezes procura o HGI para sanar suas dores, além de proporcionar a felicidade a muitas famílias, no processo de gestação e nascimento de crianças, ofertando sempre o melhor no processo de humanização do atendimento”.

”Entre os anos de 2016 a 2018 realizamos 3.208 partos, 1.510 cirurgias (sediamos o mutirão de cirurgias 04 vezes) com cirurgias eletivas e oftalmológicas, 130.207 atendimentos realizados, estes para um raio de uma população aproximada de 300.00 habitantes e mais de 12 cidades, com aumento de mais de 80% da produtividade, comparando estes dados aos dos anos anteriores. O resultado dos esforços empreendidos por todos os que participaram da gestão que ora se encerra é fruto de um árduo trabalho, realizado em equipe, e que contou com o apoio incondicional do Secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Villas Boas, do Governador Rui Costa e da Primeira Dama, Aline Peixoto”.

Considerou ainda que atuar como Diretor de uma Unidade de médio porte, porta aberta 24 horas, responsável pelo atendimento de Urgência e Emergência com serviço de Maternidade, foi um desafio em sua vida, pois durante tal período teve que abrir mão da convivência familiar diária e enfrentar uma estrada federal totalizando 120 quilômetros ida e volta.”Sinto-me honrado por ter exercido a direção do Hospital Geral de Ipiaú e sou muito grato a Deus por ter permitido tão rica experiência em minha vida”.

Ao próximo Gestor, desejou sorte, muita garra e sucesso e que a próxima equipe gestora possa colher os frutos do trabalho realizado neste período em que esteve à frente do HGI, contando com a colaboração valorosa de todos os profissionais que compõe este Grupo de Trabalho, fazendo avançar as melhorias que estão por vir, a partir do anúncio feito pelo governador Rui Costa de investimento de mais de R$ 1 milhão no HGI. ”Continuem a promover as melhorias que o HGI necessita, assim merecem Ipiaú e região e a tão sofrida gente que espera o melhor de todos nós.  Nosso muito obrigado a todo povo de Ipiaú e região que me acolheu de braços abertos. Sigo na luta incansável por melhorias no Sistema Único de Saúde, seja nos movimentos sociais ou incluído no serviço de saúde”, finaliza   João Henrique. Com informações do Jequié Repórter

Tribunal de Contas suspende julgamento de denúncia contra a prefeita de Ipiaú, Maria das Graças

Maria foi denunciada por suposta ilegalidade. Foto: Divulgação

O Tribunal de Contas dos Municípios iniciou, nesta quinta-feira (25/07), o julgamento de denúncia formulada contra a prefeita de Ipiaú, no Médio Rio de Contas, Maria das Graças César Mendonça, em razão de suposta ilegalidade na contratação direta de escritório de advocacia, para assessoria e consultoria em licitações e contratos, a um custo de R$88 mil, no exercício de 2017.

A conclusão da análise do processo pelos conselheiros, no entanto, foi adiada, conforme informou o Tribunal de Contas através de nota publicada em seu site oficial.

O relator do processo, conselheiro substituto Antônio Emanuel de Souza, opinou pela procedência da denúncia, com imputação de multa no valor de R$3 mil e determinação de ressarcimento aos cofres municipais de R$35.200,00, com recursos pessoais. Contudo, o julgamento foi interrompido, vez que o conselheiro Raimundo Moreira solicitou vistas do processo, para melhor analisar a matéria.