Atriz global Solange Badim, que fez parte da novela Salve Jorge, morre aos 53 anos no Rio

/ LUTO

Solange Badim morre aos 53 anos. Foto: Reprodução / Globo

A atriz Solange Badim, 53 anos, morreu nesta sexta-feira (29) à noite no Hospital Badim, no Rio de Janeiro, onde estava internada. A causa da morte não foi divulgada, mas segundo O Globo Solange tinha câncer de pulmão há 7 anos e agora a doença estava avançada. O velório acontece na manhã deste sábado no Cemitério São Francisco de Paula, no Centro do Rio. A cremação será às 16h. Solange fez parte de novelas da Globo como ”Porto dos Milagres”, ”Malhação” e ”Salve Jorge” e também das séries ”A Diarista” e ”Sob Nova Direção”. No teatro, esteve em peças como ”A Noviça Rebelde”. O último trabalho da atriz foi na peça teatral ”A Reunificação das Duas Coreias”, do dramaturgo francês Joë Pommerat.

Menina de Vitória da Conquista que lutava contra síndrome rara morre de meningite em Salvador

/ LUTO

Ana Cecília morreu no Hospital Santa Izabel. Foto: TV Sudoeste

A menina Ana Cecília, de 3 anos, que lutava desde os primeiros meses de vida contra uma síndrome nefrótica, morreu no Hospital Santa Izabel, em Salvador. A menina contraiu uma meningite e foi internada na unidade médica há cerca de duas semanas. Ela não resistiu às complicações causadas pela doença. O sepultamento de Ana Cecília ocorreu na manhã de ontem, sexta-feira (29), no Cemitério do Kadija, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, onde ela nasceu. O falecimento foi na quinta-feira (28). Em 2014, aos três meses de vida, uma síndrome nefrótica deixou Ana Cecília debilitada. A síndrome rara que afeta os rins causava um excesso de proteínas na urina e, por consequência, faltavam proteínas no sangue. O bebê tinha inchaço abdominal. O tratamento não era feito em Vitória da Conquista. Foram 70 dias internada no Hospital Geral da cidade até que uma liminar expedida pela Justiça determinasse a transferência da criança. Ana Cecília foi de UTI aérea para o Hospital Roberto Santos, em Salvador. Foram sete meses de tratamento intensivo. Apesar de toda a batalha dos pais, em julho eles enfrentaram um momento crítico, pois Ana Cecília pegou uma infecção hospitalar. Os médicos chegaram a dizer que ela não sobreviveria, mas a criança resistiu. Após o susto, Ana Cecília teve alta no dia 16 de agosto de 2015. A família pôde voltar para Vitória da Conquista. O pai registrou toda emoção logo na entrada da cidade à época . ”Nossa pequenininha”, dizia o pai no vídeo gravado no momento da chegada. Desde então, era acompanhada por médicos e vivia uma vida tranquila.

Lafaiete Coutinho: Morre secretário municipal de Administração e ex-vice-prefeito do município

/ LUTO

Osvaldo Ferreira faleceu aos 63 anos. Foto: Acervo familiar

O Secretário de Administração da Prefeitura de Lafaiete Coutinho, no Vale do Jiquiriçá, Osvaldo Ferreira dos Santos, morreu aos 63 anos na manhã desta quinta-feira (28), no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, onde estava internado há 17 dias depois de ser acometido por um acidente vascular cerebral (AVC), conforme informações apuradas pelo Blog Marcos Frahm. Figura pública bastante querida na cidade de Lafaiete, Osvaldo já exerceu o cargo de vice-prefeito do município e atuava como Secretário Municipal há 09 anos, tendo integrado as duas gestões consecutivas do ex-prefeito Zé Cocá e permanecia na atual administração, representada pelo prefeito João Freitas, que decretou luto oficial de três dias. Osvaldo Ferreira deixou esposa e três filhos. O corpo está sendo velado em sua residência, na Rua 20 de Fevereiro, entrada da cidade, e o sepultamento ocorrerá as 08h desta sexta-feira.

Morre aos 91 anos o empresário Hugh Hefner, o homem que criou a revista Playboy

/ LUTO

Hugh Hefner morre aos 91 anos. Foto: Playboy Enterprises

O fundador da revista Playboy, Hugh Hefner, morreu nesta quarta-feira (28), aos 91 anos, em sua casa. Foi a própria publicação quem confirmou a morte do empresário, por meio de seu Twitter oficial. ”Meu pai viveu uma vida excepcional e impactante. Defendeu de alguns dos movimentos sociais e culturais mais importantes do nosso tempo, na defesa da liberdade de expressão, dos direitos civis e da liberdade sexual”, declarou Cooper Hefner, filho de Hugh e chefe de criação da Playboy Enterprises, empresa que produz conteúdos eróticos para TV e internet, além de mantenedora da revista. A revista Playboy foi uma das protagonistas da chamada revolução sexual, nos anos 1960 e 1970, e brigou até mesmo com os Correios dos Estados Unidos, que chegou a se recusar a entregar a revista a seus assinantes.

Corpo de Marcelo Rezende é sepultado em SP em cerimônia restrita a familiares

/ LUTO

Amigos e familiares acompanham velório de Marcelo. Foto: AG News

O corpo de Marcelo Rezende foi enterrado na tarde deste domingo (17) no cemitério de Congonhas, zona sul de São Paulo. Ao contrário do velório do apresentador, aberto ao público na Assembleia Legislativa de São Paulo, a cerimônia do sepultamento foi apenas para amigos e familiares mais próximos. O corpo do jornalista chegou em um carro de bombeiros e foi bastante aplaudido antes de entrar no cemitério. Famosos como Rodrigo Faro e Vera Viel, Cesar Filho e Elaine Mickely, além de Geraldo Luis, que foi acompanhado por Luciana Lacerda, namorada de Marcelo Rezende, foram pessoalmente dar o último adeus ao amigo. O apresentador da Record Fábio Porchat enviou uma coroa de flores ao colega de emissora. Marcelo Rezende morreu às 17h45 de sábado no hospital Moriah, em São Paulo. O comunicador teve falência múltipla de órgãos um dia antes da notícia de seu falecimento.

Corpo foi sepultado no cemitério de Congonhas, no zona Sul de SP

O ex-comandante do ”Cidade Alerta” foi diagnosticado com câncer de pâncreas e fígado em maio deste ano após se sentir cansado, indisposto e sem apetite. Em pouco tempo o estado de saúde do apresentador se agravou bastante, mas ainda assim ele decidiu não seguir o tratamento convencional. ”Uma das coisas que me deixaram triste foi quando eu desisti da medicina tradicional e algumas pessoas, ainda bem que foram poucas, me chamaram de covarde. Mas como posso ser covarde se cada passo que eu dou é orientado pelo meu Pai. Portando, eu quero dizer uma coisa: foi a melhor decisão que eu tomei. E não tomei porque quis. Tomei porque Deus soberano mandou. Olha eu aqui mais uma vez mostrando que estou me recuperando e que a cura está cada vez mais perto”, justificou sua decisão.

LUTO: Morre em São Paulo jornalista Marcelo Rezende aos 65 anos, vítima de câncer

/ LUTO

Morre o jornalista Marcelo Rezende. Foto: Reprodução/Record

O jornalista Marcelo Rezende morreu, às 17h45 deste sábado (16), em São Paulo, aos 65 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos em consequência de um câncer, informou o Hospital Moriah. Rezende foi diagnosticado no início do ano com câncer no pâncreas com metástase no fígado. Ele se afastou do comando do programa Cidade Alerta, da TV Record, para fazer o tratamento de quimioterapia. Ele estava internado no Hospital Moriah, na Zona Sul de São Paulo. Em um vídeo postado no dia 3, Marcelo Rezende falou sobre os altos e baixos do tratamento contra o câncer. ”O que eu tenho, a doença que eu tenho, o câncer que eu tenho, tem altos e baixos, é como uma montanha-russa. Uma hora eu to lá em cima, outra hora eu to lá embaixo. O mais importante é que eu estou firme e estar firme é aqui, onde a mente funciona. E eu estou firme para enfrentar os baixos, até chegar o momento em que o alto vai deslizar e aí a cura vai chegar. E eu tenho certeza dela porque Deus está comigo, Deus está contigo”, disse o jornalista.  Marcelo Luiz Rezende Fernandes nasceu no Rio de Janeiro, em 12 de novembro de 1951. Começou sua carreira como repórter esportivo nos anos 70 do Jornal dos Sports. Trabalhou em O Globo, revista Placar e chegou à TV em 1987 para trabalhar na Globo. Entre os destaques está a cobertura do caso da operação da polícia na Favela Naval, em Diadema e a apresentação do programa Linha Direta. Trabalhou também na Band e Rede TV.

Veja íntegra da nota da TV Record:

A Record TV informa com grande pesar o falecimento de Marcelo Rezende, neste 16 de setembro de 2017, no Hospital Moriah, zona sul de São Paulo. Transmitimos nossas sinceras condolências ao familiares e amigos do jornalista com o qual tivemos a honra e o privilégio de trabalhar e que atuou com tanto brilhantismo em nossa programação.

O apresentador estava afastado do Cidade Alerta desde maio, quando descobriu um câncer no pâncreas e no fígado. Ele estava no comando do programa desde 2012 e ali imprimiu a sua marca, expondo os problemas de segurança pública do País com a coragem que sempre pautou sua trajetória, transformando o Cidade Alerta em um importante canal de denúncias. “Esse jornalismo que eu e alguns companheiros fazemos é o jornalismo que revela as mazelas do País”, disse ele.

Com mais de 40 de carreira, Marcelo Rezende deixa um grande legado ao jornalismo do Brasil e da Record TV. Sua trajetória foi sempre guiada pela coragem em tocar em feridas sociais. Do flagrante de abuso policial na Favela Naval, em Diadema (SP), à corrupção no futebol, passando pelos inesquecíveis depoimentos de Francisco Assis Pereira, o Maníaco do Parque, e do ex-goleiro Bruno. Rezende foi um repórter investigativo de raro talento e um apresentador polêmico que não tinha medo de expor suas opiniões. Alguns dos episódios mais marcantes de sua carreira ele narrou no livro “Corta pra Mim”, lançado em 2013 pela editora Planeta, que tornou-se rapidamente um best-seller.

Rezende iniciou sua carreira na mídia impressa, aos 17 anos, no Jornal dos Sports, em sua cidade natal, no Rio de Janeiro, e atuou como jornalista esportivo por um longo período. Atuou no jornal O Globo e em seguida na Revista Placar, da editora Abril, até que, por fim ingressou na televisão, em 1988, quando foi trabalhar no Globo Esporte. A carreira sofreu uma guinada quando foi designado para fazer reportagens investigativas. Em 1999, fez parte da equipe de criação do Linha Direta, do qual tornou-se apresentador.

Morre aos 88 anos o ex-deputado federal Pedro Irujo, após sofrer dois infartos, em Salvador

/ LUTO

Pedro Irujo foi deputado estadual e federal. Foto: Facebook

O ex-deputado federal Pedro Irujo, 87 anos, morreu nesta sexta-feira (15). A informação foi divulgada pela nora dele, Rita Irujo, no Facebook. Ele estava internado no Hospital da Bahia, em Salvador, após sofrer dois infartos. Irujo era natural da capital de Pamplona, em Navarra, na Espanha, e veio para o Brasil em 1956, primeiro em São Paulo e vindo em 1963 para a Bahia, onde gerenciou a Breda Transportes. Logo em seguida, criou a sua própria empresa, a Nordeste Transportes, tornando-se um dos maiores empresários no ramo. Em 1982, Pedro Irujo comprou a TV Itapoan, a Rádio Sociedade e a Itapoan FM, criando assim o Sistema Nordeste de Comunicação. Seu filho, Luiz Pedro, se elegeu deputado estadual e federal pelo PMDB e foi candidato a governador. O próprio Pedro Irujo, foi candidato a prefeito e logo depois a deputado federal pelo mesmo partido. Ao adquirir a TV Itapoan, Pedro Irujo, virou uma figura importante na politica baiana, elegendo o apresentador Fernando José como prefeito de salvador, e apoiando Waldir Pires e Fernando Collor. Ultimamente, Irujo vinha se dedicando a sua fábrica de produtos sintéticos, a Polystar, e ao Marazul Hotel, também de sua propriedade. Segundo o site Bahia Notícias, o sepultamento será às 15h30 no Jardim da Saudade, em Salvador.

Jaguaquara: Morte de mototaxista vítima de acidente na BR-116 comove colegas de trabalho

/ LUTO

Aloísio Leonardo, Loy, morreu em colisão. Foto: Acervo familiar

A tristeza pela morte de um colega de trabalho já é perceptível no rosto de cada um dos mototaxistas de Jaguaquara, na manhã desta terça-feira. Aloísio Leonardo dos Santos, apelidado de Loy, de 39 anos, conduzia uma motocicleta CG Honda Titan 150 de cor vermelha, com placa OXH-4670 que colidiu com uma carreta na altura do KM 664 da BR-116, nas proximidades de uma base da Concessionária ViaBahia, em frente a antiga Churrascaria Fome Zero, no trecho de Jequié. O acidente aconteceu por volta das 23h desta segunda-feira (11), quando a Polícia Rodoviária Federal e prepostos da ViaBahia foram acionados, mas quando chegaram ao local, o rapaz já estava sem sinais vitais. O condutor da carreta não sofreu ferimentos. A polícia irá apurar as causas do acidente, que pode ter sido provocado por ultrapassagem de algum dos veículos envolvidos. Aloísio, que era oriundo do povoado de Itiúba, na zona rural de Jaguaquara, conforme apurou o Blog Marcos Frahm, trabalhava de mototaxista em um ponto da Praça JJ – Seabra, Centro da cidade e também atuava com venda de rifas de automóveis na região. Sempre trafegou a noite pela BR-116 no trecho entre Jaguaquara e Jequié. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal por uma equipe do DPT e deve ser liberado nesta manhã para os familiares.

Jequié: Morre no Hospital Prado Valadares representante comercial atropelado

/ LUTO

José Glauber não resistiu e foi a óbito no Prado. Foto: Facebook

Faleceu na noite desta segunda-feira (4), no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, o representante comercial José Glauber Oliveira da Silva, de 41 anos, que foi vítima de um atropelamento quando fazia a travessia da Avenida Rio Branco, principal via da área central de Jequié. O veículo atropelador evadiu do local, na noite de sábado (2), no momento do acidente, mas as informações dão conta de que a polícia já identificou o carro. A família ainda não divulgou local e horário do sepultamento, que deve ocorrer nesta terça, em Jequié. Órgãos e tecidos de Glauber poderão ser doados, conforme informações.

Governador Rui Costa decreta três dias de luto oficial após tragédia em Mar Grande

/ LUTO

Rui Costa lamentou a tragédia em Mar Grande. Foto: Manu Dias

O governador Rui Costa decretou, nesta quinta-feira (24), três dias de luto oficial, contados a partir de hoje, por conta da tragédia ocorrida com uma lancha que fazia a travessia Mar Grande – Salvador. Rui lamentou a tragédia e informou que todos os esforços estão sendo empreendidos no apoio do socorro às vítimas. ”Manifesto minha solidariedade aos familiares das vítimas. Todas as forças do Governo do Estado estão mobilizadas para dar assistência e prestar socorro às vítimas. Estou acompanhando pessoalmente esta difícil operação desde cedo e todas as providências foram tomadas imediatamente”. Na nota de pesar, Rui destacou o reforço dos efetivos do Governo nas áreas da segurança e da saúde pública para atender o caso. Ele também ressaltou que acompanhará de perto a apuração do caso, que será investigado pela Capitania dos Portos com apoio da Polícia Civil.

Tia do jogador Daniel Alves morre afogada dentro do Rio São Francisco, zona rural de Juazeiro

/ LUTO

Dona Marlúcia Capistania tinha 46 anos. Foto: Reprodução

Uma tia do jogador baiano Daniel Alves, que atua no clube francês PSG, morreu afogada no rio Salitre, afluente do rio São Francisco, em Juazeiro, norte da Bahia, nesta sexta-feira (18). A informação foi confirmada pela Polícia Civil e por familiares do jogador. Conforme familiares, a mãe de Daniel Alves é irmã da vítima e passou mal ao receber a notícia. Ela recebeu atendimento médico em um hospital de Juazeiro. Segundo a polícia, o caso aconteceu na manhã desta sexta, após a vítima, Marlúcia Capistania, 46 anos, sair para cuidar de umas mudas de banana na fazenda Mulungu, no povoado de Salitre, onde morava. De acordo com a polícia, a família estranhou a demora dela e foi procurá-la. O corpo foi encontrado no dreno do rio, perto da fazenda, e retirado da água por familiares. O corpo de Marlúcia foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Juazeiro. A delegada Lígia Nunes, titular da 17ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/ Juazeiro), informou que, conforme o relato de familiares, Marlúcia teve um AVC há dois anos e também estava abalada com a morte de um primo, ocorrida na noite de quinta-feira (17), também no povoado de Salitre. O rapaz, que tinha 42 anos, foi morto a tiros. O crime é investigado. Ninguém foi preso. As informações são do G1

Morre aos 66 anos no Rio de Janeiro o cantor e compositor Luiz Melodia, vítima de câncer

/ LUTO

Músico carioca lutava contra um câncer. Foto: Reprodução

Morreu na manhã desta sexta-feira (4) o cantor e compositor Luiz Melodia. Aos 66 anos, o músico carioca lutava contra um câncer derivado de um mieloma múltiplo, tipo de doença autoimune. O tratamento começou em julho do ano passado, mas em março deste ano Melodia precisou ser internado no Hospital Quinta D’Or, no Rio de Janeiro. Na época, a assessoria do artista informou que o tratamento de quimioterapia feito no hospital ”resultou em uma baixa glicemia e acidez sanguínea”. ”Por esse motivo ele se encontra internado no CTI. Luiz permanecerá internado para que as sessões de quimioterapia sejam realizadas com maior segurança e na sequência fará um autotransplante de medula, que é o único tratamento com resultado efetivo”, dizia o comunicado. Em maio, ele foi submetido ao transplante e no fim de junho pôde voltar para casa. A recuperação do artista vinha se dando de forma progressiva, segundo amigos e familiares.

Jaguaquara: Morre no Hospital Prado Valadares, Liliane, filha do ex-vereador Zeca de Legais

/ LUTO

Liliane dos Santos Oliveira faleceu no HGPV. Foto: Arquivo familiar

Faleceu na tarde desta terça-feira (25/7), em Jequié, onde estava internada em uma unidade de tratamento intensivo do Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, Liliane dos Santos Oliveira, 39 anos, que havia sido acometida por problemas de saúde. Fruto de um relacionamento do casal de empresários do ramo de hortifruti, de Jaguaquara, Zacarias Oliveira e Delma, Liliane estava internada há mais de uma semana no Prado Valadares. Seu pai, figura bastante conhecida na cidade, apelidado de Zeca de Legais, foi vereador por quatro mandatos, tendo representado o Legislativo até 2016, quando candidatou-se a vice-prefeito de Jaguaquara nas eleições de 2016, na chapa liderada pelo médico e ex-prefeito Osvaldo Cruz – não logrou êxito. O corpo da filha de Legais será velado na Igreja Batista Nova Esperança, no Bairro Palmeira, cujo sepultamento ocorrerá nesta quarta-feira.

Jequié: Jovem engenheiro que morreu em acidente na Serra do Mutum é sepultado nesta tarde

/ LUTO

Jovem Sérgio Eirado Filho tinha 26 anos. Foto: Reprodução

Será sepultado nesta tarde, em Jequié, o corpo do jovem Sérgio Eirado Filho, de 26 anos, engenheiro civil, que era o filho mais velho da médica pediatra Dra. Idália, que atua no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié. O rapaz retornava de Jaguaquara para Jequié, conduzindo o automóvel Ford Fiesta de placa policial FRT-4306, de Jequié, que saiu de sua mão de direção e bateu de frente com o caminhão-baú, que transportava um carregamento de frios. Sérgio morreu no local do desastre e sua morte precoce comoveu amigos e familiares. O velório acontece na Lola Maçônica de Jequié, na Rua Colombo de Novaes, Centro da Cidade Sol.