Morre aos 90 anos o pai da pré-candidata à Presidência da República, Marina Silva

/ LUTO

Morre o pai de Marina, Pedro Augusto da Silva. Foto: Divulgação

O pai da ex-senadora e pré-candidata à Presidência, Marina Silva (Rede Sustentabilidade), Pedro Augusto da Silva, faleceu aos 90 anos, na noite de domingo, 14, no Hospital do Idoso, em Rio Branco, no Acre. Marina está na cidade, onde acompanhava o estado de saúde do pai. Ele era diabético, fazia hemodiálise e tinha problema cardíaco. Na semana passada, Marina Silva cancelou toda a agenda de compromissos e embarcou na quarta-feira, 10, para o Acre. Marina comunicou a morte em seu perfil nas redes sociais.

Morre aos 92 anos, o empresário e ex-ministro da Agricultura, Armando Monteiro Filho

/ LUTO

Armando foi ministro no governo de João Goulart. Foto: Divulgação

Na manhã desta terça-feira (2), morreu aos 92 anos,  o empresário e ex-ministro da Agricultura Armando Monteiro Filho. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do senador Armando Monteiro Neto. Ele faleceu em casa por volta das 6h30. O velório será nesta terça-feira, a partir das 16h, no cemitério Morada da Paz, em Paulista. Amanhã será realizada a missa às 10h, e a cremação será às 11h. Com participação na política, Armando Monteiro Filho foi deputado estadual e federal, sendo o mais votado em Pernambuco no ano de 1954. Também atuou como ministro da agricultura no governo de João Goulart na década de 1960.

Atriz global Aracy Cardoso morre no Rio, aos 80 anos, com problemas no coração e nos rins

/ LUTO

Aracy Cardoso em Sol Nascente, seu último trabalho. Foto: Divulgação

Morreu hoje (26), no Rio de Janeiro, a atriz Aracy Cardoso, aos 80 anos. Aracy estava internada havia um mês no Hospital São Lucas, em Copacabana, tratando vários problemas de saúde, entre eles, o coração e problema nos rins. Aracy também sofria de hidrocefalia e distúrbios do equilíbrio. O velório será amanhã, às 15h, na Capela 4 do Memorial do Carmo, no Caju, Zona Norte do Rio. O corpo da atriz será cremado. Aracy deixa duas filhas, Bia e Patrícia. Aracy ficou conhecida por seus trabalhos na TV Globo e seu último trabalho foi em ”Sol Nascente”, no início do ano. A informação foi confirmada ao EXTRA pela amiga e filha de coração da artista, a atriz Priscila Camargo. Um dos trabalhos mais marcantes da Aracy foi a governanta Zazá na novela ”A Gata Comeu”, em 1985. Ela integrou o elenco de produções como ”Água Viva”, ”Selva de Pedra”, ”Mandala”, ”Zazá”, ”Pecado Capital”, ”Agora é que São Elas”, ”Senhora do Destino”, entre outras. Entre novelas, séries e filmes, Aracy acumulou 52 trabalhos no currículo.

Dentista que morreu em acidente entre Ilhéus e Itabuna, será sepultada hoje, em Itaquara

/ LUTO

Karine Datoli Ribeiro tinha 33 anos. Foto: Reprodução/ Instagram

Será sepultado em Itaquara, nesta terça-feira (26) o corpo da dentista de 33 anos que morreu em um acidente de carro na BR-415, trecho entre as cidades de Ilhéus e Itabuna, no sul da Bahia, na madrugada de segunda-feira (25). A vítima e havia acabado de sair de uma confraternização, em Itabuna, para ir para outra, em família, na cidade vizinha, Ilhéus. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um carro bateu no fundo do veículo onde Karine Datoli Ribeiro estava. Ela viajava sozinha. Segundo a PRF, o motorista do outro veículo envolvido no acidente abandonou o carro que estava dirigindo e fugiu. Familiares de Karine residem em Itaquara e Jaguaquara.

Jequié: Jornalista irmão de vítima de homicídio divulga texto agradecendo solidariedade

/ LUTO

Missa vai homenagear Lucas Vinícius Santos Batista, o ”Viny”, de 26 anos

O jornalista Tiago Henrique, assessor de imprensa da Associação Desportiva Jequié (ADJ) redigiu texto e postou nas redes sociais, relatando o seu sentimento e o de sua família, em  decorrência da morte do irmão Lucas Vinícius Santos Batista ”Viny”, 26 anos, morto a tiros após desentendimento ocorrido em um bar onde se realizava uma festa no domingo (03), em Jequié. Escreveu o jornalista: ”Oi pessoal! Há momentos na vida que nada é capaz de realmente nos acalentar o coração, mas saber que temos amigos, amigas e pessoas que nos amam, traz algum conforto. Quero agradecer carinhosamente a todas as pessoas que manifestaram as suas condolências e pêsames na partida precoce do meu irmão Lucas Vinícius. Pelos gestos e palavras de conforto e pelo carinho e atenção que tiveram comigo e com a minha família. Infelizmente o dia do meu aniversário não foi da forma que desejei, planejei. Mas, também agradeço a todos e todas pelas felicitações. Tenho a plena certeza de que Deus me concedeu mais um ano de vida para que eu possa ser forte, e também, concretizar os sonhos do meu irmão e da minha família. Vocês não imaginal como receber esse apoio e carinho foi importante para nós. Sem vocês ao nosso lado, creio que não conseguiríamos novamente estar de pé. Deixo a todos os meus sinceros agradecimentos e um abraço fraternal e amoroso. O coração ainda dói, mas o amor que recebo ajuda a curar a dor. Que Deus ilumine o caminho de todos e todas e estabeleça a justiça”.

Morre aos 93 anos a ex-primeira-dama da Bahia, Hildete Lomanto; corpo será velado em Jequié

/ LUTO

Lomanto Júnior e Hildete. Foto: Reprodução/Site Jequié e Região

Faleceu em Salvador, a ex-primeira-dama da Bahia, Hildete de Britto Lomanto, segundo informou o site Jequié e Região. Conhecida como Detinha Lomanto, foi esposa do ex-governador Antônio Lomanto Júnior, que além de chefe do Executivo baiano foi vereador e prefeito de Jequié, sua terra natal e faleceu há 2 anos. Hildete morreu aos 93 anos, na noite desta quarta-feira (22), na capital baiana e o seu corpo estará sendo transladado para Jequié, onde será sepultado às 10h de sexta-feira (23). Primeira-dama da Bahia entre os anos de 1963 e 1967, Dona Detinha sempre se destacou pelos trabalhos sociais que desenvolveu ao lado do esposo político, o qual acompanhou de perto durante toda a sua trajetória. Enquanto primeira-dama, ela foi presidente da Legião Brasileira de Assistência (LBA) na Bahia, órgão que, posteriormente, deu origem às Voluntárias Sociais no Estado.

Médico cardiologista baiano morre durante visita a vulcão no Deserto do Atacama, no Chile

/ LUTO

Cardiologista André Luis Andrade de Oliveira. Foto: Facebook

O cardiologista baiano André Luis Andrade de Oliveira, de 49 anos, morreu durante um passeio no Deserto do Atacama, no Chile. O fato aconteceu na última segunda-feira (13), durante uma visita a um vulcão com mais de 5 mil metros de altura. Por meio de nota divulgada na quarta-feira (15), o Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) que lamentou o ocorrido. André estava com a esposa, a também cardiologista Patrícia Vieira, e um grupo de turistas durante a subida do vulcão Láscar, na região de Antofagasta, quando sofreu uma parada cardíaca e morreu no local. De acordo com informações divulgadas pela imprensa chilena, a polícia de fronteira de Toconao coordenou a operação de resgate com a 2ª delegacia de polícia de San Pedro de Atacama. No entanto, o médico foi encontrado sem os sinais vitais. O corpo de André aguarda o processo de repatriação e ainda não há data confirmada para o sepultamento. Médico formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 1991, André atuava no Hospital Português, Santa Izabel e Centro de Referência em Cardiologia da Prefeitura Municipal de Salvador. Ele deixa dois filhos.

Morre sindicalista que foi socorrida por secretário de Saúde durante reunião com o governo

/ LUTO

Iara Frazão, era moradora de Ribeira do Pombal. Foto: Facebook

A mulher que foi socorrida pelo secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas, durante uma audiência na tarde da última terça-feira (14), no gabinete da secretaria, localizado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, faleceu na manhã desta quarta (15). Iara Frazão, moradora de Ribeira do Pombal, que era integrante do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias, teve uma parada cardíaca durante a reunião com o governo. Segundo a Sesab, a mulher começou a se sentir mal por volta das 16h da última terça e teve o atendimento inicial prestado pelo secretário, que é médico cardiologista. Em seguida, foi atendida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) e encaminhada a uma unidade de saúde. A Associação dos Agentes de Saúde do Estado da Bahia emitiu nota nesta manhã lamentando a morte da colega. ”É nesse momento em que todos se igualam, é nesse momento e que o quanto nos damos conta de como somos frágeis, é nesse momento que refletimos para que e porque estamos aqui, é nesse momento que sentimos a falta de uma pessoa. É nesse momento que pessoas brilhantes aqui viram estrela no céu…”, diz uma nota no site da entidade.

Jovem de 22 anos é encontrada morta após dar carona a homem combinada por WhatsApp

/ LUTO

Kelly combinou carona para Minas Gerais. Foto: Reprodução

O corpo da radiologista Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, que desapareceu depois de combinar uma viagem por um grupo de carona no WhatsApp foi encontrado na tarde desta quinta-feira (2) em um córrego entre as cidades de Frutal e Itapagipe, no Triângulo Mineiro. Segundo a Polícia Militar (PM), a jovem estava seminua. A família de Kelly compareceu ao local e reconheceu o corpo. Ela estava desaparecida desde a tarde desta quarta-feira (1º). A Polícia Civil informou que foi vista pela última vez quando saiu de Guapiaçu, no interior de São Paulo, com destino a Itagagipe. Conforme a PM, o corpo foi achado após trabalhos de busca. A calça que ela usava no dia do desaparecimento foi achada a cerca de 3 Km de distância do corpo. O delegado da Polícia Civil de Frutal, Bruno Giovanini de Paula, que assumiu as investigações sobre o caso, informou que a perícia técnica foi realizada e o corpo encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). ”Ainda não há como precisar se houve violência sexual ou causa da morte. O corpo estava em um local de terra e água, o que dificulta a identificação. A vítima estava vestida apenas com uma blusa e foi encontrada por policiais militares que faziam buscas em área de usina de cana-de-açúcar ”, explicou. O corpo é velado desde o início da madrugada em Guapiaçu, onde Kelly morava com a família, e o horário do enterro ainda não foi divulgado.

Carona por WhatsApp

Familiares disseram à polícia que Kelly havia combinado uma carona por meio de um grupo de WhatsApp. A princípio, ela levaria um casal, mas a mulher desistiu no momento da viagem. O homem, que não era conhecido de Kelly, manteve a carona. Ainda conforme a polícia, o último contato que a moça fez com a família foi quando parou para abastecer o veículo em um posto de combustíveis na BR-153. Depois disso, a família diz que perdeu o contato com ela. Câmeras do circuito de segurança de uma praça de pedágio em Minas Gerais mostram a moça dirigindo. Logo depois, o carro volta, mas aí é um homem que está ao volante. A polícia encontrou o carro da jovem abandonado e sem as quatro rodas, o rádio e o estepe em uma estrada rural entre São José do Rio Preto e Mirassol (SP). Não há informações sobre o homem.

Namorado de jovem alertou por mensagem: ‘Cuidado’

O namorado da radiologista, o engenheiro civil Marcos Antônio da Silva, de 28 anos, chegou a demonstrar preocupação com a viagem: ”Cuidado”, escreveu horas antes do desaparecimento. Marcos relatou que, durante as últimas trocas de mensagens entre o casal por WhatsApp, na noite de quarta, a jovem escreveu, por volta de 18h35, que estava iniciando a viagem e que uma menina havia desistido da carona. Já às 19h23, ela voltou a enviar notícias, comunicando que estava abastecendo o veículo. A última vez que Kelly acessou o aplicativo foi às 19h24. ”Ela era acostumada a viajar e compartilhar carona e, geralmente, me mandava foto de quem era a pessoa que iria acompanhá-la. Dessa vez, como foi uma moça que ligou para ela combinando por telefone, não tinha imagens. Na ligação, ela me contou que iria esta moça e o namorado dela, mas, na hora de embarcar, só o rapaz apareceu. Eu sempre ficava preocupado com ela e mandei mensagem pedindo para ela tomar cuidado. Às 20h23, voltei a procurá-la e ela não apareceu mais”, contou o engenheiro civil.

Suspeito confessou

Um dos três homens presos por envolvimento na morte da radiologista Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, que desapareceu após dar carona a um homem desconhecido, confessou ter entrado em um grupo de WhatsApp com a intenção de roubar e matar a jovem, segundo informações da polícia de São José do Rio Preto (SP). Além do homem que confessou ter entrado no grupo de carona, outro disse que ajudou a matar a jovem, e o terceiro preso comprou os objetos roubados da vítima. Os três têm passagens por roubo. Jonathan Pereira do Prado, que confessou o latrocínio, estava foragido do Centro de Progressão Penitenciária desde março deste ano.

Durante manifestação de prefeitos, presidente da UPB recebe notícia da morte de sua mãe

/ LUTO

Prefeito Eures Ribeiro perde a mãe, Dona Eva. Foto: Gilberto Júnior

Ao lidar a marcha dos prefeitos em Salvador, o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, prefeito da cidade de Bom Jesus da Lapa, recebeu na tarde desta quinta-feira (26) a notícia do falecimento da sua mãe, Dona Eva, de 77 anos, que lutava contra o câncer. O líder da UPB seguiu para Bom Jesus, onde participa do velório.  A notícia foi divulgada pelo governador Rui Costa, que usou a rede social para lamentar o falecimento de Dona Eva, que recentemente teria recebido a visita do chefe do Executivo baiano. ”É com muita tristeza que recebo a notícia da morte da senhora Evacy Ribeiro Pereira”. Ele chegou a visitá-la durante a última passagem a Bom Jesus da Lapa. “Transmito as minhas sinceras condolências aos familiares e amigos, neste momento de dor, por esta inestimável perda”, disse Rui.

LUTO: Morre em Salvador o médico, produtor rural e ex-prefeito de Jequié, Daniel Andrade

/ LUTO

Daniel Andrade (esquerda) com Luiz Amaral. Foto: Jequié e Região

Daniel Andrade, médico, produtor rural, ex-prefeito eleito de Jequié (1963-1967 e 1971-1972), faleceu em Salvador, neste domingo (22), onde estava em tratamento de saúde. Dr. Daniel sucedeu a Lomanto Jr. e antecedeu Waldomiro Borges na Prefeitura de Jequié, sendo um dos responsáveis pela construção do prédio da Prefeitura. Em 2011, o então prefeito Luiz Amaral, homenageou os dois – Waldomiro Borges de Souza e Daniel Andrade – com a outorga de uma Comenda do Mérito e respectivo Diploma, em solenidade realizada no Dia da Cidade, em 25 de outubro, no Salão Nobre da Prefeitura. As significativas homenagens ocorreram no dia em o prédio completou 40 anos de sua inauguração. Na ocasião, Daniel Andrade fez questão de falar da emoção que sentia naquele momento ao ser lembrado 40 anos depois de sua última administração. “Estou feliz pela homenagem. Sou grato ao prefeito Luiz Amaral por esse momento especial”, destacou. Em seguida contou fatos relacionados à época da construção do prédio da Prefeitura ainda hoje considerado um dos mais bonitos do Brasil. A outorga da Comenda aos ex-prefeitos fez parte da programação dos 114 anos de emancipação de Jequié e está prevista os termos do parágrafo 22º da Lei nº 883 de 24 de novembro de 1977, que é concedida a personalidades reconhecidamente com relevantes serviços prestados à população. O prefeito Sérgio da Gameleira e o presidente da Câmara Municipal, vereador Emanuel Campos Silva, publicaram Nota de Pesar pelo falecimento do ex-prefeito, reconhecido por todos pela sua honradez, cujo legado sempre será lembrado. As informações são do site Jequié e Região

LUTO: Morre aos 71 anos a escritora e ilustradora mineira Ângela Lago Cardoso

/ LUTO

Morreu na madrugada deste domingo (22), aos 71 anos de idade, a ilustradora e escritora mineira Ângela Anástacia Cardoso Lago. Ela foi vítima de uma embolia pulmonar e faleceu pouco depois de passar mal em Belo Horizonte (MG), onde também é sua cidade natal. Suas obras são voltadas ao público infanto-juvenil com destaque para “Cena da Rua”, que foi publicada em vários países e premiada na França. Pode ser citada ainda “Sangue de Barata”, com poesias e ilustrações da própria autora. Segundo amigos, ela sofreu uma queda há pouco tempo em sua casa, tendo de operar o fêmur. Desde então, vinha morando com uma irmã, onde passou mal na noite de sábado (21). Socorrida por uma viatura do SAMU até o hospital, a escritora acabou não resistindo. Sua morte foi recebida com surpresa, já que parentes dizem que ela estava aparentemente bem e feliz nos últimos dias. O velório é realizado no Cerimonial Santa Casa, no bairro Santa Efigênia. Muito conhecida pela importância de sua obra, Ângela Lago receberia mais uma homenagem em novembro, dessa vez na Fliaraxá, feira literária de Araxá (MG). Ela é vista como uma das mais importantes autoras da literatura infantil no Brasil, tendo iniciado suas publicações em 1980. A autora usava muito as imagens e, com mais de 30 livros escritos, podem ser citados também “O Bicho Folharal” e “João Felizardo, o Rei dos Negócios”. Durante sua carreira recebeu prêmios como o Jabuti, Categoria Melhor Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil (2008) e o Iberoamericano de Ilustración, La Consejería de Cultura, Junta de Andalucia, Sevilha, Espanha (1994). Ângela Lago iniciou sua formação superior na Escola de Serviço Social da Universidade Católica de Minas Gerais. Frequentou o ateliê do escultor Bitter, em 1969, e lecionou na Escola de Serviço Social. Também trabalhou com crianças com dificuldades psico-pedagógicas e psiquiátricas antes de ingressar na literatura.

 

Vítimas de atirador de Goiânia são enterradas; mãe de João Vitor, de 13 anos, chora desesperada

/ LUTO

 Katiucia chorava ajoelhada no chão. Foto: Reprodução/Estadão

Na frente do cortejo fúnebre, o pai de João Pedro Calembo, de 13 anos, Leonardo Calembo, era acompanhado por um dos dois irmãos do menino, morto por um colega de classe dentro de uma sala de aula do Colégio Goyases, na manhã desta sexta-feira, 20. Atrás do homem e do garoto, vinham pelo menos duzentas pessoas, entre familiares, amigos e colegas de escola para o enterro, realizado na manhã deste sábado, 21, no Parque Memorial, em Goiânia. Por estar muito abalada, Bárbara, a mãe do adolescente caminhou mais devagar, chegando um pouco depois dos demais familiares no local do sepultamento. Parentes do garoto, de família evangélica, cantaram uma música em homenagem ao filho. Em seguida, eles aplaudiram e fizeram um minuto de silêncio. ”João Pedro, Jesus te ama”, disse, em voz alta e chorando o avô Ronaldo. Um dos dois irmãos de João Pedro não se desgrudava do avô e derramava lágrimas. ”Meu rapazinho”, falou baixinho a mãe, na única frase que dela se pode ouvir. Ela erguia a mão esquerda ao céu demoradamente. Em determinado momento, a mão do marido a alcançou.

Segundo enterro

Cerca de uma hora depois, foi enterrada a segunda vítima, João Vitor Gomes, de 13 anos, no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. Durante o sepultamento, era possível ouvir os gritos da mãe do adolescente. ”Meu filho, João Vitor. Mamãe te ama”, repetia Katiucia Fernandes. Mais de cem pessoas participam do cortejo. A mãe foi amparada durante o trajeto da sala de velório ao local de enterro pelo marido e pai de João Vitor, Fabiano, que a segurava pelo braço esquerdo. Do outro lado, ela era abraçada pelo filho mais novo, de 11 anos. No trajeto, mães de outros alunos do Colégio Goyases, falavam sobre a dor de enterrar um filho. ”Não existe nada pior”, diziam Quando chegaram ao local onde o corpo foi enterrado, a mãe de João Vitor já não conseguia se sustentar de pé. Enquanto o corpo do adolescente era enterrado, Katiucia chorava, ajoelhada no chão, com as mãos na cabeça.

Criança de 1 ano e 5 meses morre afogada em piscina de condomínio em Guarajuba

/ LUTO

Melissa ao lado do pai, Jarbas Júnior. Foto: Acervo familiar

Uma menina de 1 ano e 5 meses morreu afogada na piscina de  um condomínio em Guarajuba, no Litoral Norte da Bahia, onde a família passava o feriado desta quinta-feira (12). Melissa é filha do diretor de turismo da Prefeitura de Itacaré, Jarbas Junior. A criança passava o feriado com a mãe. O pai estava em Itacaré quando recebeu a notícia.  Em sua página no Facebook, ele informou que o sepultamento será realizado às 17h30, no cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. ”Saudades não me cabe no meu peito”, escreveu Jarbas Junior. Jarbas Junior foi vereador de Itacaré na legislatura passada. Ele é filho do ex-prefeito de Itacaré, Jarbas Barros, que esteve à frente da gestão municipal por três vezes. A prefeitura do município do sul do estado decretou luto oficial nesta sexta-feira (13) e ponto facultativo na Secretaria de Turismo.